Grupo 5: Cães de tipo Spitz e de tipo Primitivo

A Federação Cinológica Internacional (FCI) juntou em diferentes grupos e subgrupos todas as raças caninas oficialmente por si reconhecidas. O grupo 5 inclui os cães de tipo spitz e primitivo e encontra-se dividido em sete secções distintas. Ler mais

Encontre o seu cão

As características mais importantes

O meu cão deveria ser

Aparência

Tamanho
PequenoMédioGrandeGigante
Pelo
Sem pelo / HipoalergénicoPelo curtoPelo comprido
Cor
PretoVermelho / Castanho-claroAzul / CinzentoCastanho / Cinzento / ChocolateCremeBrancoAmarelo-torradoDourado / Amarelo
Padrão
BicolorTricolorMármoreTuxedoArlequim / PintalgadoMalhado / Listrado / SalpicadoTabbySableSaddle / Blanket

Grupo FCI

Chow-Chow

Está a pensar adotar um Chow-Chow? Saiba tudo nesta artigo: Saúde; Cuidados com o pelo; Atividade Física; Personalidade e muito mais.

Na secção 1 estão incluídos os cães nórdicos de trenó, como os Husky. A secção 2 inclui os cães nórdicos de caça como são exemplo o Elkhound norueguês e o Spitz finlandês. Os cães nórdicos de guarda e pastoreio, como o cão-islândes-de-pastoreio ou o Buhund norueguês, constituem a secção 3. O Spitzs europeus encontram-se na secção 4, seguidos dos Spitz asiáticos e raças semelhantes, na secção 5 - o Spitz alemão e o Shiba inu serão os representantes mais conhecidos de cada secção, respetivamente. Os cães de tipo primitivo compõem a secção 6 e os cães de caça de tipo primitivo a secção seguinte. O Podengo canário e o Podengo ibicenico são das raças mais conhecidas da secção 7.

As raças deste grupo são bastante diferenciadas entre si, em termos de tamanho e de cor do pelo. Um dos representantes de menor porte do grupo será certamente o Spitz-alemão-anão. Este pequenote felpudo pode, em comparação com tantas outras raças, não causar grande impacto, mas o que lhe falta em tamanho é compensado por uma enorme autoconfiança – não é nada agradável vê-lo zangado! Ao contrário da grande maioria dos cães do grupo 5, o instinto de caça do Spitz-alemão-anão não é muito pronunciado. Porém, são animais vigilantes e que fazem, ao ladrar, concorrência a cães de maior porte! Dado o seu tamanho, estes animais são adequados para a vida em apartamento. Por outro lado, o volume dos seus latidos pode causar problemas na vizinhança. Um treino consistente e intensivo é o único que poderá surtir efeito, pois é uma tarefa bastante difícil desabituar o Spitz-alemão-anão da sua tendência para alertar os donos e as redondezas.

Os Shiba inu da secção 5 da FCI (Spitz europeus e semelhantes) são cães charmosos, mas caprichosos, o que os torna pouco indicados para donos com pouca experiência. Estes animais foram originalmente criados para caçar de forma independente, pelo que demonstram uma enorme confiança e autosuficiência. Ganhar a sua afeição e confiança pode demorar mais, em comparação com outras raças. Todavia, conquistado um Shiba inu, não é com facilidade que se afasta, excetuando, talvez, as situações de caça – é comum o instinto de caça levar a melhor durante passeios mais prolongados pelo campo, pelo que não é o cão mais indicado para este tipo de atividade. De resto, o Shiba inu, com uma altura ao garrote a oscilar entre os 37 e os 40 cm, não deve ser confundido com o Akita inu, uma raça semelhante mas bem maior, como indicam os 61 a 67 cm de altura ao garrote.