Rottweiler

Rottweiler

Rottweiler

Aparência dura, interior sensível: o Rottweiler é um cão robusto, corajoso e seguro de si mesmo, isto é, apresenta todas as qualidades essenciais de um cão de guarda ou policía, pois não hesita em mostrar os dentes quando a situação assim o exige. Este cão, que costumava trabalhar para os talhantes, tem também um lado muito doce que o transforma num animal ideal para a família: é carinhoso, leal e adora mimos!

Características do Rottweiler

A FCI (Federación Cinológica Internacional) reconhece, através dos seus padrões, esta raça de cão com o número 147 dentro do Grupo 2, juntamente com os cães do tipo molosso, os pinschers, os schnauzer e os boiadeiros suiços. O Rottweiler é conhecido pela sua personalidade amistosa e divertida, além de ser um animal obediente, meigo com as crianças e muito querido. Apesar do seu natural temperamento tranquilo, em muitos países estas qualidades têm sido desacreditadas e passou a ser considerado como raça perigosa. Nos filmes de ação e de terror, o Rottweiler surge frequentemente como um animal agressivo, sempre pronto para fincar os dentes. No entanto, a culpa destas crenças recai sobre os seus antigos donos, que treinaram os Rottweiler para se transformarem em máquinas de morder, tratando-os de forma descuidada e imprudente. A esta visão distorcida dos Rottweiler soma-se um desconhecimento generalizado sobre a sua educação, o que terá transformado o seu carácter agressivo numa ideia de senso comum.

Tudo isto significa que a personalidade tranquila destes cães pode evoluir, podendo estes tornar-se mais agressivos, dependendo do comportamento do seu dono, tal como acontece com a maioria das raças de animais.

Um Rottweiler poderá transformar-se num cão obediente, dócil e imensamente dedicado ao trabalho, caso o seu dono seja responsável e experiente e lhe ofereça a educação correta. Esta raça não é de facto mais perigosa do que outra de tamanho semelhante; além disso, um Rottweiler bem criado e socializado adequadamente, será, sem dúvida, um cão de família leal. Ainda que apenas responda às ordens do «líder» da família, será igualmente fiel e carinhoso com os restantes membros. O Rottweiler aproximar-se-á das crianças com uma atitude meiga e cuidadosa. O convívio com outros animais não constituirá, normalmente, nenhum problema – isto a partir do momento em que se habitue à presença deles. E ainda que o seu corpo forte e musculado não o transmita, dentro de casa o Rottweiler caracteriza-se por ser um cão tranquilo e pacífico, que apenas quer fazer a sua sesta em paz.

Por outro lado, este cão tem imensa energia e pode intensificar o seu ritmo inesperadamente! Os Rottweiler adoram brincar, correr no exterior e participar em programas de exercício criativos, que lhes dão a oportunidade de queimar energia.

As atividades desportivas são bastante importantes para a saúde dos Rottweiler. Se estas os estimulam física e mentalmente, estes animais regressarão mais relaxados e flexíveis. Tudo isto significa que raramente os Rottweiler se mostram nervosos ou agressivos. Ainda que desconfiem na presença de um desconhecido, caso tenham recebido uma boa educação, simplesmente manter-se-ão distantes e reservados. O seu forte instinto de proteção, a sua coragem e, sobretudo, a sua grande força física, transformam-na na raça ideal para defender e proteger os seus donos e os seus pertences sempre que necessário. Os Rottweiler sentem, acima de tudo, que têm como principal dever levar a cabo qualquer trabalho que lhes seja pedido; tal transforma-os em perfeitos cães de trabalho, serviço ou simplesmente nos melhores companheiros de vida.

rottweiler welpe

Aparência

O Rottweiler apresenta as características ideais para trabalhar como cão policía ou de deteção nos corpos policiais ou militares, isto graças à sua musculatura e à sua mandíbula larga, constituída por 42 dentes que inspiram respeito. O seu físico corpulento e pesado é um poço de força e vitalidade. Apesar da sua constituição curta, das suas costas retas e firmes e do seu peito largo e profundo, o Rottweiler não é um animal torpe, muito pelo contrário. O seu trote seguro e os seus enérgicos tornozelos são prova de enorme agilidade e resistência.

Os Rottweiler machos normalmente medem entre os 61 e os 88 cm e pesam aproximadamente 50 kg; as fêmeas, pelo contrário medem entre 56 e 63 cm e pesam 42 kg, sendo mais pequenas e também mais ligeiras. O seu pelo denso e curto está dividido em duas camadas: a superior e a inferior. A pelagem negra e brilhante dos Rottweiler está repleta de manchas castanho-avermelhadas nas bochechas, no nariz, na garganta, no peito e nas patas, tal como por cima dos olhos e na zona debaixo da cauda. As orelhas triangulares e pendentes do Rottweiler, de inserção alta, estão situadas a uma distância média do crânio. O seu nariz, bem desenvolvido, é largo e redondo, o que faz dele um cão de busca ideal. Os lábios e as gengivas são escuros.

História do Rottweiler

Já no tempo dos Romanos os Rottweiler eram apreciados pela sua força, agilidade e vitalidade. Os pastores romanos utilizaram os antepassados destes cães boieiros e de pasto. O Rottweiler é, portanto, uma das raças de cães mais antigas do mundo. Os legionários romanos enviavam os rebanhos aos diferentes mercados do Império Romano com a ajuda destes cães leais e audazes. Os referidos antepassados do Rottweiler podem ter desempenhado estas funções na cidade imperial de Rottweil, um importante centro de comércio de gado no século IX e, talvez, a inspiração para o nome desta raça. O gado e as ovelhas eram transferidos desde Rottweil até Brisgóvia, Alsácia e à zona de Neckar. O comércio de gado dependia dos criadores de gado locais, que reconheciam a utilidade dos Rottweiler desde o início e começaram a criá-los como cães de trabalho. Com o passar dos séculos, a resistência, o jeito para o pastoreio e a enorme inteligência desta raça passaram a ser o principal motivo da sua criação; eram conhecidos por «cães açougueiros». Graças ao seu instinto de vigilância persistente, proteção incondicional e enorme devoção pelo trabalho, estes cães rapidamente se tornaram indispensáveis para os talhantes da zona. Os Rottweiler não eram apenas cães pastores, oferecendo também proteção aos seus donos e mantendo à distância das suas propriedades os ladrões e os predadores.

Nos mercados medievais, onde se reuniam os comerciantes de gado e os talhantes para vender os seus produtos, o poderoso Rottweiler, sempre alerta, levava consigo uma carteira de pele, em torno do pescoço, para guardar o dinheiro arrecadado com as vendas, mantendo afastado até o mais ágil dos carteiristas.

Em finais da Idade Média, a já conhecida raça Rottweiler espalha-se desde o mercado de Rottweil, em Baden-Wurtemberg, até outras regiões do país. Porém, pouco depois disto, estes cães acabaram por não se poder dedicar mais à sua tarefa de cães de condução de rebanhos de gado; com o aparecimento do caminho-de-ferro e de outros meios de transporte mais eficientes, rápidos e facilitadores do transporte de gado, os Rottweiler já não eram necessários para o pastoreio. Não obstante, e ao contrário de outros cães pastores, os Rottweiler mantiveram-se como uma raça conhecida.

No início do século XX, os corpos policiais decidiram avaliar as várias raças de cães para perceberem quais as que lhes seriam de maior de utilidade. O Rottweiler foi considerada como uma das mais apropriadas e, em 1910, foi oficialmente reconhecida como um cão policía e de deteção. Até hoje, tanto a policía como os serviços de controle aduaneiro aproveitam as qualidades desta raça.

.

rottweiler glücklich

Criação e educação

O período de criação é decisivo para que um Rottweiler desenvolva as capacidades necessárias para o desempenho de um bom trabalho no futuro. Os criadores devem ter em conta a coragem e a força dos seus cães, tal como a sua resistência psicológica e controle dos nervos. No entanto, o que determinará se um Rottweiler será um companheiro de trabalho leal, no qual se possa confiar, serão a serenidade e a confiança que tenha o próprio dono.

O controle do próprio temperamento e dos nervos fazem com que o Rottweiler seja um cão apropriado para viver em família. Porém, para que estejam presentes todas estas qualidade da raça, é essencial que os Rottweiler sejam criados de forma adequada e responsável; é igualmente crucial que socializem com outros cães desde cachorros e que sejam treinados. Qualquer cachorro desta raça adora estar rodeado de outros cães e de aprender com eles. Todavia, estamos perante um tipo de cão muito enérgico e vigoroso, sendo por isso imprescindível que lhes sejam indicados os limites, desde bem cedo. É essencial que, durante os primeiros nove meses de vida, o pequeno Rottweiler aprenda a controlar a sua força e a seguir as instruções do seu dono. Por outro lado, estes cães devem ser integrados na sua nova família logo que possível, pois são, por norma, bastante desconfiados. É necessária muita calma e paciência durante o primeiro contacto com desconhecidos, permitindo ao Rottweiler habituar-se a estas novas situações. Dado que esta raça apresenta, naturalmente, um instinto de proteção muito forte, apenas através de uma educação apropriada e constante, esta desenvolverá o seu lado mais amistoso e meigo como cão de família. Se educar e socializar o seu cão desde tenra idade, certamente obterá um companheiro carinhoso e que se manterá ao seu lado em todos os momentos – uma característica básica para qualquer amante de cães.

Facto é que os Rottweiler não são cães adequados para qualquer pessoa. Esta raça requere um dono que, além de ter experiência na criação de Rottweiler, seja tranquilo e prudente. Cães transbordantes de confiança em si mesmos não se submeterão a ordens dadas por donos inseguros ou nervosos. Desta forma, pessoas que desejem adotar um Rottweiler devem ter a força e a firmeza necessárias para controlar este enérgico animal durante os passeios, com a trela. Os machos, em concreto, vêem a sua força aumentada graças ao seu peso, que pode chegar aos 50 kg. Por esta razão, as fêmeas são as mais recomendadas para a vida em família. Certifique-se de que recebe todos os conselhos e informações para o treino correto do seu Rottweiler.

Problemas da criação

A criação irresponsável e inadequada por mãos pouco experientes pode ter como consequência no Rottweiler o desenvolvimento de padrões de comportamento agressivos; as mordidelas são um dos comportamentos mais frequentes, como referimos acima. Em Portugal, esta foi enquadrada na listagem de raças perigosas, o que significa que os donos destes cães se encontram sujeitos a muitas restrições. Por exemplo, devem adquirir um certificado psicológico e físico para a posse destes animais.

rottweiler welpe süss

Cuidados de saúde

Relativamente ao treino, os Rottweiler são particularmente exigentes. Os cuidados físicos exigidos são, pelo contrário, bastante simples. A sua pelagem curta não requere escovagens frequentes e apenas deve massajá-la quando o animal estiver a mudar o pelo, com luvas de borracha. Esta é uma raça que possui uma enorme resistência às doenças, isto graças ao seu corpo robusto e forte. Infelizmente, e, tal como acontece com outros cães de peso e dimensões semelhantes, o Rottweiler tem tendência para sofrer de displasia articular da anca e do cotovelo. O clube alemão do Rottweiler define os padrões de âmbito físico, tal como quais os testes de criação a que os animais devem ser sujeitos, revelando estes a predisposição genética para sofrerem de determinadas patologias. Nos últimos anos, os problemas de coração e as paragens cardíacas têm também podido ser diagnosticadas aos Rottweiler.

Por norma, e como acontece connosco, o risco de contração de problemas de saúde pode ser diminuído se se seguir uma dieta adequada e nutritiva, assim como um programa de exercícios equilibrado. Animais desta raça que convivam em família e que não se dediquem a nenhum trabalho em específico precisam de ser estimulados física e mentalmente. Traços como a obediência, talento para a busca e agilidade tornam esta raça ideal para a participação em diversas competições caninas. Os Rottweiler também adoram sair para correr com os seus donos, não porque tenham necessidade de correr uma determinada distância, mas sim pelo facto de se sentirem úteis e satisfeitos depois de cumprirem uma tarefa. A realização de atividades nas quais o dono possa participar constituem excelentes reforços dos laços humano-cão.

Donos com o tempo e a paixão necessárias para se dedicarem a esta raça ao oferecerem-lhe múltiplos desafios, uma educação apropriada e constante, uma estreita relação familiar e também estimulação física e mental, conseguirão um animal fiel para a vida. Este não será apenas um cão de guarda, mas igualmente um amigo incondicional, meigo e nobre. A sua grandeza não se vê apenas nas suas dimensões.

Leia os nossos artigos sobre a alimentação dos Rottweilers e também comida para Rottweiler adulto e comida para Rottweiler junior na loja zooplus.

Os nossos artigos mais relevantes
Está a pensar adotar um Rafeiro Alentejano? Conheça todas as características da raça e se é o cão indicado para si.
Gosta de agradar, adora pessoas e é robusto: o Labrador Retriever é extremamente popular como cão de família.