Husky Siberiano

A raça de cães Husky Siberiano desenvolveu-se em regiões com temperaturas muito baixas

Os Husky Siberianos adoram fazer exercício especialmente no exterior.

Os Husky Siberianos são cães que facilmente reconhecemos e que nos fazem pensar em planícies cobertas de neve. No entanto, estes patudos conquistaram um lugar no coração de muitas pessoas e é cada vez mais comum encontrá-los nas nossas cidades. Se está a pensar em ter um Husky Siberiano na família, leia este artigo e descubra mais sobre esta fascinante raça.

História

Os Husky atuais são muito parecidos com os seus antepassados da Sibéria. Antigamente estes cães eram companheiros indispensáveis para os povos nómadas que viviam naquela zona inóspita. No entanto, em 1909 esta raça tornou-se conhecida para além da Sibéria, quando o comerciante de peles William Goosak levou os seus Husky para participar na corrida de trenós All Alaska Sweepstakes. Nesta corrida muito exigente, em que os cães percorriam uma distância de 408 km, participavam equipes de Malamutes do Alasca, cães de porte maior do que os Husky Siberianos.

Inicialmente ninguém deu nada pelos cães de Goosak, que pareciam pequenos perante os Malamutes do Alasca. No entanto a opinião geral mudou quando os Husky cruzaram a linha de chegada em terceiro lugar. Em 1910, os Husky ocuparam os primeiros lugares na corrida. É nesta altura que Leonhard Seppala, um norueguês apaixonado por cães de trabalho, adquire os Husky de Goosak e inicia a criação oficial desta raça.

Husky Siberiano: uma raça de cães de trenó

Os cães desta raça têm características muito especiais que os tornam excelentes na condução de trenós. Por exemplo, os Husky conseguem puxar trenós com até 9 vezes o seu peso. Além disso têm um bom sentido de orientação, algo extremamente importante em locais cobertos de neve. Assim, não é de espantar que estes cães ainda sejam muito importantes para os povos Inuítes, que habitam as regiões árticas. Geralmente os Husky vivem em casa dos Inuítes, o que significa que além de excelentes cães de trabalho também são bons companheiros para a família.

Hoje em dia, os Husky são populares cães de desporto que participam com muito sucesso em corridas de trenós. A pessoa que conduz o trenó é um musher. O musher usa um conjunto de palavras de comando para dirigir a equipa de cães e guiar o caminho, especialmente em subidas e descidas. Assim, é uma pessoa em quem os cães confiam plenamente. Dentro da equipe de cães existe também um cão líder, que tem um papel particularmente importante. Um bom cão líder compreende e obedece ao musher sem hesitações. As equipas de cães variam entre 4 e 20 elementos, tudo depende da distância que devem percorrer e dos obstáculos. O mushing, ou corridas de trenós, é um desporto que tem vindo a ganhar adeptos, particularmente nos países mais frios do norte da Europa. Naturalmente, os Husky Siberianos têm um lugar de destaque neste desporto.

No Alasca e no Canadá, onde este desporto é muito popular, as corridas de trenó acontecem sob condições climáticas extremas. Além disso, os cães e o seu musher podem percorrer mais de 1.000 quilómetros.

O aspeto

A pelagem do Husky Siberiano

Um Husky tem um aspeto muito característico, destacando-se os olhos azuis e o pelo farto com um padrão facilmente reconhecível. O pelo destes patudos é denso com duas camadas. A camada interna é composta por um pelo fino branco ou esbranquiçado que se renova completamente duas vezes por ano. A fricção dos pelos da subcamada interna gera calor que a camada de pelo exterior consegue armazenar. O pelo da camada exterior é de comprimento médio e pode assumir várias cores, como por exemplo branco, avermelhado e preto. Além disso, o pelo exterior da grande maioria dos Husky Siberianos é escuro na parte das costas e cabeça. Na zona da barriga e peito, o pelo torna-se completamente branco. Por fim, na cabeça a cor do pelo destes cães costuma assumir a cor mais escura até à região dos olhos, formando uma espécie de máscara.

Características corporais do Husky Siberiano

Na cabeça destacam-se as orelhas de tamanho médio e com aspeto triangular. As orelhas são de inserção alta e estão próximas uma da outra. Os olhos dos cães desta raça não são necessariamente azuis. Pelo contrário, existem muitos exemplares com olhos castanhos e mesmo com um olho de cada cor. A cauda dos Husky é bem revestida de pelo, ainda que praticamente não tenha a camada interna que se encontra no resto do corpo. No entanto, a cauda com a forma da cauda de uma raposa tem funções essenciais para a sobrevivência destes patudos. Quando a temperatura desde significativamente os Huskys enrolam-se e põem o focinho por baixo da cauda. Desse modo o ar que inspiram está mais quente e não provoca danos.

As patas dos Husky são menores em comparação com outros cães de tamanho semelhante e por esta razão conservam mais o calor.

Por fim, apesar das semelhanças, um Husky não deve ser confundido com um Malamute do Alasca. Enquanto o Malamute pode chegar a pesar 43 quilos, os Husky pesam em média 15 quilos e nunca pesam mais de 28 quilos. Um Husky mede entre 50 e 60 centímetros na cernelha.

Os Husky Siberianos vivem felizes em matilhas

A personalidade dos Husky Siberianos

Um excelente companheiro para a família

Como sabemos, as aparências enganam, e um Husky Siberiano não é um bom cão de guarda. Na verdade estes patudos são geralmente amigáveis, mesmo com estranhos. Esta característica deve-se à seleção dos Husky para criação. Os criadores privilegiam cães cooperativos e amistosos para a procriação, visto que são cães que trabalham essencialmente em grupo.

No entanto, a maioria dos Husky Siberianos são muito independentes e são excelentes caçadores. Tanto que muitos têm dificuldade em obedecer ao dono quando está um coelho à vista. Assim, dar uma educação consistente a estes patudos é essencial. Mas mesmo que tenha um Husky bem-educado em casa, pode não conseguir sair com ele à rua sem trela. Por fim, estes patudos não costumam ladrar muito, mas por outro lado podem atrair a atenção dos vizinhos com os seus uivados profundos.

Cães que adoram desporto

Como seria de esperar, os Husky adoram fazer exercício físico. No entanto, nos meses quentes de verão, é essencial que o exercício seja moderado e que o patudo tenha locais frescos para descansar.

Se gosta de desporto, um Husky é um companheiro fiel e entusiasta. Ele vai segui-lo com prazer se for correr ou andar de bicicleta. No entanto, alguns desportos para cães, como dog dancing ou agility não costumam despertar a atenção dos Husky. Mas se procura um desporto para particar com o seu Husky pode também experimentar o mushing. Contrariamente ao que muitas pessoas pensam este desporto não tem de ser praticado na neve ou com trenós. Além disso, existem em Portugal competições e treinos desta modalidade desportiva. De certeza que o seu patudo vai gostar.

Alguns Husky Siberianos podem preferir viver no quintal, que deve estar completamente vedado, do que dentro de casa. No entanto, se for essa a sua opção o seu patudo deve ter um companheiro. Os Husky são animais que só vivem felizes se tiverem companhia. Isto deve-se ao facto de estes patudos terem sido criados para viver e trabalhar em grupo, fazendo parte de uma matilha.

Saúde dos Husky Siberianos

Os Husky Siberianos são cães saudáveis e sem grande predisposição a doenças. No entanto, durante a fase crescimento os cachorrinhos não devem ser sobrecarregados com exercício. Apesar de os Husky terem vontade de participar em todas as atividades desde pequenos, é importante deixar que os músculos e ossos se desenvolvam completamente antes dos desportos mais exigentes. Além disso, os Husky devem ser introduzidos aos desportos gradualmente, seja puxar um trenó ou passear com o dono de bicicleta.

Quando for adquirir o seu Husky Siberiano certifique-se que o criador fez os testes para despistar a displasia da anca nos progenitores. Alguns Husky apresentam uma dermatose reativa ao zinco. Ou seja, os intestinos de alguns destes patudos não absorvem zinco em quantidade suficiente o que causa problemas de pele. Como se trata de um problema crónico, nesses casos é preciso dar suplementos de zinco toda a vida. Por fim, a esperança média de vida destes patudos varia entre os 10 e os 14 anos.

O Husky Siberiano é muito ativo desde que nasce
Os pequenos Husky precisam de imensa atenção.

A alimentação dos Husky Siberianos

Os Husky são muito ativos desde pequeninos e por isso a sua alimentação deve proporcionar-lhes a energia necessária. No entanto, além do nível de atividade existem outros fatores determinantes para escolher uma boa alimentação para o seu patudo. Por exemplo, a idade, estado de saúde e tamanho são fatores que não podem ser desprezados.

Em geral, uma boa ração contém cerca de 70% de carne, 20 a 30% de fruta e legumes e uma pequena percentagem de cereais. Assim, além de ração e de comida húmida com alto valor nutritivo, a alimentação BARF é também uma boa alternativa para os Husky Siberianos. A dieta BARF consiste essencialmente em carne crua e tem a vantagem de poder ajustar os ingredientes às necessidades imediatas do seu patudo. No entanto, antes de começar a dar esta dieta ao seu cão informe-se bem ou fale com o seu veterinário. Claro que o seu Husky deve ter sempre água fresca à disposição em qualquer idade.

Cuidados

Um Husky não exige muitos cuidados. O pelo é o aspeto que precisa de mais atenção e deve ser escovado regularmente. Na altura da mudança do pelo é importante aumentar a frequência da escovagem. Por um lado, os Husky perdem uma quantidade enorme de pelo e a escovagem impede que fique com a casa cheia de pelos. Por outro lado, a escovagem permite que os pelos cresçam saudáveis e brilhantes.

Não é preciso dar banho ao seu Husky. A maior parte da sujidade sai facilmente com uma toalha ou com a escovagem. No entanto, se o banho não puder ser evitado use apenas água e um champô suave.

Um Husky Siberiano é o cão ideal para mim?

Esta raça de cães tem-se tornado cada vez mais popular, pois o aspeto impressionante e o comportamento amigável destes cães facilmente conquistam corações. No entanto, antes de tomar uma decisão pense se tem as condições necessárias para ter um destes patudo como membro da sua família. Em primeiro lugar, os Husky são cães que vivem naturalmente em regiões muito frias. Assim, o que para nós é muito frio para eles é uma temperatura perfeitamente aceitável. Portanto, se procura um patudo que fique à lareira nos dias frios de inverno, um Husky não é uma boa alternativa. Além disso, se vive numa região em que os verões são muito quentes, um Husky também não é o cão ideal para si.

Por outro lado, como mencionado acima, os Husky são originalmente cães de trenós que precisam e gostam muito de exercício. Por exemplo, um Husky adulto adora passear durante horas, correr longas distâncias ou acompanhar o dono a andar de bicicleta. E se estiver frio tanto melhor! Assim, se gosta de praticar desporto especialmente quando os dias arrefecem, vai encontrar no Husky um companheiro fiel.

Se tiver gatos na família, deve habituar o Husky desde cachorrinho à presença dos pequenos felinos. É importante que o seu Husky consiga controlar o seu instinto de caçador para que nada aconteça aos seus gatos. A residência ideal para um Husky é uma casa ou apartamento com acesso a um jardim à prova de escapadelas. Assim, o seu patudo pode correr e brincar o quanto quiser, sem perigo. No entanto, os Husky são também escavadores natos. Assim, se preza muito a relva do seu jardim talvez um destes patudos não seja a escolha indicada.

O Husky Siberiano não é um cão adequado para zonas com temperaturas altas
Os Husky vivem felizes mesmo sem ser no meio da neve.

Preparar a chegada do seu Husky Siberiano

Já tem a certeza que quer um Husky na família? Ótimo! No entanto, ainda há mais algumas coisas a considerar. Por exemplo, como planear as férias do seu patudo. Se não imagina ir de férias sem o seu cão, comece por decidir o destino. Lembre-se que locais muito quentes não são adequados para estes cães. Em seguida procure hotéis que permitam a permanência de cães e veja que atividades pode fazer com ele.

Se tem filhos deve planear com eles a vida em família com o novo patudo. É importante que as crianças sigam regras claras em relação à forma como vão lidar com o Husky. Por fim, considere também as obrigações financeiras que o seu novo amigo traz. Além dos gastos com acessórios básicos, como trela, cama, escovas e pentes, corta-unhas, mantas e caixa de transporte para o carro, existem outros custos a considerar. Por exemplo, a comida adequada e as visitas ao veterinário. Além disso, o seu patudo pode ter a infelicidade de ficar doente e nesse caso as despesas podem ser consideráveis. Por fim, certifique-se que ninguém na sua família tem alergia aos pelos dos cães.

Como encontrar o seu Husky?

Em primeiro lugar procure um criador sério e responsável. Para tal verifique se o criador faz parte de alguma associação ou clube de criação de cães. Certifique-se também que os cachorrinhos estão devidamente registados. Lembre-se que um cão registado e criado corretamente será naturalmente mais caro. No entanto, um cachorro que não tiver os cuidados de saúde adequados pode tornar-se rapidamente numa dor de cabeça. Além disso, os progenitores dos cachorros devem ser testados, alimentados e criados corretamente para que a ninhada seja o mais saudável possível. Por fim, um criador pouco sério também não se preocupa muito com a socialização dos seus cachorros, um aspeto essencial para que a vida em família do seu Husky seja feliz e equilibrada.

Os criadores que realmente se preocupam com os seus cães têm todo o prazer em responder a todas as suas questões e partilhar o seu conhecimento sobre a raça que criam. Assim, quando visitar o criador pode aproveitar para conhecer logo a ninhada e os pais dos cachorrinhos. O criador vai provavelmente ajudá-lo também a escolher o cachorrinho que mais se adequa a si e à sua família. Por isso não se espante com as perguntas do criador, é uma forma de o conhecer melhor para o aconselhar.

Se procura um Husky adulto ou um cachorro com traços de Husky pode procurar em associações de proteção de animais. Os funcionários também lhe podem dar informações sobre a personalidade do patudo, especialmente se este já for adulto.

Desejamos que se divirta muito com o seu Husky!

Os nossos artigos mais relevantes
12 min

Yorkshire Terrier

Está a pensar adotar ou comprar um Yorkshire Terrier? Saiba qual é a sua personalidade, tipo de alimentação, cuidados de saúde e muito mais.