Dieta BARF para cachorros

ieta-barf-para-caes

Dieta BARF para cachorros

Dieta BARF para cachorros: Dicas de nutrição

Relativamente à dieta BARF para cachorros, convém esclarecer que BARF significa Biologically Appropriate Raw Food. A BARF trata-se de uma filosofia alimentar, que tem vindo a conquistar muitos amigos dos animais nos últimos anos. Neste artigo, oferecemos-lhe uma introdução e orientações à dieta BARF para cachorros e cães.

Uma dieta BARF requer um elevado know-how por parte dos donos dos animais, mas também compromisso. Por exemplo, quando for de férias a pessoa a quem atribuir o cuidado do animal, deverá seguir as mesmas instruções. Está pronto para iniciar uma dieta BARF no seu animal?

Cachorros que nasceram em sua casa

Da primeira refeição à dieta BARF

Caso o animal tenha nascido em sua casa, a partir da quinta semana de vida e conjuntamente com o leite materno, pode dar início à dieta BARF digerível. Recomendamos-lhe, a carne de bovino picada que pode enriquecer com óleo de qualidade. No entanto, não utilize óleo de linhaça na comida nos primeiros três meses de vida do cachorrinho, pois ainda não o conseguem digerir.

Por volta da sétima semana, quando se dá o desmame, poderá alimentar com uma dieta BARF o cachorro. Como suplemento à carne, introduza ossos crus, de modo a assegurar o fornecimento de cálcio. Além disso, quando jovens, os cães divertem-se a mordiscar os ossos crus - atividade que contribui para o cuidado dos dentes de leite.

Cachorros que não nasceram em sua casa

A chegada do cachorrinho

Nos primeiros dias, após chegar a sua casa, jogue pelo seguro e dê ao cachorro comida à qual já está habituado. As alterações alimentares devem ser feitas cuidadosamente e em pequenas etapas. Além disso, a mudança para um novo lar é, por si só, bastante emocionante.

Se o criador tiver alimentado o cachorrinho com comida crua, não hesite em fazer o mesmo. Nestas circunstâncias, o criador disponibilizar-lhe-á um plano nutricional para o guiar.

Dieta BARF para cachorros: Que elementos devem constar no comedouro?

Ao longo do dia, um cachorro precisa três a quatro refeições. Relativamente à quantidade de comida, um jovem cão consome diariamente entre 4 a 6% do seu peso corporal. Em média, no comedouro de um jovem cão, deverá ter:

  • 80% de elementos de origem animal
  • 20% devem ser de origem vegetal.

 

Dieta BARF

Se optar pela variante da dietam que exclui os cereais, apenas 5% dos 80% da porção de vegetais devem corresponder a fruta. A grande maioria dos ingredientes de origem animal deve traduzir-se em carne, correspondendo a proteínas de fácil digestão. A carne do músculo deve ocupar metade da porção de carne e cerca de 20% de rúmen ou de omaso, a 15% de vísceras e a 15% de cartilagem ou de osso.

Atenção: uma dieta BARF com cereais deve incluir uma menor percentagem de frutas e vegetais. Ou seja, 20% de fruta e cerca de 40% de cereais e vegetais. Neste caso, recomendamos aumentar ligeiramente a percentagem de cartilagem/ossos a favor do rúmen. Alguns adeptos da dieta BARF aplicam o jejum aos animais uma vez por semana. Contudo, nunca o faça a um cachorro, pois os mais pequenotes têm necessidades energéticas mais elevadas do que os cães adultos.

Composição das refeições

É recomendável que um cachorrinho de raça média, com cerca de 10 kg, consuma aproximadamente 500 gramas de alimentos subordinados à dieta BARF. Destes 500, 100 gramas devem corresponder a alimentos de origem vegetal. Em contrapartida, os restantes 400 devem ser de origem animal.

Tomando como exemplo uma dieta sem cereais, vejamos a composição diária em detalhe:

  • 75 gramas de vegetais
  • 25 gramas de fruta
  • 200 gramas de carne do músculo
  • 80 gramas de rúmen
  • 60 gramas de vísceras
  • E 60 gramas de ossos ou cartilagem.

Dicas de preparação:

  • Como pode ver pela listagem, a preparação de refeições individuais pode ser bastante complexa e trabalhosa. Neste sentido, a nossa dica é: preparar uma grande quantidade de comida de uma só vez. Deste modo, terá provisões para toda a semana.
  • Ao calcular as quantidades de alimentos e compor as doses individuais, pode ocasionalmente conceber uma dose apenas de fruta e vegetais, outra de pura carne, etc. O importante é conseguir um bom equilíbrio ao longo da semana.
  • No que diz respeito aos ingredientes as possibilidades são inúmeras. No comedouro, poderá colocar elementos que habitualmente dispensamos, como omaso, úbere, coração, fígado, pulmão, traqueia, pulmões, rins, rúmen e goela. Todos eles são bons complementos de origem animal à carne de músculo.
  • Relativamente à fruta, pode incluir (sem hesitar) as seguintes: maçãs, ananás, laranja, nectarinas, bananas, bagas, peras, kiwis, mangas e ameixas.
  • Quanto aos vegetais, também a seleção é extensa: cenouras, aipo, espinafres, batatas cozidas, pepino e diversas variedades de couve.
  • Complementar as refeições com ovos ou leite também é possível. Nestes casos, estes elementos devem integrar o lado da tabela dos ingredientes de origem animal. Requeijão e queijo fresco são também adequados.

Usar suplementos alimentares na dieta BARF para cachorros

Opte por usar ervas e suplementos alimentares na dieta do seu cachorrinho. Porém, é importante não cair no exagero. Dê uso aos suplementos de forma sensata e leia atentamente os rótulos. Acima de tudo, evite oferecer ao animal vários suplementos em simultâneo.

  • Bons suplementos: algas marinhas calcárias, farinha de algas marinhas e spirulina
  • Bons óleos e gorduras: óleos BARF, assim como o óleo de salmão ricos em ácidos gordos, ómega 3 e 6 são apropriados, mesmo para animais de tenra idade.

A importância das lojas especializadas BARF

Como pode ver, adoptar uma dieta BARF não é algo complicado. Ainda mais, hoje em dia estão disponíveis refeições completas BARF à distância de um clique e além de puder fazer os pedidos online, poderá também congelar os produtos. Outra opção, é visitar as lojas especializadas. Aqui encontrará tudo o que necessita e ainda  snacks naturais para recompensar o seu cão, de acordo com os princípios BARF.

O compromisso BARF

Asas três premissas básicas para uma bem-sucedido numa dieta BARF para cachorros e cães adultos são:

    1. Conhecimento
    2. Um frigorífico com espaço
    3. Tempo disponível
Os nossos artigos mais relevantes