Socialização dos cachorros

Socializaçao dos cachorros

Socializaçao dos cachorros

Os cães são naturalmente animais de grupo. Por outras palavras: uma estrutura hierárquica dentro do seio familiar é um requisito essencial. Devem ser estabelecidas regras bem claras e quando as dá o mais importante não é o volume da voz, mas sim o tom. Os sinais sonoros, curtos e concisos, devem ser acompanhados por gestos bem claros. Utilize sempre a mesma combinação de palavras e gestos. Este é o caminho para que possa, enquanto dono, exercer autoridade, mesmo que o animal tenda a resistir.

Adestramento do cachorro

As ordens básicas, como “senta!“, “anda ao dono!“ ou “shhh“ e “não!“, devem ser praticadas desde o primeiro dia do cachorrinho no novo lar; porém, tenha cuidado para não o sobrecarregar. Cinco minutos, três vezes por dia, é mais do que indicado e suficiente para os treinos, as recompensas, as brincadeiras e os mimos. Apesar de tudo, estes cinco minutos podem ser encurtados ou estendidos, tendo em conta que os exercícios não devem ser interrompidos até que o animal os concretize com sucesso. Quando isso acontecer elogie-o repetidas vezes e recompense-o.

Conheça as várias fases pelas quais o seu cachorro passa ao longo do seu desenvolvimento:

10ª a 12ª semanas de vida = fase da socialização

Até este momento tudo o que os cachorros aprendiam era resultado da observação dos cães adultos. Agora, os cachorros são repreendidos e a supremacia dos cães mais velhos fica bem clara. No que ao dono diz respeito, significa que deve mostrar ao seu companheiro de quatro patas que há limites. A verdade é que nem tudo se pode roer. Nunca treine o animal mais do que 15 minutos seguidos e ofereça-lhe uma guloseima de cada vez que fizer algo bem.

13ª a 16ª semanas de vida = fase da hierarquia

Se nesta fase o animal ainda vive em grupo é agora que a hierarquia ficará certamente bem definida. E não é só a força física que importa. Vivendo em grupo, o cachorro lutará com o próprio dono por um lugar na hierarquia. É na infância que as transgressões acontecem e é nesse período que deve manter-se atento para mostrar quem está no topo da pirâmide hierárquica. Não deixe passar em branco o facto de o animal continuar a agir como se o sofá só a ele lhe pertencesse. Experimente chegar até à porta da sala, pegar no comedouro e devolvê-lo passado uns momentos. Nesta fase da vida do animal é especialmente importante mostrar-lhe que há consequências. O seu fiel companheiro aperceber-se-á da sua posição enquanto líder do grupo e segui-lo-á alegremente por todo o lado.

17ª a 24ª semanas de vida = consciência do ambiente em seu redor

Neste período, o animal começa a compreender e memorizar o ambiente em seu redor. Tudo o que aprendeu até agora deve ser aprofundado. É bastante importante permitir ao cachorro socializar com outros cães, desde tenra idade, para que aprenda a interagir  com animais da mesma raça. Existem, neste sentido, cursos onde se praticam e consolidam comportamentos de socialização. São levados a cabo por especialistas, aos quais poderá colocar questões acerca do crescimento do cachorro. Estas aulas não são excessivamente dispendiosas e impedem que o animal não tenha contacto com outros animais da mesma raça. Entre a 5ª e a 6ª semanas de vida, o cão torna-se mais independente e precisa de mão firme, pois entra agora na fase da puberdade.

6º a 12º meses de vida = fase da puberdade

Durante esta fase, o cão é um adolescente e está revoltado contra tudo e todos. O seu comportamento é rude e vai tentar a todo o custo pôr em causa o papel do dono. Não o ignore caso rosne ou peça comida à mesa. Faça-lhe ver que as regras implementadas anteriormente continuam válidas. A partir do sétimo mês as fêmeas já têm o cio e os machos começam a marcar o território ao levantarem a perna em cada canto. O seu pequenino está, a pouco e pouco, a crescer.

Orientação profissional na educação do seu cão

Se apesar de ter posto em prática todas as diretrizes importantes no que toca à educação do seu cachorro ainda tem problemas ou se simplesmente prefere educá-lo em grupo, recomendamos a frequência de um curso de educação básica. Estes são oferecidos por quase todos os clubes de raça – informe-se no clube da sua área de residência. Alguns canis disponibilizam também cursos com o intuito de educarem os animais para serem ainda melhores companheiros.

Os nossos artigos mais relevantes

Como educar um cachorro

Deve começar cedo a educar o seu cachorro e aproveitar o facto de serem curiosos para ensiná-los de forma divertida mas consistente.