Sabujos austríacos

Sabujo austríaco de pelo preto e castanho sentado.

O sabujo-austríaco-preto-e-castanho tem características marcas sobre os olhos.

Os sabujos austríacos são cães de caça por excelência, por isso, na Áustria gozam de enorme popularidade entre os caçadores. De facto, as 4 raças austríacas de sabujos são particularmente adequadas para a caça em zonas montanhosas. Além disso, estes patudos são muito simpáticos, gostam de passear em bosques e campos e são excelentes cães de família.

Aspeto dos sabujos austriacos

Vamos apresentar as 4 raças de cães sabujos e rastreadores da Áustria: sabujo-austríaco-preto-e-castanho, sabujo do Tirol, braco da Estíria de pelo duro e basset alpino. Estas raças têm várias características comuns, como por exemplo o tamanho médio e a constituição atlética. Além disso, todos têm as orelhas descaídas e a cauda comprida. No entanto, a cor da pelagem depende da raça.

Sabujo do Tirol

O sabujo do Tirol é a raça mais conhecida das quatro mencionadas. Os cães desta raça têm uma altura na cernelha que varia entre 42 e 50 centímetros. O pelo curto e grosso pode ser vermelho, preto e vermelho ou tricolor.

Sabujo-austríaco-preto-e-castanho

Com uma altura na cernelha entre 48 e 56 centímetros, os patudos desta raça são ligeiramente maiores do que os seus primos do Tirol. No que se refere ao aspeto, com pelo preto e manchas castanhas, estes cães destacam-se pela sua elegância. Além disso, estes patudos apresentam sempre manchas acastanhadas por cima dos olhos e podem ter uma mancha branca na zona do peito e garganta.

Braco da Estíria de pelo duro

Os patudos desta raça distinguem-se dos seus parentes por causa do seu tipo pelo, que é o chamado pelo de arame. Além disso, o pelo é avermelhado ou amarelado. Por fim, a altura na cernelha varia entre 45 e 53 centímetros.

Basset alpino

Os menos entendidos por vezes pensam que os cães desta raça são uma mistura de dachshund com outra raça devido ao seu aspeto. Na verdade, estes patudos são os mais pequenos deste grupo, com uma altura máxima na cernelha de apenas 38 centímetros.

Idealmente, os cães desta raça têm o pelo vermelho-escuro com manchas pretas ou preto com manchas cor de fogo. Por fim, tal como as anteriores raças, esta também pertence ao grupo 6 da FCI – Sabujos Farejadores e Semelhantes Assemelhadas – no entanto são classificados na seção 2 – Farejadores e não 1.2 – Sabujos de Médio Porte – como as outras.

O mais pequeno dos sabujos austríacos é o basset alpino

Personalidade dos sabujos austríacos: nascidos para caçar

Os sabujos pertencem ao grupo de raças de caça mais antigas, que têm personalidades e necessidades específicas. Assim, se está a pensar ter um patudo deste grupo em casa, tenha em consideração que vai precisar de tempo para o educar e que eles precisam de fazer bastante exercício físico de forma regular.

Caçadores apaixonados que não prescindem da sua família

Todos os sabujos austríacos têm em comum a sua enorme paixão pela caça. Contrariamente a outros cães que caçam em matilha, estes cães são caçadores solitários. Além disso, têm um extraordinário sentido de orientação que lhes permite voltar sempre ao local de onde partiram.

Estes cães são conhecidos por terem uma personalidade amigável e simpática e também por serem bastante calmos, o que, naturalmente, os coloca numa posição de destaque para os caçadores. Por fim, desde que tenham um estilo de vida que responda às suas necessidades, estes cães são bastante flexíveis e adaptam-se facilmente às circunstâncias em que se encontram.

Educação e treino para cães de caça

Os sabujos austríacos precisam de uma educação consistente e direcionada desde cachorros. Todos estes patudos nasceram para caçar com os donos e, por isso, estão predispostos para receber ordens e comandos. Assim, estes cães são considerados fáceis de educar.

No entanto, cães das raças sabujo-austríaco-preto-e-castanho, braco da Estíria e sabujo do Tirol têm um instinto predador bastante pronunciado e precisam de treinar o autocontrole desde muito cedo. Além disso, como já mencionado, estes patudos são caçadores solitários e, por isso, devem ser socializados desde cedo para que aceitem bem a companhia de outros cães.

Faça chuva ou faça sol: o estado do tempo não importa nada aos sabujos que adoram andar ao ar livre.

Sabujos austríacos: cuidados e necessidades

Como já sabemos, todos os sabujos austríacos são caçadores e precisam de ir à caça regularmente para terem uma vida feliz e equilibrada. Por esta razão, a maior parte dos criadores destas raças preferem entregar os seus cachorrinhos a donos que pratiquem atividades de caça. Além disso, como são patudos que respondem muito bem aos treinos, eles são adequados mesmo para donos que estão a dar os primeiros passos na caça com sabujos.

Cuidados de higiene e saúde

Quem gosta de caçar regularmente precisa de um patudo que tenha um pelo fácil de cuidar. E o pelo dos sabujos austríacos não é nada exigente, nem mesmo o pelo mais comprido do braco da Estíria. No entanto, durante a altura da mudança de pelo, pode escovar o seu patudo de vez em quando para retirar o pelo morto.

Um aspeto importante é verificar regularmente as orelhas e ouvidos do seu patudo e limpá-los regularmente com um produto adequado. Lembre-se que as orelhas descaídas criam dentro do ouvido um clima húmido que é favorável ao desenvolvimento de inflamações, que no entanto preveni facilmente com estes cuidados.

Na loja online zooplus encontra todos os produtos que precisa para o cuidado do pelo, como escovas e pentes ou champôs e amaciadores, e também soluções auriculares ou sprays desinfetantes para as orelhas.

Para saber mais sobre os cuidados a ter com o pelo do seu patudo leia o nosso artigo Cuidados com o pelo: dicas para todos os cães.

Sabujos austríacos como cães de família

Os sabujos são excelentes companheiros para caçadores que têm uma família. Por exemplo, o basset alpino, o sabujo-austríaco-preto-e-castanho, braco da Estíria e sabujo do Tirol adoram crianças e, além disso, não gostam de ficar sozinhos. Assim, é muito importante ter presente que estes cães não devem viver em canis.

No que se refere ao espaço onde habitam, apesar de acompanhar com entusiasmo os donos em passeios na cidade, estes patudos preferem viver em zonas rurais. Além disso, preferem sempre uma casa com jardim ou quintal. No entanto, mesmo para o mais pequeno dos sabujos nada substitui as idas à caça.

Desportos e atividades para sabujos austríacos

Como seria de esperar, estes cães sentem-se particularmente felizes ao praticar atividades que impliquem a captura de presas. No entanto, eles não são exigentes no que se refere ao tipo de presa. Além disso, estes cães, com um apurado olfato, sentem-se à vontade a caçar mesmo nas montanhas mais altas.

Em relação ao método de caça, estes animais começam a ladrar quando detetam o trilho da presa, geralmente coelhos ou raposas, que assustadas fogem em direção ao caçador. Os sabujos austríacos, e em especial o braco da Estíria e o sabujo do Tirol, são também confiáveis ajudantes na procura de animais feridos. Já o basset alpino, também excelente a seguir o rasto de animais feridos, ladra até à chegada do dono. Por fim, os cães desta raça caçam sem medo animais maiores do que eles, como raposas, quer em terra quer na água.

Atividades alternativas à caça para sabujos austríacos

A regra geral é: os sabujos austríacos devem viver com famílias de caçadores e receber a educação necessária para a prática desta atividade. No entanto, por diversas razões, nem todos os sabujos austríacos podem caçar de forma regular, como por exemplo, se viverem numa família de caçadores ocasionais. Por outro lado, alguns sabujos austríacos não desenvolvem todas as características para serem bons caçadores e, por isso, acabam por ser deixados para trás. No entanto, todos os sabujos austríacos precisam de fazer atividade física adequada e frequente.

Nestas situações, o mais indicado é levar o seu patudo a praticar desportos caninos ou treinos. Assim, pode levar o seu cão a treinos de recuperação ou rastreamento. Além disso, dê longos passeios pela natureza, escolhendo locais onde o seu patudo possa correr livremente. Por fim, estes patudos devem receber um treino anti-caça, de forma a controlar os seus impulsos.

O braco da Estíria é um mestre no rastreamento de presas feridas.

A saúde dos sabujos austríacos

Como é de esperar, os cães de caça devem ser saudáveis para que possam desempenhar as suas funções com eficácia. Assim, os criadores dão, desde sempre, grande valor aos cães robustos, resistentes e sem doenças, que naturalmente selecionam para a procriação. Por conseguinte, se comprar um cão das 4 raças de sabujos austríacos a um criador sério e responsável, pode contar com um patudo saudável durante cerca de 14 anos. É de salientar que estes cães se mantêm ativos até ao fim da vida.

Comprar um sabujo-austríaco

Em primeiro lugar, nunca compre um destes patudos a um criador que não lhe possa dar os documentos oficiais do cachorro. No entanto, a grande maioria dos criadores destas raças vivem na Áustria. Suíça ou Alemanha. Assim, para ter um destes patudos na família o mais provável é ter que procurar um criador no estrangeiro. A forma mais simples para comprar um sabujo austríaco é pesquisar na internet associações de criadores nestes países e procurar através delas um bom criador.

Por exemplo, um sabujo do Tirol devidamente registado, vacinado e com chip custa cerca de 1.000 euros. No entanto, neste valor não estão incluídas as despesas de transporte.

Raças alternativas ao sabujo-austríaco

Se quer ter um cão de caça na família, existem diversas alternativas aos sabujos austríacos, por exemplo o sabujo alemão ou o polaco. Os sabujos suíços, também conhecidos como laufhund, de porte médio são também uma boa alternativa.

Por outro lado, se gostava de ter um patudo destas raças, mas não pretende levá-lo à caça, o mais indicado é procurá-lo num associação de proteção de animais. Aí encontra sabujos que, por não serem bons caçadores, são abandonados ou cães cruzados com sabujos que não têm tanta necessidade de ir à caça. Naturalmente, é mais provável encontrar um destes patudos para adoção em associações no estrangeiro. No entanto, regra geral, os funcionários estão familiarizados com os procedimentos de transporte e poderão ajudá-lo a trazer o seu patudo para sua casa. Por fim, independentemente do caso, qualquer patudo desta raça ou cruzado desta raça precisa de bastante exercício físico e estimulação mental.

História dos sabujos austríacos

Qualquer raça de sabujos austríacos tem uma longa e rica história. Por exemplo, acreditava-se que o sabujo-austríaco protegia as pessoas contra fantasmas devido às manchas amarelas-escuras por cima dos olhos. Esta raça, tal como o sabujo do Tirol, descende de cães celtas. A partir de 1860, os caçadores alpinos começaram a desenvolver as raças que hoje conhecemos. O braco da Estíria é uma raça de cães de caça desenvolvida intencionalmente a partir de 1870 pelas mãos do criador Carl Peintinger, que queria ter excelentes cães de caça com pelo mais comprido e duro.

Conclusão

Se quer um patudo amigável, simpático e fácil de criar e ao mesmo tempo um excelente caçador, nenhuma das raças de sabujos austríacos o vai desapontar. No entanto, se não é caçador procure uma raça alternativa, visto que a caça é uma atividade que está no sangue destes animais.

Sugestões de produtos e acessórios para o seu cão

Os nossos artigos mais relevantes
13 min

Yorkshire Terrier

Está a pensar adotar ou comprar um Yorkshire Terrier? Saiba qual é a sua personalidade, tipo de alimentação, cuidados de saúde e muito mais.