Azawakh

azawakh a correr no campo

Outrora um fiel companheiro de tribos nómadas, o elegante azawakh tem-se vindo a transformar mais e mais, nas últimas décadas, num popular galgo. Pelo que é possível vê-lo com regularidade na Europa. Leia este artigo e saiba mais sobre esta raça de cães.

Aspeto

Mesmo tendo contacto pela primeira vez com um azawakh, até o maior dos leigos consegue identificar um galgo. O delicado, elegante e tendinoso corpo é sustentado por pernas compridas. Já as orelhas triangulares e descaídas emolduram uma cabeça estreita que termina num focinho comprido. A cauda é baixa e fina. Tanto os ossos como os músculos são claramente visíveis por baixo da sua pele enxuta.

Peso e altura

Com uma altura ao garrote até aos 74 cm nos machos e 70 cm nas fêmeas, os azawakh pesam cerca de 25 e 20 kg, respetivamente. O seu aspeto elegante está, portanto, definido no padrão da raça. No entanto, no caso dos azawakh que vivem em África, isto está normalmente associado a questões nutricionais. Ou seja, os animais ingerem poucos líquidos e estão malnutridos.

Pelo contrário, azawakhs com uma dieta equilibrada têm muito poucas chances de obter uma boa classificação em exibições.

Cor do pelo

A cor do pelo curto e fino desta raça de cães faz lembrar as cores do deserto. Portanto, a pelagem vai desde tons de areia até ao vermelho-escuro. Além disso, são desejáveis marcas claras.

História

Versáteis cães do deserto

Animais de quatro patas semelhantes aos atuais azawakh foram imortalizados em pinturas rupestres com muitos milhares de anos. Durante muito tempo, estes persistentes caçadores foram companheiros dos fulani e dos tuareg no sul do deserto do Sahara. É por este motivo, então, que estes cães são chamados “galgos tuareg”.

Nestas regiões áridas e secas, caçam antílopes, gazelas e pequenos animais, como lebres. Além disso, também guardam os rebanhos e as tendas dos nómadas. O nome da raça deriva do vale de Azawakh, situado na região fronteiriça entre o Mali e a Nigéria. Esta zona é, portanto, considerada o berço da raça. Os próprios tuareg chamam simplesmente os seus companheiros de quatro patas “ldi”, que significa “cão”. Isto deve-se também ao facto de praticamente não existir nenhuma outra raça de cães nesta região.

Chegada ao continente europeu

Este orgulhoso e original companheiro do deserto encontrou o seu caminho até à Europa na década de 70 do século XX. Mas foi apenas em 1981 que a Federação Cinológica Internacional (FCI) chegou a um acordo em relação ao standard da raça. Porém, foi alvo de diversas alterações ao longo dos anos seguintes. Por exemplo, sempre houve controvérsia em relação às cores do pelo, incluindo da distribuição das manchas brancas.

Se os azawakh ainda eram uma raridade quando chegaram à Europa, conseguiram, entretanto, afirmar-se dentro da família dos galgos e encontraram um número considerável de seguidores. Embora a raça seja oriunda do Mali, a França é atualmente o país patrono da criação de azawakhs.

Carácter sensível

O azawakh é um cão muito sensível: depressa reage ao estado de humor dos donos. Portanto, precisa de uma liderança calma e serena. Depois da socialização apropriada e do imprinting, estes animais formam uma ligação muito próxima com os donos. No entanto, mantêm a distância em relação a estranhos. Por norma, criam um vínculo muito próximo com uma pessoa, junto da qual se aninham e pedem mimos.

Se gostaria de adotar um cão de mente aberta e sempre bem disposto, o azawakh não é a melhor opção. Pois estes animais absorvem os humores em seu redor e comportam-se em conformidade. Portanto, nunca se irão esquecer de atitudes severas ou reações desadequadas. Tendo em conta que era usado como cão de guarda e companheiro de caça, o azawakh é bastante territorial e tem tendência para caçar.

azawakh branco e vermelho em fundo branco © jagodka / stock.adobe.com

A educação do azawakh

Tratando-se de uma raça primária, precisa de lidar desde cedo com desconhecidos, outros cães e situações do dia a dia. Se assim não for, irá ser um cão adulto solitário e inseguro. Apesar de isto se aplicar a qualquer cão, o azawakh requer uma fase de imprinting particularmente bem planeada.

Portanto, é altamente recomendável visitar uma escola para cães, incluindo aulas de brincadeira para cachorros. Assim, é possível fortalecer a veia social do seu animal. E tendo em conta que estes cães reagem de forma muito sensível ao humor dos donos, depressa irão perceber o que fazer para o influenciar. Portanto, é importante ser consistente desde a tenra idade do animal. O sucesso está numa liderança forte e consistente, em combinação com educação meiga e muitos exercícios que promovam a confiança.

Saúde do azawakh

Os galgos têm um aspeto peculiar. Mas também contam com algumas particularidades a nível de saúde. Portanto, é importante encontrar um veterinário com experiência com galgos ou que esteja disposto a informar-se sobre este tipo de cães. Por exemplo, os valores de referência em termos de análises ao sangue são diferentes do que na maioria dos cães. Ao lidar com um veterinário pouco experiente, o mesmo pode cometer erros no diagnóstico.

Em situações de anestesia, a falta de gordura subcutânea deve ser tida em conta. Além disso, deve ter-se especial cuidado em aquecer o animal durante a fase de recuperação.

Embora estes patudos sejam oriundos de África e adorem o sol, deve proporcionar-lhes uma sombra nos meses mais quentes. Nos meses mais frios, os galgos gostam, apesar das temperaturas baixas, de estar no exterior. Nestes casos, devem estar sempre em movimento. Porque, se assim não for, podem constipar-se, muito por culpa do seu pelo curto.

Esperança média de vida

Em relação à esperança média de vida, os azawakh vivem cerca de 12 anos.

Alimentação para velocistas

Os azawakh têm uma silhueta bem delicada e atlética, não há como questionar isso. No entanto, não é de todo recomendável fazer o animal passar fome para corresponder ao padrão da raça.

Alimente o seu galgo com uma dieta de alta qualidade. A carne deve ser o ingrediente principal. Porém, certifique-se de que o teor de proteína da comida não exceda significativamente os 25%. Pois isso pode ter um efeito negativo nos rins a longo prazo.

Além disso, a comida deve ser pobre em gordura. No que diz respeito a snacks, foque-se em guloseimas saudáveis. Por exemplo, snacks concebidos para os cuidados dentários ou pedaços de carne seca, como orelhas de vaca.

Se pretender fazer alterações na alimentação, faça-o lentamente. A pouco e pouco introduza uma quantidade maior do alimento novo ao antigo. O exercício após as refeições deve ser evitado a todo o custo para prevenir a síndrome da dilatação vólvulo-gástrica. Finalmente, o seu azawakh deve ter sempre água fresca ao seu dispor.

© otsphoto / stock.adobe.com

Cuidados

As escovagens fortalecem os vínculos

Graças ao seu pelo muito curto, os cuidados com o pelo do azawakh são muito simples. Então, para fortalecer a relação cão-dono e remover o pelo solto antes que se espalhe pela casa, faz sentido “escovar” o azawakh regularmente com uma escova macia. Escovas com cerdas naturais macias ou uma luva de borracha ondulada são acessórios apropriados.

A pele destes cães é, normalmente, bastante sensível no que diz respeito a banhos. Portanto, é suficiente limpar as zonas com sujidade do pelo com um pano húmido. Se necessário, limpe também as orelhas caídas com ums solução auricular para cães.

Sobretudo em cães seniores, é muito possível que as unhas fiquem demasiado grandes e não se desgastem o suficiente. Neste caso, deve cortá-las com uma tesoura especial para cães. Se precisar de ajuda, contacte o seu veterinário.

Desportos para cães

Aos seus lugares, atenção, partida!

O azawakh é um apaixonado por corridas. Nas nossas latitudes, porém, é também um excelente caçador. Ao avistar um coelho, começa prontamente a correr, se o dono o deixar. Porém, em zonas de animais selvagens, é possível chamar um azawakh de volta depois de receber o treino apropriado.

Pistas de corrida para cães

Para que o animal possa fazer exercício, é uma ótima ideia visitar uma pista de corrida para cães. Informe-se acerca da existência destes equipamentos na sua área de residência e investigue-os antes de lá ir com o seu patudo. O objetivo é perceber se é confortável para si – porque o seu patudo irá adorar!

São locais onde o seu azawakh pode libertar toda a sua energia e correr a grande velocidade. E a participação em corridas oficiais não é, claro, necessária. É claro que também ficará feliz se o puder acompanhar no jogging ou a andar de bicicleta. Mas, normalmente, não são atividades suficiedntes para satisfazer a sua necessidade de movimento a longo prazo.

Também pode experimentar desportos para cães, como agility ou flyball. No entanto, encare estas experiências como um teste, pois a verdade é que os azawakh não mostram grande interesse por estes desportos.

Durante os treinos, tenha sempre em mente o desenvolvimento físico do animal e proteja o seu jovem animal de demasiado esforço físico. Porque pode ter consequências negativas para as suas articulações.

Será um azawakh o cão indicado para mim?

Esta raça de forte personalidade é indicada para pessoas com experiências com cães e que procurem um companheiro sensível e que pense pela própria cabeça. Além disso, devem estar preparados para lhe proporcionar suficientes oportunidades de exercício.

Embora normalmente o azawakh crie uma ligação muito próxima com uma pessoa de referência, também pode ser tido como cão de família numa família com filhos, especialmente se tiver contacto com crianças desde tenra idade.

No entanto, é essencial proteger o seu patudo de demasiada agitação e ter sempre presente que não se dá imediatamente a estranhos. Ter uma casa com uma cerca alta permite ao animal correr à sua vontade. Portanto, estes cães não são apropriados para apartamentos.

Os azawakh precisam de muito contacto do dono e não são indicados para trabalhadores, pois não podem ficar sozinhos várias horas por dia. Estes cães tão sensíveis precisam de um dono com empatia e que esteja disposto a envolver-se no mundo emocional do seu azawakh. Se estiver preparado para isto, terá a seu lado um companheiro fiel e leal, disponível para o acompanhar no que der e vier.

Antes da mudança é importante considerar, como com qualquer animal de estimação, que está a assumir uma grande responsabilidade durante anos. As despesas regulares e as excecionais, o tempo investido no exterior, além de questões como planos de férias e possíveis alergias a animais domésticos na casa: tudo isto tem que ser considerado antecipadamente para evitar surpresas desagradáveis.

© mfotohaus / stock.adobe.com

Onde posso encontrar o meu azawakh?

Embora a raça esteja atualmente estabelecida na Europa, este galgo é ainda relativamente raro. Se gostaria de adotar um azawakh, deve fazer alguma investigação antes. Pois só assim conseguirá encontrar um criador de confiança, ou seja, que crie com uma associação reconhecida pela FCI. Esta é a única forma de se certificar que adota um verdadeiro azawakh, acompanhado de todos os pré-requisitos para uma vida longa e saudável.

Se tiver questões sobre a raça, os clubes de galgos podem ser um ponto de contacto. Nos seus sites encontra normalmente uma lista de criadores, além de novidades acerca de ninhadas novas ou esperadas. Portanto, encontrado o criador apropriado, deve ser possível conhecer o seu potencial futuro companheiro de casa durante uma visita.

Use este tempo não só para conhecer o cachorro mas também os seus progenitores. Questione o criador acerca dos seus objetivos de criação e cuidados de saúde. Um criador de confiança terá todo o prazer em responder às suas perguntas. Mas, além disso, também lhe colocará questões, nomeadamente acerca da sua experiência com cães e estilo de vida. O objetivo é perceber se poderá oferecer ao seu protegido um bom lar.

Adotar um azawakh adulto

Se pretende adotar um azawakh adulto, o melhor é contactar uma associação de galgos. Acontece os donos deixarem os seus azawakh devido a mudanças na vida. No entanto, por vezes também se sentem sobrecarregados com o seu comportamento.

Tente obter o máximo de informação possível acerca do passado do animal para determinar se seria uma boa combinação para si e para a sua experiência com cães.

Além disso, podem ser encontrados galgos rafeiros ou galgos de países do sul em associações de animais à procura de um novo lar. Informe-se acerca das condições de adoção a partir do estrangeiro, além de eventuais riscos de saúde – por exemplo, no que diz respeito à leishmaniose.

Os nossos artigos mais relevantes
13 min

Yorkshire Terrier

Está a pensar adotar ou comprar um Yorkshire Terrier? Saiba qual é a sua personalidade, tipo de alimentação, cuidados de saúde e muito mais.