Constipações nos cães

Tempo frio e húmido, flutuações constantes da temperatura... Certos meses em Portugal põem à prova o sistema imunitário de humanos e animais. Na verdade, muitos donos já terão visto os efeitos das constipações nos cães.

Quais os sintomas típicos de constipação nos cães?

Se o nariz pinga, a comida é recusada e o patudo ignora as palavras mágicas "Vamos à rua!", é certo que está doente. Outros sintomas das constipações nos cães são:

  • Mucosas avermelhadas
  • Fadiga pouco habitual
  • Espirros frequentes
  • Corrimento nasal
  • Tosse (possibilidade)
  • Evolução para febre (em alguns casos)

Como ajudar o seu cão em caso de constipação?

  • Dê ao seu patudo alguns dias de descanso. Façam pequenos passeios para apanharem um pouco de ar fresco. Depois, já em casa, seque bem o pelo do animal.
  • É muito importante para os cães adoentados manterem-se quentes. Use, por exemplo, uma luz vermelha: 10 minutos por sessão são suficientes. Esteja ao lado do patudo nestes momentos, pois os cães devem estar a meio metro de distância da luz, no mínimo.
  • Certifique-se de que o cão ingere líquidos em quantidade suficiente. Se se recusar a beber, enriqueça a ração com mais água.
  • Meça a temperatura do cão. A temperatura normal normal oscila entre 38 a 39 graus. Então, para facilitar a inserção no reto, humedeça o termómetro com vaselina e insira-o delicadamente. Se a temperatura estiver acima dos 39 graus, deve consultar o veterinário.
  • Se o seu patudo não tiver febre e apenas manifestar cansaço, os remédios homeopáticos podem facilitar o processo de recuperação, além de fortalecerem o sistema imunitário. Porém, se a constipação do cão não passar ao fim de três dias, vá ao veterinário.
  • Quando se trata de cachorros e cães idosos deve dirigir-se ao veterinário, seja qual for o sintoma apresentado. O sistema imunitário destes animais é mais fraco e é comum precisarem de cuidados médicos.

Saiba o que evitar se o seu patudo estiver constipado

  • Dar-lhe medicamentos criados para pessoas.
  • O contacto próximo com outros cães, pois o risco de infeção é bastante elevado!

Desejamos ao seu patudo uma recuperação bem rápida!

Os nossos artigos mais relevantes
11 min

Castração de cães

A castração constitui um procedimento de rotina na medicina veterinária – mas será sempre recomendada? Qual a diferença entre castração e esterilização?