Airedale Terrier

Os Airedale Terrier são conhecidos pela sua versatilidade e enorme simpatia e por isso estão entre os Terrier mais populares.

A raça Airedale Terrier é uma das mais antigas e versáteis raças de cães de trabalho do mundo. Por esta razão e também pelo seu tamanho, o Airedale Terrier é conhecido como o “Rei dos Terrier” . Hoje em dia esta raça de tamanho médio com aspeto inconfundível e uma personalidade simpática é um popular cão de família.

Aspeto do Airedale Terrier

O espírito trabalhador e a personalidade calma do Airedale Terrier refletem-se na sua atitude. Estes patudos estão sempre alerta e atentos ao que se passa em seu redor, como mostram os seus olhos e o porte das orelhas. Já a cauda ereta indica que além de estarem alerta estes patudos são muito autoconfiantes. Por fim, a postura geral do corpo mostra que estes cães nada têm de agressivos ou nervoso.

O Airedale Terrier tem um corpo robusto, musculoso e compacto. A sua altura na cernelha varia entre 56 e 59 centímetros. Assim, esta raça é a maior dos Terrier. Por fim, é de sublinhar que o ar nobre, o corpo bem proporcionado, o pelo característico e a sua expressão amigável torna estes patudos muito populares.

Pelo duplo para proteção contra o frio

O focinho alongado e reto é complementado com uma exuberante barba lateral. Já a sela, ou seja, a parte superior do tronco, apresenta uma pelagem preta. O resto do corpo apresenta uma pelagem castanha. Esta combinação de cores do pelo e a sua distribuição pelo corpo faz com que esta raça seja facilmente identificável.

Ao toque o pelo é duro e de arame. Além disso, deve ser mantido relativamente curto para não ficar demasiado embaraçado. Em termos de aspeto, o pelo é encaracolado ou ligeiramente ondulado. O pelo superior destes patudos não deve ser crespo ou demasiado macio. Por outro lado, a camada de subpelo é densa, mais curta e macia do que o pelo da camada externa. Esta combinação das duas camadas de pelo confere uma proteção eficaz contra a chuva, vento e frio. No entanto, não é tao eficaz contra temperaturas altas, pois contrariamente à maioria das raças, o Airedale Terrier não muda de pelo com as estações do ano.

Airedale Terrier em parado com o dono
Com o seu pelo denso e ondulado o Airedale Terrier faz lembrar um ursinho de peluche.

Personalidade: Um patudo empreendedor

O olhar atento e a postura expectante e feliz dos Airedale Terrier não deixam margem para dúvida: estes patudos estão prontos para qualquer aventura!

Os donos de Airedale Terrier sabem bem que o seu companheiro se sente feliz num restaurante, num parque para cães, em férias ou em passeios com a família. A verdade é que um Airedale Terrier está sempre pronto a acompanhar os seus donos. Os cães desta raça têm imensa energia e adoram aprender, além disso são versáteis e equilibrados. Assim, quem tem um Airedale Terrier na família pode levar o seu patudo a qualquer sítio sem preocupações.

Airedale Terrier: Patudos com personalidade forte

Um Airedale Terrier não obedece cegamente às ordens dos donos. Afinal, um Airedale é um Terrier e como todos os cães das raças Terrier, também este patud tem capacidade de tomar decisões. Estes cães são também muito inteligentes, seguros de si e corajosos. No entanto, a grande maioria destes patudos não são teimosos e mostram vontade de agradar os donos.

Um aspeto importante que estes patudos apreciam muito é exercitarem-se física e mentalmente. Uma vida relaxada e calma torna-se rapidamente entediante para estes cães inteligentes e cheios de energia.

Como educar um Airedale Terrier?

Os Terrier têm tendência a desenvolver comportamentos dominantes. Assim, é muito importante dar uma educação firme e consistente a estes patudos. Para que o seu Airedale Terrier se torne num patudo perfeitamente integrado na vida da sua família humana dê-lhe uma educação baseada na confiança, empatia e carinho. Estratégias de educação mais agressivas ou mesmo violentas tornam estes simpáticos patudos na melhor das hipóteses teimosos. Ou seja, uma educação agressiva terá o efeito contrário ao pretendido.

Além disso não há qualquer necessidade de recorrer a estratégias mais agressivas, visto que estes patudos têm uma inclinação natural para se relacionarem com seres humanos. Assim, eles facilmente criam relações de confiança. Os Airedale Terrier são também muito afetuosos e cooperantes e por isso facilmente entram em brincadeiras e sessões de treino.

Airedale a brincar com um rapaz num parque
Por causa da sua personalidade calma e amigável, o Airedale Terrier é o parceiro ideal de brincadeiras.

Relação com crianças e outros animais

Estes patudos são excelentes companheiros para uma família. Com a sua personalidade equilibrada e motivados para qualquer tipo de brincadeira, o Airedale Terrier é o amigo ideal de crianças e adultos. Na verdade, estes patudos desenvolvem relações particularmente próximas com crianças, que protegem com segurança e firmeza. No entanto, como com qualquer cão, crianças muito pequenas não devem ficar sozinhas com o seu amigo peludo.

A alegria e boa disposição dos Airedale Terrier mantêm-se ao longo da vida e mesmo os patudos mais velhos continuam a divertir a família com a sua atitude despreocupada e comportamentos divertidos.

Os cães desta raça não têm nada contra outros patudos. Assim, não há qualquer problema em ter um Airedale Terrier juntamente com outros cães, desde que ele tenha passado por um processo de socialização adequado.

No que se refere à convivência com animais mais pequenos, como por exemplo porquinhos-da-índia, hamsters, coelhos ou mesmo gatos, é preciso ter em atenção o instinto de caça inato dos Airedale Terrier.

Cuidados com um Airedale: o pelo é o principal

Os cuidados com um destes patudos naturalmente implicam tratar regularmente do pelo. Para que o pelo do seu Airedale Terrier se mantenha brilhante e com as cores características tem que o tosquiar regularmente. Assim elimina o pelo morto e permite que pelos novos e saudáveis nasçam continuamente.

A partir dos 6 meses, o Airedale Terrier deve ser tosquiado entre 3 e 4 vezes por ano, ou seja, a cada 3 ou 4 meses. Também pode aparar o pelo do seu patudo por partes. Por exemplo, a cada 4 semanas pode aparar o pelo do focinho, das patas, do tronco ou pescoço. Este método tem uma enorme vantagem para os patudos em comparação com a tosquia de corpo inteiro. Em vez de ter que estar cerca de 3 horas na tosquia, ao aparar apenas partes do corpo a sessão de cuidados dura muito menos tempo.

O exercício é absolutamente fundamental para os Airedale Terrier

Uma convivência harmoniosa com um Airedale em família depende muito da educação que teve e também de um nível de atividade e exercício adequados.

Estes patudos ativos e enérgicos definitivamente não são os companheiros ideais para quem gosta de estar relaxado em casa. Assim, os donos de um Airedale Terrier devem gostar de praticar desporto e terem bastante tempo livre para fazer atividades com ele. Se é este o seu caso de certeza que se vai divertir imenso com o seu patudo.

Airedale: um patudo para donos ativos

Os passeios diários não proporcionam aos Airedale a atividade necessária. Assim, além dos passeios, os cães desta raça precisam de praticar um desporto canino, ir caçar ou fazer treinos de forma regular.

Estes patudos são também excelentes companheiros de donos que praticam jogging, andam de bicicleta, de patins ou a cavalo. Estas atividades permitem que o patudo se mantenha em forma física e mentalmente. Por fim, viver numa casa com um quintal ou jardim é certamente uma mais-valia para estes cães.

Airedale Terrier a saltar uma barreira num campo
Airedale Terrier precisam de se exercitar com muita frequência. Desportos caninos como agility são excelentes alternativas.

Saúde: doenças hereditárias são relativamente raras

A saúde é um ponto a favor para quem deseja ter um Airedale Terrier. Ao adquirir o seu pequeno patudo a um criador responsável tem a certeza que ele testou os reprodutores para possíveis doenças hereditárias e que naturalmente exclui os patudos potencialmente transmissores. E os testes assim como os resultados estão devidamente documentados e podem ser consultados.

Além disso, o número de doenças graves típicas desta raça é muito reduzido. Este problema geralmente surge com criadores para exposições caninas que estão mais preocupados com o aspeto dos patudos do que com a sua saúde ou personalidade.

Atualmente, um criador de Airedale Terrier deve realizar testes para despistar a displasia da anca, a displasia do cotovelo e a atrofia progressiva da retina. Além disso, é aconselhável realizar testes genéticos para a doença renal precoce. Visto que esta doença, que pode ser fatal e tem uma frequência relativamente elevada nesta raça.

A alimentação adequada para o Airedale Terrier

Ao dar uma alimentação adequada ao seu patudo ajuda a proporcionar-lhe uma vida saudável. Assim, este é um aspeto importante. No entanto, a enorme oferta de comidas e fabricantes pode parecer um pesadelo para novos donos

No entanto, quando descobrir a comida húmida ou a ração certa para o seu patudo pode mantê-la por um longo período de tempo. Ao contrário das pessoas, o organismo dos cães não precisa de variedade constante em termos de alimentação. Na verdade, é mesmo o oposto, ou seja, alterações na dieta dos patudos podem causar-lhes vários tipos de problemas.

Qual a ração certa para o meu Airedale Terrier?

Regra geral os Airedale não apresentam problemas com a comida. Assim, se o seu patudo não tiver alergias, peso a mais ou uma doença que exija uma dieta especial pode escolher à vontade a melhor comida para ele.

Tem tempo para cozinhar a comida para o seu patudo? Prefere comprar ingredientes de elevada qualidade para o seu cão? Pode, por exemplo, experimentar a dieta BARF. Se tiver menos tempo livre escolha uma ração de alta qualidade pronta a comer.

Hoje em dia pode dar uma alimentação saudável ao seu cão de qualquer uma destas formas. Não se deixe influenciar por fóruns sobre cães na internet ou pelos donos que encontra no parque. Se tiver dúvidas sobre a alimentação do seu patudo fale com o seu veterinário ou com um criador experiente.

Na zooplus Magazine encontra vários artigos sobre o tema comida para cão.

Origem: um cão de trabalho versátil do norte de Inglaterra

O Airedale Terrier surgiu no condado de Yorkshire no norte de Inglaterra. Nesta zona de clima rigoroso, a sensibilidade destes patudos ao calor não era um problema. Como cães de quinta, de caça ou mesmo de mineiros, eles precisavam de uma pelagem robusta e resistente às intempéries. Só assim eles conseguiam desempenhar as suas funções de forma eficaz.

Estes patudos ficaram muito conhecidos pelas suas versáteis capacidades de trabalho em terra e na água. Como caçadores conseguiam apanhar lontras, perdizes, faisões e texugos. Em quintas ou em casa eram excelentes caçadores de ratos. Além disso, ajudavam a pastorear ou a guardar o gado.

O nascimento da raça

Esta raça surge em meados do século XIX. O nome resulta na conjugação do nome do rio Aire em Yorkshire e a palavra dale, que significa vale.

Provavelmente os primeiros exemplares resultam do cruzamento de outros cães Terrier ingleses com cães de lontra (Otterhound) que são maiores. É igualmente possível que os Setter Gordon e os cães Pastores Escoceses também tenham participado no desenvolvimento desta raça.

Airedale Terrier: um cão de trabalho e de companhia

O Airedale Terrier surgiu pela primeira vez numa exposição canina como raça independente em 1880. Dois anos mais tarde esta raça foi registada no Kennel Club oficial do Reino Unido. E, por fim, em 1886 a raça Airedale Terrier foi reconhecida oficialmente.

A partir dessa altura esta raça passou a ser mais conhecida. As características particulares dos Airedale Terrier, como a sua enorme disposição para o trabalho, a sua coragem e lealdade tornaram estes patudos muito populares. Como resultado estes grandes Terrier foram usados em vários tipos de trabalhos.

Por exemplo, estes cães tiveram o seu lugar entre policias, instituições militares e serviços de atendimento médico como a Cruz Vermelha, onde desempenhavam várias funções. Por fim, no final do século XIX, senhoras da alta sociedade londrina descobriram esta raça especial e os Airedale Terrier passaram a ser também cães de companhia.

Airedale Terrier parado num campo coberto de neve
O pelo denso dos Airedale Terrier protege-os do frio

Criação do Airedale Terrier

A versatilidade do Airedale Terrier fez com que a fama desta raça rapidamente ultrapassasse as fronteiras do Reino Unido. Hoje em dia esta é uma das raças mais conhecidas mundialmente.

Assim, quem pretende ter um destes patudos na família encontra criadores com relativa facilidade. Mas como escolher um criador? Esta escolha não deve depender apenas da distância a que o criador está da sua residência. Existem outros fatores importantes a ter em consideração.

Aspetos a ter em atenção ao adquirir um Airedale Terrier

Em primeiro lugar, todos os membros da família devem estar de acordo e igualmente convencidos que a raça escolhida é a mais adequada. Muitas crianças encantam-se com os cachorros dos amigos e vizinhos e querem um igual. No entanto, a decisão de ter um patudo deve ser muito bem ponderada.

Assim, antes de tomar uma decisão é importante ter consciência dos cuidados e desafios que um Airedale Terrier representa. Por exemplo, lembre-se que estes cães precisam de cuidados muito regulares com o pelo e de muito exercício físico. Naturalmente é preciso ter tempo e disponibilidade para cuidar adequadamente de um cão desta raça. Pessoas que viajam regularmente ou que tenham um trabalho muito exigente não devem assumir a responsabilidade de ter um cão na família.

Não é o seu caso? Além disso a família está de acordo que um Airedale Terrier é o cão certo? Excelente! Nesse caso o passo seguinte é encontrar um criador sério.

A melhor forma de avaliar a dedicação que o criador tem aos seus cães é através do conhecimento direto. Ao conversar pessoalmente com o criador vai perceber se ele lhe inspira confiança e se a ideia que tem sobre esta raça corresponde à realidade.

5 dicas para melhor conhecer um criador

Um criador sério e responsável convida os interessados nos seus cachorros a visitar a sua casa e mostra-lhes com prazer as instalações e a mãe dos cachorros. No entanto, na primeira visita pode não ser possível conhecer os cachorrinhos por serem ainda muito pequenos. Alguns criadores podem também proteger os seus cachorrinhos de decisões impulsivas que muitas vezes temos quando nos deparamos com os amorosos focinhos dos cães bebes.

Ao conhecer o criador verifique as seguintes condições:

  • O criador está devidamente registado numa associação de criadores. Além disso ele mostra ter conhecimento e experiência com a raça que cria.
  • Os cães reprodutores são regularmente observados por um veterinário. Além disso, o criador fornece toda a documentação sobre os cachorros aos novos donos, como registo oficial e o boletim de vacinas atualizado.
  • Os cachorros foram observados por um veterinário, foram vacinados e têm chip.
  • O criador faz-lhe algumas perguntas sobre a sua família e condições de vida de forma a perceber se tem as condições adequadas para ter um Airedale Terrier. Deve fugir de criadores que entregam os seus cachorros à primeira oportunidade sem se interessarem minimamente sobre o seu futuro.
  • O criador pede um valor justo pelos seus cães, entre 900 e 1.500 euros, e não atrai clientes com pechinchas.
Os nossos artigos mais relevantes
12 min

Yorkshire Terrier

Está a pensar adotar ou comprar um Yorkshire Terrier? Saiba qual é a sua personalidade, tipo de alimentação, cuidados de saúde e muito mais.