Jogging com cães: dicas para corridas em conjunto This article is verified by a vet

jogging com cães

Momentos de muita diversão - praticar jogging é ainda mais divertido na companhia do seu cão.

O sol brilha e tudo o que quer é dar uma corrida na companhia do seu patudo. Mas antes de apertar os atacadores, saiba o que deve ter em conta no jogging com cães.

Como ensinar o meu cão a fazer jogging?

Se o seu cão é ainda inexperiente no jogging, deve familiarizá-lo passo a passo com este desporto de resistência. Ou seja, inicialmente deve apenas correr pequenas distâncias.

Primeiro, comece com uma corrida de 50 metros. Aqui o objetivo é que o animal aprenda a não puxar a trela. Se o conseguir, recompense-o de imediato com recompensas e muitos elogios.

Assim que o seu patudo tenha aprendido os comandos, pode a pouco a pouco aumentar a distância e a velocidade. Assim, desenvolve consistentemente as capacidades de corrida do seu cão ao longo de várias semanas.

Lembre-se de incluir períodos regulares de descanso para o animal não se cansar demasiado.

Existem alguns aspetos a considerar no jogging com cães.

Entretanto, não se esqueça de ir recompensando o seu cão. Deste modo, está a associar a atividade desportiva a algo positivo. E o seu patudo aguarda com o expectativa o momento de treinarem juntos.

Qual o equipamento necessário no jogging com cães?

É a experiência do seu cão que vai determinar se precisa ou não de acessórios para o jogging. Se o animal já corre livremente ao seu lado e já está treinado, os equipamentos especiais não são obrigatórios.

No entanto, se quer fazer jogging pela primeira vez com o seu patudo e este ainda tem dificuldade em seguir ordens, os seguintes acessórios podem ajudá-lo:

1. Trela de jogging com cinto

As trelas de jogging são mais flexíveis do que as trelas normais e têm menos aplicações pesadas de metal. O cinto integrado alivia-lhe a pressão no braço enquanto corre. Além disso, permite-lhe prender com segurança uma garrafa de água, comida e outros objetos pequenos (as chaves ou o telemóvel, por exemplo).

© Soloviova Liudmyla / stock.adobe.com

2. Guloseimas

Para recompensar o seu patudo entre as refeições, vai precisar de guloseimas saborosas. Biscoitos para cão ou ração são os melhores snacks para a ocasião. Mas também pode levar salsichas para cães consigo.

3. Peitorais

É mais confortável para o seu cão usar um peitoral em vez de uma coleira. Deste modo, não se magoará tanto se puxar demasiado a trela.

4. Luz

É preciso muito cuidado ao fazer jogging com o seu patudo ao anoitecer ou à noite. Deve ser visível para outras pessoas, condutores ou ciclistas. Para tal, utilize uma luz. A zooplus conta com uma grande seleção de refletores, pendentes luminosos para as coleiras e coleiras luminosas.

5. Garrafa de água

Se não passarem por uma pista de corrida ou por um lago durante a corrida, é fundamental levar uma garrafa de água para o seu cão. Assim, evita que o seu patudo desidrate e sofra um colapso circulatório.

6. Localizador GPS

Quer monitorizar o movimento do seu cão ou gravar o seu percurso? Então um localizador GPS pode interessar-lhe. Com este auxiliar, pode facilmente medir a atividade do seu cão. A maioria destes aparelhos são à prova de água e funcionam além de fronteiras nacionais.

O que ter em mente antes de começar?

Existem alguns aspetos a considerar antes de começar a fazer jogging com o seu cão. Isto é muito importante para o seu cão não se magoar nem se cansar demasiado durante as corridas.

Primeiro que tudo, a questão mais importante: o seu cão está realmente saudável? Antes de correrem vários quilómetros juntos, é essencial avaliar a condição física do animal. Caso esteja magoado ou tenha problemas nas ancas desde há muito, não deve sobrecarregá-lo com a prática de desportos de resistência. Se tem dúvidas, aconselhe-se com o seu veterinário e faça um check-up ao animal.

A idade certa é também uma condição importante para fazer jogging com cães. Por exemplo, o esqueleto dos cachorros não está ainda totalmente desenvolvido. Ao sobrecarregar fisicamente o seu cachorro ou cão jovem está a pôr em risco o seu sistema motor, incluindo ossos, músculos, tendões e ligamentos. Em resumo, só deve começar a praticar jogging com o seu companheiro de quatro patas quando for adulto, isto é, por volta dos dois anos.

A terceira condição a ter em mente para praticar jogging com cães é o seu comportamento social. É natural que encontrem outros cães nas vossas corridas. Para que a diversão não seja estragada por zangas com outros cães, o seu patudo deve ser capaz de lhe obedecer.

Deste modo, é importante socializarem desde cachorros e até frequentarem uma escola para cães, e não só para correrem. Caso o seu patudo não se dê bem com outros cães ou pessoas, deve procurar áreas mais isoladas para o jogging.

Encontre dicas de treino valiosas na secção de adestramento de cães da zooplus Magazine!

Jogging com cães: que raças são indicadas para este desporto?

As raças de cães são diferentes em muitos aspetos, mas acima de tudo na morfologia e no carácter. Isto também significa que nem todos os cães foram feitos para desportos de resistência.

Em resumo, cães com pernas compridas e dorso proporcionalmente curto são as mais indicadas para corridas longas. Pelo contrário, cães com pernas curtas e dorso comprido correm maiores riscos de magoar a coluna e as articulações.

As seguintes raças são as ideais para o jogging com cães:

Ao contrário da ideia generalizada de que os galgos são adequados para o jogging, estes cães dão-se melhor em corridas curtas. O galgo inglês e o whippet são os velocistas perfeitos entre os cães.

O que mais devo ter em conta ao praticar jogging com o meu cão?

Para que o seu patudo possa recuperar do treino, só devem praticar jogging em conjunto uma a duas vezes por semana. Assim, evitam-se lesões dolorosas e prolongadas.

Uma dica para os dias mais quentes: correr sob o sol escaldante não é uma experiência agradável para o seu cão - nem para si. Assegure-se de que há sombra suficiente ou opte por correr pela fresca da manhã ou ao entardecer. Se praticar jogging com o seu cão no verão evite o alcatrão e prefira a frescura do solo do mato.

Nesta checklist estão os acessórios que não podem faltar no jogging com cães.

Franziska G., veterinária
Profilbild von Tierärztin Franziska Gütgeman mit Hund

Estudei medicina veterinária na Universidade Justus-Liebig em Gießen, onde pude ganhar alguma experiência em vários campos, como medicina para pequenos e grandes animais, medicina exótica, farmacologia, patologia e higiene alimentar. Desde então, não trabalhei apenas como autora veterinária. Também trabalhei na minha tese, que foi influenciada cientificamente. O meu objetivo é proteger melhor os animais contra patógenos bacterianos no futuro. Além do meu conhecimento, partilho as minhas próprias experiências como dono de um cão e, assim, consigo entender e dissipar medos e problemas, bem como outras questões de saúde animal.


Os nossos artigos mais relevantes
3 min

Dog Dancing

O dog dancing consiste em ensaiar uma coreografia em conjunto com o seu cão, acompanhada de truques e música.