Golden Retriever

Características da raça golden retriever

Cães de porte médio, os Golden Retriever adoram crianças e são os cães de família ideais: são centrados nos donos e descontraídos, necessitando de alguns cuidados com o pelo e muitos passeios.

Características

Talvez sem par no universo canino é a vontade de obedecer dos Golden Retriever. Desejam, acima de tudo, agradar à sua família e adoram aprender, expressando enorme alegria. Adaptam-se às situações do quotidiano com muita serenidade e gostam imenso de participar em todas as atividades dos donos. Não admira que o Golden Retriever seja uma das raças de cães mais populares entre as famílias. O temperamento dócil, sereno, confiante e brincalhão destes exemplares fazem deles um dos eleitos entre as famílias com crianças. E mesmo coexistindo com outros animais, os “Goldie” demonstram-se compatíveis.

 

Os donos dos Golden Retriever preferem brincar com a situação – mais facilmente um destes cães ajudaria um ladrão a carregar os objetos valiosos para fora da casa do que o afugentaria. Na verdade, o seu instinto de proteção não se encontra muito desenvolvido. Como cão de guarda é totalmente desadequado, embora a sua devoção pelo trabalho, a sua inteligência e a sua descontração permitem que seja usado como cão-guia, cão de terapia e como acompanhante de pessoas com deficiência. A combinação destas qualidades com o seu faro apurado e o seu inato instinto de caça, fazem com que seja usado com frequência pela polícia e em serviços de resgate, como cão de resgate, detetor de material explosivo e de drogas.

Aparência

A popularidade do Golden Retriever não se deve apenas ao facto de ser um animal extremamente amável – a sua aparência atrativa é também parte da equação. Estes cães de médio porte apresentam um físico harmonioso e bem proporcionado. O seu crânio é bem formado e com uma depressão nasal frontal bem vincada. Os seus olhos escuros e as suas pálpebras bem pigmentadas conferem-lhe a expressão que o caracteriza, gentil e amável. Os seus músculos e ossos fortes fazem desta uma raça bastante ágil e ativa.

 

Os Golden Retriever encaixam-se no grupo das raças de porte médio. Nos machos, a altura ao garrote varia entre os 56 e os 61 cm, ao passo que nas fêmeas, mais pequenas, oscila entre os 51 e os 56 cm. O peso destes animais varia entre os 30 e os 40 kg, dependendo do género e do tamanho. Quanto ao seu pelo comprido, este é liso ou ondulado, mas nunca ondulado. E ao passo que nas costas o pelo se apresenta junto ao corpo, na parte de trás das patas dianteiras, na parte inferior da cauda, no peito e na barriga este é muito mais comprido. Devido à densa camada de subpelo, o Golden Retriever não se incomoda relativamente a condições climatéricas mais extremas. A cor do seu pelo claro oscila entre o amarelo brilhante, o amarelo claro e o creme. Pelo branco pode aparecer ocasionalmente na zona do peito.

glücklich golden retriever welpe

História

A origem das raças Retriever encontra-se ainda envolta em muitas lendas. Porém, ao contrário da maioria dos restantes Retrievers, a história dos Golden pode ser claramente traçada a partir de 1864. Nesse ano, o britânico Sir Dudley Marjoribanks adquiriu a um sapateiro, em Brighton, um Retriever de pelo amarelo e ondulado, chamado Nous. Este macho, o único cachorro amarelo entre os irmãos de pelo negro, foi rejeitado. Na sua propriedade Guisachan, no norte da Escócia, Marjoribanks, mais tarde o 1.º Barão de Tweedmouth, deu início à criação destes cães.

 

O objetivo último dos seus esforços era a criação do Retriever perfeito para a caça de aves selvagens. Em 1868, cruzou Nous com uma fêmea de Tweed Water Spaniel, chamada Belle, já que os Spaniels eram não só conhecidos pelo seu grande entusiasmo pela água, como também famosos pela sua persistência enquanto cobradores de caça. Os descendentes do Nous e da Belle foram cruzados pelo Barão nas duas décadas seguintes com outros Retriever de pelo ondulado e Tweed Water Spaniel, e ainda com exemplares de Setter irlandês e, noutra linha, com um Bloodhund cor de areia. Estas interseções deram finalmente origem ao Golden Retriever como o conhecemos hoje em dia.

De acordo com o objetivo inicial da criação, a tarefa mais importante dos Golden Retriever consistia em entregar os animais já mortos aos donos. Muitos destes cães especializaram-se em devolver aves aquáticas, corroborando a afinidade desta espécie com a água. Os Golden são ainda atualmente famosos pelas suas habilidades enquanto nadadores.

O boom dos Golden Retriever

Após a raça ter sido oficialmente reconhecida pelo Kennel Club britânico em 1913, e o primeiro clube da raça ter sido fundado oito anos depois, estes bonitos animais rapidamente ganharam popularidade no seu país de origem e também nos Estados Unidos da América. Durante as décadas de 80 e 90 do século XX, os Golden Retriever experienciaram um enorme boom, reforçado pelas frequentes aparições em filmes e programas televisivos. Assim sendo, depressa esta raça se tornou num dos cães de companhia mais populares na zona do Reino Unido, como também em muitos outros países europeus. Atualmente é, ainda, de acordo com as estatísticas das associações de criadores, a raça mais comum no Reino Unido e nos países de língua oficial alemã.

golden retriever im grass

Criação e saúde

Infelizmente, a popularidade dos Golden Retriever teve algumas consequências menos positivas. Os chamados “multiplicadores”, criadores irresponsáveis guiados pela ganância e tendo em vista a possibilidade de fazer dinheiro rápido com estes cachorros amorosos, acasalavam os animais sem planearem e sem ter em conta o estado de saúde dos mesmos. O resultado desta prática foi o desenvolvimento de algumas doenças típicas da raça e que ainda acometem alguns exemplares. A reprodução seletiva e os rigorosos requisitos de admissão são usados para reduzir o risco de doenças hereditárias. No entanto, várias doenças genéticas ainda ocorrem com frequência nos Golden Retriever:

  • Displasia de anca;
  • Displasia do cotovelo;
  • Epilepsia;
  • Atrofia progressiva da retina;
  • Cataratas hereditárias.

 

Se está interessado em adquirir um cachorro desta raça, é fundamental certificar-se que o criador realizou todos os exames necessários. Este deve também apresentar o certificado de pedigree, além de confirmar que os progenitores, os avós e os irmãos do cachorro estão bem de saúde. Infelizmente, existem ainda multiplicadores de Golden Retriever que pouco ou nada valorizam a saúde dos animais. Compre o seu cachorro a um criador credenciado e tome o tempo que precisar para fazer uma escolha cuidadosa.

O preço a pagar por um animal saudável a um criador de confiança ronda os 700 euros. Um cão que o acompanhe a si e à sua família por muitos e bons anos vale bem este investimento. Além disso, um cachorro criado de forma responsável resultará em menos despesas veterinárias do que um proveniente de uma criação intensiva. Golden Retriever oriundos de uma criação de confiança apresentam uma esperança média de vida relativamente elevada – entre os 12 e os 16 anos. A possibilidade de passar todo este tempo com o seu patudo é bastante grande.

Pelo

Um cachorro geneticamente perfeito é apenas o início. O facto de o seu cão se manter saudável e ativo durante longos anos depende também dos cuidados que lhe proporciona. Um dos focos principais do seu cuidado deve ser a maravilhosa pelagem dourada do seu patudo. Os animais desta raça vão perdendo um pouco de pelo durante todo o ano e não somente nos dois períodos de muda. Tal significa que deve escovar e pentear o seu Golden Retriever com regularidade – estará não só a desembaraçar o pelo, como também a reduzir a quantidade de pelos que encontra no chão, nas almofadas, nos tapetes e no sofá. Ao remover o pelo morto e solto, o verão será bem mais tolerável para o animal, já que os Golden Retriever não se dão bem com o calor.

Check-ups necessários

Além do pelo, também as orelhas, olhos, patas e dentes do seu Golden Retriever merecem atenção e devem ser alvo de check-ups regulares. Assim, conseguirá não só identificar e tratar muitas doenças atempadamente, como também prevenir infeções perigosas. A regularidade dos seus check-ups contribui para identificar, com rapidez, alterações no organismo do animal, ao passo que os integra na rotina diária. O melhor é que o animal se habitue desde tenra idade a todos esses procedimentos.

gelb golden retriever im wasser

Alimentação do Golden Retriever

Descubra a nossa seleção de comida para cão especificamente concebida para Golden Retrievers!

É claro que a dieta de qualquer animal tem um impacto significativo na sua saúde – mas qual a comida mais adequada para a raça Golden Retriever? Ração ou comida húmida? Ou o melhor é fazer a comida para o animal em casa? E uma dieta BARF? A oferta na Internet e no supermercado é bastante diversa, tal como o são as opiniões acerca da melhor alimentação para os Golden Retriever.

 

Lamentavelmente, a questão não pode ser respondida de forma generalizada. A escolha da melhor nutrição para o seu patudo depende de uma série de fatores individuais – a idade do animal, o tamanho, o peso, o nível de atividade e o estado de saúde afetam as necessidades nutricionais do cão e devem ser tidos em conta no momento da escolha dos alimentos. Tal como no nosso caso, um cão jovem, ágil e com enorme desejo de se mover apresenta, naturalmente, necessidades energéticas superiores às de um cão mais velho, calmo e com tendência para o excesso de peso.

Muita carne, poucos cereais

Independentemente dos critérios individuais, a composição de cada alimento dá-nos as primeiras indicações relativas ao seu nível de qualidade. Os bons alimentos apresentam sempre uma elevada percentagem de carne, no mínimo de 70%. Vegetais, ervas ou fruta constituem os restantes 30%. Cereais em demasia são indicativos de alimentos de qualidade inferior e não são de todo adequados para os cães. Adoçantes como açúcar, frutose, glucose ou xaropes não fazem parte da alimentação dos nossos patudos. Os produtos alimentares de qualidade superior apresentam a lista de ingredientes detalhada e a indicação exata da origem das carnes.

Será a comida húmida melhor que a ração?

Embora a ração seja a solução mais prática para a maioria dos donos, a verdade é que não constitui a melhor escolha para os cães. Este tipo de alimento carece não só de líquidos, como também de nutrientes importantes. Pode encher o comedouro com comida seca uma vez por outra, mas uma dieta exclusivamente à base de ração não é recomendável. Entre ração e comida húmida, a melhor para o seu patudo é sem dúvida a última. A variedade alimentar aumenta se oferecer ao seu fiel companheiro comida crua (parte de uma dieta BARF) ou cozinhada em casa. Nestes casos, tem nas suas mãos a possibilidade de influenciar da melhor forma a qualidade e a composição nutricional da alimentação.

golden retriever welpen

Comportamento

No entanto, os cuidados com os Golden Retriever devem ir muito além da escolha da alimentação apropriada. Não se deve esquecer que o mais importante para estes cães são o amor e a atenção. Os exemplares desta raça são extremamente dados aos donos e precisam de se sentir sempre parte da família. Uma atitude fria para com estes animais tão sensíveis é absolutamente desadequada. Permita ao seu Golden Retriever participar ativamente no seu quotidiano e, acima de tudo, disponha de tempo suficiente para o estimular física e mentalmente.

Como todos os cães de caça, os animais desta raça são muito ágeis e precisam de treinos intensivos – os monótonos passeios diários não são de todo suficientes. Os inteligentes Retrievers precisam de estímulos, mentais e físicos. Além de brincadeiras de devolução e de busca de objetos que podem facilmente ser integradas nos passeios diários, diversos desportos ou tipos de treino estão disponíveis para proporcionar ao animal ocupação suficiente. Desportos e atividades como obedience, treino com bonecos, tracking e resgate de reféns são bastante indicados para os Golden Retriever. Além destes, existem muitos outros desportos e jogos que permitirão ao seu patudo dar uso ao seu bom faro e à sua necessidade de devolver objetos. Dar ao animal a oportunidade de tomar banho no rio, no mar ou no oceano será delicioso para ele! Se não existir nenhum lago ou rio nas proximidades da casa, o Golden Retriever ficará contente com a possibilidade de brincar com poças de água.

Educação do Golden Retriever

Antes de adotar um novo elemento na família, reflita cuidadosamente – será que tenho o tempo necessário disponível para educar um animal tão ativo e brincalhão? Para quem trabalhe a tempo inteiro, um cão do tipo Retriever não é o mais indicado. Por outro lado, para pessoas que disponham de tempo e do desejo de educar um cão e que vivam numa casa com jardim, este cão de raça é um companheiro incrivelmente fiel e amoroso.

 

Em comparação, a educação de um Golden Retriever ocupará um pequeno espaço no vosso dia a dia; mas tal não significa que estes animais não precisem de educação. Graças ao seu entusiasmo e à sua marcada vontade de obedecer, os Retrievers são estudantes exemplares. A consistência é um elemento fulcral para o sucesso. Embora os Retrievers gostem de derreter os donos com os seus belos olhinhos, a sua cauda sempre a abanar e as suas patinhas desajeitadas, o treino das ordens básicas é fundamental. Ao fazê-lo, não equipare soberania e consistência com severidade – muito pelo contrário, seja determinado nos seus comandos e, em simultâneo, calmo e meigo. Os sensíveis Golden Retriever precisam de um líder que seja tão tranquilo quanto eles.

Os nossos artigos mais relevantes
Está a pensar adotar um Rafeiro Alentejano? Conheça todas as características da raça e se é o cão indicado para si.
Gosta de agradar, adora pessoas e é robusto: o Labrador Retriever é extremamente popular como cão de família.