Galgo inglês

conheça as características da raça

O galgo inglês é o protótipo de um galgo e um dos animais terrestres mais rápidos do mundo. Estes antigos cães de caça foram altamente bem sucedidos nas corridas de galgos, embora a competição tenha sido fatal para muitos. Altos e elegantes, estes cães são muito mais do que corredores. Graças ao seu temperamento calmo e amigável, o britânico é um companheiro flexível e um cão de família ideal.

Características

Quem quer que já tenha tido a oportunidade de ver um galgo inglês na pista e observar o quão rápido, poderoso e elegante é a correr em busca da vitória, terá dificuldade em acreditar que este exímio corredor adora passar horas no sofá e dormitar junto da sua família de duas patas. Na verdade, o galgo inglês tem duas faces: um ambicioso corredor de pura raça e um enorme apreciador do quentinho do sofá.

Corredor, caçador e couch-potato

O galgo inglês não demonstra a sua perseverança e resistência apenas na pista, mas também enquanto dorme. O sítio não importa – seja enrolado num cobertor felpudo, no sofá ou mesmo na cama do dono: alguns representantes desta raça dormem 16 horas por dia, se não mais! Apesar da sua fantástica prestação na pista de corridas, os galgos são, surpreendentemente, companheiros de casa muito tranquilos, que raramente ladram e para os quais felicidade é sinónimo de proximidade dos donos e uma manta macia. A solidão não é apreciada pelos animais desta raça, bastante sociais. É necessário habituar muito calmamente o galgo inglês a ficar sozinho, se tal for necessário.

Companheiro calmo e cão de família meigo

Graças ao seu temperamento tranquilo e meigo, a maioria dos exemplares desta raça são animais fáceis de levar consigo até ao escritório, ao centro comercial e ao restaurante. A sua adaptabilidade e a sua elegante postura fazem dos galgos animais descomplicados e muito bem recebidos. Atitudes agressivas são totalmente estranhas para este gentil e bem-humorado britânico. Os maníacos das limpezas não terão queixas quanto a esta raça, pois é limpa, tem pouco pelo e raramente deita cheiro.

Correr é a sua paixão

No entanto, o seu gosto pelo aconchego e conforto não devem calar o facto de o galgo inglês, originalmente cão de caça, ter grande necessidade de dar asas à sua paixão, isto é, de correr. Esta necessidade pode, ainda assim, ser menor do que esperava para este corredor de alta performance; porém, cuidado para, como dono, não a subestimar. Lamentavelmente, a corrida livre nem sempre é possível para o galgo inglês – além de corredores, são caçadores, pelo que dificilmente será possível renunciar à trela durante os passeios no parque ou a floresta. Ao dedicarem-se à modalidade de coursing, seja na pista de corridas de lazer ou nas instalações especiais de associações de galgos, os animais desta raça podem dar largas à sua paixão. Cães, que raramente têm a oportunidade de correr sem restrições, correrão tão depressa quanto possam durante os passeios à trela e aninhar-se-ão satisfeitos no sofá, em casa.

Aparência

O galgo inglês consegue alcançar, durante as corridas, uns fantásticos 85 km/h e embora apenas seja capaz de manter esta velocidade durante curtas distâncias, mantém uma velocidade média entre os 60 e os 65 km/h. Todo o seu corpo está orientado para correr – o peito profundo, a musculatura forte, o físico eficiente e a cabeça alongada e estreita irradiam força e velocidade a cada movimento.

glückliches Greyhound

Grande, aerodinâmico e colorido

O galgo inglês apresenta uma altura ao garrote entre os 71 e os 76 cm nos machos e os 68 e os 71 cm nas fêmeas, sendo, assim, uma raça de galgos de grande porte. Os animais criados especialmente para correr são em geral mais pequenos. Apesar do seu tamanho considerável, o peso médio de um galgo inglês oscila entre os 23 e os 33 kg, sem que os padrões da raça estabeleçam, neste caso, pesos mínimo e máximo. O pelo destes cães é curto, liso, fino e denso. Devido à ausência de uma camada de gordura por debaixo da pelagem e também ao facto de a pele do galgo inglês ser bastante fina, estes animais são bastante sensíveis ao tempo frio e ao calor. No inverno, em saídas mais demoradas, deve cobrir este elegante animal com um casaco quente.

 

A cor do pelo do galgo inglês é bastante versátil. Os padrões de raça permitem as seguintes cores e combinações:

  • Preto
  • Branco
  • Vermelho
  • Azul (cinzento)
  • Vermelho-amarelado acastanhado
  • Areia/Fulvo
  • Malhado
  • Bicolor: branco como cor base; com manchas de qualquer uma das cores acima.

Saúde e doenças mais comuns da raça

O galgo inglês é normalmente um animal muito saudável e robusto, com fraca predisposição para o desenvolvimento de doenças específicas de raça. Tal aplica-se não só a animais adquiridos a criadores, como a antigos corredores, pois também estes passaram por um painel de rigorosas exigências antes da sua criação sistemática. Por norma, o galgo inglês é examinado para a presença de displasia coxofemoral, displasia de cotovelo, hipotiroidismo, Doença de von Willebrand e possíveis deficiências oculares. Uma outra doença comum nesta raça é a designada “bloqueio do galgo” e que pode ocorrer se os animais fizerem demasiados esforços, em combinação com fraca ingestão de água e temperaturas exteriores elevadas, podendo traduzir-se em cãibras musculares e até mesmo imobilidade. Se observar o animal a caminhar de forma rígida ou que a sua urina apresenta uma cor escura, deve dirigir-se de imediato ao médico veterinário.

Alimentação: qual a melhor dieta para o galgo inglês?

Uma dieta equilibrada é de extrema importância para a saúde do galgo inglês. Os cães têm necessidades nutricionais específicas que devem ser atendidas através da alimentação. Porém, dado que as mesmas dependem de fatores particulares, como a idade, tamanho, físico, metabolismo e nível de atividade do cão, a resposta à pergunta “Qual a melhor alimentação para o meu galgo inglês?” não é tão linear assim. Embora não existam dúvidas de que a carne deva representar uma percentagem importante da dieta, no que toca aos vegetais, fruta e cereais, a sua suplementação à dieta depende do cão, em específico. Se pretender organizar a dieta do seu galgo inglês por si próprio deve, em primeiro lugar, informar-se acerca das possibilidades alimentares, dos seus nutrientes e das necessidades do animal. Se, pelo contrário, preferir adquirir produtos acabados em lojas de animais domésticos, analise detalhadamente as listas de ingredientes. Caso os primeiros itens da lista sejam cereais e se forem usados subprodutos de origem vegetal ou animal e ainda açúcares e intensificadores de sabor artificiais, é conveniente ter cuidado.

Greyhound 2

Cuidados

Regra geral, o galgo inglês é, exceptuando as suas necessidades de atividade física, um cão de trato bastante simples. O mesmo se aplica aos cuidados que requer, pois, graças ao seu pelo curto e fino, nada têm de complicado – escová-lo uma vez por semana é suficiente. Pode também remover o pelo morto com uma luva especial. Um pouco mais de atenção requerem as patas do galgo inglês, já que podem ser bastante sensíveis em alguns cães. Tal é especialmente verdade no inverno – depois dos passeios deve lavar as suas patinhas com água morna. Champô para cães não é habitualmente necessário.

O que ter em mente ao adotar um galgo inglês

O tamanho de um galgo inglês fala por si – estes são animais que precisam de um lar bastante espaçoso. Um apartamento na cidade e a ausência de oportunidades para correr livremente farão deste apaixonado pelas corridas um animal triste. Uma propriedade vasta, onde o galgo inglês possa andar à vontade e até correr, é ideal. Porém, o terreno deve ser vedado, já que a presença de um coelho ou de outra pequena presa que desperte o instinto de caça deste cão pode ser perigoso – nestas situações, é difícil pará-lo. Os passeios na floresta, no campo ou em zonas residenciais devem ser feitos com trela; a não ser que confie a 100% na capacidade de obediência do animal. Além dos passeios diários, a pé ou de bicicleta, em conjunto, é fundamental dar ao cão a oportunidade regular de dar asas à sua paixão pelas corridas. Nas associações de galgos, as pistas para corridas de lazer ou para a prática de coursing, onde os animais podem perseguir um boneco em forma de coelho, servem bem este propósito. É com muita alegria que um galgo inglês ocupado e estimulado se aconchegará perto do dono no sofá, saboreando a sua proximidade e, quem sabe, a sonhar com a próxima corrida!

Adote um galgo inglês em necessidade

Se está interessado em adquirir um galgo inglês e gostaria de dar uma segunda oportunidade a um antigo corredor, cujo limite de vida útil foi já declarado, procure por uma associação que os acolha. Embora estes animais, tendo sido treinados para desempenhos de excelência, tenham muito que compensar em termos de socialização, a integração de um galgo inglês adulto na família dá-se com êxito. Alguém que perceba de adestramento de cães certamente encontrará um animal sensível, com muita paciência e tranquilidade, e, oferecendo-lhe um lugar permanente na família, rapidamente terá a seu lado um companheiro afeiçoado e leal.

Adquira um galgo inglês a um criador

Se dá importância a um galgo inglês jovem, isto é, sem problemas comportamentais e que possa ser educado desde tenra idade, o aconselhável é contactar um criador profissional. Os clubes de cães de raça mantêm, por norma, uma lista dos criadores registados e da data em que irão nascer as próximas ninhadas. Antes de se decidir por um cachorro, deve visitar o criador em casa pelo menos uma vez (idealmente várias). Se o criador prontamente se disponibilizar para lhe mostrar a sua casa e os animais e está genuinamente interessado em si e nas suas motivações para adquirir um galgo inglês, é um excelente sinal. Um criador sério, que se dedica a esta profissão por amor à raça, tem todo o interesse em saber que as crias serão bem tratadas e em se assegurar que o futuro dono lhe proporcionará um lar confortável e cheio de amor. Se, por exemplo, se não ponderou antecipadamente se terá ou não oportunidade de deixar o animal correr sem trela com regularidade, é bem possível que o criador o desaconselhe da aquisição. No caso de criador lhe querer confiar um dos seus “bebés”, deve entregar-lhe toda a documentação implicada – comprovativos de exames médicos e vacinações, tal como o documento que certifica o pedigree. O preço a pagar a um criador por um galgo inglês saudável ronda os 1000 e os 1200 euros.

Os nossos artigos mais relevantes

Rafeiro Alentejano

Está a pensar adotar um Rafeiro Alentejano? Conheça todas as características da raça e se é o cão indicado para si.

Yorkshire Terrier

Está a pensar adotar ou comprar um Yorkshire Terrier? Saiba qual é a sua personalidade, tipo de alimentação, cuidados de saúde e muito mais.

Labrador Retriever

Gosta de agradar, adora pessoas e é robusto: o Labrador Retriever é extremamente popular como cão de família.