Kelpie australiano

Kelpie australiano

Kelpie australiano

Ativo, inteligente e sensível. Com estes traços de personalidade, o Kelpie australiano é, sem dúvida, um excelente companheiro. Porém, a verdadeira paixão deste cão de pastoreio é o seu trabalho como pastor de ovelhas.

Características da raça

Acontece, atualmente, que na criação dos cães desta raça não se tem presente o seu trabalho com o gado. O Kelpie australiano caracteriza-se, porém, pela sua vitalidade, resistência e capacidade físicas. É um cão tenaz, ágil e com uma personalidade que, com a educação apropriada e com trabalho, pode revelar-se bastante tranquila, mansa e obediente. Ao realizar exercício e atividade física suficientes, o Kelpie australiano pode ser um ótimo cão de família. Adoram crianças e são muito apegados e fiéis à família. Perante estranhos, mostram uma certa desconfiança, embora na verdade não sejam um cão de guarda, isto apesar da sua atenção e valentia. São extrovertidos e relacionam-se bem com outros cães, sendo que, geralmente e depois de uma fase de adaptação, a convivência com outros animais é muito tranquila.

Aparência

O Kelpie australiano é um cão de raça média, astuto como uma raposa, cuja estrutura física faz lembrar a deste animal. Os seus olhos são amendoados e o nariz é proeminente. Em momentos de atividade, a sua cauda mantém-se direita; se não, fica, por norma, caída e ligeiramente curvada. O pelo curto do Kelpie divide-se numa camada inferior de pelo curto e denso e numa camada superficial, esta de pelo liso e duro. A camada inferior protege a raça das temperaturas extremas, tanto do frio como do calor, e é impermeável, isto graças à camada superficial contígua. A pelagem do Kelpie apresenta-se em variadas cores, e, ainda que a maioria dos animais desta raça criados atualmente tenham apenas uma cor, a paleta de cores do seu pelo pode ir desde o preto até ao preto acastanhado, passando por tons azulados, avermelhados, e indo até ao castanho acobreado, ao castanho-chocolate e mesmo até ao creme.

História

A pelagem dos seus antepassados era preto acastanhada. Em 1870, os Rutherford, uma família escocesa, emigrou para a Austrália, levando consigo seis exemplares Collie, em tons de preto e castanho. Estes cães pastores, que na Escócia eram simplesmente conhecidos como Collies, despertaram o interesse dos pastores de ovelhas australianos graças ao excelente trabalho que desempenhavam como cães de pastoreio. Foi a partir desse momento que se iniciaram os cruzamentos com outros cães pastores, sobretudo ingleses. De um destes cruzamentos nasceu uma fêmea, apelidada Kelpie, que em gaélico significa «espírito da água». Kelpie foi a vencedora de um concurso de pastoreio, em 1873, facto que fez aumentar a procura por estes animais... e assim nasceu uma nova raça! Porém, não foi antes de 1902 que foram estabelecidos os primeiros padrões de raça para os denominados Kelpies australianos. Volvidos 87 anos, em 1989, estes exemplares são finalmente reconhecidos pela Federação Cinológica Internacional como raça independente.

Saúde

Enquanto que o seu parente mais próximo, o «working Kelpie» ou Kelpie de trabalho, apenas é criado para pastorear e guiar o gado, na criação de Kelpies australianos existem, porém, outros critérios mais relevantes. Já há algum tempo que a cor, o aspeto e o sucesso nos concursos são fatores importantes e decisivos para muitos criadores, ao ponto de atualmente se apelidar o Kelpie australiano como Kelpie de concurso ou «show Kelpie». Infelizmente, o facto de ser, no fundo, um cão de trabalho, igualmente ativo, ágil e vivaz como o working Kelpie, parece ter caído no esquecimento. Por sorte, bastantes criadores na Europa estão cientes da importância que fatores como o exercício, a saúde, a capacidade física e o entretenimento têm para estes cães. É cada vez mais frequente ver Kelpies australianos em competições desportivas. Não só se entusiasmam com desportos como agility, obediência, frisbee ou flyball, como são igualmente excelentes cães de salvamento, de deteção de drogas ou explosivos e ainda cães de assistência. Para os criadores, a condição física do Kelpie australiano é tão relevante como o seu carácter. É por este motivo que os criadores não se interessam por cães que sejam, por exemplo, medrosos ou agressivos.

O Kelpie australiano é considerado um animal bastante saudável, mas cada cão de criação é submetido a controlos veterinários exaustivos. Além dos tratamentos sanitários contra ectoparasitas e endoparasitas, é também monitorizada a presença de doenças transmissíveis. Na maioria dos países, podem ser levados a cabo exames às articulações das ancas e dos cotovelos, de forma a descartar problemas como a displasia.

Cuidados necessários

O Kelpie australiano não requere, por norma, muitos cuidados. Sim, é necessário realizar com frequência tratamentos vermífugos e antiparasitários, o que não deve supreender os donos, isto porque estes cães adoram estar ao ar livre. Esta raça não requere cuidados tão exigentes com o pelo como outras raças; como tem o pelo curto, basta uma escovagem regular para eliminar o pó e a sujidade.

Todavia, educar e manter cães tão ativos como estes exige algum esforço, dado que atividade e movimento são essenciais para eles. Os Kelpies australianos são pura energia, adoram passeios longos e necessitam de passar bastante tempo ao ar livre. Como é natural, cães ativos e temperamentais não se dão especialmente bem em apartamentos, e adaptam-se melhor em casas com jardins grandes. O exercício é imprescindível, mas não suficiente por si e, dada a sua inteligência, esta raça gosta de trabalhar – devem treinar corpo e mente. São considerados cães independentes e procuram sentido nas ordens que recebem; não gostam de exercícios estúpidos e repetitivos e procurarão encontrar o que lhes faça mais sentido, embora tal possa não corresponder sempre aos desejos dos seus donos.

Apesar de serem cães que aprendem com facilidade, não se engane – educá-los não é tarefa fácil! O seu carácter inteligente, aliado a um forte sentido de independência, exige criatividade e coerência na sua criação e educação.

Se aceita este seu temperamento e necessidade de exercício e se está preparado para dedicar tempo à sua educação e ao lazer, então o Kelpie australiano é o companheiro ideal para si, extremamente fiel e carinhoso e juntos passarão excelentes momentos. Os Kelpies adoram mimos e beijos – não se preocupe, estes cães fazem muito mais do que contar ovelhinhas!

Artigos relacionados
Artigos relacionados
Os nossos artigos mais relevantes

Rafeiro Alentejano

Está a pensar adotar um Rafeiro Alentejano? Conheça todas as características da raça e se é o cão indicado para si.

Yorkshire Terrier

Está a pensar adotar ou comprar um Yorkshire Terrier? Saiba qual é a sua personalidade, tipo de alimentação, cuidados de saúde e muito mais.

Labrador Retriever

Gosta de agradar, adora pessoas e é robusto: o Labrador Retriever é extremamente popular como cão de família.