Schnauzer

schnauzer

O schnauzer, também conhecido como schnauzer médio ou standard, é um cão de médio porte com um bigode acentuado e sobrancelhas peludas. A sua personalidade dinâmica e a sua notável paz de espírito fazem dos schnauzer companheiros versáteis e confiantes.

Carácter

Na família schnauzer, que também inclui o gigante e o miniatura, o schnauzer standard simboliza o tipo original da raça. Apesar da longa história da raça e da sua enorme popularidade, sobretudo na Alemanha, país de origem, manteve a aparência e carácter rústicos até aos nossos dias.

Um cão versátil

Os schnauzer têm uma personalidade forte com inúmeras características - aparentemente contraditórias. Vejamos: são extremamente dinâmicos, embora no seu íntimo sejam bastante equilibrados; são afetuosos, mas obstinados; são corajosos e vigilantes, mas também brincalhões. Esta versatilidade faz deles animais flexíveis e que se sentem confortáveis tanto no papel do leal cão de família como do destemido cão de guarda ou do incansável cão de trabalho. É necessário, porém, que tenham a seu lado um dono soberano que saiba responder adequadamente aos seus diferentes traços de personalidade.

Atleta, companheiro de brincadeiras e teimoso

Os donos dos schnauzer devem ter consciência que estão a lidar com cães muito dinâmicos e resistentes. Assim, passeios longos e a frequência de uma escola de desportos para cães são aconselháveis. Na verdade, cães subutilizados desenvolvem com frequência comportamentos indesejados. Devido à sua acentuada autoconfiança e inteligência, alguns schnauzer tendem a dominar e a assumir o comando quando sentem que o dono não controla a situação. Por outro lado, estão dispostos a seguir prontamente um dono que saiba entretê-los física e mentalmente e que os oriente com carinho, mas também com consistência. Com a conduta e educação certas, os schnauzer revelam-se cães extremamente dedicados e obedientes, leais às famílias.

Vigilante cão de família

Os schnauzers adoram a sua família de duas patas e querem estar na sua companhia a toda a hora. Dóceis e brincalhões, dão-se muito bem com crianças. É evidente que estes sociáveis patudos não são de todo apropriados para ficar sozinhos durante muito tempo nem viver num canil. Graças à sua enorme capacidade de vigilância e à saudável desconfiança em relação a pessoas e situações estranhas, os schnauzer são não só cães de família ideais como excelentes cães de guarda. Em caso de perigo, defendem os donos com coragem e valentia, embora nunca com demasiada agressividade ou nervosismo.

Aparência

Os traços distintivos mais evidentes dos schnauzer são, sem dúvida, as suas sobrancelhas peludas e o seu grande bigode. O seu pelo áspero distingue-os do pinscher alemão, raça a que originalmente pertenciam. De acordo com o standard, a camada externa do pelo duro e áspero, com uma camada interna densa, está agora disponível em preto puro e também em sal e pimenta. São permitidos tons de cinzento aço escuro até cinzento-prateado. Todas as variantes de cor devem possuir uma máscara escura em harmonia com a respetiva cor do pelo e que habilmente realce a expressão típica da raça.

Diferenças entre o schnauzer miniatura e o schnauzer gigante

Tal como o nome sugere, o schnauzer médio pertence às raças de porte médio. A sua altura ao garrote varia entre os 40-50 cm e pesa entre 14 a 20 kg. O tamanho é, então, o mais importante critério diferenciador entre os schnauzer miniatura, médio e gigante, muito semelhantes em termos de carácter. O schnauzer médio, ou standard, é o mais próximo da forma original da raça. Na verdade, as alterações ao longo da história da raça não foram significativas. Embora o penteado, a cor do pelo e as formas da cabeça e do dorso tenham sofrido ligeiras modificações, os schnauzer conseguiram manter o seu aspeto rústico.

Cão rústico de figura robusta

O "pinscher de pelo áspero", como a raça foi originalmente designada, deve o seu ar rústico ao pelo duro, áspero e moderadamente comprido. Este nunca deverá ser eriçado nem ondulado. A sua constituição é compacta, quadrada e musculosa e apresenta um crânio forte e alongado. As orelhas, dobrados e em forma de V, são altas e caídas para a frente. Também típico atualmente é o seu dorso descendente com uma cauda de altura média em forma de foice ou espada.

História

O schnauzer, inicialmente a variante de pelo áspero dos pinscher, é originário do sul da Alemanha e existe comprovadamente há pelo menos 500 anos.  Apelidado "rateiro", o schnauzer mantinha ratos, ratazanas e outros parasitas longe dos estábulos e celeiros pertencentes ao dono. Mas estes robustos e corajosos cães afastavam não só os ratos com o seu forte ladrar como também os ladrões. Assim sendo, estes confiáveis e versáteis "pinschers de estábulo" podiam encontrar-se no século XIX em quase todo o sul da Alemanha. A sua enorme resistência, vigilância e a estreita ligação com os cavalos, perto dos quais os pinscher se sentem confortáveis, valeram-lhes outra tarefa: vigiar os viajantes. Durante dias acompanhavam as carruagens nos seus longos percursos através de florestase e prados, protegendo-as de ataques. Muitas vezes, o seu ladrar era suficiente para afugentar os agressores.

schnauzer

De pinscher de estábulo a cão de raça

O salto de pinscher de estábulo para cão de raça reconhecida deve-se sobretudo ao criador Max Hartenstein, de Württemberg. Em 1882, este deu início à criação de schnauzers. Treze anos mais tarde, em 1895, foi fundada a primeira associação da raça em Nordhausen, que supervisionava todas as variantes dos pinscher. Eram denominados pinscher de pelo macio (o atual pinscher alemão) ou pinscher de pelo áspero (o atual schnauzer). A pedido da associação de schnauzers da Baviera, fundada em 1907 em Munique, as duas raças foram separadas, tendo sido dado ao cão de pelo áspero o nome "schnauzer". Para o distinguir dos irmãos (o mais velho, o schnauzer gigante, e o mais novo, o schnauzer miniatura) também é designado schnauzer médio.

Apesar do reconhecimento como raça independente, schnauzer e pinscher continuam a ser representados juntos na associação alemã Pinscher-Schnauzer-Klub 1895 e.V., que é também responsável pelo standard da Federação Cinológica Internacional (FCI). Na FCI existem hoje em dia standards de raça diferentes para as três variantes dos schnauzer (miniatura, médio e gigante). O schnauzer médio, por exemplo, tem o número de standard 182 e pertence ao grupo 2, secção 1 dos "Pinscher e schnauzer". Embora o schnauzer médio tenha gozado de muita popularidade, foi destronado na década de 1930 pelo schnauzer gigante. Após a Segunda Guerra Mundial, foi a vez de o schnauzer miniatura ter ganho muitos fãs.

Criação e saúde

Existem muitos criadores duvidosos, sobretudo nos EUA, que fazem aos schnauzer miniatura os penteados mais ridículos e os degradam, não sendo mais do cães de exibição. Os schnauzer médio, por outro lado, têm, tanto quanto possível, sido poupados a estas modas. Para a maioria dos criadores, o carácter firme e a saúde estão em primeiro plano. Deste modo, o schnauzer original, de aspeto rústico, perseverante e sereno, foi preservado.

Mantenha-se longe de cachorros ao preço da chuva

Apesar disto, existem algumas "ovelhas negras" entre os criadores de schnauzer. O seu único objetivo é conseguir um aspeto extravagante e lucros fáceis; a saúde e a solidez de carácter não são uma prioridade. Se planeia comprar um schnauzer, investigue cuidadosamente os criadores disponíveis. Criadores que disponibilizem patudos sem documentação, que seduzem pela internet com fotos amorosas de cachorros ou que os vendem ao preço da chuva e não se interessam por quem os vai adotar, devem ser excluídos de imediato. No fundo, não são seguramente a escolha certa para receber em sua casa um cão saudável e bem socializado.

Como encontrar o criador de schnauzer certo?

Um bom primeiro passo é dirigir-se a uma associação oficial da raça. Aí poderá obter informações acerca dos criadores registados e dos cachorros, e também da própria raça. Já que os schnauzer têm muitos traços de carácter, as prioridades podem variar de criador para criador. Enquanto alguns se focam na conservação do cão de trabalho perseverante e robusto, outros promovem as características sociais e familiares da raça, tais como a bondade e a vontade de aprender. Antes de comprar um cachorro deve ter consciência das suas expectativas e se estas correspondem às do criador.

Outros sinais de que o criador é sério:

  • Recebe-o em casa e mostra-lhe de imediato a área de procriação e também a progenitora. Os cachorros não são mostrados na primeira visita - o objetivo é evitar compras impulsivas.
  • Cumpre as exigências oficiais de criação e tem consigo a documentação necessária com o logótipo oficial da FCI. Realizou todos os exames médicos exigidos e, se necessário, realizou voluntariamente outras análises. Todos os cães foram vacinados e têm chip.
  • Questiona-o detalhadamente acerca da sua situação familiar e tenta perceber se será o dono certo para um schnauzer. Isto inclui questões acerca da sua família, emprego, saúde e zona de residência. Além disto, quererá saber se está familiarizado com a raça e com as exigências de manutenção.
  • Em nenhuma situação quererá impingir-lhe os seus cachorros. Os criadores responsáveis têm amor aos seus animais e querem vê-los em boas mãos.

Porquê um cão de raça?

Uma clara vantagem dos cães de raça de criadores responsáveis é, sem dúvida, a sua saúde. Os exames médicos exaustivos antes da criação diminuem o risco de doenças hereditárias. Os schnauzer são cães bastante saudáveis e robustos e, por norma, sem problemas de saúde graves.

Saúde do schnauzer

Quais as doenças típicas da raça?

Tal como em todas as raças de cães de tamanho médio a grande, também os schnauzer standard podem sofrer da temida displasia da anca. Portanto, o exame da anca é obrigatório para todos os animais de criação. Além disto, os schnauzer são suscetíveis a tumores, como os que ocorrem nos dedos das patas traseiras ou na mucosa da boca. Casos da doença ocular atrofia progressiva da retina e doença cardíaca são também relatados. Saiba que a castração dos schnauzer só deve ser feita por questões de saúde. Após a cirurgia, muitos cães da raça passam a sofrer de obesidade e de incontinência urinária.

Alimentação dos schnauzer

Descubra a nossa seleção de comida especial para schnauzers!

Naturalmente, a saúde de um schnauzer não depende apenas se é proveniente de um criador sério. Como dono, pode influenciar significativamente a saúde do patudo. Além de uma manutenção adequada à espécie, isto também inclui uma alimentação saudável e equilibrada que forneça todos os nutrientes essenciais e promova vitalidade. Os nutrientes de que o seu cão necessita dependem mais da idade, nível de atividade e peso do que da raça. Cachorros e cães em crescimento, por exemplo, precisam de uma ração diferente da dos cães adultos e seniores, pois estes últimos são mais calmos e mexem-se menos. Assim sendo, precisam de comida de composição distinta da dos cães adultos, que passam várias horas por dia a brincar.

De que quantidade de comida precisa um schnauzer?

Como valores de referência, calculem-se cerca de 15 gramas de carne, 7,5 gramas de vegetais e 7,5 gramas de arroz por cada quilo de peso. Um schnauzer de 15 kg precisa, então, de 230 gramas de carne por dia. Ainda que o animal lhe implore por mais comida, siga as quantidades recomendadas pelo veterinário ou criador. Com uma alimentação incorreta, alguns schnauzer com um "apetite saudável" podem tornar-se obesos e desenvolver consequentes problemas de saúde. E quanto à pergunta "Devo dar ração, comida húmida, comida preparada em casa ou comida crua ao meu cão?" - basicamente, não existem restrições. Todos os métodos alimentarem têm vantagens e desvantagens e, no fundo, dependem da sua posição e possibilidades. No caso da comida húmida, tenha em mente que uma grande parte da comida ficará presa no bigode do schnauzer.

Cuidados

O pelo áspero e duro dos schnauzer requer cuidados apropriados. É necessário escovar regularmente os grossos pelos do bigode e da franja para remover a sujidade e evitar a formação de nós. De resto, é suficiente aparar-lhe o pelo duas a três vezes por ano. Pode aprender a fazê-lo frequentando um curso especial ou dirigir-se a um cabeleireiro para cães com experiência.

Será o schnauzer o cão certo para mim?

Os traços de carácter positivos, a saúde robusta e os cuidados mínimos fazem dos schnauzer populares cães de família. Porém, antes de adotar um exemplar da raça deve ter outras coisas em conta. Os schnauzer são muito dinâmicos e confiantes, podendo mostrar-se obstinados e entrar em disputas. Neste sentido, precisam de uma socialização atempada e de educação consistente, além de exercício e entretenimento em boas doses para se sentirem ocupados.

Manutenção e educação do schnauzer

Os donos dos schnauzer devem partilhar do espírito de aventura dos patudos. Por outras palavras, devem ser fisicamente ativos e dispor de tempo suficiente para oferecer bastante atividade física. Desportos para cães como agility, obedience ou mantrailing são excelentes formas de estimular física e mentalmente estes inteligentes e dinâmicos cães. Se um schnauzer se mexer o suficiente e fizer muito exercício pode mesmo viver num apartamento na cidade. No entanto, não se esqueça que são cães bastante vigilantes, não hesitando em "comunicar" ao ouvirem barulhos estranhos. Com treino específico, porém, pode conseguir controlar os latidos e evitar problemas com vizinhos.

Com consistência carinhosa e paciência é possível treinar um schnauzer. Até mesmo a sua ocasional briga pode ser controlada com a orientação certa. Estes cães seguem prontamente as ordens de um dono com autoridade, provando ser muito obedientes e leais. Além disto, encherão a casa de alegria - seja no sofá ou no exterior, na prática de desportos para cães ou de atividades em conjunto com a família.

Os nossos artigos mais relevantes
12 min

Yorkshire Terrier

Está a pensar adotar ou comprar um Yorkshire Terrier? Saiba qual é a sua personalidade, tipo de alimentação, cuidados de saúde e muito mais.