Selkirk Rex

Selkirk Rex cinzento com mancha branca no peito sentado sob fundo preto

Os gatos Selkirk Rex fazem parte do limitado grupo de raças de gatos com pelo encaracolado. O aspeto peculiar combinado com uma personalidade tranquila torna estes pequenos felinos muito apreciados por todos os amantes de gatos.

Selkirk Rex: história da raça

A raça Selkirk Rex surgiu num abrigo para animais nos EUA. Em 1987, nasceu uma ninhada de 6 gatinhos e uma cuidadora rapidamente percebeu que um dos irmãos era especial: tinha o pelo encaracolado, incluindo os bigodes, e olhos verdes-claros. A cuidadora entrou em contato com a criadora de gatos Persa, Jeri Newman, para lhe falar sobre esta gatinha fora do comum. Jeri Newman adotou a gatinha e chamou-a Miss Depesto of Noface. Quando Miss Depesto estava na altura de procriar, Jeri Newman cruzou-a com um gato persa preto e em pouco tempo tinha mais seis gatinhos em casa. Destes 3 tinham o pelo liso e 3 o pelo encaracolado. Jeri Newman decidiu chamar Selkirk Rex a esta nova raça de gatos.

Nos anos seguintes, a raça Selkirk Rex foi-se desenvolvendo lentamente mas com objetivos claros. Assim, ainda hoje algumas associações permitem o cruzamento do Selkirk Rex com outras raças, como por exemplo o british shorthair ou o persa. Isto é possível porque a mutação genética que deu origem aos pelos encaracolados é dominante. Ou seja, gatos Selkirk Rex que tenham um progenitor de outra raça mantêm o pelo encaracolado. No entanto cruzamentos de gatos Selkirk Rex com gatos de outras raças também podem gerar gatinhos sem pelo encaracolado. Isto acontece quando o gato Selkirk Rex tem apenas um gene para pelo encaracolado.

Raças de gatos Rex

Além do gato Selkirk Rex existem outras raças de gatos com pelo encaracolado. Esta característica é sempre resultado de mutações genéticas aleatórias. Assim, temos as raças German Rex, Devon Rex, Cornish Rex e a recentemente criada raça de gatos LaPerm. A designação Rex dada a estas raças tem origem na criação de coelhos domésticos com pelo encaracolado, conhecidos como coelhos rex. A criação de raças de gatos rex está envolvida em alguma controvérsia. Isto deve-se ao facto de os bigodes destes gatos serem também encaracolados ou muito curtos. Alguns defensores do bem estar animal consideram que os bigodes destes gatos não cumprem as suas funções naturais e por isso prejudicam os gatos.

Aspeto

A principal característica destes gatos é o pelo encaracolado, que surge tanto em gatos de pelo comprido, como de pelo curto. No entanto, mesmo dois progenitores Selkirk Rex podem ter gatinhos de pelo liso. Nesses casos, os gatinhos de pelo liso têm todas as outras características da raça, ou seja, pesam até 7 quilos, são porte médio a grande e têm uma estrutura óssea forte.

Entre os gatos de raças Rex, ou seja, com pelo encaracolado, o Selkirk Rex é o maior. A cabeça destes pequenos felinos é grande, com bochechas bem definidas e os olhos redondos estão relativamente separados. Visto de perfil, o stop do nariz é bastante definido. O pelo pode ser comprido ou curto e pode ter todas as cores, incluindo padrões tabby ou point.

Personalidade do Selkirk Rex

Gatos que fazem lembrar os cães

Os Selkirk Rex são gatos amáveis, sociáveis e carinhosos, desde que o criador tenha seguido os critérios de criação adequados. Estes gatos adoram estar ao pé dos donos e por vezes exigem que lhes façam festinhas. Além disso, eles têm tendência a seguir constantemente os donos. É esta característica que os compara aos cães. Os Selkirk Rex também se dão muito bem com outros gatos e por isso, se viver num apartamento deve ter sempre dois gatos. Por fim, se forem habituados desde pequeninos, estes gatos encaixam-se perfeitamente no dia-a-dia da sua família humana e não têm medo do aspirador ou de andar de carro.

Alimentação do Selkirk Rex

Como qualquer gato, também o Selkirk Rex tem um instinto caçador e a sua alimentação natural são pequenas presas. Assim, estes gatos precisam de uma alimentação rica em carne. Comida húmida de qualidade com uma elevada percentagem de carne é uma excelente opção, já que proporciona ao seu gato todos os nutrientes que ele precisa. Pode também escolher dar ração ao seu pequeno felino, tendo em atenção também a percentagem de carne. Por fim, uma alimentação sem cereais ou açúcar é sempre a mais indicada. Para dar um miminho ao seu gato, escolha por exemplo snacks secos e naturais, pois são saudáveis e saborosos.

Uma forma de manter o seu gato ocupado e bem disposto é colocar croquetes de ração em, por exemplo, brinquedos de inteligência. Os croquetes são igualmente adequados para treinos com clicker. Seja como for, o importante é não dar comida em excesso ao seu gato. Pese o seu Selkirk Rex regularmente, por exemplo, a cada duas semanas para poder agir rapidamente se ele estiver a ficar com peso a mais. Naturalmente, os gatos devem ter sempre água fresca à disposição. Para gatos, as fontes são particularmente úteis, visto que motivam-nos a beber água e assim manter os níveis de fluídos no corpo.

Selkirk Rex de pelo cinzento

Saúde do Selkirk Rex

Esta é uma raça de gatos considerada saudável, desde que o seu gato venha de um criador sério. Uma criação responsável implica testar os progenitores contra a PKD (doença renal policística) e eliminar da reprodução os gatos que apresentarem a mutação genética responsável por esta doença. Esta doença que afeta o bom funcionamento dos rins é relativamente comum em gatos Persa e British shorthair, raças que foram cruzadas com gatos Selkirk Rex. É por esta razão que alguns destes gatos de pelo encaracolado também podem ser portadores do gene da PKD.

Para que o seu gato se mantenha saudável e com uma vida longa, não se esqueça de o vacinar e desparasitar. Os Selkirk Rex têm uma esperança de vida superior a 15 anos.

Cuidados de saúde

Tratar do pelo dos Selkirk Rex

Os cuidados com o pelo suave e encaracolado são geralmente simples, quer na variante pelo comprido, quer na pelo curto. Independentemente do tamanho do pelo escove o seu Selkirk Rex uma vez por semana, mas na altura da mudança de pelo a escovagem deve ser mais frequente. Se escovar o seu Selkirk Rex desde pequeno, ele habitua-se a este ritual e vai ficar contente com a sua atenção. Pode acontecer que durante a fase de crescimento, o pelo do seu gatinho caia. Geralmente é um processo natural, mas se tiver dúvidas fale com o criador, que está familiarizado com esta situação. Por fim, alguns Selkirk Rex só apresentam o pelo encaracolado em adultos.

Outros cuidados

Verifique regularmente os ouvidos e orelhas do seu pequeno felino, visto que o pelo comprido ajuda a esconder sujidade ou inflamações. Especialmente em gatos mais velhos, deve verificar regularmente o comprimento das unhas, pois quando os gatos deixam de usar tanto os arranhadores as unhas podem ficar demasiado compridas. Este controle é muito importante porque unhas compridas podem magoar as patinhas ou mesmo enterrar-se nas almofadas das patas, o que causa dores fortes aos gatos. Assim, corte as unhas do seu gato regularmente com uma tesoura de pontas redondas ou um corta-unhas para gatos.

Um Selkirk Rex é o gato certo para mim?

Os Selkirk Rex são uma excelente companhia se tiver mais do que um gato em casa e se a sua casa for adequada às suas necessidades. Assim, mesmo que passe várias horas fora de casa, o seu pequeno felino sente-se bem. Se tiver uma varanda coloque uma rede protetora e se tiver um quintal ou jardim adote as medidas para tornar este espaço seguro para o seu gato. Desse modo, os seus pequenos felinos podem explorar em segurança o que se passa no exterior.

Outro aspeto importante assegurar-se que os seus gatos têm um local calmo, como por exemplo um túnel, para onde possam ir quando se sentem mais cansados. Isto é especialmente importante se tiver crianças na família. Ensine também as crianças que os gatos precisam do seu espaço e têm ritmos próprios para a altura das brincadeiras.

Planeie também de antemão quem vai tomar conta dos seus gatos durante as férias. Uma boa alternativa é um vizinho que possa ir pelo menos duas vezes por dia a sua casa dar comida e também festinhas aos seus pequenos felinos. Se optar por deixar os seus gatos num hotel ou com um amigo, habitue os seus gatos desde pequenos. Por exemplo, deixe-os passar um fim de semana fora de casa. A grande maioria dos gatos habituados desde pequeninos a passar uns dias fora de casa não apresenta problemas e assim pode ir de férias descansado.

Selkirk Rex e alergias

São várias as raças de gatos conhecidas por não causarem alergias e o Selkirk Rex está entre elas. De facto, algumas pessoas que apresentam alergias na presença de gatos, não têm sintomas com um Selkirk Rex. No entanto, isto não é extensível a todas as pessoas. Assim, antes de levar para casa um par de gatinhos fale com o seu médico. Além disso, peça ao criador que escolheu uma amostra de pelos dos gatos. Em seguida, leve-a ao médico pra que ele possa verificar se é ou não alérgico a essa raça.

Equipamento básico

Enquanto espera que os seus gatinhos cheguem, pode ir preparando a casa. Em primeiro lugar, assegure-se que tem o equipamento básico. Assim, além de um arranhador, tenha também diversos comedouros e bebedouros, uma cama ou cestinho confortável, uma caixa transportadora assim como uma caixa de areia com a pá adequada ao tipo de areia que escolher. Naturalmente, brinquedos não devem faltar, assim como acessórios de higiene como uma escova ou pente.

Faz também sentido fazer algumas contas. Assim, além do preço inicial dos gatos, conte com despesas regulares com comida, acessórios e naturalmente com o veterinário. Lembre-se também que em caso de doença, a conta do veterinário pode subir rapidamente.

Onde comprar um Selkirk Rex?

Em primeiro lugar, não vá atrás de anúncios de caráter duvidoso que vendem gatos que não provocam alergias a preços baixos. Prefira sempre comprar o seu gato a um criador sério, que nunca põe anúncios à procura de donos para os seus gatos. Outro aspeto importante, é não tomar uma decisão por pena dos gatinhos. Lembre-se que ao fazê-lo está a incentivar más práticas de criação que prejudicam os gatos.

Visto que os gatinhos aprendem muito com a mãe, só deve levar gatinhos para casa com pelo menos 12 semanas, sendo que o ideal é às 16 semanas. Nessa altura, os gatinhos já devem saber usar a caixa de areia, estarem vacinados, desparasitados e com chip, tudo isto devidamente registado no seu boletim.

Dica: se não se importa de ter um gato adulto, procure nos abrigos e associações de proteção de animais. Por vezes aparecem gatos com pelo encaracolado à espera de uma nova família.

Os nossos artigos mais relevantes
11 min

Persa

Os gatos persas são das raças mais populares, antes de adotar um gato persa fique a saber: Que cuidados ter; Personalidade; Alimentação e muito mais.
12 min

Bosque da Noruega

O bosque da Noruega conquista facilmente o coração de toda a gente graças ao seu aspeto selvagem e personalidade genuína.