LaPerm

Gato LaPerm adulto de pelo claro sentado num fundo azul

Um gato da raça LaPerm chama à atenção por causa do pelo encaracolado

Ao olhar para um gato de raça LaPerm o que sobressai imediatamente é o pelo encaracolado e macio. Na verdade, eles parecem ter acabado de fazer uma permanente no cabeleireiro! O aspeto desta simpática raça de gatos resulta de uma mutação genética aleatória que foi mantida na criação. Além disso, estes gatos têm uma personalidade muito afetuosa e sociável o que faz deles excelentes gatos de família.

Aspeto dos gatos LaPerm

O pelo macio dos gatos LaPerm pode ser comprido ou curto. No entanto, é sempre encaracolado, dando aos pequenos felinos um ar ligeiramente despenteado. Além disso, o pelo pode ser apenas ligeiramente ondulado ou formar mesmo cachos de caracóis, a variante mais popular. Alguns criadores diferenciam o tipo de encaracolado do pelo dos LaPerm da seguinte forma:

  • BC (born curled): os gatinhos nascem já com o pelo encaracolado (esta tornou-se a variante mais conhecida e popular)
  • BS (born straight): os gatinhos nascem com pelo liso
  • BB (born bald): os gatinhos nascem sem pelo e desenvolvem a pelagem encaracolada à medida que vão crescendo

No que se refere à cor do pelo, esta raça não podia ser mais flexível. Existem gatos LaPerm em todas as cores e padrões conhecidos. No entanto, os LaPerm de pelo avermelhado ou com manchas de siamês com caracóis bem definidos são os mais procurados. Além disso, o pelo destes gatos pode variar com as estações do ano. Por exemplo, no inverno o pelo pode ficar mais denso e nalguns gatos o pelo da zona do pescoço fica mais farto mais dando a impressão que eles têm uma espécie de colar.

No entanto, estes gatos de porte médio, mas com um corpo delgado e musculoso, também tem outras características que os tornam únicos. Por exemplo, têm as patas arredondadas, a cauda espessa e orelhas relativamente grandes que podem ser peludas como as dos linces. A cabeça destes gatos é triangular e as bochechas são bem pronunciadas e redondas, onde nascem os bigodes também encaracolados a condizer com o resto do pelo. Os olhos dos LaPerm são expressivos, ligeiramente oblíquos e amendoados e também podem ter qualquer cor. Por fim, os machos pesam entre 2.5 e 5 quilos. As fêmeas LaPerm são ligeiramente mais pequenas e mais leves.

História da raça LaPerm

A história desta peculiar raça de gatos começou em 1982, na propriedade de Linda Koehl no Estado do Oregon nos Estados Unidos. A gata de Linda, que andava livremente pela quinta, teve uma ninhada com seis gatinhos. E algo de estranho aconteceu: uma das gatinhas era completamente diferente dos irmãos, pois nasceu sem pelo algum. Além disso, também a personalidade desta gatinha era especial. Ao contrário dos irmãos que rapidamente começaram a explorar as redondezas, esta gatinha careca procurava ativamente a companhia de Linda, seguindo-a constantemente.

Curly, a mãe de todos os gatos LaPerm

Com 8 semanas de vida, esta gatinha apresentou a característica física que se tornou a imagem de marca da raça: o pelo encaracolado e macio. Nessa altura, Linda Koehl batizou a sua gatinha com o nome Curly (encaracolado em português). Com o passar do tempo, Curly engravidou e passou a sua mutação genética aos filhos. Assim, 5 dos seus gatinhos nasceram sem pelo e mais tarde desenvolveram a conhecida pelagem encaracolada e macia. Linda Koehl, que tinha poucos conhecimentos de genética, começou a investigar mais a fundo os processos de reprodução e transmissão genética dos gatos e levou Curly e os seus gatinhos para sua casa. Aí observou cuidadosamente o comportamento e desenvolvimento físico dos gatinhos e em seguida selecionou gatos domésticos comuns para acasalar com eles.

Reconhecimento da raça

Um amigo de Linda, impressionado com o pelo encaracolado e com a natureza doce dos seus gatos, sugeriu-lhe que os levasse a uma exposição. Linda, ansiosa por saber a opinião de especialistas sobre os seus gatos, mostrou-os ao juiz de raças de gatos Kim Everett, que por sua vez incentivou Linda a continuar a criação. Além disso, Everett encorajou Linda a iniciar o processo para o reconhecimento oficial da raça. E Linda foi bem sucedida! Em 2004 a TICA (The International Cat Association), que tem a maior registo genético de gatos do mundo, reconheceu oficialmente a raça de gatos LaPerm (em que perm nos Estados Unidos é a abreviação de permanente). Em 2015, a FIFe (Fédération Internationale Féline) reconheceu também oficialmente esta raça.

Criação

Visto que a raça de gatos LaPerm é relativamente recente, existem ainda poucos criadores. E como seria de esperar maioria dos criadores vive nos EUA, país de origem da raça. Contudo existem também criadores no Reino Unido, Países Baixos, Alemanha, Rússia e França que procuram divulgar a raça nos seus países e em países vizinhos. Dependendo da associação a que o criador está filiado, ele pode cruzar os seus LaPerm com raças de gatos tipo oriental de forma a aumentar a diversidade genética. Estes cruzamentos são possíveis porque o gene que dá origem ao pelo encaracolado é dominante (contrariamente aos gatos de raças Rex) e por isso os gatinhos mantêm as características desejadas mesmo com um dos pais de outra raça. No entanto, desde 2015 a FIFe e a CFA (Cat Fanciers’ Association) baniram esta prática.

Personalidade do gatos da raça LaPerm

Esta raça de gatos destaca-se de outras raças não apenas pelo aspeto físico, mas também pela sua personalidade. Já Curly, a gata que está na origem da raça, era muito apegada à dona para um gato de quinta. Contrariamente aos seus irmãos, Curly não tinha comportamentos mais selvagens ou imprevisíveis. Na verdade, esta gata tentava agradar a dona e adorava receber festinhas e miminhos. E apesar dos vários cruzamentos, os criadores conseguiram que os gatos desta raça se mantivessem amigáveis e carinhosos.

Local preferido: colo dos donos

No Reino Unido, os gatos LaPerm são conhecidos como “lappies”, uma designação carinhosa com origem na palavra lap – colo em português. Esta alcunha carinhosa indica claramente qual o local favorito destes gatos – o colo dos donos! Mas isto não significa que o seu gato LaPerm fique o dia todo ao colo, pois estes gatos gostam tanto de brincar ou trepar como de receber mimos. Quando jovens, os gatos desta raça costumam ter imensa energia e são muito ativos. Assim, é comum estes gatinhos terem comportamentos engraçados e inesperados para grande diversão da família. Se tiverem atenção e carinho da sua família, estes gatos são particularmente felizes.

Uma raça muito sociável

Os LaPerm não gostam nada de ficar sozinhos. Além disso, numa família com vários membros, eles costumam eleger uma pessoa de referência. Em relação a crianças e outros animais de estimação, por exemplo, cães, estes gatos são excelentes companheiros, pois eles adoram brincar e são muito amigáveis. Naturalmente também se dão muito bem com outros gatos.

Gatinho LaPerm de pelo avermelhado sentado num fundo azul
Gatinho LaPerm

Viver com um LaPerm

Quem pretende ter um LaPerm na família não se pode esquecer que estes gatos precisam mais da companhia dos donos do que muitas outras raças. Assim, os gatos desta raça não são uma boa escolha para quem trabalha fora de casa a tempo inteiro. Para que o seu gato LaPerm seja feliz ele precisa que os donos lhes dediquem várias horas por dia, quer em brincadeiras quer em sessões alargadas de miminhos. Quando o seu LaPerm se deita no seu colo a ronronar é um sinal indiscutível de felicidade e bem estar.

O importante é estar ao pé dos donos

Os gatos da raça LaPerm gostam mesmo de estar ao pé dos donos, assim mesmo que possam sair de casa sozinhos, o seu LaPerm vai preferir ficar em casa a maior parte do tempo. Assim, esta raça é excelente para gato de apartamento, mesmo que a sua casa seja pequena, pois estes gatos não são exigentes. No entanto, o seu pequeno felino vai agradecer se tiver a possibilidade de ir à varanda, desde que esta esteja completamente segura. Lembre-se que para estes gatos mais importante do que o local onde vive, é estar perto dos seus humanos preferidos.

Cuidados

Uma excelente forma de dar atenção ao seu pequeno felino é cuidar do seu pelo, embora na verdade os cuidados que os LaPerm necessitam são mínimos. Como qualquer gato, o LaPerm sabe tratar muito bem do seu pelo. Assim, estes gatos só precisam da ajuda dos donos na altura da mudança do pelo. Nessa altura, use uma escova macia para tirar o pelo morto. No entanto, como adoram mimos, os LaPerm adoram ser escovados, independentemente de necessitarem ou não. Além dos cuidados com o pelo, verifique regularmente os ouvidos, dentes e olhos do seu gato. Dessa forma consegue detetar precocemente alguma inflamação e evitar que o problema se torne grave.

Saúde e vacinação

Os cuidados de saúde básicos contribuem significativamente para garantir uma vida longa e saudável a qualquer gato e o LaPem não é uma exceção. Assim, leve o seu gato regularmente ao veterinário para fazer um check-up. Apesar de esta raça não ter doenças específicas associadas, os LaPerm podem desenvolver infeções gastrointestinais ou do aparelho respiratório superior. Além disso, o seu gato deve ser vacinado contra as doenças comuns dos gatos.

Alimentação dos gatos LaPerm

Visto que os gatos desta raça são bastante saudáveis, eles não precisam de cuidados especiais na alimentação. No entanto, para garantir o seu bem estar a longo prazo escolha uma ração de elevada qualidade pois só assim tem a certeza que o seu gato ingere os nutrientes necessários na quantidade necessária. Verifique os rótulos da embalagem de ração para gatos antes de comprar e certifique-se que a comida tem uma elevada percentagem de carne, que contém vegetais e fruta como complemento e apenas uma percentagem mínima de cereais. Evite rações com derivados de carne, pois a qualidade deste tipo de carne não é a melhor para os gatos. Elimine da sua escolha rações com açúcar, conservantes ou intensificadores de sabor.

Comida húmida ou dieta BARF?

Muitas pessoas estão a optar por dar aos seus patudos, sejam cães ou gatos, a dieta BARF. Este tipo de alimentação consiste essencialmente em carne crua e pretende replicar o tipo de dieta natural dos patudos. No entanto, ao escolher este tipo de dieta deve ter um conhecimento sólido das necessidades nutricionais dos gatos e também da composição nutricional dos vários alimentos. Se não for o seu caso prefira comida de elevada qualidade desenvolvida a pensar nas necessidades do seu gato. Muitos donos optam por dar ração e comida húmida ao seu gato, para que eles tirem proveito das vantagens dos dois tipos de comida. Assim, pense qual o tipo de alimentação que lhe faz mais sentido para o seu gato e que ele aprove. Essa é a melhor alimentação!

O que esperar de um gato LaPerm?

Uma outra questão, gosta de cães? Esta pergunta faz sentido, pois os LaPerm são muitas vezes comparados aos cães. Tal como o “melhor amigo do homem”, também os gatos LaPerm seguem os donos para todo o lado. Além disso, eles procuram ativamente a atenção e carinho dos donos. Estes gatos não são como a maioria dos seus semelhantes, que podem passar horas e horas a explorar a vizinhança, sem precisar da companhia dos donos. Pelo contrário, os LaPerm querem sempre estar junto da sua família humana. E mesmo a companhia de outro gato, que um LaPerm sendo sociável aceita de bom grado, não substitui a presença dos donos.

Comprar um LaPerm: a pergunta mais importante

A questão mais importante que deve considerar antes de comprar um LaPerm é: tenho, todos os dias, tempo suficiente para brincar, cuidar e mimar o meu gato? Se é uma pessoa ocupada que passa grande parte do dia fora de casa, estes gatos não são uma boa opção, como qualquer criador sério lhe dirá. Por outro lado, se a sua família tem tempo e vontade de dedicar grande parte do tempo ao seu gato, o LaPerm é a escolha ideal. Em muito pouco tempo, estes gatos extraordinariamente carinhosos e charmosos, vão encantar toda a família. No caso dos LaPerm não é só o aspeto peculiar que faz derreter o coração dos donos, mas especialmente a sua personalidade meiga e brincalhona.

Os nossos artigos mais relevantes
11 min

Persa

Os gatos persas são das raças mais populares, antes de adotar um gato persa fique a saber: Que cuidados ter; Personalidade; Alimentação e muito mais.
12 min

Bosque da Noruega

O bosque da Noruega conquista facilmente o coração de toda a gente graças ao seu aspeto selvagem e personalidade genuína.