Desparasitação interna nos gatos: importância e frequência This article is verified by a vet

Gato a perseguir um rato. A desparasitação interna nos gatos é importante porque os gatos ingerem parasitas com as presas que caçam.

Como os gatos são caçadores natos precisam de ser desparasitados regularmente.

A presença de parasitas internos causa desconforto aos gatos e é também um problema para os donos. Como seria de esperar, os gatos que saem de casa têm mais tendência a ter parasitas. No entanto, os gatos de apartamento também podem ser infetados. Leia o nosso artigo e descubra como identificar a presença de parasitas no seu gato. Indicamos também os procedimentos e frequência da desparasitação interna nos gatos.

A importância da desparasitação interna nos gatos

Os parasitas internos vivem dentro do corpo dos gatos e além disso alimentam-se dos nutrientes que o hospedeiro ingere. Em consequência, o corpo dos gatos deixa de ter à disposição a quantidade esperada de nutrientes. E sem tratamento os parasitas reproduzem-se massivamente, o que naturalmente tem um impacto negativo na saúde e bem-estar do gato. É para evitar esta situação que é importante desparasitar regularmente os gatos.

No entanto, a desparasitação não é importante só do ponto de vista dos gatos, visto que também nós podem ser vítimas de infestações parasitarias. Crianças e pessoas com o sistema imunitário enfraquecido são as mais vulneráveis a este problema.

Como é que os gatos apanham parasitas?

Os gatos podem apanhar parasitas em diversas situações. E infelizmente nem os gatos de apartamento estão totalmente protegidos. As situações mais habituais são:

  • Ingestão de presas com parasitas, como por exemplo pássaros e ratos.
  • Pulgas: as pulgas carregam frequentemente parasitas no interior do corpo. Assim, se durante as suas sessões de higiene o gato ingerir uma pulga, os parasitas instalam-se dentro do corpo gato.
  • Contato com outros gatos com parasitas ou com as suas fezes.
  • Calçado: os donos ou convidados podem trazer inadvertidamente parasitas para dentro casa.
  • Consumo de carne crua ou pouco cozinhada que contenha parasitas.
  • Leite materno: se o leite da mãe tiver parasitas estes passam para os gatinhos.
Gatinhos a mamar. A desparasitação interna nos gatos bebé é importante porque o leite materno pode conter parasitas
Se a mãe gata tiver parasitas, estes passam para os gatinhos através do leite.

Como identificar a presença de parasitas internos no meu gato?

Na fase inicial não é fácil saber que o seu gato tem parasitas internos, pois os gatos não apresentam sintomas. Além disso, não é possível observar a presença dos parasitas nas fezes. Regra geral, as fezes dos gatos contêm apenas os ovos dos parasitas que não se conseguem ver a olho nu. Aliás, se conseguir ver parasitas, como por exemplo, vermes nas fezes do seu gato é porque a infestação já é bastante grave.

E sem tratamento os parasitas continuam a reproduzir-se. Quando a infestação é já significativa surgem então sintomas que os donos conseguem identificar. Os sintomas mais comuns são:

  • Diarreia
  • Vómitos
  • Pelo sem brilho
  • Perda de peso
  • Abdómen inchado

Desparasitação interna dos gatos: frequência do tratamento

A frequência da desparasitação depende muito do estilo de vida do gato. Por exemplo, se o seu gato sai à rua livremente deve desparasitá-lo a cada 3 meses. Mas se além disso ele for um determinado caçador de ratos, a desparasitação deve ser mensal.

Se preferir evitar desparasitar regularmente o seu gato pode optar por lhe fazer análises às fezes regularmente. Para ter a certeza que o gato não tem parasitas deve recolher 3 amostras de fezes em dias diferentes. Este procedimento é necessário porque os parasitas e os ovos não são excretados de forma contínua. Esta abordagem tem a vantagem de permitir ao veterinário saber qual o tipo de parasita que o seu gato tem.

Um gato de apartamento, ou seja, que não sai de casa, pode fazer a desparasitação mais espaçada no tempo. Lembre-se que apesar de estar mais protegido, também um gato de casa pode apanhar parasitas. Assim, no caso destes gatos é aconselhável desparasitar ou fazer análises às fezes pelo menos uma vez por ano.

Como se processa a desparasitação interna dos gatos?

Os antiparasitários para gatos são medicamentos muito seguros. O seu objetivo é sempre eliminar os parasitas internos em todos estágios de desenvolvimento. No entanto, não utilize sempre o mesmo medicamento, porque os parasitas podem desenvolver resistências.

Encontra no mercado antiparasitários em várias formas, como por exemplo, em comprimidos, em pasta ou em pipetas, cujo líquido é colocado na zona do pescoço do gato. A dosagem deste medicamento depende, naturalmente, do peso do gato.

Se o seu pequeno felino se recusa a engolir medicamentos descubra algumas dicas no nosso artigo Como dar comprimidos a gatos: Truques para tornar esta tarefa mais fácil.

Existem medicamentos caseiros para fazer a desparasitação interna dos gatos?

Algumas pessoas receiam que os antiparasitários façam mal aos gatos e por isso procuram sempre alternativas caseiras. Os medicamentos caseiros mais conhecidos são por exemplo óleo de coco ou sementes de abóbora. No entanto, a eficácia destas soluções não está cientificamente provada. É por isso muito provável que estes remédios caseiros não eliminem os parasitas e que o seu gato acabe por ter mais problemas de saúde.

Por outro lado, os antiparasitários que encontra no mercado foram devidamente testados. No entanto, nem todos os gatos reagem da mesma forma a estes medicamentos. Mas se o seu gato reagir mal a um antiparasitário, não se preocupe. Dada a variedade que existe no mercado, de certeza que encontra o medicamento adequado para o seu pequeno felino.

Uma boa alternativa: quer evitar dar medicamentos ao seu gato? A análise regular às fezes resolve este problema, pois só precisa de recorrer a antiparasitários se a análise detetar a presença de parasitas.

Posso evitar que o meu gato apanhe parasitas?

Infelizmente, mesmo dando ao seu gato uma excelente alimentação e mantendo toda a casa bem limpa não consegue evitar que o seu gato apanhe parasitas. Os parasitas podem entrar em casa nos nossos sapatos ou na nossa roupa e atacar mesmo os gatos que não saem à rua.

Além disso, a desparasitação interna dos gatos só atua naquele momento. Ou seja, se o seu gato foi desparasitado, mas no dia seguinte caçar um rato infetado, os parasitas vão-se instalar e reproduzir no gato.

Sabia que os gatinhos também devem ser desparasitados? Para saber mais leia o artigo Desparasitação interna dos gatinhos na zooplus Magazine.


Franziska Pantelic, veterinária
Franziska Pantelic

I am supporting the zooplus magazine for several years with my extensive expertise. I became a licensed veterinarian as early as 2009 and currently operate a mobile small animal practice in the metropolitan area of Munich.


Os nossos artigos mais relevantes
4 min

A idade dos gatos

Descubra neste artigo como determinar a idade dos gatos, quantos anos vive um gato, e com que idade é que um gato se torna idoso?