Alimentação dos cães nas várias fases da vida

Os cachorros precisam de uma alimentação diferente da dos adultos.

Os alimentos para cães devem fornecer aos nossos companheiros de quatro patas tudo o que precisam. Porém, as suas necessidades podem variar ao longo da vida. Um cão jovem beneficia de certos nutrientes e um cão adulto de outros. Cães seniores, por outro lado, precisam de menos calorias e têm tendência para desenvolver problemas relacionados com a idade. Leia as nossas dicas e opte pela alimentação correta dos cães nas várias fases da vida.

A alimentação correta para cachorros e cães jovens

Durante as primeiras cinco semanas, os cachorros alimentam-se exclusivamente de leite materno, que lhes dá tudo aquilo de que precisam. A partir daí, muitos provam pedacinhos de ração empapados ou a comida húmida da mãe.

Nos próximos dias, a proporção de comida sólida vai aumentando. Simultaneamente, a mãe faz pausas maiores entre mamadas. Às nove semanas, o desmame está completo.

Quando devo introduzir a comida para cachorros?

Nas primeiras semanas de vida, complementar o leite materno com comida de boa qualidade é muito importante. Como a mãe gasta muita energia, experimente dar-lhe ração para cachorros para que os pequenotes possam também ir "petiscando". Em alternativa, ofereça-lhes comida húmida com uma elevada percentagem de carne, juntando-lhe um pouco mais de água.

À medida que crescem, os cachorros precisam de muita energia em forma de gordura e proteína brutas. Uma mistura equilibrada de vitaminas e minerais promove o desenvolvimento correto de todo o sistema musculoesquelético.

Ao optar por comida para cachorros está a jogar pelo seguro. Sabemos que uma dieta equilibrada é especialmente importante para cães de grande porte, como o São-bernardo e o Dogue alemão. Se consumirem proteína em excesso, crescem demasiado rápido, o que é prejudicial para as articulações. Donos de cachorros de grande porte devem conversar com o veterinário ou com o criador acerca do ganho de peso apropriado.

Dica de leitura: Saiba mais no nosso artigo acerca da comida adequada para cachorros.

Até quando dar comida para cachorros?

Os cães de pequeno porte atingem a idade adulta aos nove meses, o mais tardar. Assim, pode iniciar a mudança para a comida para adultos nas semanas anteriores. Quanto aos cães de porte médio, a alteração deve ser feita por volta do primeiro ano. Por outro lado, os cães de grande porte crescem mais lentamente e só devem ingerir comida para adultos aos 24 meses. Para estes cães a comida para juniores é apropriada como transição.

Dica: Misture a comida para cães adultos com a comida para cachorros durante algum tempo. Pode, então, avaliar se o patudo consegue tolerar bem a futura comida e evitar reações alérgicas.

Alimentação para cães nas várias fases da vida: cães adultos

A diversidade de comida para cães adultos é enorme! Estão disponíveis inúmeras variedades de ração e de comida húmida. Assim, se uma marca alterar a receita ou tiver problemas de entrega, pode optar por outra. Por norma, se a qualidade for semelhante os cães toleram bem mudanças na comida.

E já que falamos em qualidade: esta faz toda a diferença no bem-estar do seu patudo! Saiba como reconhecer comida para cães de elevada qualidade:

  • Contém muita carne - a carne ou o peixe estão no topo da lista de ingredientes.
  • Não contém cereais, como trigo ou milho, ou apenas contém uma quantidade muito reduzida.
  • Sem corantes nem conservantes artificiais.
  • Tanto o tamanho como a forma dos croquetes da ração são adequados ao seu patudo.
  • O seu cão gosta da comida.

Descubra a nossa seleção de comida especial para raças!

Dicas para a alimentação dos cães nas várias fases da vida: dieta BARF e comida húmida

Se alimenta o seu cão com carne crua não pode escolher entre comida para cachorros ou comida para cães idosos. Não tendo muita experiência com a dieta BARF, deve aconselhar-se com um especialista, em particular se o seu cão é de grande porte. Uma dieta equilibrada tem um papel crucial na saúde dos cães. Demasiada proteína ou minerais em quantidade insuficiente podem, então, levar a lesões articulares irreversíveis.

Leia mais sobre a alimentação BARF para cachorros!

Alimentação dos cães nas várias fases da vida: cães seniores

Graças a cuidados médicos adequados, uma boa manutenção e uma dieta equilibrada, os cães têm muitas possibilidades de chegar a uma idade avançada. À semelhança do que acontece connosco, a velhice traz consigo algumas doenças. Podem verificar-se, então, artrose e problemas oculares. Os cães fazem menos exercício, têm tendência para a formação de tártaro e ganham peso. Enquanto a massa muscular diminui, a massa gorda aumenta.

Além disto, a digestão torna-se mais lenta e a comida habitual provoca gases ou prisão de ventre. Por estes motivos, a mudança para uma comida de fácil digestão é uma hipótese a considerar. A comida para cães seniores atende às suas necessidades: tem menos gordura e contém preciosos aditivos.

Ir regularmente ao veterinário é tão importante quanto a alimentação adaptada à idade: a consulta anual é obrigatória. Os check-up anuais para cães seniores permitem combater precocemente a tendência para certas doenças. Uma dieta adequada pode também reduzir os sinais do envelhecimento.

Quando introduzir a comida para cães seniores?

Em que momento um cão é considerado sénior? Mais uma vez, depende do tamanho do patudo. Os cães de pequeno porte vivem mais, tornando-se seniores mais tarde. Por comparação, os cães de grande porte envelhecem mais depressa.

Regra geral, os cães são classificados como seniores ao alcançarem três quartos da sua esperança média de vida. No caso dos Golden Retriever, será entre os sete, oito anos. Os Chihuahua, pelo contrário, só são considerados seniores entre os dez e os doze anos.

Como dono pode avaliar o seu patudo melhor do que ninguém. Aos primeiros sinais de envelhecimento - o animal parece mais lento, levanta-se mais devagar ou tem problemas digestivos - é tempo de visitar o veterinário. Deste modo, evita negligenciar uma doença mais séria ou um problema dentário. Se não é mais do que a idade, mude para uma comida para seniores.

Benefícios da comida para cães seniores

Para uma correta alimentação dos cães nas várias fases da vida, encontram-se agora disponíveis muitas variedades de comida húmida para cães seniores. É mais fácil de digerir e caracteriza-se por uma menor percentagem de fósforo. Vitaminas e nutrientes extra ajudam a contrariar os problemas da velhice. Aditivos, como a farinha de algas, apoiam as articulações.

Também no caso dos cães seniores a qualidade é crucial! Assim, certifique-se de que a comida que oferece ao seu velhote é rica em carne, livre de açúcares e aditivos e que tem poucos cereais. A comida húmida Wolf of Wilderness Senior conta com 66% de carne magra e outros ingredientes de origem animal.

Se pretende continuar a dar ao seu patudo a sua comida húmida habitual, invista em guloseimas adequadas ou suplementos alimentares. Que tal um delicioso osso para roer? Ofereça ao seu cão sénior um osso recheado com glucosamina ou um snack de couro cabeludo de vaca com extrato de mexilhão de lábios verdes.

Em relação aos suplementos alimentares, pode misturar extrato de mexilhão em pó e outros ingredientes ativos na comida do seu patudo. Os complexos multivitamínicos para seniores podem fortalecer-lhes o sistema imunitário. Encontra também suplementos alimentares para a pele e pelo. Mas atenção: não exagere e respeite as doses diárias recomendadas.

Aos primeiros sinais de envelhecimento, consulte um veterinário. Assim, poderá responder corretamente às necessidades nutricionais associadas à idade do seu patudo.

Alimentação para cães nas várias fases da vida: resumo

A partir de que idade devo introduzir a comida?

Cães de pequeno porte
Cães de porte médio
Cães de grande porte
Comida para cachorros 5 semanas 5 semanas 5 semanas
Comida para cães adultos
6 meses 12 meses 24 meses
Comida para cães seniores 10-12 anos 8-9 anos 7-8 anos

Atenção: estes são valores de referência. Os períodos reais dependem do tamanho, peso e raça dos cães.

Os nossos artigos mais relevantes