O meu gato mia de noite: porquê e o que posso fazer?

Em colaboração com Feliway
Gatinho a miar em cima do sofá. Entre outras razões, gato mia de noite por se sentir sozinho.

Um gato a miar durante a noite rouba o sono a qualquer dono!

São poucos os donos que não passaram algumas noites sem dormir por causa do miar do seu gato. Neste artigo saiba o que pode fazer se o seu gato mia de noite e também explicamos quais são as possíveis causas deste comportamento.

Comecemos pelas más notícias: os gatos são animais notívagos, ou seja, estão ativos durante a noite. Assim, não é surpreendente que eles chamem à atenção dos donos durante a noite e naturalmente a forma mais simples e eficaz de o conseguir é a miar.

Mas não desespere! Quem tem um gato também dorme sossegado à noite, pois os gatos aprendem a não ter comportamentos ativos durante a noite. Assim, o primeiro passo é descobrir a razão do miado constante.

Por que razão um gato mia de noite?

Na verdade são várias as razões que levam um gato a miar durante a noite. Tudo depende da personalidade e necessidades de cada pequeno felino. Por exemplo, muitos gatos passam a noite a dormir tranquilamente, outros não param quietos. Alguns arranham os móveis, outros as portas e outros miam.

Existem também raças de gatos que são naturalmente mais comunicativas. Estes gatos gostam de comentar tudo o que se passa à sua volta e de conversar com os donos, como por exemplo os siameses.

O miar é forma de comunicação dos gatos

Quando os gatos miam estão a dizer alguma coisa aos donos, é a sua forma de comunicar. Ou seja, não miam simplesmente porque gostam ou porque não querem que os donos durmam.

Na verdade, a linguagem corporal é a forma de comunicação de eleição entre os gatos adultos. No entanto, os nossos pequenos felinos rapidamente percebem os donos não são os melhores a decifrar a sua linguagem corporal. Assim, os gatos optam por miar para comunicar com os humanos.

Causas comuns para os miados noturnos

Infelizmente, as pessoas raramente compreendem o que gatos querem dizer quando miam. Assim, muitas vezes é preciso ter muita empatia, paciência e fazer algum trabalho de detetive para descortinar os motivos para os miados. Afinal, cada gato tem a sua personalidade, hábitos, experiências e necessidades. No entanto, podemos dizer que as principais causas dos miados durante a noite são:

Gato com a dona na cama. É preciso saber por que razão um gato mia de noite para alterar este comportamento

O seu gato mia de noite? Dicas para alterar este comportamento

Mais uma vez, não existe um manual ou uma estratégia que se aplique a todos os gatos. Assim, para alterar o comportamento do seu gato é preciso em primeiro lugar perceber o motivo. Pense se houve alguma mudança recente na vida do seu gato. Por exemplo, alterou a disposição dos móveis? Alterou a ração ou a hora das refeições do seu gato? O seu pequeno felino apresenta outros comportamentos anormais? Qualquer uma destas situações pode ajudar a explicar os miados.

Se já suspeita de alguma destas razões, o primeiro passo está dado. Agora pode implementar as medidas para alterar o comportamento do seu gato. Abaixo encontra as nossas dicas:

  • Dica 1: o seu gato mia de noite porque se sente nervoso, com medo ou inseguro

Os gatos são animais de hábitos e muito sensíveis a quaisquer mudanças no ambiente em seu redor. Uma nova peça de mobiliário ou uma mudança de casa são situações que podem causar uma grande insegurança nos gatos.

Por exemplo, ao mudar de casa o gato é confrontado com barulhos, odores e vizinhos desconhecidos. Estas novidades podem assustar o seu gato que deixa de conseguir dormir descansado. Assim, o seu pequeno felino vai passar a noite a miar para chamar a atenção para o seu sofrimento. No entanto, é pouco provável que mie tanto durante o dia.

Também barulhos altos, como o barulho do fogo de artifício na noite de passagem de ano ou trovoada, podem assustar muito os gatos que têm os sentidos muito aguçados.

O que fazer para que o seu gato se sinta mais calmo e seguro?

Em primeiro lugar, leve a sério os sentimentos do seu gato. No entanto, não lhe dê muita atenção quando ele mia de noite. Ele pode facilmente aprender que quando mia tem atenção extra e assim perpetuar este comportamento.

Assim, dê muito carinho e atenção ao seu gato durante o dia. Brinque com ele, faça-lhe festinhas e deixe-o fazer uma sesta ao seu colo. À noite não tranque a porta do quarto. Pode até deixá-lo dormir na sua cama onde ele provavelmente passa a noite descansado. Se preferir que ele não durma na sua cama, experimente colocar uma caminha confortável ou uma rede para gatos ao lado ou por baixo da sua cama. Por fim, alguns gatos ficam mais calmos se deixar o rádio a tocar baixinho, pois assim distraem-se de ruídos estranhos.

Se ainda assim o seu gato continua a miar durante a noite ou se sente assustado, um difusor especial para gatos pode ser a solução. Estes difusores pulverizam no ar uma cópia sintética de feromonas naturais dos gatos que tem um efeito calmante. Encontra vários tipos de produtos com feromonas como sprays ou difusores. Os últimos são extremamente fáceis de usar, pois basta ligar na tomada.

  • Dica 2: o gato mia de noite porque sente fome

Ao contrário das pessoas, e, por exemplo dos cães, que num dia comem duas refeições principais, os gatos vão petiscando ao longo do dia. Este comportamento alimentar deve-se às características e funcionamento do sistema gastrointestinal. Assim, se comerem pouco durante a tarde e estiverem acordados durante a noite é perfeitamente compreensível que queiram petiscar de madrugada. Naturalmente, expressam o seu desejo por comida com miados.

Se for este o seu caso, não se levante logo para encher o comedouro do seu gato. Caso o faça, ele aprende que ao miar obtém comida e provavelmente vai voltar a usar esta estratégia. Assim, antes de se ir deitar coloque alguma ração na sua taça. Uma boa alternativa é comprar um comedouro automático ou um brinquedo de inteligência onde possa esconder os croquetes da ração. Com estes produtos consegue saciar e entreter o seu gato e assim consegue uma boa noite de sono.

Atenção: se o seu gato tiver acesso constante à ração pode ficar com peso a mais. Assim, controle o peso do seu gato e dê apenas quantidade de ração indicada. Dessa forma consegue manter o pequeno felino em forma.

  • Dica 3: seu gato mia de noite porque está aborrecido

O seu gato passa o dia a dormir refastelado no sofá? Quando chega a noite ele acorda cheio de energia e começa a miar para brincar consigo? Esta é uma situação bastante comum, afinal os gatos são animais noturnos!

Se brincar o suficiente com o animal durante o dia, vai ver que ele vai querer dormir durante a noite. Por exemplo, pode passear com ele, brincar a caçar objetos ou treinar algum desporto. Experimente vários brinquedos e descubra qual o preferido do seu pequeno felino. Entre os brinquedos favoritos dos gatos estão as bolas, as canas de brincar ou ponteiros laser. E lembre-se não existem limites no que toca à criatividade para entreter o seu pequeno felino. Por fim, antes da hora de ir para a caminha dê-lhe bastante atenção e deixe-o exausto!

Se ainda assim o seu gato miar durante a noite dê-lhe um brinquedo interativo ou de inteligência. Desse modo o seu pequeno felino pode entreter-se durante a noite sozinho e deixá-lo dormir descansado.

  • Dica 4: quando o seu gato mia porque se sente sozinho

Quando as pessoas favoritas dos pequenos felinos estão a dormir é provável que eles se sintam muito sozinho. Este problema põe-se especialmente com os gatinhos, que estão cheios de energia e a adoram brincar.

Uma boa solução é ter um segundo gato. Dois gatos entretêm-se um ao outro pois têm necessidades e ritmos semelhantes, contrariamente ao que acontece com as pessoas. Assim, enquanto os dois gatinhos correm pela casa ou trepam pelos arranhadores acima o dono consegue o merecido descanso sem interrupções.

E mesmo um gato adulto pode tornar-se mais calmo durante a noite se tiver um companheiro. No entanto, quando se trata de um gato adulto é importante planear a chegada do novo gato. Se a introdução do novo gato na família não for feita de forma cuidadosa, o seu gato pode reagir mal e os dois gatos entrarem em conflito.

Gato a receber festas na cabeça. Por vezes, um gato mia de noite porque está assustado.
  • Dica 5: quando o seu gato mia por hábito

É claro que alguns gatos miam simplesmente porque se habituaram a fazê-lo. Se quando o seu gato mia ele consegue a sua atenção e lhe dá festinhas ou comida é natural que ele mie.

Para alterar ou prevenir este problema deve ignorar o seu pequeno felino. Apesar de ser difícil e de lhe poder custar algumas noites sem dormir, ao ignorar evita problemas mais tarde. Se o seu gato perceber que ao miar não acontece nada, ele deixa de ter uma motivação para o fazer.

No entanto, nalgumas situações deve dar atenção ao seu gato quando ele mia durante a noite. Por exemplo, o seu gato costumava dormir tranquilamente e agora passa a noite a miar. Neste caso tente perceber o que provocou a alteração no comportamento do seu gato. A causa do miar pode ser stress, medo ou aborrecimento e se for esse o caso use as dicas acima.

  • Dica 6: quando o seu gato mia porque está doente

Muitos gatos escondem a dor e o desconforto que sentem tanto tempo quanto possível. Esta é uma reação natural dos felinos, pois em estado selvagem estes animais não deviam mostrar fraqueza em nenhuma ocasião.

Porém, durante a noite é frequente as dores tornarem-se mais fortes e mesmo insuportáveis. Além disso está escuro, a casa silenciosa e a sua família está a dormir, ou seja, os gatos não têm com que se distrair do seu próprio desconforto. Assim, a solução que os pequenos felinos encontram é miar.

Portanto, se o seu gato mia durante a noite não é de excluir uma causa física, como por exemplo dores nos órgãos internos ou nas articulações, pressão arterial alta, hipertireoidismo, insuficiência renal ou problemas cardíacos podem causar o desassossego noturno. Limitações decorrentes da idade, como a perda da audição ou visão podem deixar o seu gato muito assustado. Também nestes casos os gatos costumam miar à noite.

Assim, se o comportamento do seu gato se alterou significativamente leve-o ao veterinário. Só um exame médico pode identificar se o seu gato está ou não doente e se sim, qual a sua doença.

  • Dica 7: quando o seu gato mia por causa de problemas hormonais

Os machos e fêmeas não castrados ou esterilizados costumam ter flutuações hormonais.

Por um lado, as fêmeas tornam-se férteis por volta dos 6 meses de idade, quando geralmente surge o primeiro o cio. Nessa altura, as gatas anunciam ao mundo que estão prontas para procriar. Os comportamentos das gatas no cio são muito evidentes, por exemplo correm de um lado para o outro, esfregam-se em objetos, rebolam no chão, marcam o território e bufam, ronronam ou miam muito alto. Qualquer gata mia durante o cio, mesmo a mais calma das gatas.

Além dos comportamentos que nós identificamos, as gatas no cio também libertam um odor específico que os machos conseguem identificar ao longe. Assim, o seu gato pode adotar comportamentos fora do comum se uma gata na vizinhança estiver no cio. O seu gato vai fazer tudo o que estiver ao seu alcance para ir ter com a gata. Sem esquecer que ele se vai sentar atrás da porta da rua a miar desenfreadamente.

A solução mais eficaz para este problema é a esterilização ou castração dos gatos e gatas. Depois deste procedimento cirúrgico os gatos tornam-se mais calmos e perdem o interesse no sexo oposto. Por seu lado, as gatas deixam de ter cio e portanto, aqueles cios intermináveis que surgem porque a gata não foi coberta também desaparecem.

Se pretende castrar ou esterilizar o seu pequeno felino, fale com o seu veterinário. Ele vai dizer-lhe qual o momento certo para a castração e explica-lhe igualmente os benefícios e possíveis efeitos secundários da operação.

O meu gato mia de noite: devo consultar um veterinário?

Na maior parte dos casos, a causa dos miados noturnos é psicológica, ou seja, aborrecimento, falta de atividade ou solidão. No entanto, em situações pontuais, o miar é um sintoma de desconforto físico mais ou menos grave em alguns casos queixas a nível físico podem estar por detrás deste comportamento. Assim, se detetar alterações no comportamento do seu gato, leve-o ao veterinário.

O veterinário vai então verificar se o seu gato precisa de algum medicamento ou uma ração especial. Por outro lado, se o veterinário concluir que o seu gato está completamente saudável vai ter a tranquilidade necessária para descobrir o porquê dos miados noturnos. E uma vez encontrada a causa, pode passar logo à implementação de medidas contra o stress, solidão ou aborrecimento do seu gato.

Por fim, caso não consiga identificar ou resolver o problema, visite um especialista em comportamento de gatos. A ajuda de um profissional faz a diferença para si e para o seu gato. Lembre-se que é provável que o seu gato se sinta bastante desconfortável e esteja a pedir-lhe, com o seu intenso miar, que o ajude. Assim, um especialista em psicologia animal vai ajudá-lo a dormir melhor e ao seu gato a sentir-se mais feliz.

Os nossos artigos mais relevantes