Exercício físico para gatos

Escrito por Sabrina Quente
Exercício físico para gatos: ratos de brincar

Descubra o que desperta o instinto de caçador do seu pequeno felino. Assim, garante que ele faz exercício diariamente

Meia dúzia de guloseimas e pouco exercício podem aumentar o peso do seu gato. Assim, o exercício físico para gatos é uma forma eficaz de atingir o peso ideal. Aqui encontra cinco ideias de exercícios para deixar o seu gato saudável e com um aspeto fantástico.

Qual a importância do exercício físico para gatos?

Estudos sobre gatos domésticos indicam que estes têm tendência a ter excesso de peso. Geralmente estes gatos fazem menos exercício físico do que o indicado. E este problema merece atenção, pois o excesso de peso tem efeitos negativos sobre o estado de saúde do seu gato. Se acha que o seu pequeno felino está a ficar muito gordo deve falar com o veterinário, de modo a encontrar uma alimentação equilibrada.

Descubra como calcular a quantidade certa de comida para o seu gato na zooplus Magazine.

Fazer exercício para chegar ao peso ideal

No entanto, muitos gatos com peso a mais não emagrecem apenas com uma alteração da alimentação. Muitos precisam de fazer exercício físico para atingir o peso ideal e para o manter. Além disso, o exercício físico é algo de muito familiar aos gatos e que lhes dá prazer. É importante lembrar que os gatos selvagens são excelentes caçadores e que tinham que se esforçar bastante para encontrar alimento. Pelo contrário, os gatos domésticos passam grande parte do dia na terra dos sonhos. E quando acordam, os pequenos felinos caseiros são brindados com mimos e guloseimas.

Com alguma paciência, mesmo os gatos mais mimados e preguiçosos acabam por aderir às brincadeiras. E passado algum tempo eles descobrem que os exercícios físicos são muito divertidos.

Exercício físico para gatos: 5 ideias

Naturalmente o exercício físico para gatos é completamente diferente dos exercícios que os humanos fazem. No entanto o resultado é o mesmo. Logo, mais exercício melhora a condição física no geral e reduz a percentagem de gordura. Abaixo encontra 5 ideias para estimular o seu gato a fazer exercício. No entanto, existem muitas outras alternativas para pôr o seu gato a mexer-se.

Todos os donos de gatos sabem que um brinquedo estimula o seu gato a movimentar-se. No entanto, a interação gato dono é essencial. Por isso, não espere que o seu gato brinque sozinho, pois ele prefere ter companhia nas brincadeiras.

Lembre-se da vida dos gatos na natureza. Assim, um rato de brincar deve fugir do gato, tal como um rato verdadeiro. Além disso, rato de brincar parado não representa um desafio para o seu gato e ele desinteressa-se. No entanto, tenha em atenção que os gatos precisam de se sentir realizados e por isso deixe-o apanhar o rato regularmente.

Tem um gato que prefere o conforto da sua cama cima de tudo? Ou o seu gato é daqueles que não vê interesse nas canas de brincar ou nas bolas? Nesse caso, em primeiro lugar tente captar a atenção do seu pequeno felino. Pode surpreendê-lo colocando numa caixa bolas, sacos de plástico barulhentos e papel amarrotado. Os gatos adoram descobrir coisas que não estão à espera.

O seu gato tem que emagrecer e por isso tem que comer menos comida. Para os gatos mais gulosos esta é uma situação difícil. Assim, uma boa alternativa é usar um brinquedo de inteligência que prolonga o tempo da refeição e ao mesmo tempo o estimula a fazer exercício.

Pode também estimular o seu gato a mexer-se com bolas para encher com guloseimas ou com sacos de papel. Pode rechear estes brinquedos com snacks sem cereais para gatos que ajudam a manter a forma. Para que o seu gato consiga comer as guloseimas tem que lutar muito com estes brinquedos. Assim, estimula o exercício físico de uma forma lúdica que mantem o pequeno felino motivado.

Para estimular ainda mais o seu gato a fazer exercício físico pode colocar a comida num local alto dentro de casa. Depois incentive o seu gato a ir à procura da comida. Pode ainda mudar a comida de lugar regularmente. Vai ver que o seu gato não vai perder o interesse neste jogo.

Exercício físico para gatos: tabuleiros de comida
Guloseimas escondidas em brinquedos são uma grande ajuda para os gatos que têm que emagrecer.

Se o seu gato tem um instinto de caçador apurado, pode estimulá-lo com uma luz. Aponte a luz para a parede, para baixo do sofá, para cima da cama e depois novamente para a parede e deixe o seu gato caçar. Para esta brincadeira pode usar uma lanterna. Estava a pensar num ponteiro laser? O nosso artigo ajuda-o a decidir e encontra ponteiros laser seguros no site da zooplus.

Se as articulações do seu gato são saudáveis pode desafiá-lo para exercícios de trepar. Este tipo de exercício ajuda o seu gato a manter o equilíbrio e as articulações saudáveis. Por exemplo, pode colocar a sua caminha num local alto para que ele tenha que trepar um bocado para lá chegar. Se tiver escadas em casa pode motivá-lo a subi-las. Também os conhecidos arranhadores podem ajudar o seu gato a perder peso.

Exercício físico para gatos: estimule o seu gato a subir escadas
Subir escadas pode ajudar os gatos com articulações saudáveis a perder peso.

Os gatos adoram a rotina do dia-a-dia. Se o seu gato tem hábitos fortes pode colocar a comida em locais diferentes da casa todos os dias. Assim, ele terá que fazer algum exercício adicional.

Pode também criar um percurso com obstáculos até à taça de comida. Deste modo o seu pequeno felino gasta mais energia para alcançar a desejada comida. No entanto, tenha atenção ao comportamento do seu gato e certifique-se que este exercício não é demasiado stressante para ele.

É também importante variar os brinquedos. Assim ele não perde o interesse nos brinquedos e continua motivado para brincar e fazer exercício.

Encontra ainda mais ideias na secção jogos para gatos e treino da zooplus Magazine. Por exemplo, pode tentar exercícios de agility ou descobrir como fazer os seus próprios brinquedos para gatos.

Outras dicas para estimular o seu gato a fazer exercício:

  • Não sobrecarregue o seu gato com maratonas de exercícios. O mais indicado é planear várias sessões curtas de exercício ao longo do dia. Inicialmente comece com períodos de dez a quinze minutos. À medida que ele se for habituando pode fazer sessões mais longas. Mas é importante que o seu gato tenha períodos de descanso suficientes.
  • Antes de iniciar os exercícios deve confirmar com o seu veterinário que as articulações do seu gato são saudáveis. Além disso, pergunte que tipo de exercícios são mais indicados.
  • O gato emagrece mais facilmente se estiver motivado para participar nas brincadeiras. Para que o seu gato se interesse pelas brincadeiras que lhe propõe tente perceber primeiro qual o tipo de exercício que ele gosta. Além disso, mude os exercícios regularmente.

Depois do treino não se esqueça das recompensas

Se o seu gato fez exercício físico a sério ele espera um momento particularmente agradável a seguir. Assim, as recompensas são importantes para manter o seu gato motivado e interessado nas brincadeiras. Por exemplo pode fazer uma sessão de escovagem ou uma massagem para relaxar os músculos. Este tipo de recompensa elimina o uso de snacks e das calorias associadas.

Quando se trata de pôr um gato a fazer exercício físico é importante ser paciente e atento. Não force o seu gato a ficar em forma de um momento para o outro. Pelo contrário, introduza os exercícios gradualmente.

O exercício físico regular e as brincadeiras são uma forma fantástica de manter o seu gato em forma. Desta forma o seu gato vai ter mais energia e além disso é também uma forma de fortalecer a relação que tem com o seu pequeno felino. Acima de tudo, o exercício físico para os gatos deve ser uma forma de diversão. A médio e longo prazo a recompensa é evidente: o seu gato vai ficar mais saudável e viver mais feliz.


Sabrina Quente
Profilbild von zooplus Magazin Autorin Sabrina Quente

Os animais fazem parte da minha vida desde sempre. Nas minhas fotografias de criança tenho sempre um periquito na cabeça ou um gato ao colo. Há mais de 10 anos que escrevo sobre vários temas relacionados com animais, desde seguros de saúde até como é a vida com um gato. A minha gata Mimi está sempre ao meu lado e é a minha fonte de inspiração para muitos textos. Além disso, ela lembra-me sempre quando está na hora de fazer uma pausa.


Os nossos artigos mais relevantes