Escola para cachorros

Os básicos de uma boa educação

Alguns donos garantem um lugar para si e para o seu novo patudo numa escola para cachorros bem antes da chegada do novo membro da família. Neste artigo explicamos-lhe os objetivos de uma escola para cachorros e ainda como poderá encontrar a escola certa para si e para o seu companheiro de quatro patas.

O que aprende o meu cão numa escola para cachorros?

Quais os benefícios de frequentar uma escola para cachorros? Os treinos semanais, integrados numa escola para cães, são uma experiência muito enriquecedora. Se os cachorros aprendem imenso, também os donos expandem os seus horizontes ao trocarem ideias com o treinador e outros donos. Desenvolvem-se muitas amizades!

Nas escolas para cachorros, o foco está em aprendizagens e brincadeiras descontraídas e em conjunto com outros patudos. Assim, é neste espaço que os jovens cães se encontram, aprendem os primeiros comandos básicos e experienciam treinos para o quotidiano adequados à sua idade.

Uma grande vantagem deste treino é a socialização. Cães de diferentes raças e tamanhos têm a chance de se cheirar. Este comportamento promove as competências sociais dos mais novos e assegura interações sem conflitos. Além do mais, o treino fortalece os laços entre cão e dono.

A partir de quando é que o meu cão pode frequentar a escola para cachorros?

As escolas para cachorros estão frequentemente afiliadas a escolas para cães. Assim, o seu patudo pode continuar a treinar noutros grupos da escola à medida que cresce. Caso o seu cachorro tenha acabado de chegar do criador, é importante dar-lhe algum tempo antes de a escola para cachorros o preparar "para a vida". O mais tardar às onze semanas pode aventurar-se nos treinos com o seu novo companheiro.

Até à 16.ª semana, inclusive, o cachorro está na fase de imprinting (ou estampagem). Esta fase é especialmente importante para a sua personalidade enquanto cão adulto. Durante esta fase o treino é muito bem recebido.

Na escola para cachorros podem praticar animais até aos cinco meses. A transição da escola para cachorros para a de cães é fluida e depende também da raça: os cães mais pequenos crescem mais depressa do que os maiores.

Para frequentar uma escola para cachorros o seu patudo terá que ter sido desparasitado e vacinado diversas vezes.

O que consta no programa da escola?

Na maior parte do tempo, a aprendizagem lúdica foca-se nos comandos básicos, como "Aqui!", como sinal de chamada, ou "Não!", como sinal de interrupção. Os blocos de treino duram 10 minutos no máximo, para não exigir demasiado da concentração do animal. Entre cada sessão há tempo para pequenos jogos.

Atenção: os blocos de jogos também não devem ser muito longos. A variedade é importante para não sobrecarregar o cachorro! A formação do dono não deve ser descurada: treinador explica-lhe, então, o seu treino, dando-lhe várias dicas para uma boa convivência entre cão e dono. Indica-lhe, por exemplo, quando deve intervir nas brincadeiras e evitar que nenhum cão seja assediado, e muito mais.

Aprendizagem em conjunto

Em princípio, o treino em grupo está na ordem do dia na escola para cachorros. O grupo não deve ser muito grande - até o melhor treinador de cães terá dificuldade em aconselhar mais de dez duplas dono-cão. O melhor serão seis duplas, no máximo. Treinar em conjunto favorece a aprendizagem interdependente, pois, idealmente, os cachorros mais experientes dão o exemplo.

Muitos escolas para cães organizam o treino dos cachorros por tamanho. Assim, as raças maiores treinam separadamente das mais pequenas. Esta separação não é, porém, obrigatória, embora possa fazer sentido. De facto, os cachorros de grande porte são ainda bastante impetuosos e não têm noção da sua força física.

Dicas: as características de uma boa escola para cachorros

  • Experimentar sem compromisso: as escolas para cachorros dão-lhe a oportunidade de assistir gratuitamente a uma apresentação e a uma sessão de treino, mesmo sem a companhia do seu patudo. Deste modo, fica com uma impressão do ambiente. Uma abordagem apreciativa e descontraída deve ser evidente.
  • Know-how: os treinadores de cães profissionais têm formação apropriada e recebem treino regularmente. Também os treinadores voluntários devem ter bastante experiência. Acima de tudo, devem estar recetivos a qualquer questão.
  • Composição dos grupos: não devem ser treinados muitos cães ao mesmo tempo. Cinco animais por treinador é um número confortável. É aconselhável treinar cães grandes e pequenos em separado, porque os de maior porte não têm ainda exata consciência da sua força.
  • Relação humano-animal: a atenção do cachorro deve estar no dono - não nas guloseimas. Os snacks devem ser oferecidos moderamente.
  • Motivatição: elogios e carícias motivam o seu cachorro. Porém, gritos, ajudas duvidosas, como coleiras com picos e até violência, não têm lugar numa escola para cachorros, mesmo em grupos de "alunos" mais velhos. No fundo, são uma boa razão para abandonar imediatamente a escola. Cada sessão de aprendizagem deve acabar com uma sensação de conquista.
  • Local de treino: idealmente, o treino deve decorrer num terreno vedado. São várias as oportunidades positivas para habituar o animal a objetos do dia a dia. Fitas ou túneis de brincar, espantalhos ou brinquedos para cães: um reportório variado é vantajoso para treinos interessantes.
  • Uma boa sensação: tanto cão como dono se devem sentir bem.  um excelente sinalS se o seu cachorro estiver notoriamente ansioso por voltar à escola!

É imprescindível frequentar uma escola para cachorros?

Se já tiver experiência com cães e o seu patudo tiver um feitio fácil de lidar, frequentar uma escola para cachorros não é obrigatório. No entanto, qualquer cachorro deve ser bem socializado e conhecer, tanto quanto possível, muitos outros cães. Para tal, os treinos em conjunto são ideais e dão também oportunidade aos donos de aprender coisas novas. Mesmo para donos experientes, as escolas para cachorros podem ser uma experiência enriquecedora para a vida em conjunto com o seu patudo.

Uma dica final: no que diz respeito ao treino de cães irá deparar-se com diferentes opiniões e metodologias, seja ao falar com outras pessoas ou em livros sobre o assunto. Assim, encontrar o método de treino certo para si e para o cachorro não é muito fácil, especialmente porque pode levar a inúmeras controvérsias entre donos.

Se este for o seu primeiro cão, seja imparcial sobre o assunto, leia e fale com donos com experiência e perceba o que lhe faz sentido. Na escola para cachorros obterá novas ideias e bons conselhos. Porém, não altere os métodos de treino sem refletir para não perturbar o animal.

Os nossos artigos mais relevantes