Coelho teddy

Escrito por Bärbel Edel
coelho teddy deitado na erva

Esta bola de pelo é um coelho teddy.

O coelho teddy é uma das raças de coelhos anões. Com o seu pelo felpudo e corpo redondo, são verdadeiras bolas de pelo. Apesar de tudo, por razões éticas não compre um coelho teddy. Por detrás de tamanha fofura, está uma história de criação problemática.

Aspeto do coelho teddy

Os coelhos teddy adultos não pesam mais do que 2 quilos. Esta característica coloca-os no grupo dos coelhos anões.

Todas as cores e padrões de manchas típicos dos coelhos podem ver-se nos teddy. O mesmo acontece com as cores dos olhos, embora os olhos azuis sejam os mais comuns.

Devem a sua fofura ao seu pelo longo e felpudo. Ao contrário dos coelhos de pelo comprido, como os angorá, não precisam de ser tosquiados.

Os coelhos teddy são divididos em teddy anão (orelhas em pé) e teddy widder (orelhas caídas). Ambas as variantes diferem em termos de tamanho e tipo de corpo.

Variante 1: teddy anão

Os coelhos teddy anão pesam entre 800 e 1700 gramas. O peso ideal, tanto para fêmeas como para machos, é de 1350 gramas. De facto, fêmeas com menos de 1200 gramas não são adequadas para criação. Por norma, os seus descendentes são demasiado pequenos para serem viáveis.

Machos e fêmeas assemelham-se no peso e também na morfologia: ambos os géneros têm o corpo curto, atarracado e cilíndrico. O tronco é uniformemente largo.

As pernas, e também os pés, são pequenas e delicadas. A cauda está firmemente agarrada ao corpo.

Sobre um pescoço curto quase impercetível está uma cabeça redonda com uma testa larga. Os olhos dos teddy anão são arregalados e grandes e as orelhas são arredondadas e felpudas. Estas últimas estão afastadas uma da outra e contam com cinco a seis centímetros de comprimento.

Variante 2: teddy widder

Com um peso a rondar os 1300 e os 2000 gramas, os teddy widder são ligeiramente mais pesados do que os teddy anão. O peso ideal das fêmeas situa-se entre os 1500 e os 1800 gramas, enquanto o dos machos corresponde a 1600 e 1900 gramas.

O objetivo da criação é obter um físico que corresponda ao do teddy anão. Isto traduz-se por um tronco compacto com uma linha dorsal curva, ombros largos e um pescoço forte e curto. As patas devem ser curtas e não muito finas.

A cabeça do teddy widder deve também ser curta e forte. Em comparação com o corpo, tem um ar bastante volumoso - sobretudo no caso dos machos. Por outro lado, as fêmeas têm a cabeça um pouco mais estreita.

Tanto a testa como o focinho são largos em ambos os sexos. Os teddy widder apresentam uma testa e nariz claramente curvos para fora.

Uma característica especial dos teddy widder são as suas orelhas caídas. Estas medem entre 24 a 26 centímetros. Quando nos aproximamos, notamos que existam saliências, designadas por coroas.

coelho teddy a saltar por cima de um tronco
As orelhas caídas são típicas dos teddy widder.

Coelhos teddy: pelo em forma de cunha

Uma particularidade desta raça de coelhos é o pelo em forma de cunha. Mas o que significa isto?

Os coelhos bebés nascem cegos e sem pelo. Três dias após o nascimento, o pelo começa a crescer por todo o corpo. Porém, no caso dos coelhos teddy, a penugem só surge na zona das costas e em forma de cunha e é visível até às seis semanas, aproximadamente.

Saúde: uma raça vulnerável

O objetivo de criar o coelho mais pequeno e fofinho possível conduz infelizmente a numerosos problemas de saúde. Portanto, prepare-se para ir com mais frequência ao veterinário.

Um dos problemas é o seu baixo peso. A criação com animais com menos de 1 kg é considerada tortura na Alemanha e é proibida.

Os maxilares nas cabeças arredondadas são muitas vezes encurtados, havendo muito pouco espaço para os dentes. Em consequência, os dentes acabam por ficar desalinhados (maloclusão) e o animal tem limitações a comer. Além disto, sofrem com frequência de comichão e inflamação nos olhos, pois os canais lacrimais são demasiado estreitos. Também a criação de coelhos com cabeças demasiado arredondadas ou maxilares encurtados é proibida.

Os teddy widder são particularmente afetados. Devido às suas orelhas caídas, têm tendência para sofrer de dolorosas infeções de ouvidos e de perda de audição. De resto, o seu campo de visão é perturbado pelas orelhas penduradas. Também a comunicação com outros coelhos é afetada. Isto deve-se ao facto de a posição das orelhas ter um papel importante na linguagem corporal dos coelhos.

Apesar de tudo, os coelhos teddy têm uma esperança de vida de oito anos.

Devo comprar um coelho teddy?

Não há qualquer dúvida: estas pequenas bolas de pelo são extremamente adoráveis! Portanto, compreendemos que a tentação de comprar um pequeno grupo de coelhos teddy é bem grande.

Ideal: adotar numa associação protetora de animais

Por questões éticas, no entanto, deve evitar comprar um coelho teddy a um criador. A criação dos teddy widder é especialmente problemática e não deve ser apoiada.

A melhor coisa a fazer é adotar um coelhinho numa associação protetora de animais. Lá encontrará coelhos de todas as raças e, com alguma sorte, também coelhos teddy.

Carácter: bolas de pelo de confiança

Estas pequenas bolas de pelo são considerados animais amigáveis, inteligentes e vivaços. Como todos os coelhos, têm grande necessidade de se movimentarem e aborrecem-se facilmente. Portanto, precisam de entretenimento regular e gostam de atividades diversificadas.

Os coelhos teddy dão-se bem com crianças, pois são animais diurnos. São patudos de confiança e brincalhões.

Ter um coelho teddy: acomodá-lo de forma adequada

Os coelhos são animais extremamente sociáveis, pelo que nunca devem ser mantidos individualmente. Para serem felizes, precisam da companhia de outros animais da mesma espécie para brincar e se aninharem.

Entretanto, provou-se que os seguintes grupos funcionam bastante bem:

  • um macho castrado com uma a três fêmeas castradas
  • dois machos castrados com duas a quatro fêmeas castradas
  • um pequeno grupo de machos castrados

Pelo contrário, os grupos exclusivamente de fêmeas não são recomendados. Na verdade, é nestes casos que ocorrem muitas das agressões entre coelhos.

Coelhos teddy e outros animais domésticos

Mediante certas condições, os seus coelhos teddy podem coabitar com cães ou gatos. Mas não espere que desenvolvam uma grande amizade. Assim sendo, jogue pelo seguro e não deixe os coelhos sozinhos com o seu cão ou gato.

Os coelhos são muitas vezes tidos com porquinhos-da-índia. Infelizmente, estas espécies pouco têm em comum e não se entendem muito bem. Os mal-entendidos e as agressões são inevitáveis. Portanto, o melhor é ter coelhos teddy e porquinhos-da-índia separados.

Os coelhos anões também precisam de espaço

Até os coelhos de raças pequenas precisam de bastante espaço para saltar e correr. Portanto, atividades regulares ou uma vedação grande são obrigatórios.

Os seguintes acessórios fazem parte do equipamento básico de qualquer gaiola ou parque para coelhos:

Para que os seus patudos se sintam confortáveis e se mantenham saudáveis, as gaiolas ou parques devem ser limpos com regularidade.

Na loja online da zooplus encontra uma enorme seleção de gaiolas ou coelheiras e vedações. Além disto, encontra ainda tocas e túneis para os coelhos se esconderem.

Ter coelhos teddy no exterior

Ao contrário de outras raças de coelhos, os teddy não podem ser tidos no exterior independentemente das condições meteorológicas. Na verdade, o seu pelo comprido e fino não é suficiente para os proteger das baixas temperaturas e da humidade. Além disto, o pelo faz risco em algumas zonas, deixando o frio penetrar diretamente na pele.

Então, ao tê-los no exterior certifique-se de que o cercado está protegido do vento. Deve estar parcialmente coberto para proteger os animais do sol e da chuva.

Cuidado: os coelhos são muito férteis

As fêmeas atingem a maturidade sexual aos três meses e podem ter ninhadas várias vezes por ano. Nascem entre três a quatro bebés por ninhada.

Então, para que os seus coelhos teddy não se multipliquem literalmente como coelhos, deve necessariamente castrá-los. E além de impedir gravidezes indesejadas, a castração tem outras vantagens. De facto, os machos castrados envolvem-se menos em lutas de hierarquia e territoriais.

Devo também castrar as fêmeas?

Embora não seja uma necessidade, é também aconselhável castrar as fêmeas. Na verdade, os veterinários descobriram que fêmeas não castradas tendem a ter dolorosas infeções uterinas e tumores. Portanto, deve poupar os seus patudos a estas queixas graves.

Sabia que? Os machos conseguem mantêm-se férteis nas quatro a seis semanas após a castração.

Cuidados: com que frequência se deve tratar do pelo, unhas e orelhas?

Para evitar que o pelo sedoso dos coelhos teddy forme nós, escove-o duas vezes por semana. Por outro lado, os cuidados com o pelo podem ser mais frequentes durante os períodos da muda no outono e na primavera.

Também é importante ir controlando as unhas da sua bola de pelo. Assim, se estiverem demasiado grandes, use um corta-unhas apropriado.

No caso dos teddy widder, observe diariamente as suas orelhas sensíveis para detetar sinais de contaminação ou inflamação.

Alimentação: qual a dieta certa para os coelhos teddy?

Os coelhos alimentam-se exclusivamente de plantas. Então, gostam de comer verduras frescas, como cenouras, mas também ervas frescas e dente-de-leão.

Como todos os coelhos, os teddy anão e os teddy widder têm estômagos bastante sensíveis. Porém, com uma ração diária de feno fresco e palha é possível prevenir problemas digestivos. O que nunca pode faltar no parque é água fresca.

Além disto, disponibilize ramos e galhos para os coelhos roerem.

No caso das misturas (ração) já preparadas, estes devem ser de elevada qualidade e não conter açúcares nem quaisquer outros aditivos nocivos à saúde.

Origens do coelhos teddy

Trata-se de uma raça muito jovem com origem na Alemanha. E tal como todas as raças de coelhos de pelo comprido, pensa-se que descendam dos coelhos angorá.

As principais associações alemãs de criadores de coelhos ainda não reconheceram os coelhos teddy como uma raça independente. Afinal, foram aprovados como uma raça nova em 2009.

Conclusão: não apoie a criação de raças problemáticas

Em resumo: estas amorosas bolas de pelo apaixonam qualquer fã de coelhos. Apesar do seu tamanho, os coelhos teddy têm as mesmas necessidades que quaisquer outros coelhos. Ou seja, precisam de entretenimento variado e espaço para se mexerem.

Devido aos seus numerosos problemas de saúde, a criação dos teddy não deve ser apoiada. Portanto, se quer mesmo adotar um teddy, recomendamos fazê-lo numa associação protetora de animais.


Bärbel Edel
Profilbild von Magazin-Autorin Bärbel Edel

I am a journalist, love animals and have already researched the relationship between humans and dogs during my folklore studies. A few years ago I adopted a tomcat from the Munich animal shelter. Elvis was the reason to start my cat blog "Lieblingskatze" and also to deal with animals in a journalistic way. With my articles I would like to help people understand their pets better.


Os nossos artigos mais relevantes
4 min

Furão

Está a pensar comprar ou adotar um furão? Conheça as características deste animal, tipo de alimentação, cuidados de saúde etc.
9 min

Ouriço pigmeu africano

Os ouriços estão entre animais domésticos e exóticos. Saiba como os pode adotar e que cuidados deverá ter com a sua alimentação, saúde entre outros.