Obstrução intestinal nos gatos This article is verified by a vet

gato amarelo a ser auscultado_obstrução intestinal nos gatos

A obstrução intestinal nos gatos pode causar variadíssimos sintomas. Por isso, não é fácil diagnosticar uma eventual doença. Leia este artigo e descubra quais os sinais de obstrução intestinal nos gatos, as causas desta doença e os melhores tratamentos.

A obstrução intestinal (íleo) nos gatos pode ser parcial (subíleo) ou completa. No caso dos gatos, entre as causas possíveis contam-se, sobretudo, a ingestão de corpos estranhos (brinquedos ou fios), invaginação do intestino (intussusceção) em consequência de inflamação intestinal ou torção de determinadas secções do intestino (volvo).

Em virtude de tantas possibilidades, a obstrução intestinal pode acontecer em gatos de todas as raças e idades. Se não for detetada a tempo, pode provocar sintomas de choque graves e a morte do animal. Portanto, é importante identificar o problema atempadamente para o veterinário dar início ao tratamento no devido tempo.

Como se desenvolve uma obstrução intestinal nos gatos?

As obstruções intestinais podem surgir de diversas formas e ocorrer em diferentes secções do intestino. As obstruções do intestino delgado, por exemplo, são mais frequentes do que as do grosso. Para uma boa visão geral, os quadros clínicos são classificados de acordo com a causa:

Íleo mecânico: os obstáculos mecânicos podem limitar o lúmen intestinal (camada interna da parede do intestino) de tal maneira que o conteúdo intestinal deixa de passar. A obstrução pode ser causada por um estreitamento (obstrução, por exemplo, por um tumor externo), pelo deslocamento do lúmen intestinal (obturação, por exemplo, devida a fecaloma ou corpo estranho) ou por entalamento (estrangulamento devido a invaginação ou torção do intestino).

Íleo paralítico: a paralisia dos músculos do intestino pode perturbar a atividade muscular (peristalse) do intestino. Os motivos mais frequentes são episódios inflamatórios na cavidade abdominal, por exemplo enquadrados numa pancreatite ou em consequência de uma operação. Porém, tanto intoxicação como disfunções metabólicas devem ser consideradas.

Por que motivo uma obstrução intestinal é tão perigosa?

Num gato saudável a comida ingerida chega ao estômago através da boca e do esófago. O bolo alimentar é gradualmente transportado em pequenas porções até ao intestino delgado. É aí que é digerido, sendo os nutrientes importantes absorvidos através da mucosa. De seguida, o bolo alimentar é transportado até ao intestino grosso graças aos músculos intestinais. Aí, a água é extraída desses restos. Por fim, o gato expele as fezes, agora engrossadas, pelo ânus.

Porém, em casos de obstrução intestinal este circuito é perturbado. Quando o bolo alimentar não pode continuar o seu percurso, verifica-se um bloqueio. Normalmente, provoca o vómito da comida acumulada e, devido à formação de gases, à dilatação do estômago. Além disto, dependendo da gravidade e do tipo de obstrução intestinal, podem pressionar-se importantes vasos sanguíneos.

Se, por exemplo, o fluxo venoso for impedido ao mesmo tempo que se mantém a afluência de sangue, podem ocorrer massivas perdas funcionais e falência multiorgânica. A falta de sangue no resto do corpo pode levar a choque hipovolémico (devido à falta de volume) e ser fatal para o gato.

Quais os sintomas?

Nem todos os casos de obstrução intestinal conduzem repentinamente a dores fortes. Um intestino totalmente obstruído provoca sintomas mais depressa do que um não completamente obstruído.

Alguns sinais de obstrução intestinal são particularmente comuns:

  • Mal-estar geral, pouca vontade de se mexer e inquietação
  • Aumento da salivação e engasgamento. Em alguns casos, o animal pode vomitar e recusar comida
  • Se o intestino não estiver totalmente obstruído, a defecação ocorre normalmente. Se, pelo contrário, o intestino estiver totalmente obstruído, a excreção pode parar completamente.
  • A parede abdominal está bastante tensa e muitos gatos mostram-se agitados, agressivos ou doridos durante a apalpação
  • Alguns gatos miam mais
  • Patas frias e tremores, apatia severa, perda de consciência e mucosas pálidas são importantes sinais de choque hipovolémico. Nesta situação, consulte de imediato um veterinário, pois pode ser fatal
gato a vomitar
Um sintoma de obstrução intestinal nos gatos podem ser náuseas e vómitos.

Formas de diagnóstico de obstrução intestinal

Perante sintomas como perda de consciência, vómitos repetidos, diarreia ou ausência de defecação, não hesite e dirija-se de imediato ao veterinário. Além de obstrução intestinal, pode tratar-se, por exemplo, de uma intoxicação perigosa ou de outras doenças graves. Em casos de alteração da posição do intestino, a regra é: quanto mais cedo se identificar a causa, melhor é o prognóstico.

No âmbito da entrevista ao dono (anamnese), o veterinário examina a condição geral e os parâmetros vitais do animal (frequências respiratória e cardíaca, temperatura corporal interna, estado das mucosas). Estes valores são muito importantes para planificação da anestesia, no caso de ser necessária uma intervenção cirúrgica. Se o gato já tem problemas de circulação, a mesma é estabilizada através de gotejamento intravenoso, oxigénio ou medicação.

Ao suspeitar de obstrução intestinal, o veterinário fará uma ecografia ou uma radiografia. Desta forma, pode localizar a causa com mais precisão e avaliar melhor a extensão do íleo e as medidas necessárias. Caso seja preciso operar, a informação recolhida irá ser útil na preparação e planificação da operação.

Tratamento

O tratamento de uma obstrução intestinal depende sempre da causa e da localização. Tratando-se de uma emergência, como no caso de uma constrição, pode ser necessário operar.

Porém, se o gato apenas engoliu um objeto que pode passar pelo intestino ou se se verifica a paralisia dos músculos intestinais, as medidas conservadores podem ajudar. Entre outras, estas incluem:

  • Abstinência temporária de comida e água
  • Terapia intravenosa, se necessário com eletrólitos
  • Remoção do bolo alimentar preso com uma sonda gástrica
  • Medicamentos para as náuseas, vómitos e dores e ainda para estimular a peristalse (atividade muscular de vários órgãos ocos)

Qual o prognóstico?

Uma obstrução intestinal em gatos não tem que ser perigosa. De qualquer modo, em caso de suspeita, leve o seu patudo ao veterinário o quanto antes. Na verdade, o tratamento atempado pode melhorar significativamente o prognóstico.

Como prevenir a obstrução intestinal nos gatos?

Os gatos podem desenvolver obstrução intestinal de diferentes maneiras. É por este motivo que as medidas profiláticas não podem ser generalizadas. No entanto, para prevenir um íleo pode, por exemplo, não deixar coisas pela casa, como fios ou pequenos objetos informes. Certifique-se de que o seu patudo tem brinquedos suficientes ao dispor para não ter que procurar alternativas.

Ao escolher plantas para a varanda ou jardim deve informar-se acerca da sua toxicidade. O oleandro e o teixo podem provocar paralisia intestinal (e, portanto, íleo paralítico) e outros problemas gastrointestinais.


Franziska G., veterinária
Profilbild von Tierärztin Franziska Gütgeman mit Hund

Estudei medicina veterinária na Universidade Justus-Liebig em Gießen, onde pude ganhar alguma experiência em vários campos, como medicina para pequenos e grandes animais, medicina exótica, farmacologia, patologia e higiene alimentar. Desde então, não trabalhei apenas como autora veterinária. Também trabalhei na minha tese, que foi influenciada cientificamente. O meu objetivo é proteger melhor os animais contra patógenos bacterianos no futuro. Além do meu conhecimento, partilho as minhas próprias experiências como dono de um cão e, assim, consigo entender e dissipar medos e problemas, bem como outras questões de saúde animal.


Os nossos artigos mais relevantes
4 min

A idade dos gatos

Descubra neste artigo como determinar a idade dos gatos, quantos anos vive um gato, e com que idade é que um gato se torna idoso?