Diarreia nos cães

Os problemas gastrointestinais não são incomuns nos cães.

Infelizmente, a diarreia não é uma situação pontual para os cães. A verdade é que muitos destes patudos sofrem regularmente desta doença do aparelho digestivo. O que se verifica é um aumento da frequência e da liquidez das fezes.

Quais os motivos para a diarreia nos cães?

As razões são bastante diferentes e vão desde intolerâncias ou alergias alimentares até distúrbios metabólicos, infeções e infestações parasitárias. Stress e sobrecarga a nível físico podem também provocar diarreia nestes patudos.

Tratamento da diarreia nos cães

Assim que detetar o primeiro episódio de fezes líquidas deve, por precaução, abster-se de alimentar o animal durante cerca de um dia para que as vilosidades intestinais se possam regenerar. Certifique-se de que o cão bebe líquidos suficientes na forma de água fervida ou de chá de camomila.

Passadas 24 horas, experimente oferecer ao seu companheiro de quatro patas queijo quark e arroz em pequenas doses ou dar-lhe comida especial de dieta. Na maioria dos casos, a diarreia acabará por passar por si em dois dias.

Se, num cão adulto, a diarreia persistir além das 48 horas, se verificar a existência de sangue nas fezes ou se o animal estiver com espasmos, deve consultar um veterinário. O médico irá fazer análises ao sangue e à urina. No caso dos cachorros, é imperativo dirigir-se ao veterinário passadas apenas 6 horas, pois nesta fase da vida os patudos não têm reservas suficientes e depressa enfraquecem.

O hemograma pode revelar a presença de vírus e de bactérias Leptospira. Diversos patógenos e parasitas podem ser identificados nas fezes, como é o exemplo clostrídios, histoplasmas, coccídios e, em situações de inflamação, verifica-se uma quantidade elevada de leucócitos.

É frequente o veterinário levar a cabo uma cultura para descartar Salmonella e Campylobacter. Não entre em pânico se o veterinário introduzir um catéter no seu patudo, pois está somente a garantir que este se mantém suficientemente hidratado. A administração de antibióticos é apropriada no caso de infeções bacterianas.

Se a diarreia for persistente, o veterinário precisará de fazer uma radiografia de modo a identificar possíveis causas para o problema, como obstrução intestinal ou eventuais corpo estranhos. Um estudo por ultrassom pode providenciar informação acerca de alterações na mucosa intestinal. Apenas raramente é necessário executar-se uma biopsia; esta análise permite diagnosticar alterações morfológicas.

LUPO MoorLiquid

  • Apoia o sistema gastrointestinal, a formação do sangue e a saúde da pele e do pelo
  • Elevado desempenho biológico
  • Ingredientes 100% naturais

Como prevenir a diarreia nos cães?

Os erros alimentares são a causa mais comum para as gastroenterites agudas de fácil tratamento. Tenha em mente as seguintes considerações:

  • Não disponibilize doses demasiado grandes
  • Inclua na dieta a menor quantidade possível de hidratos de carbono
  • Evite fazer mudanças repentinas na alimentação
  • A comida rica em gorduras é difícil de digerir
  • Verificar sempre o prazo de validade dos produtos para não cometer o erro de oferecer comida estragada ao animal

A loja online da zooplus apresenta uma vasta seleção de suplementos alimentares e de alimentação veterinária para cães.

Os nossos artigos mais relevantes

Castração de cães

A castração constitui um procedimento de rotina na medicina veterinária – mas será sempre recomendada? Qual a diferença entre castração e esterilização?

Dermatite canina

Se o seu cão se coça demasiado deve apurar-se a origem do prurido, pois isso restringe o seu bem-estar e reduz a sua qualidade de vida.