Plantas venenosas para cães This article is verified by a vet

Um jovem Akita descansa no meio de várias plantas de interior.

Quão perigosas são as plantas venenosas para os cães?

Cada espécie de planta tem o seu próprio veneno, presente nas folhas, nas flores ou nos frutos. Assim que as toxinas entram na circulação sanguínea podem causar lesões sérias nos órgãos.

Em resumo: as toxinas das plantas interferem sobretudo no funcionamento do fígado, rins ou coração. Deste modo, uma dose especialmente elevada pode causar ataques cardíacos ou insuficiência renal fatais

É a dose que faz o veneno. De qualquer modo, é importante saber qual a toxina que o seu cão ingeriu. Para que o veterinário possa tratar corretamente o animal em caso de intoxicação e também para que saiba que plantas deve evitar ter em casa, este artigo apresenta-lhe uma lista das plantas mais venenosas para os cães.

Sintomas: quais os sinais de intoxicação por plantas nos cães?

Se a dose ingerida tiver sido pequena, o mais comum é o organismo do animal curar-se por si próprio. Ainda assim, o cão pode sentir-se nauseado e salivar mais do que o habitual nas horas seguintes.

Por outro lado, se o cãozinho tiver ingerido uma dose maior, a intoxicação pode conduzir a problemas mais graves e que se desenvolvem rapidamente. Estes são os principais sinais de envenenamento:

  • Vómitos
  • Diarreia
  • Doenças do sistema nervoso central, como tremores musculares, convulsões e paralisia
  • Palpitações e paragem respiratória

Certas plantas venenosas podem ser fatais para os cães. Destacamos o teixo, cujas bagas são altamente tóxicas para humanos, cães e outros animais.

Primeiros-socorros: o que deve fazer

Se nas últimas horas o seu patudo ingeriu uma planta venenosa, deve provocar-lhe o vómito. Para tal, junte sal a água morna até que se forme uma solução salina saturada. Depois, colher a colher, o animal deve ingeri-la até vomitar.

Nota importante: entretanto, deve definitivamente contactar o veterinário, podendo este administrar um emético ou bombear o estômago. Além disto, cápsulas de carvão vegetal ativado ou terapia de infusão podem ser usadas para absorver ou eliminar as substâncias tóxicas ativas.

Quais as plantas venenosas para os cães?

Na verdade, são inúmeras as plantas venenosas para cães. Para ficar com uma ideia da variedade de plantas tóxicas para cães, apresentamos-lhe uma lista que resume as mais importantes, entre plantas de interior e de exterior:

Plantas de interior venenosas

As plantas de interior elevam a decoração de qualquer casa a outro nível. O que muitos não sabem é que estas plantas podem ser tóxicas para os cães! Para manter o seu patudo saudável mantenha longe de casa as seguintes espécies de plantas:

Nome Características
Agave Esta popular planta de interior é parcialmente comestível para os humanos, mas ligeiramente tóxica para os cães.
Cíclame Plantas lindíssimas, mas venenosas tanto para os humanos como para os animais.
Amarílis Os seus bulbos grossos são especialmente tóxicos para os cães e a sua ingestão provoca arritmias.
Azálea Muito cuidado! Só o contacto com esta linda planta pode ser tóxico para o seu cão.
Ficus (Figueira-benjamim) A sua seiva leitosa clara é levemente venenosa para os cães.
Coroa-de-cristo Com a sua seiva leitosa branca, a coroa-de-cristo é venenosa para qualquer animal de estimação.
Crisântemo Ao contacto com esta bonita planta de outono é comum a pele do seu patudo ficar irritada. Diarreia, falta de ar e até desequilíbrio podem acontecer se o animal ingerir as flores.
Clivia A ingestão de partes desta planta pode ter como consequências vómitos, suores e doenças neurológicas.
Hera-do-diabo As plantas da família Araceae contêm oxalato de cálcio, substância venenosa para os cães.
Antúrio Ao ingerir as flores vermelhas ou qualquer outra parte da planta as toxinas irritam as membranas mucosas do seu cão. No pior dos cenários, podem ocorrer convulsões e sintomas de paralisia.
Gerânio Não se preocupe: os gerânios não são mais do que ligeiramente venenosos para os cães.
Árvore-da-borracha À semelhança de outras plantas também a seiva leitosa da árvore-da-borracha é levemente tóxica para os cães.
Hortênsia Cianeto de hidrogénio, hortangina e saponina afetam não só os cães como gatos e humanos.
Lírios Todas as espécies são tóxicas para os cães, provocando lesões permanentes nos rins.
Oleandro Somente uma pequena dose de oleandrina, um cardioglicosídeo presente no oleandro, provoca náuseas, espasmos, vómitos e arritmias potencialmente fatais.
Orquídeas (todas as espécies) Felizmente, só são tóxicas se a dose ingerida for considerável. O envenenamento nos cães é raro, mas não impossível.
Passiflora Relacionada com o maracujá, esta espécie de planta é ligeiramente venenosa para humanos e animais devido à presença de cianeto de hidrogénio.
Filodendro Apesar da presença de substâncias picantes e do oxalato de cálcio, o filodendro é pouco venenoso.
Estrela-do-natal Substâncias tóxicas, como beta-aminas e germanicol, fazem parte do conteúdo da seiva leitosa desta planta. Podem causar problemas gastrointestinais, diarreia com sangue e doenças neurológicas nos cães.

Plantas de exterior venenosas

Também no exterior florescem muitas plantas venenosas. Podem também deparar-se com plantas tóxicas durante os vossos passeios pelo campo. A seguinte lista indica-lhe quais as plantas de exterior tóxicas para o seu patudo:

Nome Características
Acónito Muito cuidado: também conhecida como mata-cão, o acónito é uma das plantas ornamentais mais venenosas da Europa e é fatal para cães e humanos, mesmo em pequenas doses.
Buxo Esta popular sebe pode ser letal para os cães.
Anemone nemorosa A ingestão de qualquer parte desta planta pode ser fatal para o seu patudo, devido à presença de saponinas triterpénicas.
Hera Qualquer parte da hera contém saponinas. A ingestão da planta, em especial dos frutos, pode ter consequências fatais para o animal.
Teixo O teixo é uma das plantas venenosas mais famosas. O veneno está presente nas sementes, espinhos e nas bagas vermelhas. Passadas apenas algumas horas os efeitos tóxicos dos alcaloides afetam a função cardíaca e podem conduzir a paragem cardíaca num curto espaço de tempo.
Trombeta-dos-anjos A trombeta-dos-anjos inclui-se no grupo das mais conhecidas plantas venenosas na Europa. É tóxica tanto para humanos como animais.
Digitalis A dose letal do veneno da digitalis é de apenas cinco gramas para um cão de grande porte.
Chuva-de-ouro Ainda que as suas flores amarelas sejam lindíssimas, os alcaloides quinolizidínicos contidos na planta podem ser fatais para os cães numa questão de minutos.
Açafrão-do-prado Altamente tóxica, a colchicina é encontrada em todas as partes da planta.
Jacinto A ingestão de uma dose elevada do bulbo da flor provoca vómitos e, possivelmente, diarreia com sangue.
Louro-cerejo Mordiscar as folhas ou as sementes liberta cianeto de hidrogénio. No pior dos casos, o seu patudo pode ser vítima de uma paragem respiratória, consequência do veneno.
Lírio-do-vale Todas as partes da planta são venenosas para humanos e animais.
Delfínio As sementes são especialmente perigosas para os patudos que gostam de mordiscar plantas.
Rododendro O rododendro, popular entre os fãs de jardinagem, é tóxico para humanos, sendo ainda mais perigoso para cães e gatos.
Tuia Todas as espécies possuem óleos essenciais tóxicos e o veneno tujona, que provoca lesões nos rins.
Beladona Atenção: a ingestão de algumas barras é suficiente para conduzir à morte do seu cão!
Zimbro Qualquer parte da planta é ligeiramente tóxica para os cães.
Cedro Todas as espécies de cedros são bastante venenosas para os cães. A madeira de cedro, pelo contrário, é inofensiva para estes animais.
Os nossos artigos mais relevantes
8 min

Adoção de cães

Se quer adotar um cão e está à procura dum cão sem raça definida, deve dirigir-se a uma associação protetora de animais.