Porquinhos-da-índia ou coelhos?

Não é de admirar que os porquinhos-da-índia e os coelhos conquistem muitos corações, Ambos têm um focinho fofinho com olhos grandes e vivos, além de pelo super macio. As crianças costumam ficar encantadas com estes animais e por isso desejam ter um em casa. No entanto, frequentemente surge a questão: o que é mais adequado para mim, porquinhos-da-índia ou coelhos? Neste artigo ajudamos a responder a esta pergunta.

Porquinhos-da-índia ou coelhos: Aspetos em comum

Antes de apresentar as diferenças vamos ver o que estas duas espécies têm em comum.

Gostam mais de observar do que de receber mimos

Os porquinhos-da-índia e os coelhos são tão fofinhos que temos vontade de os ter ao colo o dia todo. No entanto esse não deve ser o motivo para escolher um destes animais como companheiro para a sua família. No seu ambiente natural ambas as espécies são presas e como tal fogem instintivamente de outros animais. Assim, se não estiverem habituados a serem pegados ao colo podem ficar assustados.

Se viverem com seres humanos, estes animais podem habituar-se a receber festas e a estar ao colo. Na verdade, muitos acabam mesmo por criar laços fortes com os donos e gostar de receber miminhos. Esta é uma enorme diferença comparativamente aos hamsters, com os quais é muito mais difícil criar uma relação.

Legumes e vegetais são o prato principal

É claro para a maioria que os porquinhos-da-índia e os coelhos são vegetarianos. Ambas as espécies adoram feno e legumes frescos. Visto que os coelhos são um pouco maiores do que os porquinhos-da-índia os custos com a comida são um pouco mais elevados.

As duas espécies têm tendência a ter problemas digestivos. Assim, informe-se em mais detalhe sobre a alimentação dos coelhos e também dos porquinhos-da-índia.

A alimentação dos porquinhos-da-índia e dos coelhos inclui feno e legumes frescos
O feno é um dos alimentos favoritos dos coelhos e dos porquinhos-da-índia

Vida social

Os coelhos e os porquinhos-da-índia são animais que na natureza nunca vivem sozinhos. Isto quer dizer que precisam de pelo menos um companheiro da sua espécie para serem felizes. No entanto, os especialistas em comportamento animal consideram que o ideal é ter pelo menos 3 coelhos ou porquinhos-da-índia. Assim eles podem comunicar, comer e descansar juntos. Além disso, tratam do pelo uns dos outros, um ritual muito importante para o seu bem-estar.

Vida em casa ou no exterior

Ambas as espécies vivem confortavelmente no exterior, ou seja, no quintal ou no jardim. No entanto, se os seus companheiros peludos viverem no exterior é importante que se vão habituando às temperaturas baixas do inverno logo desde o outono.

Atenção: os porquinhos-da-índia não têm pelo nas patas. Assim, o chão do local onde vivem deve estar seco e protegido contra o calor. Os coelhos Rex e outros coelhos sem pelo não devem viver ao ar livre.
Saiba mais sobre os cuidados a ter com os porquinhos-da-índia.

Porquinhos-da-índia ou coelhos: principais diferenças

As semelhanças são muitas, então afinal o que distingue os porquinhos-da-índia dos coelhos?

Diferentes origens

Muitas pessoas pensam que os porquinhos-da-índia e os coelhos são roedores. No entanto, isto só é verdade para os porquinhos-da-índia. Estes animais pertencem à família Caviidae, que pertence à ordem dos roedores. O maior roedor desta família é a capivara, que pesa até 91 quilos e é comum na América do Sul. Já os coelhos pertencem à família Leporidae

Esperança média de vida

Em média as duas espécies vivem cerca de 10 anos. No entanto, os porquinhos-da-índia vivem geralmente entre os 8 e os 10 anos, enquanto os coelhos vivem um pouco mais, entre os 10 e os 12 anos.

Porquinhos-da-índia ou coelhos: qual o melhor animal de estimação para as crianças?

Ambas as espécies são bastante adequadas para as crianças. Afinal, a responsabilidade final pelos pequenos peludos acaba por ser dos pais. É muito importante que os pais tenham tempo livre suficiente para ensinar as crianças a lidar adequadamente com os seus animais de estimação.

A hora da refeição é um excelente momento para as crianças começarem a interagir com os seus pequenos peludos com a supervisão dos pais. Inicialmente as crianças devem apenas observar. Em seguida podem começar a interagir dando pequenas guloseimas.

Especialistas em comportamento animal consideram que estes animais são ideais para crianças em idade escolar. Crianças a partir dos 8 anos divertem-se muito com os porquinhos-da-índia. Já os coelhos são mais indicados para crianças a partir dos 12 anos. Claro que tudo depende da maturidade de cada criança.

Os coelhos precisam de mais espaço

Os coelhos anões pesam cerca de quilo e meio. Ou seja, o peso dos coelhos é superior ao dos porquinhos-da-índia em cerca de 30%. Assim, os coelhos precisam de mais espaço e por isso as suas gaiolas ou parques devem ser generosos em termos de tamanho. Em regra cada coelho deve ter à sua disposição um espaço de 2 metros quadrados. Por outro lado, para os porquinhos-da-índia 1 metro quadrado é suficiente.

Os coelhos são mais ativos

Os coelhos saltam, cavam e correm. Além disso também são ágeis, ou seja, são ginastas por natureza. Assim, se os seus coelhos viverem no jardim deve ter algumas precauções.
No entanto, se viverem no exterior os porquinhos-da-índia também precisam de ser protegidos. Não se esqueça que estes animais são presas fáceis e apetecíveis para aves de rapina ou se viver no campo para raposas e outros predadores. Os gatos também podem representar um perigo para estes pequenos peludos.

Os porquinhos-da-índia são mais faladores

Os porquinhos-da-índia têm um grande repertório sonoro. Por exemplo, quando estão com fome soltam gritinhos persistentes para chamar a atenção dos donos. Já os coelhos são mais silenciosos. Algumas pessoas consideram estes sons algo irritantes, enquanto outras acham que são encantadores.

Assim, pense como se sente em relação ao barulho destes bichinhos e lembre-se que ao viver com um porquinho-da-índia em casa vai ouvir vários ruídos. Além de pedir comida, e estes pequenos peludos têm bastante apetite, eles também costumam emitir sons quando alguém chega a casa.

Porquinhos-da-índia ou coelhos? Não precisa de escolher, estes animais convivem muito bem entre si!
Um grupo de porquinhos-da-índia convive muito bem com um grupo de coelhos.

Convívio entre porquinhos-da-índia e coelhos

Não consegue escolher entre ter porquinhos-da-índia ou coelhos? Gostava de ter os dois? Se for essa a sua decisão não se esqueça que os porquinhos-da-índia e os coelhos não têm muito em comum em termos sociais. Além disso, nem uns nem outros gostam de estar sozinhos.

Assim, para ter porquinhos-da-índia e coelhos deve ter um grupo de cada. No entanto, as duas espécies podem partilhar um espaço desde que este seja suficientemente grande. É igualmente importante que os pequenos peludos tenham à disposição locais onde se possam isolar do grupo. No entanto, é crucial que todos os animais passem por um processo de socialização consistente. Caso contrário, os sons dos porquinhos-da-índia podem stressar os coelhos. Além disso, os porquinhos-da-índia podem considerar os movimentos bruscos e constantes dos coelhos uma ameaça.

Porquinhos-da-índia ou coelhos: como decidir?

Antes de mais nada não deve tomar uma decisão sem ponderar todos os aspetos. Se estiver a atender a um pedido dos seus filhos, comece por considerar com eles os prós e contras de cada uma das espécies. Em seguida visite criadores destas espécies, amigos ou familiares que já tenham um destes peludos em casa.

Pode também visitar uma associação protetora de animais. Aí pode encontrar os coelhos ou porquinhos-da-índia perfeitos para a sua família. Além disso, os tratadores dos animais podem também ajudá-lo a decidir.

Na zooplus Magazine encontra mais informações e dicas sobre coelhos e sobre porquinhos-da-índia.

Os nossos artigos mais relevantes