Catatua (Cacatuidae)

Catatua branca

Com bico preto no meio das penas brancas e uma crista amarela: as catatuas são aves exóticas e divertidas.

As catatuas (também conhecidas como cacatuas) são pássaros muito bem-dispostos e animados, além de inteligentes e carinhosos. No entanto, o que muitas pessoas não sabem é as catatuas são aves exigentes. Mas com os cuidados adequados, quem tem uma catatua em casa tem um amigo leal por muitos e muitos anos!

Aspeto das catatuas: sempre vestidas a rigor!

Existem 21 espécies de catatuas que pertencem à família Cacatuidae. Estas espécies têm em comum a crista de penas bem penteada e o forte bico em forma de gancho. Além disso, estas aves têm quatro dedos nas patas, dois virados para a frente e dois para trás. A morfologia das patas permite-lhes andar, trepar e levar a comida à boca com bastante destreza.

Plumagem das catatuas

Em termos de cores, a plumagem destas aves apresenta cores sólidas, como por exemplo branco, cinzento ou rosa. No entanto, algumas também podem ser pretas, vermelhas ou amarelas. Além disso, os pés, bico e a pele ao redor dos olhos apresentam cores diferentes de acordo com a espécie. Geralmente, as penas da crista destacam-se por serem de uma tonalidade diferente das penas do corpo ou de uma cor diferente, mas nunca de grande contraste. Por exemplo, o representante mais conhecido destas aves, a catatua-branca, tem o corpo branco, com a crista amarela. Já a catatua-rosa, tem o corpo com várias tonalidades de rosa e a crista com penas rosa-escuro e amarelo.

Não é fácil distinguir machos e fêmeas já que não existem características físicas próprias de cada sexo. Nalgumas espécies, existem diferenças nas cores da crista ou na cor dos olhos. No entanto, estas diferenças são muitas vezes subtis e é preciso ter aves dos dois sexos para comparar.

Para conhecer os procedimentos para identificar o sexo destas aves leia o nosso artigo Como saber o sexo em papagaios e periquitos?

Catatua branca a bicar as patas
As catatuas usam os pés para trepar e com o bico poderoso colhem grãos e frutas do chão.

Personalidade: um pássaro e leal e divertido

Independentemente da espécie, as catatuas são sociáveis e inteligentes. Além disso, estas aves observam os movimentos das pessoas que as rodeiam para depois imitarem com o seu próprio corpo. Naturalmente, este comportamento é muito divertido para os donos. E assim, estes pásssaros são conhecidos e apreciados por trazerem imensa alegria à família.

Quem já viu vídeos na internet de catatuas muito provavelmente já encontrou o snowball, uma catatua macho que dança ao som da música. Depois disso, surgiram outros vídeos de catatuas bailarinas, o que, de acordo com os cientistas, indica que estas aves são sensíveis e espontâneas.

As catatuas conseguem falar?

Para grande deleite dos tutores, as catatuas não imitam apenas os movimentos das pessoas. Devido à variedade de sons que conseguem produzir, elas também imitam as vozes e sons do ambiente. No entanto, o repertório de sons do papagaios-cinzentos é maior e, por isso, “falam” melhor do que as catatuas. Por fim, um aspeto importante a ter em conta, as catatuas podem falar muito alto.

Outra forma de comunicação destas aves, que os tutores rapidamente compreendem, é a através da crista. Por exemplo, quando está ereta significa que a catatua está excitada ou preocupada.

Convivência com pessoas e outras catatuas

As catatuas geralmente desenvolvem uma relação muito próxima com um tutor, ao qual dão imenso afeto e carinho. Além disso, são também ciumentas e defendem a sua pessoa favorita com unhas e dentes, no caso com o forte bico.

Uma separação da pessoa favorita é um momento doloroso para estas aves e por isso, é aconselhável ter pelos menos duas catatuas que façam companhia uma à outra.

Viver com catatuas

As catatuas acasalam para a vida e, em estado selvagem, na maior parte das espécies o casal toma conta da prole que nasce e cresce em ninhos dentro de árvores. No entanto, por razões ainda desconhecidas, alguns machos tornam-se agressivos para com as fêmeas durante a época de reprodução.

Apesar de estarem habituadas a viver em bandos, as catatuas precisam de bastante espaço. Devido à sua personalidade forte, estas aves precisam do seu próprio espaço e de locais onde possam estar à vontade sem serem incomodadas. Assim, as catatuas não sao as melhores companheiras para aves de outras espécies.

Cuidados a ter com o aviário

Se tem ou pretende ter catatuas em casa em primeiro lugar tem de ter um aviário grande. Além disso, tenha em conta as características específicas destas aves, tais como:

  • Necessidade de roer: As catatuas usam o seu poderoso bico para roer tudo o que encontram. Assim, escolha um aviário de metal em vez de um de madeira. No entanto, certifique-se que o metal não contém zinco ou chumbo devido ao risco de envenenamento. Além disso, as barras do aviário devem ser grossas e fortes para resistirem às investidas do bico.
  • Produção de poeira: As catatuas produzem naturalmente, um pó fino para protegerem as penas. Assim, o nível de pó na zona da gaiola pode ficar bastante elevado. Para que a produção de pó das aves não cause incómodos aos habitantes da casa o melhor é colocar o aviário ao ar livre. No entanto, as aves devem ter acesso à casa ou ter um local aquecido para passarem os dias e noites mais frias.
Catatua rosa no chão a bicar a alça de uma mochila
As catatuas, como esta catatua-rosa, roem tudo o que conseguem apanhar.

O equipamento da gaiola

Estas aves precisam de voar regularmente e como têm imensa energia precisam de acessórios para várias atividades. Assim, um aviário adequado para catatuas deve ter:

  • Diversos poleiros e ramos para escalada
  • Comedouro e bebedouro, preferencialmente na zona superior do aviário e nunca em baixo dos poleiros
  • Banheira com água limpa e morna
  • Zonas de descanso
  • Brinquedos e raminhos de árvores de fruta não tratados para roer

Além de produzirem muito pó, as catatuas não escolhem uma zona do aviário para fazer as suas necessidades nem são cuidadosas ao comer. Assim, o aviário precisa de ser limpo regularmente. Deve também trocar a água para beber duas vezes por dia e limpar os restos de comida uma vez ao dia.

Para garantir que a pele e penas das suas catatuas se mantêm saudáveis, a humidade no aviário deve ser de pelo menos 60 por cento. Se tiver o aviário dentro de casa, coloque uma fonte de iluminação UV para que as aves recebam radiação suficiente.

Alimentação das catatuas

Apesar de serem pássaros ativos, as catatuas têm tendência a ficar com peso a mais. Assim, a base da sua alimentação devem ser sementes com baixo teor de gordura, fruta e legumes frescos. De acordo com a espécie e origem da catatua, deve acrescentar outros alimentos, como por exemplo:

  • Larvas de insetos como fonte de proteína animal
  • Raízes
  • Flores
  • Bagas
  • Frutos secos e sementes de girassol são guloseimas que só deve dar de vez em quando

Saúde

As catatuas costumam demorar muito tempo a dar sinal de que não se sentem bem. Assim, é importante vigiar as suas aves, dando atenção às fezes, peso e comportamentos. Se notar alguma alteração entre em contato com o seu veterinário.

O excesso de peso e queixas do aparelho respiratório são as mais comuns. No entanto, pode prevenir estes problemas de saúde facilmente dando uma alimentação equilibrada às suas aves e certificando-se que a humidade no aviário é a adequada.

Muitas catatuas apanham também apanham a doença do bico e das penas, uma doença viral e sem cura. Por este motivo, antes de levar as suas catatuas para casa certifique-se que elas estão bem de saúde.

Se der às suas catatuas os cuidados de saúde e higiene adequados, além de muito amor, tem nestas aves companheiros fiéis por muitos anos, visto que elas vivem entre 25 e 35 anos. No entanto, nalgumas espécies a esperança de vida chega aos 60 anos.

Comprar uma catatua?

Em Portugal, de acordo com a legislação em vigor, todas as aves exceto os canários devem ser registadas. O registo deve ser feito em formulário próprio no ICNF - Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas. Em função do registo, as aves têm que estar identificadas através de anilha.

Algumas espécies têm também que ter um documento comprovativo de origem e outras um documento do CITES (Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies da Fauna e da Flora Selvagem Ameaçadas de Extinção). Assim, quando for comprar uma catatua verifique se a ave tem os documentos necessários para a espécie.

Origem das catatuas

Originalmente estes pássaros viviam na Austrália e Tasmânia, mas também se podiam encontrar nas Filipinas e Indonésia. No entanto, no século 17 a primeira catatua chegou à Europa pelas mãos de exploradores neerlandeses que viajaram nessa zona do globo.

O habitat natural das catatuas é bastante diversificado, elas tanto vivem em zonas de floresta tropical, como em áreas costeiras ou campos abertos. Com o passar do tempo, algumas espécies de catatuas aproximaram-se de aglomerações urbanas e podem ser vistas nas proximidades de cidades australianas.

Bilhete de identidade das catatuas

Nome: Catatua (Cacatuidae)
Tamanho: de médio a grande, ou seja, com comprimento que varia entre 30 e 70 centímetros
Esperança de vida: dependendo da espécie, pode chegar aos 60 anos
Vida com pares: pelo menos um casa, idealmente mais
Convivência com outros animais: não aconselhável
Gaiola: Catauas entre 25 e 40 centímetros:
min. 2 × 1 × 1 metros (C × L × A)
Catatuas com mais de 40 centímetros:
min. 3 × 1 × 2 metros (C × L × A)
Alimentação: variada; predominantemente misturas de sementes, legumes e verduras, frutos secos com pouca frequência
Cuidados: muito exigente
Os nossos artigos mais relevantes
4 min

Caturra

As caturras procuram o contacto com animais da mesma espécie e se isso não for possível ligam-se aos humanos e exigem atenção a 100%.
7 min

Canário

Os canários são conhecidos por serem aves que cuidam de si mesmos desde que lhes sejam oferecidos os meios necessários.
14 min

Periquitos

Atualmente estes pássaros com penas coloridas são dos mais populares na Europa. Aqui encontra informações sobre a sua origem e criação, assim como dicas sobre como cuidar deles.