Agapornis roseicollis ou pássaro do amor

Agapornis roseicollis

Onde vivem os agapornis roseicollis em estado selvagem?

O nome científico destes papagaios é agapornis roseicollis e é uma das nove espécies do género agapornis.

Os agapornis roseicollis são oriundos do Sul de África. E na Namíbia e no Botswana é fácil encontrar este belo papagaio. O habitat natural destes pássaros são zonas semidesérticas, estepes, savanas assim como florestas tropicais e subtropicais secas. Os agapornis roseicollis vivem em pequenos grupos com cerca de 20 indivíduos. No entanto, em zonas onde há comida ou água em abundância, encontram-se grandes bandos destes pequenos papagaios. Além disso, estes pássaros são extremamente fiéis e a grande maioria acasala para a vida. Assim, quando um morre, o outro fica triste e reservado. É importante deixar que o agapornis roseicollis faça o luto. No entanto, em muitos casos o pássaro não volta a acasalar e pode mesmo morrer de tristeza. É esta característica particular que deu origem ao nome “pássaro do amor”.

Qual o aspeto dos Agapornis roseicolli?

Provavelmente sabe perfeitamente quais são os pequenos papagaios com bonitas penas verdes nas costas. O que não é de espantar, pois os agapornis roseicollis são pássaros muito populares. A seguir pode descobrir quais as características particulares destas aves fantásticas.

Os agapornis roseicollis têm um corpo pequeno que atinge cerca de 15 centímetros e cerca de 50 gramas em adultos. Como distinguir os machos das fêmeas? Infelizmente não é fácil, pois os agapornis roseicollis não apresentam dimorfismo sexual. Assim, a plumagem dos machos e das fêmeas é maioritariamente verde, sendo que na zona da barriga este verde é mais claro.

Na zona posterior e da cauda encontram-se penas azuis. No entanto, o que distingue esta espécie das outras é a cor de pêssego da zona da cara e pescoço. A cor do forte bico dos roseicollis vai do amarelo até o rosa claro. Os juvenis distinguem-se pelas cores ligeiramente mais baças da plumagem. No entanto, os agapornis roseicollis criados em cativeiro apresentam uma maior variedade de cores. Assim, existem atualmente agapornis roseicollis lutino (amarelo), azul, azul pastel e verde oliva. Mas a cor pêssego característica da cara e pescoço mantêm-se.

Quanto tempo vive um agapornis roseicollis ?

Se adquirir um destes pássaros vai provavelmente ter companhia por muitos anos. Pois, com os cuidados adequados, os agapornis roseicollis podem chegar aos 20 anos. Este é um aspeto muito importante a ter em conta se decidir ter um destes pássaros.

Qual a personalidade dos agapornis roseicollis?

Os agapornis roseicollis são pássaros conhecidos por serem muito alegres e divertidos. De facto, por serem muito inteligentes e extremamente curiosos, estas aves têm comportamentos curiosos e inesperados, que encantam quem os observa. Além disso, são muito ativos durante a manhã e tarde. Assim, se tiver agapornis roseicollis a sua casa vai estar sempre cheia de vida. No entanto, não deve subestimar o ruído provocado por estes pequenos papagaios. O repertório de sons dos agapornis roseicollis é bastante grande e vai desde o suave chilrear até aos sons estridentes. Estes últimos podem tornar-se desagradáveis para os vizinhos. Assim, antes de decidir ter um agapornis roseicollis tenha em consideração o impacto que os sons destes pássaros podem ter para si e para os seus vizinhos.

Em termos de acasalamento, os agapornis roseicollis não se deixam forçar. Preferem escolher eles próprios o seu par, ao qual são fiéis por toda a vida. Quando um deles morre, o outro entristece. No entanto, é aconselhável tentar encontrar um novo par para o agapornis roseicollis.

Tal como acontece com outras espécies de pássaros, os roseicollis devem viver em casal ou num pequeno grupo. No entanto, não se espante quando vir penas a voar ocasionalmente da gaiola ou do viveiro. De facto, estes pássaros discutem animadamente e por vezes podem ter comportamentos mais agressivos para se afirmarem junto dos companheiros. Esta característica mais agressiva dos agapornis roseicollis faz com que seja desaconselhado que conviva com outras espécies na mesma gaiola.

Os agapornis roseicollis são domesticáveis?

Apesar de serem pássaros de estimação, os agapornis roseicollis não são necessariamente domesticáveis. Com muita paciência e tempo pode conseguir que o seu roseicollis venha comer à mão ou que reaja ao seu nome. No entanto, nunca vão reagir aos donos como os periquitos australianos.

Com que idade é que os agapornis roseicollis podem procriar?

A partir dos 5 a 7 meses os agapornis roseicollis estão prontos para procriar. As fêmeas põem entre 4 e 6 ovos, que chocam por cerca de 21 a 23 dias. Por sua vez, as crias são independentes com cerca de 5 a 6 semanas de idade.

Uma particularidade dos agapornis roseicollis é o seu método de recolha de material para o ninho. Contrariamente à maioria das aves, estes pássaros transportam o material para o ninho preso nas penas e não no bico ou nas garras.

Quais os cuidados a ter com os agapornis roseicollis?

Facilmente consegue proporcionar uma vida adequada e feliz aos seus agapornis roseicollis. Para tal, basta ter algum conhecimento e equipamento básico. Descubra mais sobre gaiolas, viveiros e outros acessórios para os seus pequenos papagaios.

Qual a gaiola mais adequada para os agapornis roseicollis ?

As gaiolas nunca são grandes! Assim, para que os seus passarinhos possam fazer pequenos voos entre os poleiros, precisa de uma gaiola com pelo menos 60 x 100 x 120 centímetros (comprimento x largura x altura). Este é o tamanho para um casal de agapornis roseicollis. No entanto, se tiver espaço suficiente, o melhor é ter os seus agapornis roseicollis num viveiro. Durante os meses temperados o viveiro pode ficar no exterior, pois a temperatura ideal para estes pássaros situa-se entre os 18 e os 25 graus. No enanto é muito importante que o viveiro ou a gaiola não estejam expostos a correntes de ar ou a grandes oscilações de temperatura. Em estado selvagem, os agapornis roseicollis estão habituados a ter luz solar durante cerca de 12 horas por dia. Assim, durante os meses de inverno é aconselhável ter luz artificial junto da gaiola ou viveiro.

Os agapornis roseicollis são igualmente conhecidos pela força do bico, com o qual gostam muito de mordiscar. Este comportamento é importante, pois é assim que o bico se mantém saudável. Assim, é importante que a gaiola dos seus agapornis roseicollis não seja lacada ou pintada. As gaiolas feitas de madeira são igualmente desaconselhadas.

Quais os acessórios da gaiola?

Vamos começar pelo essencial: a gaiola ou viveiro do seu roseicollis deve ter um bebedouro assim como vários comedouros. Estes devem ser dispostos de forma a evitar serem contaminados pelos dejetos dos pássaros. O chão da gaiola ou viveiro também precisa de atenção. Existem diversos materiais adequados para cobrir o chão da gaiola. Assim, pode escolher entre areia para pássaros, substrato de cânhamo ou granulado de madeira de faia. O granulado é particularmente absorvente, mas, por outro lado, a areia para pássaros contém minerais e grãos importantes para a saúde dos pássaros. De facto, os grãos são imprescindíveis para uma boa digestão. Assim, pode pôr uma tacinha com grãos à disposição dos seus roseicollis.

Quando for comprar brinquedos e objetos de decoração nunca se esqueça da propensão destes pássaros para usar o bico. Assim, deve escolher brinquedos e objetos de madeira. Além disso, pode disponibilizar raminhos de árvore para eles mordiscarem. Para este efeito, os ramos de árvores de fruta são particularmente adequados.

Os agapornis roseicollis sentem-se muito felizes em movimento. Assim, eles gostam muito de balanços, argolas, escadas e poleiros elásticos que se prendem apenas de um lado. Quanto mais o seu agapornis roseicollis se conseguir balançar, mais feliz fica!

Estes pássaros também adoram tomar banho. Assim, para os agradar pode optar por colocar uma banheira rasa na gaiola. Muitos agapornis roseicollis também gostam de tomar um duchezinho com um pequeno pulverizador de plantas. Experimente, é muito provável que os seus passarinhos adorem.
Outra característica destes pássaros é gostarem de ir para a sua casinha, que não deve ser confundida com os ninhos. Pois, ao contrário dos ninhos, que são fechados a toda a volta, as casinhas têm uma abertura. Para evitar conflitos entre o grupo de agapornis roseicollis, deve ter mais casinhas do que casais.

Qual a frequência com que os agapornis roseicollis precisam de voar livremente?

Voar livremente é uma necessidade de todos os pássaros que vivem em gaiolas ou viveiros. Aliás, nenhum viveiro substitui o voo livre, pois é nessa altura que os pássaros voam realmente. Assim, os agapornis roseicollis devem poder voar livremente pelo menos uma vez por dia. No entanto, o local escolhido para o voo deve ser seguro. Por exemplo, certifique-se que não há portas e janelas abertas ou entreabertas ou plantas venenosas. Pode também criar um espaço especial para os seus pássaros. Existe uma grande oferta de áreas de lazer, ou playstand, para aves. Estas costumam incluir por exemplo escadas, poleiros e argolas.

Resumo das necessidades dos seus agapornis roseicollis

  • Tamanho da gaiola por par: 60 x 100 x 120 centímetros (comprimento x largura x altura).

Características do local da gaiola ou viveiro

  • A temperatura deve situar-se entre 18 e 25 graus.
  • Sem exposição a correntes de ar.
  • Exposição de 12 horas por dia a luz solar ou luz artificial no inverno.

Acessórios da gaiola

  • Ramos para mordiscar.
  • Taça com grãos.
  • Poleiros móveis, argolas e brinquedos de madeira.
  • Casinha para dormir com abertura.
  • Banheira rasa.
  • Cobertura do chão: areia para pássaros, substrato de cânhamo ou granulado de madeira de faia.

Manutenção da gaiola ou viveiro

  • Limpeza diária do bebedouro, comedouro e banheira.
  • Voo livre diário.

Alimentação dos agapornis roseicollis

Os agapornis roseicollis comem misturas de sementes especialmente concebidas para ir de encontro às necessidades dos agapornis e periquitos grandes. A mistura contém sementes de milho e aveia de alto teor nutritivo. A quantidade de sementes com elevado teor de gordura, como as sementes de girassol, é reduzida. Os agapornis roseicollis também gostam muito de comer alimentos frescos, como frutos vermelhos, ervas, fruta e verduras.

É também aconselhável estimular os agapornis roseicollis através da alimentação. Assim, se der uma tijela com painço, ervas ou alface está a variar a dieta dos seus passarinhos e a diverti-los. Também pode pôr guloseimas em tubos de papel e deixar que os seus agapornis roseicollis se entretenham a apanhá-las. Outra ideia é espalhar sementes no chão da gaiola ou viveiro ou misturá-las numa taça com areia para pássaros. Os seus agapornis roseicollis vão se divertir muito a encontrá-las e o exercício ajuda a que se mantenham saudáveis.

Descubra aqui a nossa oferta de comida para pássaros!

Vai ter um agapornis roseicollis? Então esperamos que as dicas e conselhos deste artigo o ajudem!

Os nossos artigos mais relevantes

Caturra

As caturras procuram o contacto com animais da mesma espécie e se isso não for possível ligam-se aos humanos e exigem atenção a 100%.

Canário

Os canários são conhecidos por serem aves que cuidam de si mesmos desde que lhes sejam oferecidos os meios necessários.

Agapornis

Os agapornis necessitam de bastante espaço para se movimentarem sem restrições por isso um viveiro é a melhor opção para esta espécie.