Sangue na urina dos gatos This article is verified by a vet

sangue na urina dos gatos_1

Ao limpar a caixa de areia esteja atento a possíveis alterações na cor da urina do seu gato.

A urina do seu gato atrai-lhe a atenção por ser vermelha ou castanha? Então pode tratar-se de sangue. É um sintoma assustador e deve investigar as suas causas a fundo. Leia este nosso artigo e fique a saber o mais importante acerca do problema do sangue na urina dos gatos.

O sangue na urina dos gatos é perigoso?

O sangue na urina dos gatos é algo que deve ser levado muito a sério. São inúmeras as causas que podem provocar este sintoma. Portanto, um diagnóstico precoce e detalhado é de grande importância. E só depois do diagnóstico é que o veterinário pode iniciar o tratamento orientado.

Quais as causas para o sangue na urina dos gatos?

Não é fora do comum os gatos exibirem sangue na urina em algum momento das suas vidas. Porque são muitas as causas que o podem provocar. Habitualmente, os rins filtram o sangue para depois excretarem as substâncias urinárias através da urina. A urina dos gatos saudáveis tem uma cor amarelada. Dependendo do estado dos fluidos, pode ser mais clara ou escura. Se, por exemplo, o patudo estiver desidratado por falta de água, a urina estará mais concentrada nos rins. E, portanto, terá um tom amarelo mais escuro.

Em alguns casos, a descoloração vermelha da urina é fisiológica, consequência, por exemplo, da ingestão de beterraba. Ainda assim, doenças e irritações também podem provocar este sintoma. Então, o veterinário considera três possibilidades diferentes:

Excreção de sangue (glóbulos vermelhos) por:

  • Reações inflamatórias: os gatos sofrem frequentemente de infeções bacterianas do trato urinário. No decorrer da infeção, não é fora do comum formarem-se cálculos e pedras na urina. Os machos são particularmente afetados, pois, devido à sua anatomia, as suas uretras são mais compridas e curvas. Se os cálculos urinários aumentarem de tamanho podem ferir a delicada mucosa do trato urinário. Aliás, podem mesmo provocar retenção urinária, o que pode pôr em perigo a vida do animal. Se o gato não for tratado a tempo, a bexiga pode rebentar. Os gatos de interior jovens com FLUTD idiopática (do inglês Feline lower urinary tract disease), uma doença do trato urinário inferior, têm tendência a isto.
  • Tumores: os tumores mais comuns do trato urinário nos gatos são os dos tecidos dos rins, da bexiga, da uretra e, nos machos, da próstata (glândula prostática).
  • Intoxicação: os medicamentos (rifampicina, por exemplo) e as toxinas de plantas ou químicas podem danificar os rins de tal modo que os glóbulos vermelhos (eritrócitos) atravessam o tecido dos rins sem serem filtrados.
  • Doenças renais (insuficiência renal, por exemplo).
  • Coagulação reduzida em resultado de doenças congénitas (doença de von Willebrand, por exemplo), coagulopatia de consumo (CID) ou tratamento com heparina.
  • Anomalias vasculares congénitas.

Excreção de pigmento sanguíneo em consequência da destruição de glóbulos vermelhos (hemólise) por:

Excreção da proteína muscular mioglobina em consequência da destruição das células musculares (rabdomiólise) por:

  • Lesões musculares graves devido a traumatismos externos (em resultado de acidentes de carro, por exemplo).
  • Crises, como as causadas por tétano ou episódios de epilepsia.
  • Após grandes cirurgias (amputações, por exemplo).

Sintomas: quais os outros sintomas da doença?

Normalmente, os gatos com sangue na urina também apresentam outros sintomas. De facto, estes são de essenciais para fazer o diagnóstico. É comum, no decurso das possíveis doenças, notar-se um agravamento do estado de saúde geral dos animais. Além disso, em casos de doenças infeciosas é comum terem febre. Aliás, observam-se nos gatos afetados sintomas como micção frequente (poliúria), dolorosa (estrangúria) ou aumento da micção em pequenas quantidades (polaquiúria).

Sangue na urina dos gatos: que opções de diagnóstico existem?

Ao detetar sangue na urina do seu gato deve consultar um veterinário o mais depressa possível. Pois trata-se de uma situação muito séria e não deve ser encarada de ânimo leve. Uma análise à urina é bastante útil para distinguir entre as três possíveis causas do problema (hematúria, hemoglobinúria e mioglobinúria):

  • A centrifugação da urina no caso da hematúria faz com que os glóbulos vermelhos baixem. Este sedimento surge vermelho no tubo de ensaio enquanto a parte superior surge incolor. Na hemoglobinúria ou mioglobinúria o corante está livre, pelo que os tubos têm uma cor vermelha uniforme. Portanto, não se forma qualquer sedimento.
  • É usada uma tira de teste para determinar concentrações elevadas de glóbulos vermelhos, células inflamatórias, proteínas e bactérias, além do valor de pH.
  • Sob o microscópio, o veterinário pode detetar a presença de cristais urinários, leveduras, bactérias e células sanguíneas.

Por outro lado, para diferenciar entre hemoglobinúeria e mioglobinúria, o veterinário tem que determinar outros parâmetros. Pode, por exemplo, fazer uma análise ao sangue para medir o conteúdo de creatina quinase (CK). Pois este aumenta consideravelmente em resultado da destruição do tecido muscular.

Para esclarecer alterações estruturais, o veterinário também pode recorrer a técnicas de imagem, como radiografias ou ecografias.

Tratamento: quais as opções de tratamento para o sangue na urina dos gatos?

Portanto, a hemoglobina, a mioglobina e o sangue na urina dos gatos requerem tratamentos diferentes. Infeções do trato urinário e outras doenças infeciosas tratam-se com antibióticos ou antivíricos, dependendo do patógeno. Por outro lado, acontecimentos traumáticos, tumores e pedras urinárias de grandes dimensões requerem muitas vezes medidas cirúrgicas. Mais uma vez, o diagnóstico prévio é de grande importância para o tratamento orientado da doença de base.

Prognóstico: quais as hipóteses de recuperação?

Tal como o tratamento, também o prognóstico não se pode generalizar. Por um lado, se tratadas a tempo, as infeções urinárias inofensivas não passam disso. Por outro lado, uma estase urinária aguda e não tratada pode ser fatal. Assim, ao detetar sangue na urina do seu gato, é muito importante dirigir-se de imediato ao veterinário.

Prevenção: como prevenir o sangue na urina dos gatos?

Felizmente, algumas das causas do sangue na urina dos gatos podem ser prevenidas pelos donos. Neste sentido, recomendamos aconselhar-se junto do seu veterinário acerca de possíveis vacinas. Alimentação e cuidados apropriados também contribuem para reduzir o risco de doenças como cálculos urinários.


Franziska G., veterinária
Profilbild von Tierärztin Franziska Gütgeman mit Hund

Estudei medicina veterinária na Universidade Justus-Liebig em Gießen, onde pude ganhar alguma experiência em vários campos, como medicina para pequenos e grandes animais, medicina exótica, farmacologia, patologia e higiene alimentar. Desde então, não trabalhei apenas como autora veterinária. Também trabalhei na minha tese, que foi influenciada cientificamente. O meu objetivo é proteger melhor os animais contra patógenos bacterianos no futuro. Além do meu conhecimento, partilho as minhas próprias experiências como dono de um cão e, assim, consigo entender e dissipar medos e problemas, bem como outras questões de saúde animal.


Os nossos artigos mais relevantes
4 min

A idade dos gatos

Descubra neste artigo como determinar a idade dos gatos, quantos anos vive um gato, e com que idade é que um gato se torna idoso?