Mudança dos dentes nos cachorros This article is verified by a vet

Mudança dos dentes dos cachorros: dentes de leite

A mudança de dentes nos cachorros começa a partir do quarto mês de vida

Os cachorros são amorosos e muito curiosos. Por isso, a chegada de um cachorrinho a casa deixa a nova família muito ocupada. E a mudança dos dentes nos cachorros é geralmente um momento que exige atenção adicional por parte dos donos. Assim, descubra neste artigo como pode tornar esta fase mais agradável para o seu pequeno patudo.

Quais os sinais da mudança de dentes nos cachorros?

Os sinais da troca de dentes nos cachorros são muito parecidos com os sinais nas pessoas. Eles também sentem algumas dores, pressão ou comichão nas gengivas.

Para minorar estes sintomas os cachorrinhos costumam morder objetos duros ou frios, como por exemplo barras de metal, raízes ou ramos. Também é provável que o seu cachorro resolva roer móveis ou paredes durante esta fase mais complicada. Além disso, os cachorros muitas vezes dormem mal ou não comem ração seca. Em certos casos as gengivas podem inflamar e por isso o cachorro pode sentir um mal-estar geral. Em situações muito raras os pequenos patudos podem ter diarreia ou outras complicações físicas.

Dicas e truques para ajudar o seu cachorro

A queda dos dentes de leite pode ser stressante para os cães. Por isso eles tentam acelerar o processo e mordem com a zona dorida por períodos longos.

Para não ficar com a mobília cheia de dentadas e também para reduzir as dores do seu cachorro pode usar os seguintes truques:

  • Humedeça a ração seca com água ou dê comida macia para cachorros.
  • Dê ao seu cachorro brinquedos próprios para ele roer.
  • Arrefeça a ração ou os brinquedos. Pode por exemplo colocá-los algum tempo no frigorifico.
  • Certifique-se de que o seu pequeno patudo ingere todos os nutrientes necessários para esta fase, como por exemplo cálcio.

Importante: Não dê ao seu cachorrinho nenhum tipo de medicamento indicado para a mudança de dentes das pessoas. Estes medicamentos podem ser tóxicos para os cães e em caso de sobredose podem causar a morte.

Quando a mudança de dentes estiver completa leve o seu cão ao veterinário a fim de verificar se os dentes e as mandíbulas estão bem alinhadas. Este tipo de problema surge com alguma frequência em raças pequenas. Assim, se houver algum problema o tratamento é simples se for detetado precocemente.

Mudança de dentes nos cachorros: Morder alivia os sintomas
Os cachorros gostam de roer ramos ou raízes na altura da mudança dos dentes

Qual é a altura da mudança dos dentes nos cães?

Os dentes de leite dos cães começam a cair entre os quatro e os seis meses de vida. Estes são posteriormente substituídos pela dentição permanente que acompanha os patudos por toda a vida. No entanto, em alguns casos os dentes podem cair aos cães sénior. O processo de troca dos dentes fica completo em cerca de três meses.

Fases do nascimento dos dentes nos cães

Tal como as pessoas, também nos cães nascem primeiro os dentes de leite. Em seguida nascem os dentes permanentes.

Os dentes de leite

A dentição dos cachorros é composta por dentes de leite. Conforme o cachorro cresce estes dentes são substituídos por dentes permanentes. É fácil identificar os dentes de leite. Por exemplo, os dentes de leite têm uma cor branco azulada. Além disso, são mais estreitos e afiados do que os dentes permanentes. Por fim, os dentes permanentes quando nascem apresentam as margens arredondadas, conhecidas como flor-de-lis.

Os dentes de leite surgem entre a terceira semana e o sexto mês de vida:

3-4 semanas Erupção dos incisivos
1-2 meses Crescimento dos incisivos
2-3 meses Crescimento em separado dos incisivos
3-4 meses Desgaste dos incisivos
4-5 meses Mudança dos incisivos
5-6 meses Mudança dos molares
Os dentes de leite dos cachorros são pequenos, têm uma cor azulada e são muito afiados

A dentição permanente

Em média os cães adultos têm 42 dentes permanentes que raramente caem. Tal só acontece em situações pontuais, como por exemplo na velhice ou em consequência de acidentes

No entanto, os dentes permanentes vão-se alterando com o tempo devido ao desgaste e podem vir a apresentar manchas ou tártaro. Assim, é muito importante fazer regularmente a higiene oral do seu patudo. A evolução das dentições de leite e permanente permite igualmente avaliar a idade dos cães.

Os nossos artigos mais relevantes

Castração de cães

A castração constitui um procedimento de rotina na medicina veterinária – mas será sempre recomendada? Qual a diferença entre castração e esterilização?