Artrite em cães This article is verified by a vet

Homem dobra as articulações da pata a um cão. A artrite em cães provoca dores fortes nas articulações

Um patudo com as articulações inflamadas sente dores fortes e movimenta-se com dificuldade.

O seu patudo caiu e agora tem articulações inchadas e doloridas? Então é provável que ele tenha uma inflamação nesse local. Leia este artigo e saiba como identificar a artrite em cães e como ajudar o seu patudo.

Artrite ou artrose: qual a diferença?

Se o seu patudo está com uma artrite então uma ou mais articulações estão inflamadas. Geralmente a zona afetada fica inchada e avermelhada. Além disso, o cão sente dores no local.

Por outro lado, uma artrose implica sempre o desgaste da cartilagem das articulações. Trata-se de uma situação progressiva e continua. Como resultado, os ossos ficam próximos e raspam uns nos outros causando uma inflamação no local. Além disso, ocorrem também alterações na estrutura óssea da articulação.

Sintomas da artrite em cães

Os sintomas desta doença são os típicos de uma inflamação:

  • A zona afetada fica inchada e avermelhada.
  • O patudo sente dores.
  • A zona inflamada fica mais quente.
  • A inflamação não permite que o patudo se movimente normalmente.

Dependendo da causa da inflamação, podem surgir igualmente outros sintomas:

  • O cão passa muito tempo a dormir.
  • Redução do apetite
  • O patudo coxeia ou recusa-se a andar.

Diagnóstico da artrite em cães

A artrite é um problema que os veterinários conseguem identificar facilmente. Por isso, se notar que o seu patudo tem as articulações inchadas ou que ele coxeia deve levá-lo ao veterinário.

No entanto, para confirmar o diagnóstico, os veterinários podem fazer os seguintes exames:

  • Análise ao sangue: quando um cão tem uma artrite, os parâmetros dos componentes ficam alterados permitindo identificar a presença de uma inflamação
  • Imagiologia: através de um exame de raio X, o veterinário consegue distinguir a atrite da artrose ou de outros problemas nas articulações.
  • Colheita do líquido sinovial com punção: a composição do líquido sinovial permite ao veterinário detetar a presença de fatores inflamatórios.
  • Artroscopia: através da inserção de um artroscópio, um instrumento com uma pequena camara de vídeo na ponta, o veterinário consegue inspecionar com precisão toda a articulação.
Cão a descer do porta bagagens do carro através de uma rampa. Existem várias formas de aliviar os sintomas de atrite em cães
As rampas ajudam a reduzir as dores aos patudos com artrite.

Qual o tratamento para esta doença?

O tratamento da artrite em cães depende das causas. No entanto, para controlar os sintomas imediatos, os veterinários prescrevem anti-inflamatórios e analgésicos.

Se o veterinário concluir que a inflamação tem uma causa bacteriana prescreve antibióticos. No entanto, por vezes os medicamentos não são eficazes. Nesse caso é então preciso fazer uma pequena intervenção para extrair o pus. Nesse caso, o veterinário tem que anestesiar o patudo. Apesar de invasiva esta intervenção alivia muito as dores.

Além destas intervenções médicas, pode também tomar algumas medidas para aliviar o sofrimento do seu patudo. Por exemplo, pode arrefecer a zona inflamada com um saco de gelo de farmácia. A fisioterapia para cães é também uma boa forma de ajudar a acelerar restabelecimento das articulações. No entanto, um aspeto a ter sempre em atenção é o comportamento do seu patudo até a inflamação estar curada. Assim, não o deixe fazer demasiado exercício ou saltar, para não pôr pressão sobre as articulações.

Se o seu patudo tem peso a mais repense a sua alimentação. Fale com o seu veterinário sobre a melhor ração e quantidade a dar. É igualmente aconselhável incentivar o seu patudo a fazer mais exercício físico, tendo em atenção a sua situação de saúde.

Qual o prognóstico da artrite em cães?

Se a doença for detetada muito cedo e receber o tratamento adequado, as hipóteses de cura são grandes. No entanto, se o seu patudo tiver alguma doença crónica, especialmente de origem reumática, o prognóstico é pior. Nestes casos mantenha o peso do seu patudo sob controle e dê-lhe os medicamentos de acordo com a prescrição. Desse modo consegue evita que a doença se agrave e que ele perca qualidade de vida.

Quais são as causas de artrite em cães?

Existem várias causas conhecidas para a artrite nos cães que podem ser agrupadas por tipo. Em seguida apresentamos um pequeno resumo de cada uma.

1. Feridas abertas

Por vezes em feridas muito graves as articulações ficam expostas. Nesse caso sujidade ou bactérias podem infiltrar-se na articulação causando a inflamação. No entanto, se o cão tiver problemas dentários graves que afetem as raízes, as bactérias das raízes podem viajar através do sangue até as articulações. Assim, esta é também uma possível causa da inflamação.

Pata de um cão com uma ferida. As bactérias invadem facilmente feridas abertas causando artrite em cães
As bactérias invadem facilmente feridas abertas e afetam as articulações.

2. Causas não infeciosas

A artrite pode surgir em consequência de uma queda ou torção de uma articulação. Peso a mais ou prática excessiva de exercício físico também podem estar na origem da inflamação das articulações.

3. Doenças autoimunes

O corpo de cães com doenças reumáticas por vezes reage contra a sua própria cartilagem. Ou seja, o corpo produz substâncias que vão causar artrite em várias articulações. Trata-se de casos de poliartrite.

4. Causas infeciosas

Existem vários agentes infeciosos que podem desencadear inflamações nas articulações. Alguns dos mais comuns são as bactérias causadoras da Doença de Lyme ou da Leishmaniose.


Franziska G., veterinária
Franziska G.

Estudei medicina veterinária na Universidade Justus-Liebig em Gießen, onde pude ganhar alguma experiência em vários campos, como medicina para pequenos e grandes animais, medicina exótica, farmacologia, patologia e higiene alimentar. Desde então, não trabalhei apenas como autora veterinária. Também trabalhei na minha tese, que foi influenciada cientificamente. O meu objetivo é proteger melhor os animais contra patógenos bacterianos no futuro. Além do meu conhecimento, partilho as minhas próprias experiências como dono de um cão e, assim, consigo entender e dissipar medos e problemas, bem como outras questões de saúde animal.


Os nossos artigos mais relevantes
11 min

Castração de cães

A castração constitui um procedimento de rotina na medicina veterinária – mas será sempre recomendada? Qual a diferença entre castração e esterilização?