Comida para agapornis

comida agapornis

como alimentar melhor os meus pássaros

Variedade é fundamental

A base da alimentação equilibrada dos agapornis (conhecidos por “pássaros do amor”) é uma mistura de diferentes sementes. As necessidades energéticas destes animais devem ser complementadas com frutas, vegetais e, caso necessário, proteínas de origem animal.

A comida dos agapornis – ingredientes

Lamentavelmente, para a maioria das espécies de papagaios não foram ainda determinadas as quantidades e as proporções exatas de ingredientes essenciais que são por estes animais absorvidas. Assim, é fundamental proporcionar aos agapornis a possibilidade de cobrirem o melhor possível as suas necessidades através de uma oferta variada – falamos de hidratos de carbono, proteínas, gorduras, vitaminas e minerais.

 

  • Os hidratos de carbono atendem as necessidades energéticas diretas das aves. Estão contidos na aveia, no milho, na cevada, no trigo sarraceno, no centeio e no sorgo.
  • As proteínas estão presentes nas células do organismo e envolvidas em todos os processos vitais. São fornecidas nos ovos, no requeijão, nas sementes de açafrão-bravo, no arroz, nos legumes, nas sementes de abóbora, nas nozes, nas sementes de linhaça, nas amêndoas de faia e nas sementes de girassol.
  • As gorduras são usadas para armazenar energia e estão contidas nas nozes, nas sementes de girassol, nas sementes de linhaça, nas sementes de inga, nas pevides de abóbora e no cânhamo.
  • As vitaminas são essenciais para a manutenção de quaisquer processos vitais. Já que as aves não as conseguem formar por si próprias, devem ser fornecidas na forma de frutos e vegetais.
  • Os minerais desempenham funções importantes, estando envolvidos, e sendo essenciais, na formação dos ossos e em diversos processos metabólicos. Encontram-se nas sementes de cânhamo, na levedura de cerveja, nas sementes de soja, na alpista, no arroz, no sorgo, no milho painço em grão e nas sementes de inga e de açafrão-bravo.

A alimentação adequada

A base da dieta dos agapornis é uma mistura de diversas sementes. As quantidades e a composição dos alimentos deve ser adaptada de acordo com a época do ano, o tipo de produção animal e a atividade dos pássaros. Agapornis mantidos em grandes aviários terão mais oportunidade para voar do que pássaros em pequenas gaiolas – em concordância, as necessidades energéticas dos agapornis diminuem ou decrescem, sendo especialmente aplicável a pássaros em viveiros e na época do acasalamento. É de particular importância oferecer aos agapornis uma substancial dose de alimentos.

A alimentação básica destas aves são as misturas de sementes para papagaios pequenos e periquitos grandes. Além dos alimentos já mencionados, os agapornis podem ingerir, como suplemento, morugem, dentes-de-leão (pequenas quantidades das folhas), cardo, erva-de-febra e poligonácea para pássaros. Estas plantas podem ser encontradas em jardins ou durante passeios pela natureza; mas cuidado – certifique-se de que as plantas que apanha não foram tratadas com pesticidas.

Forma de dosagem

Os comedouros devem ser, por razões de higiene, de limpeza fácil. Ficou já comprovado que, para os ativos agapornis, os melhores comedouros são os planos e de barro ou em aço inoxidável. Não devem ser colocados no chão da gaiola, mas sim fixados nas grades. O ideal é colocar vários comedouros – com cereais, água, mistura de frutas, vegetais e forragem. Se o animal ingerir boas quantidades de fruta, não é necessário que beba muitos líquidos, embora água da torneira (água mineral sem dióxido de carbono) deva ser disponibilizada. A água pode ser enriquecida com vitaminas – com sumo de laranja ou de cenoura.

Os nossos artigos mais relevantes

Alimentação do canário

As rações compostas constituem uma parte importante da alimentação dos canários, pois são sinónimo de variedade nutricional.