Alimentação do canário

Alimentação do canário

Alimentação do canário

A alimentação do canário doméstico é em parte revelada pela forma cónica do seu bico, sendo principalmente à base de sementes que podem ser compradas em formato de mix.

Excesso de peso nos canários

Ao notar que o seu canário está mais gordo e se comporta de forma indolente, o ideal é fazer, rapidamente, algumas mudanças na sua alimentação. Tal passa por selecionar e retirar da ração as sementes mais oleaginosas (as preferidas das aves, naturalmente) e oferecer-lhe outro tipo de sementes, além de alpista. O remédio mais eficaz contra a obesidade é, porém, o aumento de momentos de voo livre.

Rações compostas

As rações compostas constituem uma parte importante da alimentação, pois são sinónimo de variedade nutricional. O seu canário escolherá as mais saborosas e oleaginosas primeiro, como as sementes do Níger e as sementes de cânhamo e só quando a fome apertar novamente é que se dedicará às variedades menos apetitosas. Se a alimentação da ave fosse unicamente baseada nas suas sementes favoritas, em pouco tempo transformar-se-ia numa bola de gordura e seria difícil saltar de um poleiro para outro!

kanarienvogel ernährung

Cal e grit

Areia fresca para aves com grit suficiente é também uma parte importante da dieta dos canários e deve estar sempre disponível. Pode colocar o grit num pequeno comedouro. Estas conchas de mexilhão finamente trituradas ajudam o passarinho a digerir as sementes no estômago. A cal, que o animal obtém através do osso do choco, é também bastante útil, especialmente durante o período de mudança das penas.

Água fresca

Os canários adoram beber água fresca – deve trocá-la diariamente. Caso a água contenha demasiado cloro poderá adquirir nas lojas de animais equipamento de tratamento para neutralizar os poluentes.

Forragem

Para que o seu canário se mantenha sempre em forma e obtenha todas as vitaminas necessárias deverá oferecer-lhe diariamente um conjunto de ervas selvagens. Basta fixá-las à gaiola com um clip e verá como o pássaro mordisca, removendo as sementes, cortando-as e triturando-as com o bico.

As folhas dos dentes-de-leão são populares entre os canários. A morugem pode ser mantida num vaso e, bem regada e fertilizada de quando em quando, mantém-se durante muito tempo. Sonchus, tussilgo farfara, senecio, capsella, vários tipos de gramíneas, como plantago lanceolata e tanchagem são muito bem aceites pelos canários. Também cenouras descascadas, maçãs e pedaços de pepino fazem as delícias destas aves. Alface de compra não é indicada para o menu dos canários, pois os níveis de poluentes são normalmente elevados e por isso prejudiciais ao seu organismo.

Sementes germinadas

Uma parte relevante da dieta dos canários são as sementes germinadas, fonte de energia. Os vasos são acessórios indicados para se colocar estas sementes, como as do feijão ou do nabo. Para que não ganhem bolor, as sementes são lavadas várias vezes ao dia e passadas 24 a 36 horas da germinação, os brotos são “servidos”. Certifique-se de que a semente está fresca e que não cheira mal.

Se o seu canário desfrutar de uma dieta variada e saudável como a apresentada neste artigo, não temos dúvidas de que continuará a fazer-lhe companhia durante muito tempo!

Descubra toda a nossa seleção de comida para canários e muitos outros produtos da temática aves na loja online da zooplus!

Os nossos artigos mais relevantes

Alimentação do canário

As rações compostas constituem uma parte importante da alimentação dos canários, pois são sinónimo de variedade nutricional.