Agapornis

Agapornis

Infelizmente, e devido ao seu tamanho, não raras são as vezes que os agapornis são mantidos em gaiolas demasiado pequenas. E a verdade é que precisam de bastante espaço para se movimentarem sem restrições.

Gaiolas para pássaros

As medidas mínimas para uma gaiola destinada a um par de agapornis são 1 x 0,5 x 0,5 cm e foram definidas pelo Ministério da Nutrição, Agricultura e Defesa do Consumidor da Alemanha. Quem não cumprir estas diretrizes estará a violar o direito ao bem-estar animal. As consequências passam, sobretudo, pelo excesso de peso e pela apatia. Há também o risco de aves inicialmente pacíficas se tornarem histéricas devido à falta de espaço, picando-se e perseguindo-se uma à outra dentro da gaiola, pois é a única forma de conseguirem satisfazer a sua necessidade de movimento.

As gaiolas mais apropriadas são aquelas em que dois ou três dos lados são revestidos a painéis de madeira ou de plástico e em que apenas um ou dois dos lados têm grades. As paredes fechadas protegem os animais das correntes de ar, ao mesmo tempo que lhes transmitem uma sensação de segurança. Mesmo que a gaiola não seja muito grande, esta deve, pelo menos a nível do comprimento, proporcionar o espaço suficiente para as aves fazerem voos de uma certa distância.

Na gaiola devem ser colocados ramos naturais (não pulverizados e não tratados) e que serão roídos com entusiasmo. Os ramos asseguram que tanto o bico como as garras sofrem o desgaste necessário, ao mesmo tempo que, sendo continuamente substituídos, contribuem, repletos de minerais, para uma dieta saudável. A gaiola ideal deve estar apetrechada com uma porta de acesso relativamente grande com um fecho de segurança à prova de papagaios, um tabuleiro inferior alto e com areia suficiente, e tigelas para a comida e para a água acessíveis a partir do exterior.

Viveiros para agapornis

Experimente mimar um pouco mais as suas aves e instale-as num viveiro. Este tipo de gaiolas oferece muito mais espaço aos animais e permite manter vários agapornis – um viveiro com as dimensões de 3 x 1,5 x 2 metros é apropriado para 6 a 8 pássaros desta espécie. Porém, lembre-se que proporcional ao número de aves é o ruído e a sujidade. Desta forma, a localização do viveiro é muito importante.

Caso tenha espaço suficiente, dono e animais podem estar em áreas separadas. Fechar a porta mantém o ruído isolado num só espaço e a sala de estar livre de pó e sujidade a pairar. Essencial são a luz e o ar fresco e dado que por vezes a luz natural não é suficiente, sobretudo no inverno, é necessário recorrer à luz artificial. A ventilação deve ser constantemente assegurada, mas as correntes de ar são proibidas.

É do seu interesse que o viveiro seja fácil de limpar. A forma mais prática passa por tijolos nas paredes e um sistema de escoamento no solo. Um revestimento de 50 cm de altura junto das grades de metal, no solo, evita que a sujidade passe através das grades para o exterior. Dependendo do número de aves, os dejetos podem-se acumular mais rapidamente na areia e a limpeza pode ser necessária de dois em dois dias, aproximadamente. Uma vez por outra, experimente presentear os agapornis com novos acessórios, como ramos frescos e não tratados, plantas não tóxicas, cordas ou brinquedos para trepar. Uma excelente seleção de brinquedos está disponível na loja online da zooplus.

Deixar o agapornis voar livremente

Se mantém os seus agapornis numa gaiola, deixamos algumas dicas para os seus momentos de voo livre diário:

  • Remova plantas tóxicas, como o azevinho e o sabugueiro-anão.
  • Feche as janelas e cubra-as com uma cortina.
  • Não deixe cães nem gatos permanecer na divisão.
  • Retire da divisão produtos de limpeza e cigarros.
  • Esteja atento a fendas traiçoeiras por detrás dos móveis.
  • Mantenha as portas sempre fechadas.
  • Não perca os animais de vista, pois podem roer cabos elétricos.

Alimentação dos agapornis

A base da dieta dos agapornis deve ser uma mistura de sementes equilibrada e de boa qualidade. É importante assegurar aos animais a dose de calorias necessária, o que pode ser conseguido através do consumo de fruta, vegetais e proteína animal. Todavia, algumas frutas e vegetais não são apropriados para estas aves, como o abacate, a ameixa, o limão e o feijão. Além disto, o grit é indispensável para auxiliar no processo digestivo. Água fresca nunca deve faltar e não há problema se for água da torneira. Temos disponível um artigo que analisa em detalhe a nutrição dos agapornis.

Aquisição de agapornis

Existem várias possibilidades para a aquisição de agapornis. A compra em lojas de animais ou diretamente a criadores apresenta vantagens indiscutíveis, pois estará a lidar com pessoas experientes e que o poderão esclarecer nas suas dúvidas, sendo particularmente úteis para principiantes. Ocasionalmente, os agapornis podem também ser encontrados em abrigos para animais; no entanto, nestes casos raramente podemos considerar a experiência como um fator. A compra online é uma possibilidade, mas tenha cuidado com as ofertas duvidosas. Certifique-se de que se tratam de vendedores profissionais. Nunca é demais relembrar: nunca deve adquirir somente um exemplar desta espécie – os agapornis devem ser mantidos em pares e nunca ser separados, pois só assim se mantêm saudáveis psicologicamente, visível através da plumagem macia e da postura alerta.

unzertrennliche

Os nossos artigos mais relevantes

Caturra

As caturras procuram o contacto com animais da mesma espécie e se isso não for possível ligam-se aos humanos e exigem atenção a 100%.

Canário

Os canários são conhecidos por serem aves que cuidam de si mesmos desde que lhes sejam oferecidos os meios necessários.

Agapornis

Os agapornis necessitam de bastante espaço para se movimentarem sem restrições por isso um viveiro é a melhor opção para esta espécie.