O seu gato está deprimido? This article is verified by a vet

O seu gato está deprimido? Alterações no comportamento dos gatos podem ser um sinal de depressão

Um gato deprimido deixa de brincar pela casa e de trepar aos móveis.

A depressão é uma doença que não atinge apenas os seres humanos. Na verdade, os gatos também podem apresentar doenças psicológicas. Neste artigo explicamos como pode saber se o seu gato está deprimido. Além disso também damos dicas para ajudar o seu pequeno felino.

Como saber se o seu gato está deprimido? Identifique os principais sintomas

O quadro clínico de um gato deprimido é muito semelhante ao das pessoas. Assim, os principais sintomas da depressão são o desinteresse, apatia e um estado emocional negativo. Nos gatos consegue identificar estes sintomas pelos seguintes comportamentos:

  • O seu pequeno felino não procura contato físico.
  • Ele dorme mais do que o habitual e ainda assim parece sempre sem energia.
  • Praticamente não consegue que o seu gato brinque, mesmo com os seus brinquedos favoritos. Nalguns casos os gatos recusam-se totalmente a brincar.
  • O seu gato come muito menos do que o habitual ou deixa de comer, mesmo as comidas de que gosta muito.
  • As sessões de higiene do pelo são menos frequentes.
  • O seu gato deixa de ter interesse em sair de casa, se ele for dos que pode sair sozinho. O que se passa à sua volta não lhe desperta interesse e por isso deixa de dar os seus passeios habituais.

Como se diagnostica a depressão nos gatos?

Se notar que o seu gato anda especialmente apático deve levá-lo ao veterinário. A causa dos comportamentos anormais pode ser um problema físico, como por exemplo dores, infeções ou outra doença. Assim, o veterinário começa por fazer um exame físico ao seu gato onde mede a temperatura e faz análises ao sangue.

Para saber se o seu gato está deprimido o primeiro passo é consultar um veterinário
Para diagnosticar uma depressão em gatos o veterinário tem que excluir em primeiro lugar doenças físicas.

Se após um exame físico completo o veterinário não encontrar explicação para o comportamento anormal do gato, passamos à segunda fase do diagnóstico. Visto que mudanças no dia-a-dia podem afetar psicologicamente os nossos gatos, o veterinário pergunta aos donos se recentemente houve alguma alteração na vida do gato.

Exemplos de perguntas importantes para saber se o seu gato está deprimido:

  • Qual a alimentação do gato?
  • Quantas refeições ele come por dia?
  • A família mudou recentemente de casa?
  • A família cresceu? Ou seja, há mais uma pessoa na família ou chegou um novo animal de estimação?
  • Alguém faleceu recentemente na família?

Se mudou de casa ou se houve alterações na composição da família esta pode ser a causa do comportamento anormal do seu gato. Assim, é possível que se trate de uma situação de depressão.

Tratamentos para a depressão nos gatos

Visto que esta é uma doença complexa, se o seu gato está deprimido o tratamento pode ser difícil e demorado. Assim, é importante registar regularmente as alterações no comportamento do seu pequeno felino. Desse modo consegue aperceber-se do seu progresso ou de contratempos de forma objetiva.

Uma estratégia para ajudar o seu gato é reverter as alterações que aconteceram nas suas rotinas. Naturalmente, em muitos casos isto não é possível e então a alternativa é aconselhar-se com o seu veterinário. E os gatos, tal como as pessoas, podem tomar alguns medicamentos que ajudam a aliviar a depressão.

Apesar de não existirem provas científicas que os Florais de Bach são eficazes contra a depressão, alguns donos escolhem esta estratégia. Os Florais de Bach são considerados suplementos alimentares e algumas teorias defendem que têm efeitos positivos sobre o estado emocional e psicológico dos gatos.

Para saber mais sobre este tema leia o nosso artigo Florais de Bach para gatos.

O que torna um gato deprimido?

O estado emocional e psicológico dos gatos depende de muitos fatores. Assim, existem várias situações que podem desencadear a depressão nos gatos.

Mudar para uma nova casa é um fator que pode desencadear a depressão nos gatos.

As causas mais comuns são:

  • Mudança para uma nova casa.
  • A chegada de um novo animal de estimação, com por exemplo um cão ou outro gato.
  • Pouco contato social.
  • Cuidados inadequados.
  • Um membro da família morre, sai de casa ou faz uma viagem longa.

Qual o prognóstico da depressão nos gatos?

O prognóstico desta doença depende muito de se conseguir identificar o que a desencadeou, pois só assim pode tomar medidas adequadas. No entanto, é certo que combater a depressão nos gatos é, regra geral, um processo longo. Assim, se o seu gato está deprimido tenha muita paciência com ele e dê-lhe todo o carinho que conseguir.

Os nossos artigos mais relevantes
4 min

A idade dos gatos

Descubra neste artigo como determinar a idade dos gatos, quantos anos vive um gato, e com que idade é que um gato se torna idoso?