O parto nos gatos

A gata e a sua ninhada

O nascimento de novos gatinhos é uma experiência emocionante e tão especial que nenhum criador pode perder. Porém, com poucas exceções, as pessoas pouco ou nada interferem no parto. As gatas dão à luz os seus bebés com tanta naturalidade, que é como se não fizessem outra coisa! Sentar-nos e ir falando com a gata é a única coisa que nós, humanos, podemos fazer. Do mesmo modo, os veterinários só devem ser chamados em caso de complicações.

Como saber se a minha gata está grávida?

Antes do parto, é necessário superar as nove semanas de gestação. Os primeiros sinais de que a gata está grávida são notórios, em média, quatro semanas após o acasalamento. Assim, as mamas endurecem e a área em redor ganha um tom rosáceo.

Neste período da sua vida, a gata evita a maioria das atividades do quotidiano, com exceção das relacionadas com o comedouro. Digamos que a regra “comer por dois” se aplica aqui. Do mesmo modo, o peso da futura mãe sofre alterações, tornando-se visivelmente mais redonda. As gatas mais jovens, em especial as da raça siamesa, não abrandam o ritmo do dia a dia durante a gravidez. Não tendo consciência da sua condição, trepam e saltam como se não estivessem grávidas.

O que é necessário para o momento do parto?

  • Para o caso de surgirem complicações durante o parto, é bastante útil ter à mão o contacto telefónico do seu médico veterinário de confiança
  • Deve, à medida que vão nascendo, anotar a hora de nascimento e o peso dos gatinhos
  • Tenha também consigo uma balança para pesar os recém-nascidos
  • Pode dar-se o caso de a mãe não ter leite suficiente para amamentar todos os animais. Assim, deve ter leite de substituição preparado
  • Arranje uma caixa ou um cartão coberto com uma manta térmica ou com outro acessório para aquecer os recém-nascidos
  • Se a mãe gata não lamber os filhotes, use uma toalha turca para os limpar

Sinais antes do parto

  • Às seis semanas de gestação, os gatinhos movem-se no útero. Poderá senti-los e, por vezes, observar os seus movimentos
  • A gata come menos, mas bebe mais
  • Quando a gata começa a inspecionar caixotes e armários, é sinal de que o grande momento está a chegar. Assim, deve preparar uma área tranquila e resguardada e familiarizar a gata com a mesma
  • A gata mostra-se inquieta e barulhenta
  • Deita-se de lado e respira profundamente

O nascimento dos gatos

Chegado o momento do parto, decorrem aproximadamente duas horas entre as contrações e o nascimento do primeiro bebé. Fale com a sua gatinha e acaricie-a. Cada gatinho precisa apenas de alguns minutos para sair do ventre materno. No entanto, o tempo que medeia entre cada nascimento pode ser superior a uma hora.

Nascido o gatinho, a mãe lambe-o de imediato de forma a limpar o líquido amniótico e estimular a sua respiração. Depois de expelida a placenta, a gata morde o cordão umbilical e ingere a placenta. Embora não nos pareça particularmente apetitosa, a verdade é que é rica em nutrientes.

Por norma, a gata dá à luz entre três a cinco gatinhos. Uma vez nascidos todos os elementos da ninhada, começa a batalha pela comida. Assim, cada animal luta por assegurar para si uma teta, defendendo-a vigorosamente como sua propriedade durante todo o período de amamentação.

Os nossos artigos mais relevantes
Tanto o pelo como a pele têm importantes funções protetoras e revelam de imediato quando o seu gato tem algum problema de saúde.