Mau hálito nos gatos

o mau hálito nos gatos é um sintoma de várias doenças

O seu gato tem mau hálito? Este problema pode ter várias causas

O seu gato tem um mau hálito? Existem várias explicações para este problema. Por exemplo, o seu pequeno felino pode ter problemas nos dentes ou nas gengivas. No entanto, o mau hálito nos gatos também pode resultar de doenças metabólicas ou em órgãos internos.

Logo após a refeição é natural que sinta um hálito ligeiro na boca do seu gato. Mas passado pouco tempo o cheiro desaparece.

No entanto, nalguns casos os gatos apresentam um hálito persistente e penetrante por um período longo de tempo. Nesses casos deve marcar uma consulta no veterinário para verificar o que se passa.

Mau hálito nos gatos: examinar os dentes

O mau hálito nos gatos está frequentemente relacionado com problemas nos dentes ou nas gengivas. Assim, o exame da boca deve ser o primeiro passo.

O tártaro causa mau hálito nos gatos

Uma das principais causas do mau hálito é o tártaro, ou seja, aquelas manchas amareladas na superfície dos dentes junto à gengiva. À primeira vista o tártaro parece inofensivo, no entanto com o passar do tempo pode causar um grande desconforto aos gatos.

O que é o tártaro?

O tártaro são depósitos de resíduos alimentares, saliva e bactérias que ficam agarrados aos dentes. Inicialmente estes resíduos são praticamente invisíveis e moles. É o que conhecemos como a placa bacteriana. Com o passar do tempo os minerais presentes na saliva do gato ligam-se à placa endurecendo-a. É então que passamos a falar de tártaro, uma massa dura que pode provocar inflamações dolorosas na gengiva – gengivite. Além disso, o tártaro também pode danificar os dentes.

Para evitar gengivites leve o seu gato regularmente ao veterinário para fazer a limpeza da boca e retirar as pedras de tártaro. No entanto, este procedimento implica que o gato seja anestesiado e esteja inconsciente.

Importante: Os gatos são mestres em esconder que sentem dores. Assim, mesmo que o gato coma normalmente não quer dizer que esteja tudo bem. Na verdade, a maioria dos animais continua a comer mesmo quando sente dores na boca.

Inflamação na gengiva – gengivite

O mau hálito nos gatos também pode ser o resultado de uma inflamação na gengiva. Nestes casos a zona da gengiva mais próxima dos dentes fica vermelha e inchada. Em situações mais avançadas pode haver também sangramento das gengivas.

Existem outras causas possíveis para a gengivite além do tártaro:

  • Feridas ou lesões da gengiva provocadas por objetos pontiagudos, como por exemplo a relva
  • Inflamação do periodonto – periodontite
  • Infeção viral ou bacteriana
  • Tumores na boca
  • Doenças de órgãos internos, como por exemplo insuficiência renal

Qual o tratamento para a gengivite?

O primeiro passo no tratamento da gengivite é atacar a causa. Assim, o veterinário começa por examinar a boca do gato e proceder de acordo com a situação. Pode por exemplo remover o tártaro ou corpos estranhos que estejam instalados nas gengivas. No caso de uma infeção o veterinário prescreve os medicamentos mais adequados. Outros sintomas, como dores, são tratados com analgésicos ou anti-inflamatórios.

Dentes danificados

O mau hálito nos gatos também pode ser uma consequência de dentes partidos, com buracos ou com raízes doentes. Em muitos casos trata-se de reabsorção dentária, que é de longe a doença dental mais comum entre os gatos domésticos.

O que é a reabsorção dentária?

Esta condição, também conhecida como lesões de reabsorção odontolástica felina (FORL), é uma doença algo complexa. No entanto, de forma simples pode-se dizer que os dentes de um gato com FORL descalcificam de dento para fora. Ou seja, os dentes são destruídos pelos odontoblastos, células que fazem parte da estrutura dos próprios dentes.

O grande problema desta doença é a dificuldade de deteção, pois a destruição dos dentes é interna. Assim, o gato pode já sentir dores e ter buracos nos dentes, mas não conseguimos observar nenhum problema.

Diagnóstico e tratamento da reabsorção dentária?

Nalguns casos esta doença está associada à inflamação das gengivas. No entanto o veterinário só consegue diagnosticar esta condição através de uma radiografia dentária, que é feita com o gato anestesiado. Caso se confirme a doença, os dentes afetados têm que ser removidos.

Como evitar problemas dentários nos gatos?

Se o seu gato tem reabsorção dentária ou com tártaro deve levá-lo regularmente ao veterinário para acompanhar a situação.

No entanto, também pode fazer algumas coisas para tratar dos dentes do seu gato. Se o seu gato deixar use uma escova de dentes para a fazer a higiene dentária. Em alternativa dê-lhe snacks de higiene oral ou produtos de cuidados dentários que podem ser misturados na comida. Existe também ração que promove a saúde dentária dos gatos. Nestas rações os croquetes são maiores do que o normal e o gato não os consegue engolir. Assim, o pequeno felino é obrigado a partir e triturar os croquetes para comer. Este processo ajuda a remover a placa e assim evita a formação de tártaro. Naturalmente, com estes cuidados, também reduz o mau hálito nos gatos.

Se o seu gato tem tendência a ter tártaro, leve-o regularmente ao veterinário.

Outras causas do mau hálito nos gatos

Por vezes a origem do mau hálito não está na boca, mas em outros órgãos do corpo. Por exemplo, doenças intestinais, renais ou hepáticas também podem causar mau hálito nos gatos.

Diabetes

Se o seu gato tem um hálito adocicado, parecido com o cheiro do vinagre de frutas, é possível que tenha diabetes. Outros sintomas desta doença são por exemplo beber muita água, urinar muito ou emagrecer significativamente.

Doenças intestinais e hepáticas

Doenças intestinais, como por exemplo a presença de parasitas internos, costumam provocar mau hálito nos gatos. Nestes casos, é frequente o hálito do gato lembrar o cheiro a peixe.
Os gatos com doenças relacionadas com o fígado também apresentam hálito a peixe. No entanto, o fígado geralmente adoece como consequência de uma alimentação inadequada. Uma doença hepática relativamente comum entre os gatos é a lipidose hepática, ou seja, o excesso de gordura no fígado.

Importante: a lipidose hepática aguda é uma doença muito grave e por isso entra na categoria de emergência. Assim, nestes casos leve o seu gato imediatamente ao veterinário.

Causas do mau hálito nos gatos: Doenças renais

Se o seu gato tiver uma doença nos rins é possível que o seu hálito seja desagradável e faça lembrar urina.

Os gatos idosos têm uma maior probabilidade de desenvolver insuficiência renal crónica. Na verdade, os veterinários consideram que esta doença é a principal causa de morte nos gatos senior. Infelizmente esta doença não tem cura. No entanto, uma dieta adequada e medicação permitem controlar os sintomas e dar ao gato uma boa qualidade de vida.

O mau hálito nos gatos não deve ser ignorado

Muitas vezes o mau hálito nos gatos não é considerado um problema sério. Pois, as pessoas pensam que é uma consequência natural de os gatos não escovarem os dentes. No entanto, o mau hálito é um sinal de alerta de que algo não está bem com o pequeno felino. Assim, se o seu gato tem mau hálito fale com o seu veterinário. Por exemplo, se ele tem problemas dentários ou nas gengivas é muito provável que sinta dores fortes.

Como mencionado acima, doenças crónicas, como por exemplo, a diabetes também causam mau hálito. Estas doenças têm um impacto sério na qualidade de vida dos gatos e podem reduzir a sua esperança de vida se não forem tratadas. Assim, não ignore o mau hálito do seu gato. Fale com o seu veterinário para identificar e tratar a causa do problema.

Os nossos artigos mais relevantes
4 min

A idade dos gatos

Descubra neste artigo como determinar a idade dos gatos, quantos anos vive um gato, e com que idade é que um gato se torna idoso?