Ferimentos nas patas dos gatos: primeiros socorros e como agir This article is verified by a vet

Gato deitado enquanto o veterinário faz uma ligadura na para. Os ferimentos nas patas dos gatos são comuns e geralmente fáceis de tratar.

Os gatos têm a particularidade de cair quase sempre em pé. Assim, ferimentos nas patas dos gatos são um problema relativamente comum. Leia o nosso artigo para saber o que pode fazer para ajudar o seu gato nesta situação. Explicamos também como lidar corretamente com as feridas, como colocar uma ligadura e em que situações deve ir de imediato para o veterinário.

Regra nº 1 em caso de ferimento: mantenha a calma

Descobriu que o seu gato se feriu? Então, antes de mais nada mantenha a calma. Lembre-se que os gatos são muito sensíveis aos sentimentos dos donos. Assim, se entrar em pânico, vai provocar níveis de ansiedade muito elevados no seu pequeno felino, o que não é de todo desejável. Em conclusão, perante uma ferida mantenha o controlo e fale calmamente com o seu gato.

Se conseguir pegar no seu gato, tente colocar uma ligadura na ferida. Por outro lado, se ele não se deixar pegar ao colo não se zangue, nem fique demasiado ansioso. Alguns gatos, por mais carinhosos que sejam, reagem mal quando estão feridos ou com dores. Nesses casos, os gatos podem mesmo morder os donos e causar também ferimentos graves. Assim, se não conseguir dar os primeiros socorros ao seu gato, não hesite, contate imediatamente o seu veterinário.

Ferimento nas patas dos gatos: Colocar uma ligadura

Entre outras coisas, a ligadura serve para estancar o sangue quando o gato se fere e por isso deve ter várias camadas. Além disso, a ligadura também serve para estabilizar as articulações e ossos da perna. No entanto, para conseguir colocar corretamente a ligadura o seu gato deve estar calmo. Abaixo encontra os passos a seguir neste procedimento:

  • Em primeiro lugar limpe a ferida e retire corpos estranhos que estejam na zona da ferida.
  • Desinfete a ferida e a zona circundante.
  • Remova cuidadosamente o pelo que está junto à ferida. Para tal use uma tesoura com pontas redondas ou uma lamina de barbear.
  • Em seguida coloque algodão esterilizado entre os dedos dos pés para evitar que se formem feridas por fricção. A zona da ferida com vasos sanguíneos deve ficar muito bem protegida para ajudar a estancar o sangue até chegar ao veterinário.
  • A ligadura deve envolver a pata incluindo a articulação mais próxima. Além disso, a ligadura não deve ficar muito apertada nem muito solta. Por regra deve ter espaço para colocar dois dedos entre a perna do seu gato e a ligadura.
  • Se não tiver em casa adesivos para ligaduras pode usar por exemplo alfinetes de dama ou pensos rápidos.
  • Use pensos rápidos à prova de água ou uma luva para dar proteção extra contra a sujidade.

Conteúdo da caixa de primeiros socorros

Para pode tratar os ferimentos nas patas dos gatos adequadamente vale a pena ter uma caixa de primeiros socorros bem preparada. Em seguida indicamos os principais medicamentos e acessórios que não devem faltar numa caixa de primeiros socorros:

Acessórios
✓ tesoura com pontas redondas
✓ pinças desinfetadas
✓ lâminas para rapar os pelos
✓ termómetro de preferência com ponta flexível
✓ seringas descartáveis
✓ tala sem metal para imobilizar um membro partido
✓ pente para carraças
✓ desinfetante e toalhitas individuais para limpeza de feridas
Material para ligaduras
✓ compressas esterilizadas de diversos tamanhos
✓ algodão
✓ rolo de ligadura
✓ emplastros adesivos, pensos rápidos e adesivo para ligaduras
Medicamentos
✓ pomada desinfetante, como por exemplo bacitracina
✓ comprimidos de carvão contra o enjoo e diarreia

Identificar ferimentos nas patas dos gatos

Os gatos não são pacientes fáceis. Em primeiro lugar lembre-se que os pequenos felinos conseguem esconder os ferimentos dos donos por vários dias. Este é um comportamento normal, pois em estado selvagem estes animais tinham que esconder as suas fraquezas.

Assim, geralmente os donos só se apercebem que o seu gato está ferido quando ele apresenta alterações no comportamento. Sinais que costumam chamar à atenção dos donos é a relutância em se mexer ou deixar de comer. No entanto, à medida que o tempo passa, os sintomas tornam-se mais claros.

Principais sintomas de ferimentos nas patas dos gatos:

  • Coxear
  • Surgimento de dores
  • Lamber constantemente a ferida
  • Sinais claros de inflamação, ou seja, inchaço, vermelhidão ou pus

Ferimentos graves

Os ferimentos graves, como por exemplo perder uma unha ou ter um corpo estranho alojado no interior do corpo, provocam hemorragias intensas e dores. Nesses casos, os gatos geralmente não se deixam tratar pelos donos. Assim, deve levar o seu pequeno felino imediatamente ao veterinário. No consultório, o veterinário tem meios para imobilizar o gato e tratar corretamente do seu ferimento. Por exemplo, as hemorragias são geralmente tratadas com ligaduras de pressão hemostática.

A seguir a estancar a hemorragia, o veterinário observa e apalpa cuidadosamente a ferida. Para observar lesões internas, por exemplo ossos partidos, o veterinário recorre a exames de imagiologia, como radiografias ou ecografias. De acordo com o tipo e gravidade da ferida pode ser necessário fazer uma intervenção cirúrgica.

Como geralmente estes ferimentos são dolorosos, o veterinário prescreve analgésicos. Além disso, também costuma prescrever pomadas cicatrizantes anti-inflamatórias. Em caso de infeção os veterinários prescrevem igualmente pomadas antibióticas. Em qualquer caso, não medique o seu gato sem falar com o veterinário.


Franziska G., veterinária
Profilbild von Tierärztin Franziska Gütgeman mit Hund

Estudei medicina veterinária na Universidade Justus-Liebig em Gießen, onde pude ganhar alguma experiência em vários campos, como medicina para pequenos e grandes animais, medicina exótica, farmacologia, patologia e higiene alimentar. Desde então, não trabalhei apenas como autora veterinária. Também trabalhei na minha tese, que foi influenciada cientificamente. O meu objetivo é proteger melhor os animais contra patógenos bacterianos no futuro. Além do meu conhecimento, partilho as minhas próprias experiências como dono de um cão e, assim, consigo entender e dissipar medos e problemas, bem como outras questões de saúde animal.


Os nossos artigos mais relevantes
4 min

A idade dos gatos

Descubra neste artigo como determinar a idade dos gatos, quantos anos vive um gato, e com que idade é que um gato se torna idoso?