Qual é a erva gateira mais apropriada?

escolha a certa para o seu felino

Os gatos são puros carnívoros. Apesar disso, os gatos de exterior não dizem que não a um ou dois talos de erva para gatos. Esta estimula a digestão e facilita a expulsão natural das bolas de pelo.

Os benefícios da erva para gatos

Os gatos domésticos passam cerca de 60% do seu dia a cuidar do pelo. Assim, não admira que alguns pelos acabem no aparelho digestivo! Além de incómodas, as bolas de pelo podem ser extremamente prejudiciais para a saúde dos patudos e provocar prisão de ventre. Enquanto os gatos de exterior estimulam a sua digestão mordiscando folhas de erva, o mesmo não é possível para os gatos de interior. Deste modo, alguns gatos tentam satisfazer esta necessidade comendo plantas de interior, parcialmente tóxicas.

Assim, é fundamental que os donos disponibilizem aos seus patudos um vaso com erva gateira!

Tipos de erva gateira

Quando falamos de erva para gatos não nos referimos a uma espécie de erva em particular, mas sim a uma miscelânea de diversas plantas semelhantes à erva, indicadas como suplemento alimentar. Assim, a maioria das vezes as plantas usadas são a sombrinha-chinesa, o clorofito e alguns cereais semeados.

  • Sombrinha-chinesa (Cyperus alternifolius): Esta planta não é tóxica e está indicada como alternativa para a erva gateira. Porém, apresenta uma desvantagem: alguns animais magoam-se nas suas hastes afiadas.
  • Clorofito (Chlorophytum comosum): O clorofito ajuda a provocar o vómito, pelo que constitui uma solução perfeita para os gatos vomitarem os pelos ingeridos. A desvantagem é que absorve e acumula toxinas presentes no ar, transmitindo-as ao animal, como a nicotina.
  • Cereais: Grãos de cereais, como de trigo e de cevada, podem ser cultivados de forma rápida e económica para se obter erva para gatos. Também comida para canários e periquitos se pode semear com este objetivo.

É necessário muito cuidado com a sombrinha-chinesa, já que os patudos podem magoar-se gravemente com as folhas. Portanto, mantenha o seu gatinho sob vigia depois de ter ingerido a planta.

O clorofito pode também causar problemas aos nossos patudos, pois purifica o ar, armazenando poluentes. A presença do clorofito é especialmente problemática em apartamentos de fumadores.

Conselhos para cultivar erva para gatos

  • Utilize substrato não tratado
  • Coloque as sementes em água entre 1 a 2 horas
  • Encha um vaso com o substrato
  • Plante as sementes a cerca de 2 cm de profundidade
  • Coloque o vaso numa área luminosa, evitando, porém, luz solar direta
  • Mantenha as sementes uniformemente húmidas, sem estarem empapadas
Os nossos artigos mais relevantes