O seu gato está gordo? This article is verified by a vet

Escrito por Dr. Cornelia Kolo
O seu gato está gordo? O excesso de peso é muito comum entre os gatos de casa.

O excesso de peso é muito comum entre os gatos de casa.

O número de gatos com excesso de peso ou obesos está a aumentar. Esta situação tem sérias consequências para a saúde dos gatos e para a sua esperança média de vida. Se o seu gato está gordo tome medidas rapidamente. Por exemplo, altere a sua alimentação e estimule-o a fazer exercício físico.O número de gatos com excesso de peso ou obesos está a aumentar. Esta situação tem sérias consequências para a saúde dos gatos e para a sua esperança média de vida. Se o seu gato está gordo tome medidas rapidamente. Por exemplo, altere a sua alimentação e estimule-o a fazer exercício físico.

Como posso saber se o meu gato está gordo?

A principal causa do excesso de peso nos gatos é o excesso de comida. Além disso, a inatividade, a castração e algumas doenças também podem desencadear situações de obesidade.

Mas como posso saber se o meu gato está obeso? Além da pesagem regular existem outros métodos para avaliar o estado corporal do seu gato. Assim, coloque as mãos sobre as costelas do seu gato. Se ele tiver peso a mais as costelas não são palpáveis. Além disso, nos gatos obesos a cintura não é visível ao olhá-los de cima. Por fim, ao olhar de perfil vê que a linha abdominal destes gatos é paralela ao chão.

Quer saber mais sobre as causas e problemas causados pela obesidade nos gatos? Leia o artigo sobre este tema na zooplus Magazine.

O seu gato está gordo? Ir ao veterinário é o primeiro passo

Se concluiu que o seu gato está gordo, deve tomar medidas para ele perder peso. O excesso de peso põe demasiada pressão sobre o corpo do seu pequeno felino e por isso pode causar outras doenças. Com sorte ele só precisa de perder uns quilinhos. No entanto é importante adotar uma estratégia consistente e a longo prazo para evitar o excesso de peso no seu gato.

Antes de mudar o tipo de comida do seu gato ou de começar um programa de fitness, deve ir com ele ao veterinário. Numa consulta o seu veterinário confirma se o seu pequeno felino tem realmente peso a mais e verifica se existem problemas de saúde por trás do aumento de peso. E o veterinário é a pessoa certa para lhe indicar a melhor forma de o seu gato perder peso de forma saudável.

Em primeiro lugar o veterinário vai definir o peso alvo, ou seja, o peso ideal do gato. Em seguida indica a quantidade de comida diária em função do peso alvo e da sua condição física. No entanto, o gato deve ser avaliado periodicamente e a quantidade de comida ajustada em função da sua evolução. O objetivo é que o gato perca no máximo 0.5% do seu peso por semana.

Alimentação adequada para gatos com excesso de peso

De forma a garantir que o seu gato emagrece de forma saudável deve combinar o exercício físico com uma dieta adequada. É também importante sublinhar que o emagrecimento dos gatos é um processo que exige cuidados especiais. O metabolismo dos gatos é muito sensível a perdas de reservas de gordura espontâneas. Por exemplo, se o emagrecimento for demasiadamente rápido as gorduras libertadas podem causar lipidose hepática felina. Esta doença se não for tratada é fatal. Assim, é importante que o pequeno felino emagreça de forma lenta e uniforme.

Determinar corretamente a quantidade de ração

A principal razão para o excesso de peso nos gatos é ingerirem comida a mais e alimentos com demasiadas calorias. Assim, para que o seu gato emagreça deve seguir à risca as instruções relativamente às porções diárias de comida.

Para saber a quantidade de comida que deve dar ao seu gato naturalmente deve pesá-la. E para tal deve usar uma balança de cozinha e não um copo medidor. Estes copos são muito imprecisos e como não estão ajustados à ração, facilmente indicam mais comida do que a necessária. Por exemplo, 10 croquetes de ração a mais do que a quantidade recomendada podem levar ao aumento de peso.

Reduza também a quantidade de snacks que dá ao seu gato por dia, pois estes geralmente contêm uma elevada percentagem de calorias. Se lhe der guloseimas deve sempre retirar o equivalente da porção diária de comida.

Comida húmida: excelente. Restos do jantar: nem pensar!

A ração tem uma percentagem de calorias por 100 gramas mais elevada do que a mesma quantidade de comida húmida. Este facto deve-se à quantidade de água que a comida húmida contém. Assim, se o seu gato só tem uns quilinhos a mais, pode dar substituir uma parte da ração por comida húmida.

O que não pode dar ao seu gato em caso algum é a sua comida. A comida das pessoas tem uma elevadíssima percentagem de calorias. Assim, uma pequena porção do seu jantar cobre logo grande parte das necessidades calóricas do seu gato. Por exemplo, 30 gramas de fiambre correspondem a praticamente 100% das necessidades calóricas de um gato de 4 quilos.

Dica: Habitue o seu gato a uma rotina saudável relativamente às refeições. A rotina ajuda o seu gato a alcançar e manter um peso saudável. Além disso ajuda a evitar que o seu gato ande a pedinchar comida entre as refeições.

A ração mais adequada para gatos com excesso de peso

O aumento de peso num gato é geralmente um processo difícil de travar sem medidas concretas. Assim, procure sempre dar ao seu gato uma alimentação adequada.

Infelizmente os gatos não costumam emagrecer se comerem comida normal para gatos. Além disso, se decidir reduzir a porção de comida ao seu gato, ele deixa de ingerir os nutrientes essenciais na quantidade devida. Assim, mais cedo ou mais tarde o seu gato apresentará deficiências nutricionais. A melhor alternativa para ajudar os gatos a emagrecer são os produtos light ou produtos especiais de dieta.

© SValeriia / stock.adobe.com

Ração de dieta versus redução da quantidade de ração

A ração light é geralmente uma ração que contém menos calorias. Esta ração é muito boa para controlar o peso, ou seja, impedir que o gato engorde. No entanto, não é adequada para um processo de emagrecimento.
A comida para programas de emagrecimento deve estar claramente identificada, pois tem um valor calórico significativamente inferior. No entanto, esta comida responde a todas as necessidades nutricionais dos gatos, contendo as quantidades necessárias de vitaminas ou minerais.

Elevado teor de proteína

Uma ração para gatos com excesso de peso contém um elevado teor de proteínas. O valor indicado de proteína neste tipo ração é de 30% a 40%, na comida húmida este valor situa-se entre 9% e 12%.
A comida com elevado teor proteico aumenta a sensação de saciedade e promove o consumo de energia após a refeição. Além disso, as proteínas também protegem a massa muscular dos gatos.

Baixo teor de gordura

Como sabemos, a gordura é a principal fonte de calorias e por isso a sua percentagem na ração deve ser baixa. No entanto, a ração para emagrecer deve conter gordura. Os gatos tendem a rejeitar comida com muito pouca gordura pois o sabor não lhes agrada. Além disso, uma percentagem demasiado baixa de gordura não permite que o gato ingira a quantidade necessária de ácidos gordos e vitaminas lipossolúveis, essenciais para a saúde dos gatos. Uma ração adequada para emagrecer contém entre 8% e 10% de gordura, na comida húmida esta percentagem cai para 1%.

Maior percentagem de fibra

Um critério determinante para identificar uma boa ração para emagrecer é a percentagem de fibra. Para ajudar um gato a perder peso, a ração deve ter um elevado teor de fibra, pois assim o gato sente-se saciado mais rapidamente. Assim, a percentagem de fibra na ração deve situar-se entre 5 e 10%. Na comida húmida este valor deve ser cerca de 1.5%.

Para que servem os suplementos alimentares?

A administração de alguns suplementos alimentares pode ter efeitos muito positivos para a manutenção do peso. Por exemplo, a L-Carnitina estimula o corpo a queimar gordura e portanto estabiliza o peso. Já ácidos gordos omega-3, que também têm efeitos anti-inflamatórios, ajudam a manter o nível de açúcar no sangue estável.

Exercícios físicos para gatos com excesso de peso

Uma alimentação adequada é um passo essencial para o gato emagrecer. No entanto, além da alimentação também deve motivar o seu gato a fazer exercício físico. Desta forma o gato gasta mais calorias, fortalece os músculos e melhora a sua condição física geral.

Para estimular o seu gato a mexer-se pode usar brinquedos, canas de brincar ou exercícios especiais para gatos.

O seu gato está gordo?

Acessórios para ajudar o seu gato a emagrecer

Para os gatos que comem comida húmida, os comedouros anti voracidade são muito úteis. Com estes comedouros o gato é forçado a comer mais devagar e assim pode sentir-se saciado logo que acaba de comer. Além disso, como o gato demora mais tempo a comer fica mais tempo entretido.

Se tem mais de um gato na família e nem todos precisam de emagrecer, pode usar um comedouro automático com chip. Estes comedouros podem ser programados com números para identificar cada gato. Em seguida o comedouro dá a quantidade programada de comida especificamente a cada gato. Pode também usar um tabuleiro Fummel ou outro brinquedo de inteligência para uma parte da porção diária de comida. Assim a refeição torna-se um momento divertido e permite ao gato queimar mais algumas calorias.

Os nossos artigos mais relevantes