Kaninhop

Rabbit before a show jump. show jumping is a popular sport in Sweden

Interessa-se por kaninhop ou nunca ouviu falar deste desporto? Seja como for, este artigo explica-lhe em que consiste este desporto para coelhos, indicando-lhe quais as raças de coelhos mais indicadas para o praticar, dando-lhe dicas para ensinar o seu animal de estimação, sem esquecer o que deve ter em atenção para que todos se divirtam.

Kaninhop: o que é?

Kaninhop, ou kanin-hop, é um desporto para coelhos no qual os animais saltam por cima de obstáculos num percurso definido. Os obstáculos no kaninhop são semelhantes aos que observamos nas provas de saltos com cavalos, mas em menor escala. Para enfrentarem o percurso,  os coelhos usam, em certas modalidades, arnês e são guiados pelos donos por uma trela de dois metros. Noutro tipo de competições os coelhos podem saltar livremente. O kaninhop é praticado no âmbito de torneios e concursos, divididos em várias categorias.

Qual a origem do kaninhop?

O kaninhop surgiu na Suécia, país onde esta modalidade foi inventada nos anos 70 do século passado. Inicialmente, era apenas um passatempo para os coelhos. No entanto, depressa se tornou num desporto popular entre os donos e os criadores de coelhos. Desde a década de 90 que têm surgido clubes e associações, além de torneiros de kaninhop em inúmeros países europeus, como na Alemanha.

Que modalidades existem no kaninhop?

Na Alemanha, por exemplo, existem diferentes modalidades dentro do kaninhop e obstáculos de quatro diferentes alturas, desde a categoria “fácil” até à “elite”: oscilam entre os 25 e os 50 cm de altura e entre os 25-70 cm de comprimento.

As modalidades mais populares nos torneios são as seguintes:

  • Percurso a direito: os obstáculos encontram-se dispostos numa fila a direito e os animais são guiados com um trela e arnês.
  • Salto livre: os coelhos saltam sem trela num percurso livre.
  • Pista de obstáculos numerada: o número de obstáculos superados vai sendo contado.
  • Saltos mais altos ou longos: esta modalidade mais rara e rigorosa inclui saltos em 1 metro de altura e 2,5 de comprimento.

Na maior parte das modalidades, como no percurso e obstáculos a direito, o vencedor é o coelho que complete o percurso mais rápido e com menos erros. Entre os erros comuns contam-se derrubar as barras do obstáculo e a intervenção do dono para corrigir o animal.

O ambiente nas competições de kaninhop não é comparável ao que se vive noutros desportos para animais, como os equestres. Tratando-se de uma competição de nicho e que não envolve lucros avultados, o foco está na diversão e na cooperação amigável entre os donos dos coelhos e os fãs do desporto.

Que raças de coelhos podem praticar kaninhop?

Entre as raças preferidas para a prática de kaninhop estão várias raças de coelhos domésticos, como o coelho anão. Em geral, coelhos de qualquer raça podem praticar este desporto, incluindo híbridas. Coelhos de porte pequeno e mais ativos são os mais empenhados no kaninhop. Além disto, animais de físico mais elegante são também mais indicados para a atividade. O coelho holandês, o english spot, o coelho mini lop e o coelho anão incluem-se nesse grupo.

Seja como for, raça e idade têm um papel secundário no kaninhop. A personalidade, sim, é decisiva. E as exceções confirmam a regra. Pode acontecer que o seu coelho anão ou mini lop não se sinta confortável para saltar porque é demasiado medroso. Traços de carácter fundamentais são a curiosidade e a recetividade e é de extrema importância que o animal se divirta e que não se sinta assoberbado.

Quem deve acompanhar o animal no kaninhop?

Em princípio, qualquer pessoa, mais nova ou mais velha, pode acompanhar um coelho na prática da modalidade. Todavia, a maior parte são crianças e adolescentes; as crianças, em particular, devem ser orientadas por profissionais, pois o kaninhop pode ser, nas suas mãos, uma verdadeira tortura para os animais. Por este motivo, tanto crianças como adultos devem juntar-se a um clube ou associação, para que lhes seja explicada e ensinada a forma correta de conduzir o animal. Assim, menores de 8 anos não devem participar no kaninhop, pois são demasiado jovens para avaliarem os limites do seu coelho, além de que não dispõem ainda da empatia necessária.

Treino kaninhop: de que forma os coelhos aprendem?

Gostaria que o seu companheiro roedor experimentasse praticar kaninhop e questiona-se como o poderia ensinar? O treino de saltos é mais bem-sucedido na juventude do animal, quando são mais determinados. Inicialmente, experimente treinar sem arnês nem trela, algo que é particularmente importante para os coelhos mais novos. Siga a nossa sugestão de treino por fases:

  1. Passo: Na gaiola do coelho ou no exterior, monte um pequeno percurso de obstáculos. Use, no início, paus ou placas; mais tarde pode adquirir acessórios de treino ou mesmo obstáculos. Antes de mais, no entanto, observe o animal e perceba se tem ou não vontade de saltar.
  2. Passo: Caso o coelho demonstre interesse em saltar casualmente, experimente, de seguida, atrai-lo por cima dos obstáculos com pequenas guloseimas. Mostre-lhe o obstáculo, permita que o cheire. Feito o salto, elogie e acaricie o animal exaustivamente. Com o passar do tempo, verá como reage a um “Salta!” ou a um estalar de dedos.
  3. Passo: Treinem com regularidade mas não com muita frequência. Os coelhos depressa podem perder o interesse em saltar e isso é precisamente aquilo que não se pretende. É por esta razão que não devem treinar todos os dias! Uma vez por semana é suficiente. E se mesmo assim o coelho não mostrar vontade, adie o treino. Eleve os obstáculos em altura e em grau de dificuldade, zelando sempre pela segurança do animal.
  4. Passo: Se pretende fazer a sua estreia numa competição de kaninhop, o seu animal de estimação deve ser capaz de saltar com arnês e com trela. Para tal, é preciso habituar o coelho a estes acessórios. Porém, não se antecipe: não tente usar o arnês demasiado cedo. Adquira um arnês para cada coelho e deixe que o animal se familiarize com o seu em inúmeras ocasiões. Permita ao coelho saltar livremente com o arnês posto e somente quando o animal se sentir confortável é que deve manter o acessório por maiores períodos de tempo. Quando o arnês for totalmente aceite, introduza a trela. Seja gentil e nunca puxe o coelho pela trela. Sinta-se à vontade para visitar um clube de kaninhop e deixe-se ser aconselhado por profissionais.
  5. Passo: Assim que o coelho se tenha habituado a saltar, ao arnês e à trela e, sobretudo, depois de sentir que o animal se está a divertir com o exercício, é chegado o momento de participar em competições de kaninhop. Para tal, deve inscrever-se num clube ou associação.

Com que frequência praticar?

Como referido acima, os coelhos têm tendência para perder o interesse em saltar se o fizerem muito intensivamente. O ideal é treinar uma vez por semana, 10 minutos no máximo. Assegure-se que a superfície onde decorrem os exercícios protege as articulações dos animais – relva e tapetes são excelentes opções.

Onde praticar kaninhop?

Adultos ou crianças podem orientar demonstrações de kaninhop desde que supervisionados pelos membros de um clube ou associação. O responsável fornece dicas e há uma divisão disponível e/ou uma área exterior vedada com um percurso de obstáculos montado. Se pretende acompanhar o seu coelho nesta aventura deve, sem dúvida, aconselhar-se e receber instruções e sugestões de profissionais e, idealmente, apenas treinar nas instalações do clube.

Kaninhop: maus-tratos a animais?

Tal como outros desportos para animais, o kaninhop é também alvo de críticas. Assim que pesquisar esta modalidade na Internet, vai-se deparar com a associação entre esta e maus-tratos a animais. A verdade é que o ato de saltar por cima de obstáculos não é natural para os coelhos, sobretudo se mantidos com trela. Não nos esqueçamos que são, por norma, animais assustadiços. Os momentos e o ambiente de competição podem ser causas de stress para os coelhos, além de que a ambição excessiva dos donos os pode magoar.

Os apoiantes do kaninhop, por outro lado, argumentam que a modalidade faz justiça à grande necessidade de movimento e de brincadeira dos coelhos, combatendo o tédio e a inércia. Estes fãs não deixam, porém, de reforçar que os animais apenas devem participar nos exercícios de livre vontade, sem pressão nem gestos violentos, como empurrões.

O nosso conselho: observe atentamente o seu animal de estimação para tentar perceber se é apto ou não para kaninhop. O animal nunca deverá ser forçado a percorrer os obstáculos. Se o coelho resistir à colocação do arnês ou da trela, pelo seu bem-estar não insista. Caso o faça, não só está a magoar o animal como a pôr em risco a vossa relação. Ao notar que o roedor está relutante em treinar, tente, em primeiro lugar, fazê-lo durante um período de tempo mais curto; se tal não ajudar, dê o treino por encerrado.

Nem todos os coelhos nasceram para participar em torneios. Nestas circunstâncias, mantenha-se atento a sinais de stress provocados pelo transporte para o local da competição e, claro, pelo próprio evento. Além do mais, não deve participar em torneios durante o tempo quente. Lembre-se: o kaninhop só é verdadeiramente divertido para coelho e dono quando é sinónimo de diversão para ambas as partes!

Descubra a nossa fantástica seleção de acessórios para coelhos!

Os nossos artigos mais relevantes
Saiba quais as raças de coelhos mais indicadas para o Kaninhop...