Peixe Mandarim

Peixe Mandarim_1

O Peixe Mandarim é um peixe de água salgada pequeno, mas cheio de cor.

O Peixe Mandarim com as suas cores e padrões fascinantes é uma obra da natureza que encanta qualquer pessoa. Na verdade este pequeno peixe é um dos mais bonitos dos aquários de água salgada. Para saber mais sobre esta popular espécie de peixes de aquário leia o nosso artigo!

O inconfundível aspeto do Peixe Mandarim

Com um comprimento médio de 5 a 8 centímetros, o Peixe Mandarim é considerado um peixe pequeno. No entanto, apesar de pequeno este peixe nunca passa despercebido. Na verdade, as cores e padrões exuberantes destes peixes podiam perfeitamente ser o resultado da mão de um artista.

A cor estrutural destes peixes é o azul-turquesa. No entanto, todo o corpo é coberto por brilhantes padrões cor-de-laranja, amarelo ou verde. A forma dos padrões é variada. Assim, encontra Peixes Mandarins com listas ou manchas que formam desenhos fora do comum.

Além da espécie Synchiropus splendidus existe também o Peixe Mandarim vermelho – Synchiropus tudorjonesi. Esta espécie é facilmente reconhecível pois a parte superior do corpo é maioritariamente vermelha com pontos brancos e a barriga é amarela. Para diferenciar as duas espécies os amantes de peixes costumam usar a cor principal dos peixes como referência. Assim, a espécie Synchiropus splendidus é o Peixe Mandarim azul, enquanto a espécie Synchiropus splendidus é conhecida como Peixe Mandarim vermelho.

Como diferenciar os machos e as fêmeas?

Geralmente as cores dos machos são mais brilhantes do que as das fêmeas. Além disso, o tamanho do corpo e da barbatana dorsal também indicam o sexo do peixe. As fêmeas são mais pequenas em comprimento e o corpo é mais esguio. Por outro lado, as barbatanas dorsais dos machos são mais pontiagudas.

Qual a categoria do Peixe Mandarim?

O Synchiropus splendidus é um pequeno peixe marinho que pertence à família Callionymidae. Estes peixes possuem outra característica particular. Ao contrário da maioria dos peixes, o Peixe Mandarim não tem escamas. O corpo está coberto por um muco que o protege de parasitas e doenças.

O aquário dos Peixe Mandarim

O aquário onde vivem Peixes Mandarim deve ser grande, deve ter rochas vivas e estar em funcionamento há algum tempo. O importante é que consiga reproduzir o melhor possível o habitat natural destes peixes que vivem em recifes de corais e onde encontram inúmeros refúgios. Além disso, o aquário tem de ser de água salgada e com capacidade para pelo menos 300 litros.

É também aconselhável ter um casal de Peixes Mandarim. Assim consegue observar os extraordinários rituais de acasalamento desta espécie. No entanto, nunca coloque dois machos no seu aquário. Estes peixes não toleram concorrência e tornam-se bastante agressivos. Dois Peixes Mandarim machos vão lutar até às últimas consequências se forem colocados no mesmo aquário.

Peixe Mandrim junto de rochas de coral
Os coloridos Peixes Mandarim adoram esconder-se nas reentrâncias das rochas.

Quando trazer o Peixe Mandarim para o seu aquário?

O Peixe Mandarim come constantemente, por isso o aquário tem que estar bem abastecido de comida. Assim, antes de introduzir um Peixe Mandarim no seu aquário certifique-se que aí vivem copépodes (crustáceos com alguns milímetros de comprimento), em quantidade suficiente.

Assim, não deve colocar o seu Peixe Mandarim num aquário novo, onde ainda não houve tempo para se desenvolver um suprimento estável de comida para o seu peixe. Lembre-se que a microfauna dos aquários de água salgada precisa de pelo menos um ano para estar completamente desenvolvida.

Alimentação

Os Peixe Mandarim comem durante o dia todo. Eles adoram passar o dia á procura de alimentos nas rochas vivas e no solo. Na verdade, a alimentação destes peixes é bastante exigente, pois eles alimentam-se quase exclusivamente de comida viva.

É raro estes peixes aceitarem comida congelada e rejeitam comida seca. Assim, o melhor é começar por alimentar os seus peixes com comida vida. Quando eles se sentirem confortáveis pode então tentar dar-lhes alimentos congelados.

Em termos de refeições, estes peixes devem comer várias vezes ao dia e não devem comer muito de cada vez. Assim, certifique-se que o seu Peixe Mandarim come lentamente.

Saúde

Não sabemos quantos anos vivem estes peixes em estado selvagem. No entanto, entre os peixes de aquário, o Peixe Mandarim é dos mais exigentes.

Infelizmente nos aquários de água salgada é frequente estes peixes viverem apenas cerca de um ano. Isto deve-se a doenças ou erros na manutenção do aquário. No entanto, se viverem em condições ideais os Peixes Mandarim podem viver até 7 anos.

Adquirir um Peixe Mandarim

Encontra estes peixes em lojas de animais e na internet, visto que eles se reproduzem em cativeiro.

No entanto, dado que o Peixe Mandarim é extremamente popular, por vezes não existe oferta suficiente no mercado. Assim, infelizmente é possível encontrar à venda Peixes Mandarins adultos capturados dos seus habitats naturais. Visto que o processo de captura implica a utilização de produtos nocivos para a fauna e flora local, não deve aceitar estas ofertas. Assim, informe-se sempre sobre a proveniência dos peixes e escolha os peixes criados em cativeiro.

Origem do Peixe Mandarim

Em estado selvagem, o Peixe Mandarim encontra-se nas zonas do oceano Índico e zona ocidental do oceano Pacífico. No entanto, também se encontram exemplares desta espécie na costa do Japão, África, Sri Lanka, Austrália e Filipinas.

Os locais de eleição destes peixes são as lagoas tropicais e recifes de coral. Aí o Peixe Mandarim encontra comida com fartura além de inúmeros esconderijos entre as rochas e corais.

Estes peixes vivem a uma profundidade de 3 a 5 metros. No entanto, podem descer até aos 18 metros, ainda que raramente.

De onde vem o nome Peixe Mandarim?

Mandarim não é apenas a designação do idioma padrão da língua chinesa. Esta palavra também se refere funcionários públicso de alta patente na China antiga. Durante a Dinastia Ming estes funcionários vestiam-se com sumptuosos mantos de seda. O nome comum da espécie Synchiropus splendidus tem origem nesses elaborados mantos coloridos.

Ficha de identificação

  • Nome: Peixe Mandarim (Synchiropus splendidus ou Pterosynchiropus splendidus)
  • Comprimento: entre 5 a 8 centímetros
  • Esperança de vida: 7 anos em aquário
  • Convivência: aos pares, mas nunca dois machos
  • Aquário: Água salgada com corais e rochas vivas e com capacidade para pelo menos 300 litros
  • Temperatura da água: 24 a 27 graus Celsius
  • Fluxo de água: médio
  • Iluminação: elevada
  • Alimentação: Pequenos invertebrados. Estes peixes devem pequenas porções de comida várias vezes ao dia.
  • Grau de dificuldade: avançado

Conclusão: Peixes para aquaristas experientes

Os Peixes Mandarim são uma espécie fora do comum, não apenas por causa das suas cores mas também por serem peixes sem escamas. Além disso, são muito exigentes em termos de alimentação. Assim, o seu aquário deve estar bem preparado com rochas vivas e ter já uma fauna estabelecida. Em conclusão, esta popular espécie precisa de aquaristas experientes para ter uma vida longa e saudável.

Procura outro habitante para o seu aquário? Leia os nossos artigos sobre espécies de peixes e descubra peixes encantadores que tornam o seu aquário mais bonito.

Os nossos artigos mais relevantes
10 min

Peixe-palhaço

Os peixe-palhaço são animais de água salgada, oriundos do Pacífico e apresentam tons que variam entre o preto, laranja, amarelo e vermelho.
5 min

Ciclídeos

A maioria dos elementos da família dos ciclídeos fazem parte do grupo dos peixes ornamentais originários dos trópicos e subtrópicos.