Mainá da Montanha (Gracula religiosa) This article is verified by a vet

Mainá a montanha em cima de um ramo

O mainá da montanha imita muitos sons, incluindo a voz humana

A ave conhecida como mainá da montanha (gracula religiosa) é uma ave que tem grandes capacidades vocais e, por isso, imita imensos sons. Esta particularidade, naturalmente, desperta o interesse dos amantes de aves. Infelizmente, esta ave exótica é muitas vezes mantida em condições inadequadas, nomeadamente, vive em gaiolas demasiado pequenas. Para que a sua gracula religiosa se mantenha feliz e saudável leia este artigo. Aqui encontra várias informações importantes sobre os cuidados e necessidades desta ave fora do comum.

Bilhete de identidade do mainá da montanha

Nome: mainá da montanha, também mainato-oriental. Nome científico gracula religiosa.
Tamanho: pelo menos 25 a 35 centímetros
Esperança de vida: entre 15 e 20 anos
Companhia: pelo menos um par, nunca sozinhos
Relação com outros animais: depende da espécie, mas não convive bem com aves pequenas
Gaiola: gaiola idealmente grande. Medidas mínimas para um par: 2 x 1 x 1,8 metros, mais espaço protegido em gaiolas de exterior
Comida: insetos, fruta madura, quark com baixo teor de gordura e de ferro
Grau de dificuldade de cuidar: médio a grande

Aspeto do mainá da montanha

Estas aves atingem entre 25 e 35 centímetros de comprimento e pesam entre 161 e 229 gramas. Esta ave exótica é conhecida pela penugem preta e brilhantes e pelas manchas brancas nas asas. Além disso, tem penas amarelas nas laterais da cabeça. No entanto, visto que existem algumas subespécies de gracula religiosa, é natural que se observem algumas diferenças no aspeto.

  • Gracula religiosa andamanensis
  • Gracula religiosa batuensis
  • Gracula religiosa intermedia
  • Gracula religiosa indica
  • Gracula indica
  • Gracula religiosa peninsularis
  • Gracula religiosa palawanensis
  • Gracula religiosa religiosa
  • Gracula religiosa robusta
  • Gracula religiosa venerata

Identificar o sexo do mainá da montanha

Os machos e fêmeas desta espécie de ave não apresentam diferenças exteriores significativas. Assim, se quer saber o sexo da sua ave a melhor solução é fazer-lhe um teste de ADN.

Comportamento: a gracula religiosa fala?

Estas aves têm um grande repertório vocal e, por isso, conseguem reproduzir muitos dos sons do meio ambiente que ouvem, incluindo palavras e frases. Além disso, conseguem imitar as tonalidades e características da fala humana.

A gracula religiosa é uma ave gregária que em estado selvagem vive sempre com um companheiro ou em grupo e que voa bastante. Assim, em cativeiro estas belas aves precisam de ter oportunidades para voar à vontade regularmente, pelo menos uma vez por semana. Quando soltar a sua ave em casa certifique-se que o espaço onde ela está é seguro, por exemplo, a sala não deve ter plantas venenosas ou cabos elétricos ao seu alcance. Lembre-se também de fechar as janelas antes de a soltar.

Relação com os seres humanos

Contrariamente aos papagaios, estas aves não falam apenas quando vivem com seres humanos, mas também no seu habitat natural. Assim, mesmo que um mainá da montanha converse muito com o seu tutor, isto não significa necessariamente que tenha desenvolvido uma relação forte com ele. No entanto, com paciência e sensibilidade consegue domesticar esta ave e desenvolver uma boa relação com ela. No entanto, lembre-se que estas aves são ciumentas por natureza!

Convivência com outras aves

Estas aves adoram viver a pares, por isso nunca tenha apenas um exemplar. No entanto, não se esqueça de ter uma gaiola com espaço suficiente e equipamento adequado para ambas as aves.

No que se refere a outras espécies, lembre-se que o mainá da montanha é uma ave muito robusta e tem uma enorme vantagem sobre aves mais pequenas. Assim, não é aconselhável manter graculas religiosas com aves menores. Por exemplo, pode manter estas aves com algumas espécies de papagaios, mas deve manter-se sempre atento ao comportamento delas e separá-las se detetar conflitos.

Dois mainá da montanha em cima de um ramo de árvore
A gracula religiosa é uma ave monogâmica que acasala para a vida

Tal como várias outras espécies de aves exóticas, o mainá da montanha também é particularmente sociável. Assim, esta ave nunca deve viver sozinha. Em cativeiro tenha pelo menos um casal de graculas religiosas ou um pequeno grupo.

Por fim, nunca subestime o impacto do estilo de vida das suas aves na sua saúde. Lembre-se que a solidão causa enorme stress e ansiedade no mainá da montanha, que por sua vez pode causar várias doenças.

O tamanho da gaiola

Pode ter as suas graculas dentro ou fora de casa, numa gaiola com dimensões mínimas de 2 x 1 x 1,8 metros. No entanto, se as mantiver no exterior tenha também um abrigo. No que se refere ao formato da gaiola, nunca compre uma gaiola redonda para estas aves. Esse tipo de gaiola impede que os pássaros tenham o seu comportamento normal de voo e eles podem magoar-se ou ferir-se ao tentar voar.

O equipamento

As barras da gaiola não devem ter intervalos superiores a 2 centímetros. Além disso, para que as aves se sintam confortáveis elas precisam de ter a possibilidade de dar saltos. Assim, instale vários poleiros que devem ser de madeira natural, por exemplo, ramos de faia ou de árvores de fruta não tratados com produtos químicos. Disponha os ramos de forma que as gracula religiosas possam dar o seu famoso salto triplo.

Esta ave exótica adora tomar banho e, por isso, uma banheira grande com água fresca é um acessório essencial. Mas tenha em atenção o tamanho, já que as clássicas banheiras para periquitos são muito pequenas para a gracula religiosa.

Para dar às suas aves uma casa confortável deve também ter plantas na gaiola, visto que o mainá da montanha gosta de estar cercada de verde. Assim, escolha plantas como bambu ou junco.

A temperatura na zona da gaiola

O mainá da montanha precisa de viver num ambiente com temperatura acima dos 10 graus Celsius. No entanto, estas aves não gostam de estar expostas ao sol ou de temperaturas muito elevadas. Assim, se as mantiver no exterior, organize o espaço envolvente à gaiola de forma que elas tenham sempre zonas de sombra.

Além da temperatura, tenha também atenção ao ritmo dia-noite destas aves. Assim, o nível de iluminação da gaiola deve ser de 200 lux por pelo menos 10 horas por dia. A fase noturna deve durar pelo menos 6 horas, altura em que as aves devem estar em total escuridão.

Beo auf Zweig
O mainá da montanha é conhecido pelas belas cores das penas e pela capacidade de imitar sons, incluindo a voz humana.

Estas aves adoram fruta, que é uma excelente fonte de vitaminas. Assim, dê fruta diariamente aos seus mainá da montanha, como por exemplo, maçã, banana, pera ou passas. No entanto, estas aves também precisam de ingerir proteínas, por isso, dê-lhes insetos, por exemplo, grilos ou larvas de farinha. Nunca dê apenas misturas secas às suas aves, visto que, este tipo de comida consiste geralmente em gemas de ovo, frutas e cereais. Certifique-se também que a alimentação dos seus mainá da montanha tem baixo teor de ferro, uma vez que o acumular de ferro no organismo pode causar doenças.

Por fim, garante que as suas aves têm sempre água fresca à disposição.

Doenças e esperança de vida

Com estilo de vida adequado, estas aves vivem entre 15 e 20 anos. No entanto, o aparecimento de doenças pode reduzir o seu tempo de vida e é de salientar que os problemas de saúde nestas aves geralmente estão relacionados com erros no estilo de vida. Por exemplo, poleiros mal dimensionados ou de materiais inadequados podem causar problemas dolorosos nas patas. Também a falta de exercício e de possibilidade de voar causa obesidade na maioria das aves exóticas, um problema que tem impacto no estado de saúde geral.

Para garantir que as suas aves estão bem de saúde e para que seja possível intervir rapidamente em caso de doença, leve os seus mainá da montanha ao veterinário anualmente para um exame geral.

Excesso de ferro: hemossiderose

Uma doença comum do mainá da montanha é a hemossiderose, uma doença relacionada com o excesso de ferro no organismo, especificamente no fígado. É importante sublinhar que níveis de ferro demasiado elevados podem causar a morte das aves e que geralmente este problema é uma consequência de uma alimentação desadequada

Para que os seus mainá da montanha se sintam bem, eles precisa de ter uma alimentação adequada, água fresca sempre à disposição e também de ter a gaiola limpa. Visto que estas aves não se alimentam à base de grãos e que comem muita fruta e insetos, a higiene da gaiola é mais difícil. Assim, limpe a gaiola todos os dias para que os restos de comida não apodreçam e causem doenças.

Acasalamento e reprodução

O mainá da montanha é uma ave monogâmica que acasala para a vida. No entanto, os casais convivem bem entre si e, por isso, os bandos de mainá da montanha têm cerca de 15 indivíduos. Em termos sexuais, estas aves atingem a maturidade com cerca de 2 anos de idade, altura em que estão prontas para acasalar. Uma vez formado o casal, as aves começam a procurar cavidades em árvores para fazer os ninhos. As fêmeas põem entre dois a três ovos azuis com manchas castanho-avermelhadas. O período de incubação dura aproximadamente 12 dias.

Fazer criação destas aves é uma tarefa difícil para principiantes. No entanto, se tiver o seu casal de mainá da montanha em condições de vida perfeitas, poderá ter sorte. Contudo, a verdade é que a criação destas aves é uma tarefa quase exclusiva de profissionais.

Mainá da montanha: uma espécie que deve ser protegida

Esta espécie de ave encontra-se em muitas zonas do continente asiático, sendo que a sua distribuição varia com a subespécie. Por exemplo, a gracula religiosa indica vive no sudoeste da Índia e no Sri Lanka, enquanto a gracula religiosa penisnularis é mais comum no noroeste da Índia. No entanto, com o passar do tempo e com a ajuda dos seres humanos estas aves viajaram para outros locais como a Ilha Christmas ou Ilha do Natal, na Austrália, ou para o Havaí.

Seja onde for, estas aves instalam-se sempre em locais onde chove muito e que o nível de humidade no ar é elevado. Assim, é natural que se encontrem principalmente em florestas verdes a altitudes elevadas.

Infelizmente, a popularidade destas aves levou à captura ilegal o que fez diminuir o número de exemplares em liberdade. Além disso, o desmatamento das florestas também é uma ameaça para esta espécie de aves. Assim, é essencial adotar medidas para evitar que a gracula religiosa desapareça das florestas de onde é nativa.

Comprar um mainá da montanha

Em primeiro lugar, é importante sublinhar que existem leis que protegem esta espécie de aves e que impedem o comércio ilegal. Assim, qualquer subespécie de gracula religiosa precisa de ter um certificado de origem.

Se tem a certeza que esta é a espécie de ave que realmente quer ter, entre em contato com revendedores confiáveis e certifique-se que o animal tem a devida documentação. Lembre-se que dificilmente encontra mainás da montanha à venda em lojas de animais.

Qual o preço de um mainá da montanha?

Dadas as dificuldades de criação o preço destas aves aumentou consideravelmente nos últimos anos. Assim, conte gastar pelo menos 1.000 euros por cada exemplar. E não se esqueça que estas aves têm necessidades específicas no que se refere à gaiola e equipamento que também têm custos.


Franziska G., Veterinária
Profilbild von Tierärztin Franziska Gütgeman mit Hund

Estudei medicina veterinária na Universidade Justus-Liebig em Gießen, onde pude ganhar alguma experiência em vários campos, como medicina para pequenos e grandes animais, medicina exótica, farmacologia, patologia e higiene alimentar. Desde então, não trabalhei apenas como autora veterinária. Também trabalhei na minha tese, que foi influenciada cientificamente. O meu objetivo é proteger melhor os animais contra patógenos bacterianos no futuro. Além do meu conhecimento, partilho as minhas próprias experiências como dono de um cão e, assim, consigo entender e dissipar medos e problemas, bem como outras questões de saúde animal.


Os nossos artigos mais relevantes
4 min

Caturra

As caturras procuram o contacto com animais da mesma espécie e se isso não for possível ligam-se aos humanos e exigem atenção a 100%.
14 min

Periquitos

Atualmente estes pássaros com penas coloridas são dos mais populares na Europa. Aqui encontra informações sobre a sua origem e criação, assim como dicas sobre como cuidar deles.
9 min

Mandarins

Gostava muito de ter um mandarim? Então convidamo-lo a ler mais sobre este pássaro e os cuidados que ele exige.