Constipação nos coelhos

saiba identificar constipações no seu coelho

Constipação nos coelhos – o que fazer?

Nos coelhos, os sintomas de constipação podem estar associados a várias doenças, sendo que algumas destas têm início com manifestações aparentemente inofensivas, dando lugar, depois, a sérias complicações. Por outro lado, também a inalação de corpos estranhos, como feno ou restos de comida podem simular infeções no trato respiratório.

Doenças do sistema respiratório

Nestas situações podem ocorrer a inflamação da mucosa nasal (rinite) e dos seios nasais (sinusite), além da inflamação da traqueia, dos brônquios (bronquite) e dos pulmões (pneumonia). Estes problemas de saúde são causados por diversas bactérias e agentes virais.

Pseudotuberculose dos roedores

A bactéria Yersinia pseudotuberculosis entra no sistema respiratório através da comida ou do ar. A doença assume a forma crónica, manifestando-se, inicialmente, com rinite, sinusite e traqueobronquite. Em casos graves, os animais desenvolvem pneumonia. Também os humanos podem ser infetados com a bactéria da pseudotuberculose, sendo-lhes diagnosticada a doença, embora somente através da deteção direta do agente patogénico, já que nem sempre os sintomas característicos se encontram presentes.

Pneumonia infecciosa nos coelhos

Esta doença é também causada por uma bactéria – Pasteurella multocida. Em casos severos, os animais rapidamente se tornam apáticos e perdem o apetite, apresentam conjuntivite e possivelmente também diarreia. Nas manifestações crónicas, os coelhos apresentam dificuldades respiratórias, corrimento nasal, perda de peso e pelo desgrenhado.

Constipação nos coelhos

Estão na origem da designada constipação nos coelhos diferentes germes. Os sintomas mantêm-se, sobretudo, em animais com o sistema imunitário enfraquecido, assumindo a forma de doença crónica, aumentando, assim, a suscetibilidade a outras doenças.

Mixomatose

A infeção despoletada pelo vírus da mixomatose manifesta-se inicialmente através de sintomas como pálpebras inchadas, pois os agentes patogénicos penetram no organismo pelas membranas mucosas. São depois evidentes as descargas purulentas e viscosas no nariz e nos olhos e, mais tarde, o inchaço de toda a cabeça. O vírus da mixomatose é transmitido por insetos sugadores de sangue, como as pulgas dos coelhos, ácaros e piolhos, mas também pode ser introduzido por forragem contaminada, moscas e até mesmo pelo próprio dono do animal. Infelizmente, cerca de 20% dos coelhos infetados morrem.

É possível precavermo-nos contra estas doenças?

Pode vacinar o seu coelho contra a constipação e a mixomatose. As duas outras doenças mencionadas são tratáveis com antibióticos. No entanto, o diagnóstico atempado destas patologias é importante. Esteja atento à saúde dos seus animais e ao detetar os primeiros sinais de constipação dirija-se de imediato ao veterinário. É igualmente possível proteger-se a si mesmo e aos seus coelhos destas doenças se, ao acolher ou comprar novos coelhos, aceitar somente animais saudáveis.

Os nossos artigos mais relevantes