Tartaruga mediterrânea

tartaruga_1

As tartarugas estão entre os animais vertebrados mais antigos do mundo. E entre elas a tartaruga mediterrânea é uma das mais conhecidas. Também se sente fascinado por estes animais ancestrais? Então leia este artigo e fique a saber as principais características destas fantásticas tartarugas.

Aspeto da Tartaruga Mediterrânea

Entre as tartarugas, a tartaruga mediterrânea é considerada de tamanho pequeno a médio, com uma carapaça e plastrão com até 30 centímetros. A carapaça, ou seja, o casco da região dorsal, é verde oliva a amarelo com manchas pretas. Já a zona ventral, ou seja, o plastrão é ligeiramente curvado para dentro nos machos adultos, mas reto nas fêmeas.

Além disso, as tartarugas desta espécie, a Testudo hermanni, têm um esporão córneo na extremidade da cauda, o que as torna facilmente identificáveis. No entanto, existem ainda duas subespécies com características particulares:

Testudo hermanni hermanni Testudo hermanni boettgeri
Carapaça mais arqueada Carapaça menos arqueada
Cor base: amarelo forte Cor base: amarelo-esverdeado a verde-oliva
Com duas listas pretas no plastrão Manchas pretas pequenas ou pouco visíveis no plastrão

Por fim, a tartaruga mediterrânea pertence ao género Testudo, que inclui 3 espécies europeias, nativas da zona do mediterrâneo:

  • Tartaruga mediterrânea (Testudo hermanni)
  • Tartaruga grega (Testudo graeca)
  • Tartaruga marginata (Testudo marginata)

As tartarugas e o seu pescoço

As tartarugas dividem-se em dois grupos no que se refere às características do seu pescoço. Assim, temos o grupo das Pleurodira, ou seja, tartarugas que conseguem girar o pescoço e o grupo das Cryptodira, ou seja, as tartarugas que encolhem o pescoço e escondem a cabeça dentro do casco.

Cuidados com a Tartaruga Mediterrânea

Antes de trazer uma tartaruga mediterrânea para casa informe-se sobre os cuidados que estes animais precisam. Pense também se vai ter ajuda para tratar da sua tartaruga. Por fim, pense também quantas tartarugas deve ter.

Número de tartarugas em casa

As tartarugas são animais solitários e por isso vivem bem sozinhas. No entanto, pode ter um macho e várias fêmeas ou um grupo com várias fêmeas. É importante sublinhar que na época de acasalamento os machos podem tornar-se agressivos em relação às fêmeas. Assim, para evitar este problema tenha sempre fêmeas em excesso, ou seja, pelo menos 3 para cada macho.

Em termos de convivência com outras espécies, não é aconselhável ter em conjunto, por exemplo tartarugas gregas e mediterrâneas. Machos e fêmeas destas espécies podem acasalar, o que não é desejável.

Três tartarugas mediterrâneas num quintal.
As Tartarugas Mediterrâneas vivem geralmente sozinhas, no entanto, podem também viver em grupo.

Quintal, varanda ou terrário?

A resposta a esta questão é simples, estas tartarugas precisam de bastante espaço ao ar livre para terem um estilo de vida adequado. Assim, o quintal ou o jardim de casa devem ser a primeira escolha. Só considere colocar as suas tartarugas na varanda se não tiver alternativa. Lembre-se que à medida que crescem, as tartarugas precisam de mais espaço e a varanda acaba por se tornar pequena.

Além disso, se viverem numa varanda em que o sol bate todo o dia, as tartarugas podem ficar sobreaquecidas. Por outro lado, se viverem numa varanda muito exposta a vento e sem sol, as tartarugas podem ficar constipadas. Por fim, evite a todo o custo manter as suas tartarugas muito tempo num terrário.

Qual o tamanho certo para o abrigo de uma tartaruga mediterrânea?

Antes de trazer a sua nova amiga para casa, planeie cuidadosamente o local onde ela vai viver. Estas tartarugas precisam de um recinto ao ar livre espaçoso e bem organizado. A regra para o tamanho é simples: quanto maior melhor! No entanto, em seguida apresentamos os valores mínimos do abrigo da sua tartaruga:

  • Comprimento: 8 vezes o comprimento da tartaruga
  • Largura: 5 vezes a largura da tartaruga
  • Para cada tartaruga adicional: mais dois por dois do comprimento do corpo
  • Para tartarugas jovens, até cerca de 200 gramas: máximo de 2 por 4 metros quadrados. Caso contrário as tartarugas “perdem-se”.

Para garantir que as suas tartarugas não escapam, o recinto deve ter pelo menos 25 a 30 centímetros de altura. Lembre-se também que as tartarugas são muito boas a escavar.

Os equipamentos do abrigo da sua tartaruga

O habitat original das tartarugas são florestas luminosas de pinheiros e carvalhos, mas também zonas mais abertas como estepes e charnecas. Além disso, estes animais também viviam em zonas cultivadas, como zonas agrícolas, olivais e pomares de citrinos.

Ao construir o espaço da sua tartaruga tenha em consideração as características do seu habitat natural. Assim, tenha zonas onde ela possa apanhar sol e não se esqueça que a sua tartaruga também precisa de áreas com sombra. Crie também pequenas elevações, e coloque rochas e plantas para que ela se possa esconder.

Para dar mais opções de esconderijos, pode colocar, por exemplo, vasos de barro partidos ao meio, troncos ou raízes de árvores e mesmo folhas. As tartarugas também gostam de viver em locais com tipos de solo diferentes, por exemplo, com pedras e de terra onde elas possam escavar.

Por fim, estes fascinantes animais também apreciam ter zonas húmidas e secas no seu espaço. Para tornar o recinto da sua tartaruga mais confortável coloque palha húmida numa zona. Assim, garante que o espaço fica mais quente e abafado além de possibilitar vários tipos de atividades à tartaruga. Por fim, enquanto a sua tartaruga for jovem é importante colocar uma rede ou tela por cima do recinto. Dessa forma protege as pequenas tartarugas dos pássaros.

Como lidar com o tempo frio

Se a sua tartaruga mediterrânea ficar no exterior todo o ano é essencial ter uma estufa para ela. A estufa deve estar devidamente equipada com luz, que forneça a quantidade adequada de radiação UVB e fonte de calor

Quer conhecer outros habitantes de terrários? Visite a zooplus Magazine, aqui temos vários artigos sobre espécies de repteis!

Alimentação da Tartaruga Mediterrânea

A dieta da tartaruga mediterrânea é vegetariana e rica em fibras. Assim, a sua tartaruga deve comer plantas frescas, ervas e folhas diariamente. De vez em quando pode dar vegetais ou alface, no entanto não deve dar fruta à sua tartaruga. Um suplemento ideal na alimentação destes repteis é o feno seco.

Tartaruga Mediterrânea a comer vegetaise
A Tartaruga Mediterrânea é herbívora.

Comportamento da Tartaruga Mediterrânea

Se está a pensar ter uma tartaruga, lembre-se que é uma decisão para a vida, pois estes animais podem viver mais de 50 anos. No entanto, estes animais não gostam de miminhos ou de ser pegados ao colo!

A Tartaruga Mediterrânea hiberna?

As tartarugas mediterrâneas fazem parte do grupo de animais de sangue-frio que hibernam alguns meses durante o inverno. Assim, quando as temperaturas ficam baixas por períodos prolongados, a temperatura corporal, baixa e a respiração e frequência cardíaca ficam reduzidas ao mínimo.

A hibernação é uma fase muito importante para o bem-estar e saúde destes animais e deve acontecer anualmente entre novembro e março. Assim que a temperatura aumenta, as tartarugas acordam e voltam às suas rotinas normais.

Apesar de poder parecer estranho, durante o período de hibernação pode colocar a sua tartaruga dentro de uma caixa com folhagem húmida no frigorifico.

Adquirir uma Tartaruga Mediterrânea

Esta é uma espécie de animais cuja população em estado natural está em ameaça de extinção. Assim, a sua importação e comercialização é proibida na União Europeia. Além disso, a aquisição destes animais implica ter uma licença e registo para tal.

Bilhete de identidade

  • Comprimento: até 30 centímetros
  • Peso: até 3 quilos
  • Esperança de vida: 50 anos ou mais
  • Distribuição geográfica: zona do mediterrâneo, Grécia, Roménia, Bulgária e Turquia
  • Ciclo de atividade: diurno
  • Hibernação: 3 a 4 meses
  • Convivência: sozinha ou em grupo, em condições adequadas
  • Postura: 4 a 6 ovos
  • Alimentação: plantas ricas em fibras
  • Estado de conservação: espécie ameaçada nos habitats naturais
Os nossos artigos mais relevantes
11 min

Gecko Leopardo

Descubra mais sobre o comportamento e cuidados a ter com os Gecko Leopardo assim como informações sobre as características que o seu terrário deve ter.
11 min

Camaleões

Que terrário tem de comprar, o que comem os camaleões, que cuidados deve ter, como manter o terrário de forma a que o camaleão esteja saudável...
10 min

Dragão Barbudo

O Dragão Barbudo é um réptil muito popular pois com alguma paciência estes répteis podem ser domesticados e tornarem-se mesmo bastante dóceis.