Gecko Leopardo

gecko leopardo

O Gecko Leopardo é de longe a mais conhecida espécie de lagartixas. É também a mais frequentemente escolhida para os terrários. De facto, os seus grandes olhos e padrões coloridos tornam-nos muito desejados por todos os amantes de répteis. Por outro lado, esta lagartixa tem uma personalidade calma e curiosa e o seu dono consegue estabelecer uma boa relação com ela. Assim, estes animais são indicados para quem deseja ter um terrário, mas não tem muita experiência. Descubra mais sobre o comportamento e cuidados a ter com os Gecko Leopardo assim como informações sobre as características que o seu terrário deve ter.

O que são os Gecko Leopardo?

Os Gecko Leopardo pertencem à família Gekkonidea. Este animal está geralmente ativo durante o anoitecer e noite. No entanto, existem lagartixas diurnas, como as do género Phelsuma e Lygodactylus, que também são muito procuradas por quem tem um terrário. A família Gekkonidea, à qual os Geckos pertencem, é da ordem dos escamados, uma das quatro grandes ordens de répteis. A variedade de lagartixas é gigantesca. Existem cerca de 100 géneros e 1.200 espécies diferentes. Os Geckos em particular habitam a terra há aproximadamente 50 milhões de anos e têm uma extraordinária capacidade de adaptação. Assim, podem-se encontrar Geckos nas florestas tropicais, no deserto ou em zonas montanhosas.

História dos répteis

De acordo com os dados científicos atuais, os Geckos são originários do Sudoeste da ásia. Ainda hoje se encontram nesta região representantes das mais antigas lagartixas conhecidas. O primeiro Gecko (Eublepharis) foi descrito pelo zoólogo britânico John Edward Gray em 1827. Apesar de terem surgido no sudoeste da Ásia, os Gecko Leopardo também povoaram a India, Paquistão, Afeganistão, Irão e Iraque chegando à Síria e à Turquia.
Os habitats preferidos do Gecko Leopardo são áreas áridas e semi-áridas, sem muita vegetação. Assim, estes répteis encontram-se principalmente em desertos tropicais e semi-tropicais cujo solo é maioritariamente arenoso e não sólido. Estes animais evitam desertos puros de areia, pois eles gostam de se esconder por baixo de pedras ou em buracos no chão.
Durante o verão, o clima do habitat natural dos Gecko Leopardo é ligeiramente húmido e muito quente, com temperaturas até 40 graus durante o dia. Por outro lado, durante o inverno, estas lagartixas estão habituadas a um clima bastante seco e frio. Nesta estação, as temperaturas podem ser inferiores a 20 graus durante o dia e durante a noite podem ocorrer geadas.

Aspeto do Gecko Leopardo

O nome desta lagartixa deve-se ao aspeto da sua pele. Num fundo bege claro surgem manchas escuras que lembra o pelo de um leopardo. Diz-se que quanto mais húmido e escuro for o ambiente em que o Gecko Leopardo vive, mas escuras as cores da sua pele. Entretanto, foram criados em cativeiro Geckos Leopardo com cores e padrões variados e que se tornaram o centro das atenções em terrários.
O género Eublepharis foi dividido em 4 espécies:
• Eublepharis hardwickii
• Eublepharis macularius
• Eublepharis angramainyu
• Eublepharis turcmenicus

A espécie que habita os terrários é a Eublepharis macularius.

Qual é o aspeto típico do Gecko Leopardo?

Os Gecko Leopardo podem ter até 25 centímetros de comprimento incluindo a cauda. O seu corpo é cilíndrico e compacto e ligeiramente achatado na parte superior. Têm uma cabeça proeminente e olhos grandes dispostos lateralmente. A cor natural dos olhos é de castanho-amarelado até dourado e a pupila não se fecha completamente, ficando uma pequena fresta sempre aberta. Atualmente existem Gecko Leopardos criados em cativeiro com olhos pretos (eclipse) ou com olhos de duas cores (snake eyes). Os albinos têm olhos avermelhados.

A pele dos Gecko Leopardo está coberta por escamas muito finas e por isso parece aveludada ao toque. Este réptil também muda regularmente a camada exterior da pele. A sua longa cauda é fundamental para manter o equilíbrio e coordenação ao correr, trepar e saltar. E é igualmente o local de armazenamento de reservas de alimento em forma de gordura.

Os Gecko Leopardo, do género Eublepharis, pertencem à família Eublepharidae. As lagartixas desta família apresentam características distintivas como a existência de pálpebras móveis, aspeto que está na origem do seu nome. As patas também apresentam particularidades, pois o seus dedos são independentes e sem ventosas e, portanto, não conseguem trepar superfícies lisas. No entanto, garras pontiagudas e curvas que não se retraem crescem na ponta dos dedos destas lagartixas. Assim, estes animais podem cavar áreas mais compactas e mover-se com facilidade em zonas com pedras ou rochas. As garras fazem dos Gecko Leopardo excelentes alpinistas.

Os Gecko Leopardo podem viver até 20 anos e pesam cerca de 40 a 70 gramas.

Como é que se comportam estes tipos de répteis?

O Gecko Leopardo é um animal muito popular em terrários. Esta popularidade advém, por um lado, do seu aspeto atraente e por outro, da sua natureza pacífica e amigável. Quem escolher um Gecko Leopardo para o seu terrário vai-se surpreender com a rapidez com que ele perde a timidez. No entanto, os machos são territoriais e apresentam comportamentos agressivos contra outros machos.

O Gecko Leopardo é um animal de hábitos noturnos. Assim que a luz do terrário se apaga, os Gecko Lepardo saem dos esconderijos onde passam a maior parte do dia. E então vagueiam pelo terrário à procura de comida.

Em estado selvagem, os Gecko Leopardo costumam permanecer em buracos, fendas e em baixo de pedras. Por vezes, estes animais cavam buracos fundos no chão onde se escondem.

Os Gecko Leopardo também são bons trepadores e por isso também se podem encontrar em rochas e zonas altas.

Os Gecko Leopardo reduzem a atividade no inverno?

Os animais encontraram diversas formas de lidar com as temperaturas baixas através da alteração do metabolismo. Alguns animais, como o Gecko Leopardo, entram em semi-hibernação, ou seja, baixam a temperatura corporal e reduzem significativamente o nível de atividade física. Assim, o consumo de energia reduz-se e consequentemente a necessidade de comer. No entanto, o Gecko Leopardo acorda regularmente para beber água.

Qual o motivo para reduzir a atividade no inverno? O repouso durante o inverno é uma forma de os répteis se manterem saudáveis e também um fator que desencadeia o comportamento reprodutivo.

A semi-hibernação não é absolutamente necessária para os Gecko Leopardo em cativeiro, mas é um comportamento natural. Assim, para permitir que os seus Gecko Leopardo descansem no inverno, é aconselhável reduzir a temperatura do terrário gradualmente até cerca de 10 e 12 graus durante a noite e até cerca de 15 a 18 graus durante o dia. Pode igualmente colocar o terrário num local mais fresco. Durante este período, a alimentação deve ser ajustada e o período de iluminação gradualmente reduzido até 6 horas por dia. Deve igualmente ter sempre uma taça com água à disposição do seu Gecko Leopardo.

Quando este período se aproxima do fim, deve ir aumentando a temperatura do terrário ao longo de duas semanas.

Cuidados a ter com os Gecko Leopardo

Os Gecko Leopardo são relativamente fáceis de tratar. A temperatura do terrário deve situar-se entre os 28 e os 35 graus e a humidade deve estar entre 40 e 50%. Mas durante a noite, a temperatura deve descer para cerca de 20 graus e a humidade situar-se entre 50 e 70%. Os Gecko Leopardo machos vivem melhor com uma ou mais fêmeas. Mas machos não devem partilhar o mesmo terrário, por causa do forte comportamento territorial desta espécie.

Pretende introduzir um novo animal no grupo que já vive no terrário? Neste caso, deve manter o novo elemento em quarentena e certificar-se que este não traz ácaros ou vermes.

Qual o melhor terrário para os Gecko Leopardo?

Para o seu Gecko Leopardo deve escolher um terrário desértico que seja adequado a espécies que vivem no chão. Como para qualquer outro animal, o terrário deve ser o mais espaçoso possível!

Constituição do terrário

Os Gecko Leopardo são animais com uma grande capacidade de adaptação e não são muito exigentes no que se refere ao seu terrário. No entanto, sendo animais que vivem no chão, o fundo do terrário desempenha um papel importante na vida do seu Gecko Leopardo. Por isso, o fundo do terrário deve ser sólido, mas com irregularidades e esconderijos e coberto com um substrato de argila e areia, pontuado por algumas pedras. Nas lojas da especialidade encontra este substrato já pronto. Se humedecer este substrato, pode criar uma camada de 3 a 10 centímetros. Mais ainda, dê asas à sua imaginação e construa pequenas grutas e elevações, assim vai certamente fazer o seu Gecko Leopardo muito feliz. Em alternativa, pode cobrir o fundo do terrário com areão.

O terrário do seu novo Gecko Leopardo deve incluir objetos decorativos para ele escalar e variados esconderijos. Por exemplo, pode criar pequenas grutas com cortiça, casca de árvores, madeira de savana ou raízes de madeira mopani.

Como mencionado anteriormente, estes animais precisam de um ambiente relativamente húmido, que pode garantir com um humidificador para terrários. Pode também fazer as suas próprias caixas humidificadoras em forma de gruta com caixas de plástico revestidas com musgo húmido. As fêmeas gostam de usar estes locais como local de reprodução e para pôr os ovos.

Aspetos técnicos do terrário

Os Gecko Leopardo precisam do ciclo dia – noite e de poderem manter a sua temperatura corporal em níveis confortáveis. Por isso, o terrário deve ter um temporizador para regular a temperatura e outro para a iluminação. Também consegue replicar as condições das várias estações do ano desta forma. Ao contrário de lagartixas diurnas, os Gecko Leopardo não precisam forçosamente de iluminação artificial. No entanto, é através da luz que estas lagartixas orientam as fases ativa e inativa ao longo do dia. Assim, num local escuro, como por exemplo uma cave, deve ter uma lâmpada no terrário. No entanto, não é necessário ter uma lâmpada UV. Pode manter em equilíbrio a quantidade de vitamina D que o seu Gecko Leopardo ingere através da administração de ração enriquecida.

Visto que são animais noturnos, em estado selvagem os Gecko Leopardo aquecem-se durante o anoitecer ao colocarem-se sobre as pedras ainda quentes. Assim, é bastante aconselhável instalar um sistema de aquecimento no fundo do terrário. Pode usar, por exemplo, tapetes, pedras ou cabos de aquecimento.

Quais os cuidados de higiene e saúde devo ter?

Manter o terrário limpo é muito importante para a saúde do Gecko Leopardo. Assim, deve remover diariamente as fezes e urina do terrário. A água deve ser trocada diariamente e a tijela lavada com água quente. Os restos de animais que não foram ingeridos devem igualmente ser retirados. Por fim, deve retirar os restos de pele dos Gecko Leopardo na altura da mudança de pele.

Alimentação dos Gecko Leopardo

O que comem os Gecko Leopardo? Estas lagartixas alimentam-se de insetos e comem principalmente comida viva, como gafanhotos, baratas e grilos. Os Gecko Leopardo adultos comem entre 2 e 4 animais vivos por refeição. Por outro lado, os Gecko Leopardo jovens não comem todos os dias. No entanto, deve acrescentar minerais e vitaminas à dieta da sua lagartixa. A forma mais fácil e eficiente de fornecer estes nutrientes é em pó, espalhando-o por cima dos insetos a cada dois dias. Os Gecko Leopardo devem poder caçar o mais livremente possível estes insetos.

Os nossos artigos mais relevantes
Descubra mais sobre o comportamento e cuidados a ter com os Gecko Leopardo assim como informações sobre as características que o seu terrário deve ter.