Carpa koi de véu This article is verified by a vet

várias carpas koi de véu em lago com pedra

É impossível ignorar a sua beleza: a carpa koi de véu com as suas longas barbatanas.

Aparência: qual o aspeto de uma carpa koi de véu?

Tal como o nome sugere, a elegante e colorida carpa koi de véu tem uma característica especial. Pois as suas barbatanas têm quase o dobro do tamanho do de outras espécies de carpas. A carpa koi de véu pode alcançar uns impressionantes 60 centímetros de comprimento.

Em relação às cores, a imaginação é o limite. Portanto, os criadores têm carpas koi de véu nas mais diversas cores. Pode, então, comprar um exemplar de uma só cor ou multicolorido. São possíveis bonitas combinações de azul, amarelo, vermelho e branco.

Carpas prateadas ou douradas com brilho metálico são muito populares. Exemplares negro intenso também são famosos e considerados muito elegantes.

Dependendo da sua aparência, os especialistas fazem a distinção entre diferentes variedades. A carpa de véu Kohaku, a carpa de véu Yamabuki, a carpa de véu Shiro-Utsuri, a carpa de véu Tancho ou a carpa de véu Sanke são, então, alguns dos exemplos.

uma carpa koi de véu com corpo laranja e branco
Devido à sua fascinante barbatana caudal, a carpa koi de véu é muitas vezes chamada carpa dragão.

Carácter: solitários ou animais de grupo?

Como a carpa clássica, a carpa koi de véu é um peixe sociável. Aliás, não importa se os outros habitantes do lago pertencem à mesma espécie de carpas koi ou a uma diferente.

Cuidados: a que deve prestar atenção?

Lançar uma carpa koi para um lago sem pensar - não é suficiente! Para que a sua carpa koi de véu se mantenha saudável, é necessário ter em conta os seguintes fatores relativamente à configuração e aos cuidados com um lago de jardim:

1. Ventilação

Embora vivam debaixo de água, também os peixes precisam de oxigénio. Para tal, é necessário ligar uma sistema de ventilação ao lago de jardim. Este sistema permitirá uma concentração de oxigénio entre 6 a 8 miligramas por litro. Existem instrumentos de medição especiais para monitorizar continuamente os níveis de oxigénio.

2. Densidade de ocupação

As carpas koi são animais de grupo e precisam da proximidade de outras carpass koi. Porém, a presença de demasiados peixes no lago pode prejudicar a qualidade da água. Para o prevenir, há uma regra de ouro: uma carpa de tamanho médio (60 a 80 centímetros) por metro cúbico de água. Naturalmente, entram em jogo outros fatores, que variam de lago para lago.

3. Circulação de água

Para manter a boa qualidade da água, é necessário circulá-la com regularidade. Então, irá precisar de um filtro que filtre a água cerca de uma vez por hora. É importante que o filtro não fique entupido a longo prazo. Portanto, deve mantê-lo e limpá-lo de vez em quando.

4. Temperatura constante

Animais de sangue frio, como as carpas koi, adaptam a sua temperatura corporal à temperatura ambiente. Deve, então, certificar-se de que a temperatura da água se mantém tão constante quanto possível. Porque demasiadas flutuações podem afetar o metabolismo dos seus peixes. Acabam por consumir muita energia e sofrer de stress, podendo ficar doentes a longo prazo.

lago de jardim com várias carpas koi
As carpas koi e companhia sentem-se confortáveis num lago de jardim cuja qualidade da água é controlada.

Alimentação: o que come uma carpa koi de véu?

O comportamento alimentar da carpa koi de véu não é diferente do das outras carpas koi. Como animais de sangue frio, a sua digestão depende da temperatura ambiente: quanto mais frio estiver, mais tempo demoram a fazer a digestão. Isto significa que precisam de comer menos durante a hibernação de inverno do que no verão.

Não alimente a sua carpa koi uma vez por dia, mas sim várias vezes ao longo do dia. Deste modo, evita que comida não ingerida se acumule no fundo do lago e, em consequência, prejudique a qualidade da água.

Mas de que tipo de comida é que as carpas koi precisam? Como omnívoros gostam de tudo, seja de origem vegetal ou animal. Em ambiente selvagem, alimentam-se de algas, bactérias, folhagem e insetos, como larvas de mosquito. No seu lago de jardim pode substituir estes componentes com comida especial para carpas koi.

Saúde: doenças comuns da carpa koi de véu

Também peixes como as carpas koi podem ter várias doenças. As doenças mais comuns nas carpas são:

Doença Descrição
Hidropisia Esta doença altamente infeciosa das carpas leva o corpo dos peixes a inchar.
Sanguessuga dos peixes (Piscicola geometra) Encontradas em muitas massas de água, estas sanguessugas afetam inúmeras espécies de peixes, chupando-lhes o sangue e transmitindo doenças infeciosas.
Piolho das carpas (Argulus foliaceus) Ao sugar o sangue, o piolho das carpas infeta-as com toxinas como patógenos (vírus ou bactérias).
Necrose das guelras (Branquiomicose) Esta doença das guelras é causada por fungos de algas e surge em lagos com má qualidade de água.
Vírus de herpes koi (KHV) nas carpas Os donos de carpas koi temem a herpes, pois o desfecho desta doença viral é quase sempre a morte.
Argulus foliaceus
Um piolho das carpas infesta uma carpa koi.

Qual a esperança média de vida?

Tal como outras carpas koi, também a carpa koi de véu pode ultrapassar os 60 anos, desde que tida nas condições adequadas à espécie. É uma idade bastante avançada e que deve ter em mente ao comprar uma carpa koi.

Compra: quanto custa uma carpa koi de véu?

O preço de uma carpa koi de véu depende, então, de vários fatores. O tamanho e a cor têm um papel especialmente importante ao comprar numa loja de carpas koi.

Os exemplares mais pequenos (sete a dez centímetros) podem ser adquiridos a partir dos seus euros. Mas carpas koi maiores (25 a 30 centímetros) custam cerca de 90 euros. No entanto, é possível deparar-se com preços superiores a esse.

Mas caso ainda não tenha um lago totalmente equipado, tenha presente esses custos adicionais.

Além disto, conte também com despesas correntes, nomeadamente comida e idas ao veterinário.

Origem: japonês ou americana?

Na verdade, a origem da carpa koi de véu é ainda tema de debate. Assim, tanto os EUA como o Japão reivindicam ser o país de origem destas elegantes carpas koi.

Os japoneses relatam que o princípe Akihito, que viveu em 1950, se encantou pelas carpas selvagens de barbatanas compridas durante uma visita à Indonésia. Então, o futuro governante cruzou a carpa koi original (nishikigoi) com estes peixes.

Portanto, de acordo com esta história, foi assim que esta carpa koi obteve o nome japonês Hire-Naga-Goi. Este termo significa qualquer coisa como "carpa com barbatanas compridas". Devido à sua semelhança com dragões, os japoneses também a nomearam "koi dragão".

Porém, tratando-se de um peixe também muito popular nos EUA, surgiu outro nome: "american koi". Os funcionários da exploração aquícola Blue Ridge receberam peixes com barbatanas incrivelmente compridas da Indonésia. Portanto, de acordo com esta versão, a empresa criou a carpa koi de véu depois de ter cruzado estas belezas com Kinginrins e Ogons.

No entanto, qual destas histórias é verdadeira é ainda um mistério (pelo menos por enquanto).

Conclusão: será a carpa koi de véu ideal para mim?

Tal como os seus companheiros de barbatanas, também a carpa koi de véu é ideal para o seu lago de jardim. Se tiver em conta as regras de higiene habituais, fundamentais para a boa qualidade da água e sobrevivência dos peixes, poderá usufruir da companhia destes animais durante muito tempo!


Franziska G., veterinária
Profilbild von Tierärztin Franziska Gütgeman mit Hund

Estudei medicina veterinária na Universidade Justus-Liebig em Gießen, onde pude ganhar alguma experiência em vários campos, como medicina para pequenos e grandes animais, medicina exótica, farmacologia, patologia e higiene alimentar. Desde então, não trabalhei apenas como autora veterinária. Também trabalhei na minha tese, que foi influenciada cientificamente. O meu objetivo é proteger melhor os animais contra patógenos bacterianos no futuro. Além do meu conhecimento, partilho as minhas próprias experiências como dono de um cão e, assim, consigo entender e dissipar medos e problemas, bem como outras questões de saúde animal.


Os nossos artigos mais relevantes
10 min

Peixe-palhaço

Os peixe-palhaço são animais de água salgada, oriundos do Pacífico e apresentam tons que variam entre o preto, laranja, amarelo e vermelho.
5 min

Ciclídeos

A maioria dos elementos da família dos ciclídeos fazem parte do grupo dos peixes ornamentais originários dos trópicos e subtrópicos.