Periquitos Bourke

Os periquitos Bourke são mais discretos do que os periquitos ou as caturras e são também menos populares. No entanto, estas aves encantam pela sua calma e atitude amigável. Além disso, estes pássaros são muito fáceis de tratar. Os periquitos Bourke cantam baixo e por isso são ótimos para ter em casa sem incomodar os vizinhos. Se está a pensar em adquirir um periquito Bourke ou quer saber mais sobre esta espécie, encontra aqui todas as informações relevantes.

O que são os periquitos Bourke?

Os periquitos Bourke (Neopsephotus bourkii), como todos os periquitos pertencem à família dos papagaios. Estes, em particular, são muitas vezes simplesmente chamados de Bourke.

Qual a origem dos periquitos Bourke?

Esta espécie de periquito foi descoberta na Austrália em 1835. O seu nome tem origem no General irlandês Richard Bourke, que era na altura governador desta colónia. O seu habitat natural é semelhante ao das caturras, ou seja, as estepes secas e interiores da Austrália, cobertas por mato rastejante. Aí, os Bourke fazem os ninhos em buracos de árvores não muito altas. As árvores preferidas destes pássaros são as acácias. Em termos sociais, os Bourke vivem aos pares ou em grupos de 20 a 30 indivíduos. Para se alimentarem, estes pássaros exploram principalmente o chão, onde encontram sementes sem grande teor de gordura e insetos. É esse o tipo de alimentação que deve proporcionar ao seu periquito Bourke se o tiver em casa.

Qual o aspeto dos periquitos Bourke?

Os periquitos Bourke distinguem-se pela cor rosa acastanhada da barriga e do azul na parte posterior. O resto da plumagem é geralmente cinzenta azulada. As cores são claras e em tom pastel o que ajuda a camuflagem. No entanto, tal como acontece com outras espécies de pássaros, existem periquitos Bourke de outras cores em consequência das conhecidas mutações. Assim, encontram-se destes periquitos em cor de canela, amarelo claro, rosa ou opalino e lutino. Na variante lutino, a cabeça, pescoço e barriga dos periquitos apresenta um rosa delicado, as costas são amarelas e os olhos vermelhos.

Como é a personalidade dos periquitos Bourke?

A grande maioria dos periquitos Bourke têm uma personalidade muito amigável e calma e são muito mansos. E esta característica reflete-se no seu canto que é bastante suave. Visto que esta espécie se torna mais ativa ao entardecer, é natural que até ao por do sol estes pássaros tenham um comportamento menos ativo.

Na verdade, estes periquitos são por natureza mais calmos do que os de outras espécies. Além disso, não se assustam com tanta facilidade como os periquitos australianos. São também pássaros que não exigem muita atenção, pois entretêm-se bastante bem sozinhos. Tal como os periquitos australianos e as caturras, os periquitos Bourke são fáceis de tratar. No entanto, estes periquitos não costumam brincar tanto e dificilmente aprendem a fazer truques. Assim, só com muita paciência e tempo é que eles aceitam ir comer à mão.

Quais as diferenças entre os periquitos Bourke e os australianos?

Os periquitos Bourke machos apresentam uma pelugem rosa acastanhada do peito à barriga e por isso são facilmente confundidos com os periquitos australianos vermelhos.

Mas então quais as diferenças entre os periquitos Bourke e australianos? Trata-se de duas espécies diferentes mas que pertencem à mesma subfamília. Durante muito tempo os Bourke pertenceram à espécie de periquitos que se alimentam de sementes que encontram no solo. No entanto, esta classificação foi alterada e os Bourke têm hoje a sua própria espécie, o Neopsephotus bourkii. Além disso, os periquitos Bourke são em geral mais calmos e menos brincalhões do que os periquitos australianos. Também têm um canto agradável, sem ser muito alto. Em termos de atividade, os periquitos Bourke distinguem-se dos australianos, pois são muito mais ativos ao entardecer, mesmo em noite de lua cheia. Nessa altura do dia permanecem mais tempo no chão.

Como distinguir os machos das fêmeas?

Os periquitos Bourke fêmeas têm a cabeça e o bico mais pequenos e as cores das penas são geralmente mais escuras. Além disso, contrariamente aos machos, as fêmeas não apresentam penas azuis na testa e ombros.

Quais são os comportamentos característicos desta espécie?

Em termos de cuidados, o que é válido para periquitos australianos e caturras também é válido para os periquitos Bourke. Assim, como qualquer outro periquito, os Bourke não devem estar sozinhos, mas aos pares. No entanto, as Bourke fêmeas não se dão particularmente bem aos pares em gaiolas ou viveiros. Consequentemente, é aconselhável que os pares sejam compostos por:

  • Macho e fêmea.
  • Dois machos.

Se tiver espaço suficiente, pode ter mais do que dois periquitos Bourke ou juntá-los a outros pássaros. No geral, este periquito dá-se bem na companhia de outras espécies. No entanto, um aspeto muito importante a ter em conta é o tamanho da gaiola e as características do local onde esta fica. É de notar que um viveiro de interior é mais adequado para estes pássaros do que uma gaiola.

Características da gaiola ou viveiro:

  • Tamanho mínimo de uma gaiola para dois periquitos Bourke: 120 X 100 X 60 cm (Comprimento, altura, profundidade)
  • Tamanho mínimo de um viveiro que permite voar: 2m²

Descubra a nossa oferta de gaiolas para pássaros e viveiros!

Cuidados a ter com a gaiola ou viveiro:

  • A gaiola ou viveiro deve estar num local com uma temperatura entre os 18 e os 25 °C.
  • Este local não deve estar sujeito a grandes variações de temperatura. Além disso, deve estar protegido de correntes de ar.
  • O local deve ser calmo, sem barulho ou outros estímulos.
  • Se tiver luz artificial, tenha em atenção a altura do crepúsculo.
  • As taças de comida e de água devem ser limpas diariamente.
  • Os periquitos devem igualmente ser alimentados todos os dias.
  • A gaiola deve ser limpa semanalmente e a cobertura do chão substituída.
  • Atenção, estes periquitos devem poder voar livremente pelo menos uma hora por dia.

Para os Bourke, uma gaiola comprida é mais adequada do que uma alta. Além disso, é importante referir que o comprimento da gaiola para dois Bourke não deve ser inferior a 1 metro. É igualmente importante que um ou dois lados da gaiola sejam opacos para que os pássaros se sintam seguros.

Como deve estar a gaiola equipada?

Uma gaiola ou um viveiro devem ter o maior número possível de poleiros de ramos de árvores, visto que estes pássaros gostam muito de saltitar. Além disso, é aconselhável alinhar a gaiola com os poleiros. Como cobertura para o chão da gaiola pode usar areia para pássaros ou granulado de madeira de faia. É também aconselhável que a gaiola ou viveiro disponha de escadas e brinquedos. No entanto, espelhos, pássaros de plástico ou pequenos objetos que possam ser engolidos não são brinquedos adequados.
Os Bourke gostam muito de comer e por isso têm tendência para engordar. Assim, estes pássaros devem poder voar livremente, de preferência várias horas por dia, para se manterem em forma. O melhor local para os seus Bourke voarem é numa sala própria para o efeito ou num viveiro. Visto que estes periquitos não são aves destruidoras, não tem razões para recear danos graves se o deixar voar no seu quarto ou sala.

Os periquitos Bourke adoram tomar banho. Por isso, eles vão agradecer muito se tiverem uma banheira na gaiola. Além disso, vai-se divertir muito a observar os seus passarinhos a tomar banho. A água deve estar sempre fresca e limpa. Também pode experimentar dar um duche refrescante aos seus periquitos. Para tal precisa apenas de um pulverizador que permita borrifar as suas aves suavemente com água fresca. No entanto, tenha em atenção a reação dos seus pássaros, pois muitos adoram, mas outros nem por isso. Além disso, nunca dirija a água para os olhos dos periquitos.

Um viveiro de exterior é adequado para os periquitos Bourke?

Um viveiro de exterior é muito prático especialmente se não tiver muito espaço em casa. E de facto os Bourke podem viver no exterior, contrariamente a outras espécies de periquitos. No entanto, o viveiro deve ter uma zona protegida para que os periquitos se possam abrigar do frio durante o inverno. Nessa zona a temperatura nunca deve ser inferior a 10°C.

Os periquitos Bourke convivem bem com periquitos australianos?

Os periquitos Bourke geralmente dão-se bem com outras espécies de periquitos, como os periquitos australianos. No entanto, contrariamente aos periquitos Bourke, os australianos e as caturas têm hábitos diurnos. Assim, estas espécies só convivem em certas alturas do dia.

Quanto custam os periquitos Bourke?

A partir de 20€ já consegue comprar um periquito Bourke. No entanto, os preços variam de acordo com o criador. Se escolher comprar um periquito a um criador, tenha sempre em atenção a condição física do pássaro e as condições em que os estes são criados. Por vezes é também possível encontrar estes periquitos em associações de acolhimento de animais para adoção.

Qual é a comida adequada para os periquitos Bourke?

Em estado selvagem estes pássaros são granívoros e portanto comem principalmente sementes com baixo teor de gordura que apanham no chão. A dieta dos periquitos em cativeiro deve seguir este preceito. Assim, tal como os periquitos australianos, também os Bourke devem ter uma alimentação à base de sementes pobres em gordura.

Uma boa ração para os periquitos Bourke deve conter:

  • Pelo menos 50% de painço.
  • 25% de alpista.
  • 5% de aveia.
  • Se preferir uma ração já pronta, pode optar por misturas para agapornis, que são adequadas para os Bourke.

Complementos para a dieta dos Bourke:

  • Suplementos vitamínicos.
  • De vez em quando pode dar vegetais, fruta (atenção: o abacate é tóxico para os pássaros) e gramíneas como, por exemplo, dentes de leão ou erva canária.
  • Minerais variados como cálcio ou sépia.
  • Água fresca diariamente.

Em resumo, pode confecionar em casa a alimentação do seu pássaro ou pode comprar a mistura pronta em lojas de animais. A comida deve ser colocada no chão da gaiola e é suficiente dar uma colher de chá de mistura por dia por pássaro.

Os nossos artigos mais relevantes

Caturra

As caturras procuram o contacto com animais da mesma espécie e se isso não for possível ligam-se aos humanos e exigem atenção a 100%.

Canário

Os canários são conhecidos por serem aves que cuidam de si mesmos desde que lhes sejam oferecidos os meios necessários.

Agapornis

Os agapornis necessitam de bastante espaço para se movimentarem sem restrições por isso um viveiro é a melhor opção para esta espécie.