6 razões para não oferecer gatos como presente de Natal

não oferecer gatos no natal

Um dos pedidos ao Pai Natal do seu filho é um gato? A sua namorada acha que os gatinhos são super fofinhos? É natural que a ideia de oferecer de um gato pelo Natal lhe venha à cabeça – mas não é de todo uma boa ideia! Neste artigo explicamos-lhe por que motivo os gatos não são bons presentes de Natal.

Seis razões – é por isto que um gato não é uma boa prenda de Natal

A responsabilidade não é algo que se possa oferecer

Os gatinhos são bolas de pelo amorosas e derretem o coração a qualquer um! Mas adotar um gato implica ser responsável por ele durante 15 a 20 anos, em idade de gato. Antes de avançar com a adoção de um destes patudos, coloque a si mesmo as seguintes perguntas:

  • Todos os membros da família concordam com a adoção?
  • Será um gato doméstico ou selvagem?
  • Os gatos domésticos não devem viver sem a companhia de outro membro da mesma espécie. É possível adotar dois gatos?
  • Temos disponibilidade financeira para cobrir os custos do dia a dia, além de um pé-de-meia para emergências, como gastos veterinários?
  • Limpamos os pelos e as sujidades do nosso patudo sem grandes queixas?
  • Algum membro da família tem alergias a animais?
  • Quem limpa a caixa de areia?
  • Teremos a paciência necessária para a educação do gato?

Se os adultos querem fazer as crianças felizes oferecendo-lhes um gato, devem, antes de mais, responder a todas estas questões. Embora as crianças possam, ao adotarem um animal doméstico, aprender muito em termos de responsabilidade, cabe aos adultos certificarem-se de que o patudo terá tudo o que precisa para o seu bem-estar.

  • As más experiências das associações protetoras dos animais

    Adotar um gato de um gatil na altura das festas? A maioria dos abrigos para animais só os disponibiliza para adoção até ao início do mês de dezembro, pois no passado verificou-se que, chegada a última quinzena deste mês, muitos dos animais eram devolvidos. Demasiado exigente, barulhento ou dispendioso – as queixas sugerem que o presente não foi devidamente ponderado ou, pior, que foi oferecido. Qualquer pessoa realmente interessada na companhia de um animal pode esperar até ao fim das festividades.

  • Um gato como surpresa de Natal – esqueça a ideia

    Um gatinho debaixo da árvore de Natal seria o verdadeiro centro das atenções. Porém, o novo membro da família dispensa tudo isso! Todos os seus membros devem ter tempo para se prepararem para a chegada do animal. As crianças devem, por exemplo, receber regras bem precisas quanto à postura a adotarem perante o patudo, mesmo antes de este chegar ao seu novo lar. O primeiro encontro deve decorrer num ambiente calmo e sem grande alarido.

  • Demasiada agitação na época do Natal

    Falando em “ambiente calmo”, a altura das festividades natalícias não é exatamente sinónimo disso, muito pelo contrário. Visitas de familiares próximos e afastados, canções de Natal e troca de prendas fazem parte do programa. No meio deste rebuliço, um gatinho, ou mesmo um gato adulto, não tem a vida facilitada. Basta distrair-se uns segundos e o animal pode já estar a trepar a árvore de Natal ou a acomodar-se junto do presépio. A época do Natal está repleta de perigos para estes nossos curiosos companheiros de quatro patas. Se vai efetivamente adotar um gato, espere mais uns dias e adie o vosso primeiro encontro para o início do ano.

katze tannenbaum
  • A escolha da adoção de um gato cabe somente ao dono

    É um facto: as crianças não são esquisitas na seleção de um gatinho e qualquer um lhes parece bem. Porém, os membros mais novos da família podem beneficiar se a escolha do animal ideal se tornar num assunto de família. Visite o criador ou o gatil com as crianças mais crescidas. Em conjunto com o criador ou com os funcionários do gatil tem a oportunidade de decidir qual o patudo que melhor se adapta a si. Ao envolver as crianças, é mais fácil que se apercebam, desde o início, que a responsabilidade vem de mãos dadas com o novo companheiro. Para os adultos, a escolha deve ser consciente e ninguém além do próprio dono deve escolher o animal de estimação.

  • Um gato é um membro da família

    Os animais não devem ser oferecidos como objetos sem vida e sem valor. Fofinho ou irritadiço: cada gatinho tem uma personalidade própria e transporta-a para o seu novo lar. Se o seu filho anseia por receber um gato pelo Natal, explique-lhe por que motivos os animais não são presentes apropriados. Assim, até os mais novos ganham, desde cedo, respeito pelos patudos. Um conselho: converse com o seu filho antes das festividades para que não crie falsas expectativas acerca das prendas de Natal.

Gatos como presentes de Natal – existem exceções?

Na altura do Natal, toda a família se reúne e muitos de nós gozam férias. Se um dos membros da família gostaria de ter um gato e todos concordam, por que não oferecê-lo? Aguarde até ao fim das festividades! Os verdadeiros amigos dos gatos são pacientes e não os tratam como “ofertas”. Aumente a antecipação de forma saudável com prendas úteis para a chegada do novo companheiro.

Que alternativas existem aos animais?

Livros ou vales de oferta

Se a adoção de um gatinho está planeada para muito em breve, sugerimos mimar o futuro dono, seja um familiar ou um amigo, com presentes alusivos ao novo patudo. Uma cama aconchegante ou um vale de oferta? As crianças podem preparar-se lendo um livro, apropriado à sua idade, sobre gatos. Criar expectativa é fantástico!

É sempre possível oferecer outras prendas

O seu filho gostaria de ter um gato, mas é impossível para si conceder-lhe este desejo no futuro mais próximo? Os animais de peluche são uma excelente alternativa para os mais novos. As crianças mais velhas ficarão, provavelmente, mais desapontadas. Independentemente do Natal, explique-lhe por que motivo não pode ou não quer adotar um gato. Procurem por alternativas em conjunto: talvez exista no abrigo para animais mais próximo um grupo de crianças ou jovens voluntários! E lá será possível ajudar cães e gatos em risco.

Já adotou um gato? Então descubra as nossas sugestões de prendas de Natal para gatos, além de dicas para passar as festividades em segurança!

Os nossos artigos mais relevantes