Insuficiencia renal nos cães This article is verified by a vet

Cães com insuficiência renal bebem muita água

Se o seu patudo bebe muita água ou vomita com frequência pode sofrer de insuficiência renal. Neste artigo explicamos como o seu veterinário pode ajudar o seu cão e também o que precisa saber sobre a insuficiência renal nos cães.

A insuficiência renal nos cães é grave?

A esperança de vida de um patudo diagnosticado com insuficiência renal depende em grande medida da causa da doença. Se por um lado a insuficiência renal aguda geralmente tem cura, já esta doença na forma crónica não tem cura. Além disso, se se verificar a falência total dos rins a doença pode ser mortal.

Quais os sinais de insuficiência renal nos cães?

Esta doença pode aparecer repentinamente, a forma aguda, ou ser crónica. A insuficiência renal caracteriza-se pela diminuição da capacidade de os rins filtrarem o sangue das substâncias tóxicas. Por exemplo, se os rins deixam de conseguir filtrar a ureia, esta acumula-se no sangue causando uma outra doença chamada uremia. A insuficiência renal tem vários estádios aos quais correspondem determinados sintomas.

  • O patudo com insuficiência renal fica mais fraco e dorme muito
  • Os cães sentem mais sede (polidipsia) e por isso bebem muita água. Eles também urinam mais (poliúria).
  • Visto que esta doença também altera o equilíbrio hormonal, os patudos podem perder peso e os pelos podem perder brilho.
  • O patudo apresenta sintomas gastrointestinais, como por exemplo diarreia, vómitos e perda de apetite.

Diagnóstico da insuficiência renal

Caso o seu patudo apresente sintomas, não deve adiar uma visita ao veterinário. Este vai averiguar a causa dos sintomas recorrendo a alguns exames:

1. Análise à urina

O seu veterinário pode pedir que recolha a urina do seu patudo para análise. Caso não consiga, a recolha pode ser feita com auxílio de um cateter ou realizar uma cistocentese com auxílio de ultrassom. Os parâmetros da urina são então analisados de acordo com o peso do patudo. Ou seja, através da análise verifica-se a concentração de proteínas, açúcar, células inflamatórias, entre outras. Através da urina é igualmente possível verificar a presença ou a ausência de bactérias.

2. Medição da pressão arterial e análise ao sangue

Dado que os rins influenciam a pressão arterial, esta pode aumentar quando os cães têm insuficiência renal. Por outro lado, a análise ao sangue é um meio de diagnóstico importante para determinar a concentração de substâncias urinárias como a ureia ou a creatinina. Caso se encontre uma concentração alta de creatinina deve presumir-se que o patudo tem insuficiência renal.

3. Meios de diagnóstico de imagem

Os rins podem ser visualizados através de uma ecografia. Dessa forma o veterinário pode detetar causas estruturais, como tumores ou lesões.

A ecografia é um meio de diagnóstico útil para detetar a insuficiência renal.

Quais os meios de tratamento?

Visto que a insuficiência renal pode ter várias causas, é indispensável fazer um diagnóstico detalhado antes de prescrever um tratamento. Assim, só depois do diagnóstico é que se deve proceder à medicação ou, se necessário, a uma cirurgia.

Além de tratamentos direcionados à causa da doença, o veterinário pode igualmente prescrever medicamentos para aliviar alguns sintomas. Alguns destes medicamentos são:

  • Medicamentos para controlar a pressão arterial, como por exemplo, inibidores ECA
  • Protetores gástricos
  • Fluidoterapia
  • Inserção de um cateter urinário
  • Alteração da alimentação. Um patudo com insuficiência urinária deve ter uma alimentação pobre em proteínas, fosfatos e sódio.

É importante controlar regularmente a pressão arterial do seu patudo durante o tratamento. Além disso, o veterinário pode também prescrever outras análises ao sangue para verificar o sucesso da terapia.

Por fim, caso os rins estejam tão doentes que deixem de conseguir fazer a sua função, o seu patudo pode ter de fazer hemodiálise. Neste processo o sangue é filtrado num aparelho exterior ao corpo e é reintroduzido no corpo já limpo de substâncias tóxicas.

Prognóstico: Qual a probabilidade de cura?

O prognóstico da insuficiência renal nos cães depende muito das causas da doença. Geralmente, a insuficiência renal aguda tem melhor prognóstico do que a doença na sua forma crónica, que não tem cura. No entanto é importante seguir as indicações do seu veterinário. Deve também dar ao seu patudo uma alimentação especialmente concebida para esta condição. Dessa forma, vai com certeza aumentar a qualidade de vida do seu patudo e mesmo a sua esperança de vida.

Na loja online da zooplus encontra uma grande variedade de comida para cães com doenças renais.

Quais são as causas da insuficiência renal nos cães?

Quando um cão tem uma insuficiência renal os seus rins não funcionam como deviam. Ou seja, o mal funcionamento dos rins altera o equilíbrio de fluidos no sangue e também altera a pressão arterial. Além disso, os rins têm como função a desintoxicação do sangue e a filtragem de substâncias urinárias. Assim, quando os rins funcionam mal os outros órgãos do corpo podem apresentar problemas.

As causas da insuficiência renal podem ser pré-renais, renais ou pós renais.

  • Causas pré-renais: Neste caso, há uma diminuição do fluxo de sangue os rins. Ou seja, se os rins recebem pouco sangue, naturalmente não conseguem filtrar a quantidade adequada de sangue. Este problema pode acontecer se o seu patudo beber pouca água ou se o coração não bombear o sangue corretamente.
  • Causas renais: Aqui as causas são geralmente tumores, lesões ou inflamações dos próprios rins (nefrite). Doenças infeciosas como por exemplo, a leptospirose ou substâncias tóxicas também podem ter consequências negativas para os rins.
  • Causas pós-renais: Neste caso encontram-se problemas relacionados com o fluxo urinário. Assim, o fluxo urinário pode estar obstruído ou o ureter pode ter uma lesão, por exemplo, em consequência de um acidente de carro.

Insuficiência Renal Aguda (IRA)

Numa insuficiência renal aguda, a irrigação de sangue aos rins decresce repentinamente. Geralmente este decréscimo ocorre em algumas horas ou dias. No entanto, se o problema for detetado e tratado rapidamente, a doença pode desaparecer completamente.

Insuficiência Renal Crónica (IRC)

Num quadro de insuficiência renal crónica, uma estrutura existente nos rins, os glomérulos, perdem a capacidade de filtrar o sangue e produzir urina. No entanto, o veterinário nem sempre consegue determinar a causa desta situação.

Visto que os glomérulos não se regeneram, a insuficiência renal crónica não tem cura. Infelizmente, também é comum que a saúde do patudo se degrade com o tempo se tiver a forma crónica desta doença.

Os nossos artigos mais relevantes
11 min

Castração de cães

A castração constitui um procedimento de rotina na medicina veterinária – mas será sempre recomendada? Qual a diferença entre castração e esterilização?